História Pesadelo - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Acidente, Animais, Anthro, Feral, Furry, Pesadelo, Poderes, Tragedia
Visualizações 4
Palavras 1.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Vamos lá pessoal :v.

Capítulo 2 - A festa


Algumas semanas haviam se passado. E Krahō e Seika viraram bons amigos durante esse tempo, mesmo que Krahō tenha que sair correndo dos garotos aparentemente mais fortes da escola para não apanhar.

Logo, foi dado um convite a todos da escola, sobre uma festa que iria acontecer no final de semana. Como Krahō não gostava de festas, ele não iria, mas uma coisa o surpreendeu:

- E aí cara! Bora ir na festa de sábado? - Aquele mesmo garoto do primeiro dia de aula. O nome dele era Nick, alto, forte, cabelos negros e longos - Vai ser legal! 

- Por que quer que eu vá? 

- A, você sabe. - Ele riu - Sério cara, vai ser incrível. - ele coloca o braço dele em volta do pescoço de Krahō e o puxa para perto - Eu e os rapazes corremos atrás de você, sim, mas é porque você é legal.

- A, ta. Mas, eu não sei.

- Fiquei sabendo que a Seika vai.

Uma sensação estranha fez os pelos de Krahō arrepiar.

- Sério? - Krahō se afasta.

- Super sério. Aí, a gente espera você lá viu.

- Hã? - la aonde? Ele pensou

- Lá na casa do Sherran. A gente se encontra lá antes da festa. Beleza? 

- A, ok. Beleza.

Nick some no meio da multidão de adolescentes do refeitório.

A noite, um dia antes da festa, Krahō trocava mensagens com Seika.

"Krahō, você vai a festa de amanhã?"

"Vou sim, e você?"

"Eu também :D! Fiquei sabendo que vai ter uma pista de patinação, vários jogos super divertidos e muita comida!"

"Isso é realmente muito bom."

"Sabe patinar?"

"Para ser sincero, não."

"Então se prepare! Porquê eu vou te ensinar tudo que eu sei!"

"Logo vamos descobrir se você ensina bem"

~∆~

Em algumas horas, a festa já iria começar, Krahō colocou a sua melhor roupa. Ele se convenceu que estava apaixonado por Seika. Então se dedicou ao máximo para impressiona-la.

Ele então, se sentou no sofá da sala para assistir Tv, e acabou se lembrando do que Nick disse, sobre encontrá-los na casa de Sherran. Ele achava um pouco suspeito, nunca que caras como eles o convidariam para suas casas ou achariam ele legal. Então decidiu não ir.

A campainha de sua casa toca. Ele então, vai até a porta, a abre e se depara com os rapazes da escola.

- O que vocês estão fazendo aqui? - Perguntou confuso.

- Viemos buscar você, cara! Te dar uma carona grátis! - Disse Jack.

Nick saiu de trás do carro, foi até Krahō e o puxou para o carro.

- Vamos cara! Você disse que viria com a gente.

- Ta, ok. Vamos então.

Eles entram no carro e vão para casa de Sherran. Que era linda e muito grande. 

- Vamos entrando pessoal! - Disse Sherran - Sejam bem vindos! E que bom que você veio Krahō. - Ele sorri.

- Valeu.

- Está com sede? Quer beber alguma coisa? 

- Talvez. Água pode ser.

- Já vou trazer. Enquanto isso, por que não vão jogando video game? Aquele dali é o último do lançamento - Ele aponta para o objeto e segue em direção a cozinha.

Enquanto Sherran ficava na cozinha, os garotos jogavam jogos bem violentos no video game e Krahō estava totalmente concentrado vendo eles jogando que nem viu Sherran se aproximar com o copo de água.

- Aqui. - Ele entrega o copo a Krahō e ele o pega.

- Valeu. - Ele toma a água, alguns segundos depois ele sente um gosto estranho na água, mas não parou para pensar no que seria, então tomou tudo sem preocupações.

Algum tempo se passa e já eram oite e trinta da noite.

- Caramba! Vamos gente, se não vamos chegar atrasados na festa! - Exclamou Nick, então todos foram para a festa.

~∆~

A festa já havia começado. Krahō entrou no local a procura de Seika e a encontrou sentada em uma mesa.

- Olá Seika.

Ela olha para ele e sorri gentilmente.

- Oi Krahō! - Ela olha o rapaz dos pés a cabeça - Você está bem estiloso hoje, hein? 

- Obrigado - Ele ri um pouco nervoso. - Você também está muito bonita.

- Own, que fofo. - Ela se levanta. - Você quer ir na pista de patinação?

- Seria muito bom.

- Então vamos! 

Os dois vão para a pista de patinação. Seika ensina muito bem a Krahō a como patinar.

- Você está indo bem Krahō!

- Obrigado. Você ensina muito bem.

Ela ri. Agora, os dois patinavam juntos um do lado do outro pela área congelada.

- Você acha que eu seria uma boa professora?

- Com certeza. Você gostaria de se tornar uma? 

- Sim. É o meu sonho.

- Em qual materia você vai querer trabalhar?

- Em ciências. Eu gosto muito da natureza e dos seres que vivem nela. 

- Isso é muito bom. Eu adoraria ajudar você.

- Não precisa. - Ela sorri - Eu só preciso estudar. Fazer aquilo que eu mais amo e esperar para que o verdadeiro dia aconteça. O dia que eu me formar.

- Você tem potencial. Tenho certeza que você vai ser uma ótima professora.

- Muito obrigada, Krahō. - Ela o abraça e os dois se desequilibram e quase caem na pista.

Finalmente, eles saem da pista de patinação e vão comer e beber alguma coisa. Depois vão conversar a beira da piscina.

- Será que podemos nadar aqui? - Pergunta Seika.

- Eu acho que não. Provavelmente não seria uma boa ideia. - Ele ri. - O que achou dessa festa?

- Bem, todo ano é assim, então não foi muito diferente das outras. - Ela olha no fundo dos olhos de Krahō, como se estivesse encarando ele. - Mas, com você aqui teve aquele toque especial. Que fez com que essa festa ficasse diferente.

- Como seria esse diferente?

- Você deixou essa festa mais legal, mais divertida. Vai ser uma festa que eu não vou me esquecer. - Ela chega mais próximo de Krahō, principalmente seus rostos. - Eu queria ter gravado tudo para poder reviver esse momento várias vezes.

- Mas você pode revive-lo. Dentro de sua mente.

- Tem razão. Principalmente quando estou com você ao meu lado. Sei lá, você me lembra momentos bons e me faz esquecer os momentos ruins.

- É muito bom ouvir isso.

Seika, rapidamente se apoia no ombro de Krahō, fica na ponta dos pés e fazem seus lábios se tocarem. Krahō na hora fica sem reação. Seika logo se afasta, envergonhada.

- Me desculpe, eu não pude me segurar.

- E-Eu realmente não esperava por isso.

- Nem eu! - Um homem grande e musculoso aparece por trás, Krahō se vira, e percebe que nada de bom vem a partir de agora.


Notas Finais


Eu só acho q ficou meio grande, masok.
Obrigada de nada por lerem, xau xau.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...