1. Spirit Fanfics >
  2. Péssimos trocadilhos >
  3. Deixe os trocadilhos para mim hyung

História Péssimos trocadilhos - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom, cá estou eu novamente kskks
Agora em nome do:
"August one every day🌻"

Espero que gostem do dessa one meanie

Capítulo 1 - Deixe os trocadilhos para mim hyung


Fanfic / Fanfiction Péssimos trocadilhos - Capítulo 1 - Deixe os trocadilhos para mim hyung

Grandes áreas verdes, o cheiro de grama molhada, de tempos em tempos o barulho discreto de bicicleta velha. Esse era o cenário que Jeon Wonwoo estava acostumado durante seus curtos 20 anos.

Ao se formar na escola, conseguiu uma vaga na aclamada faculdade de Seul e com isso, veio o dilema:

Morar sozinho e viver como um louco entre trabalho e faculdade, ou, continuar no interior e gastar horrores com as passagem, além de se degradar com a viagem .

E obviamente, como qualquer jovem afobado, decidiu que conseguiria morar sozinho. Queria sua independência, mesmo que custasse um pouco de trabalho duro.

Claro que também tinha a opção dos dormitórios, mas a mãe de Wonwoo viciada em noticias, vivia dizendo que era um ambiente perigosos e cheio de mal influência. Ora essa, não era todo dormitório que existia um ladrão ou um tarado, mas mesmo assim a matriarca fez questão de cortar essa opção.

O seu quartinho em Seul era reconfortante. Tinha espaço para uma micro cozinha com pia, além de ter um banheiro, e uma maquina de lavar e secar -cortesia de sua mãe que fez negócio com o estaleiro, oferecendo um abastecimento de feijão vitalício - pequena, e por fim um colchão que chamava de cama.

Demorou um tempo para se adaptar. Bem, estava costumado com sossego e a calmaria da sua cidade. Seul era um polo econômico, movimentado e frenético.

Mas mesmo com os barulhos que atravessavam a madrugada, o constante calor causado pelo asfalto, e as luzes que nunca se apagavam. O pior e o melhor de morar na cidade grande, era seu novo melhor amigo, Kim Mingyu.

Diferente de si que vinha do interior, Kim Mingyu cresceu na metrópole, por isso era compreensivo o mais novo lhe encher de perguntas sobre como era morar no interior.

-Então é por isso que os cabritos não ficam perto da mãe. - falou pensativo.

-Não é que eles não possam ficar perto, é só que, se deixarmos eles juntos, eles tomam todo o leite dela. - explicava Wonwoo ao rapaz sentado na sua cama, enquanto guardava/amassava as roupas no organizador- Dai não sobra nenhum leite para nós tomarmos pela manhã.

-Então você gosta de tomar leite direto da fonte né? - perguntou o Kim agora com um sorriso malicioso.

-Claro que sim, é mais saúdav... Vai pra merda Mingyu. - reclamou Wonwoo após entender a malícia na frase.

Piadas como essas era constantemente feitas pelo vizinho o apartamento sete, deixando Wonwoo meio sem graça e um num impasse se levava ou não a sério as investidas. Nem sabia ao certo se era uma investida ou não, mas seus amigos da faculdade colocaram essa dúvida em sua cabeça.

Mas a relação com Mingyu não se resumia apenas isso. O mais novo o ajudara muito assim que chegara a cidade.

Ajudo-o com a mudança e a como mexer com certas tecnologias que não tinha acesso no interior, e o ajudou muito a socializar com as pessoas na faculdade, visto que pagavam uma cadeira junto.

-Se eu for pra merda, como você fica?

-Fudido.- Wonwoo fala ri um pouco da própria situação, imaginando-se perdido em como usar a maquina de café.

-Não, isso é o que você vai fazer comigo. -Mingyu olha sugestivo para o mais velho.

-Eu já disse para parar com essas piadas.- Disse agora indo em direção a cama, para fora-la, já que seu vizinho fez o favor de desforrar.- Sua namorada pode entender errado.

-Que namorada?- Pergunta Kim enquanto levantava da cama para o mais velho forrar. - A Chaeyoung?

-Eu não sei o nome dela, mas você estavam se beijando ontem na frente o prédio.- fala indiferente enquanto termina de forrar.- Pronto! Se você bagunçar de novo eu arranco sua cabeça.

-Eu não estava beijando ela! E além do mais, eu só quero me trepar num pau - pronuncia no ouvido do mais baixo, um pouco rouco antes de sentar na cama novamente.- de coco. Conhece essa música?

Wonwoo revira os olhos, tentando não parecer balançado pela aproximação repentina e vai em direção a micro cozinha para terminar de lavar a louça.

《🌻🌻》

-Eu adoro as frutas que a sogrinha trás. - comentava alegre Mingyu enquanto comia desajeitadamente a melancia. - Mas o que eu realmente queria estar comendo era a banana do Won Won. -completa fingindo tristeza.

-Para de fazer piada e apenas como sem fazer tanta bagunça. - Mandou Jeon.

-Olha Won Won, estou todo molhadinho!- provocou com um sorrisinho.

-Mas que po-

Wonwoo impaciente com a sujeita, pegou alguns guardanapos e começou a limpar o rosto do mais novo. Enquanto fazia isso, as orbes de Mingyu permaneciam concentradas em si, revezando entre os olhos e os lábios.

Jeon sentiu seu coração palpitar forte novamente e parou o que estava fazendo, voltando ao eu lugar.

-E-Eu vou pegar outras frutas pra você levar para seu quarto. - mas antes de levantar sentiu uma mão segurar a sua.

-Só mais uma pergunta Hyung. -falou o mais alto se posicionando na frente do mais velho.- Hyung, você poderia deixar eu te beijar?

Wonwoo ficou sem palavras, apenas continuou observando o olhar de pidão do menino a sua frente.

Não era culpa sua estar estático. Além de ser pego de surpresa pela pergunta repentina, não sabia responder a pergunta porque nunca beijou ninguém.

Ao ver o silencio vindo de Jeon, Mingyu soltou seu braço e pronunciou cabisbaixo:

-Acho que já sei resposta.

-Sim!- Wonwoo pronunciou no calor da emoção.

E um sorriso enorme se abriu nos lábios do mais novo.

Fez seu Hyung sentar na colchão no chão e ficou entre suas pernas se aproximando pouco a pouco. Cada centímetro que Mingyu se aproximava o coração de Wonwoo acelerava mais e mais.

Fechou os olhos involuntariamente quando os lábios um pouco avermelhado do Kim tocaram o seu. De inicio sentiu apenas a pressão dos lábios um no outro, depois veio a língua ousada de Mingyu pedindo espaço entre os lábios para poder entrar na boca do outro.

Sentiu o leve hálito da melancia recém comida, o que diminuiu sua ansiedade, já que não fazia ideia do que deveria fazer agora.

Tremia levemente de nervosismo, mas se acalmou mais ainda ao sentir o todo leve e carinhoso e Mingyu na sua bochecha esquerda, abrindo a boca e permitindo o garoto fazer o que quisesse consigo.

-Foi seu primeiro beijo né?- perguntou com um sorriso enorme e um semblante orgulhoso.

-D-Desculpa e te decepcionei. -Disse Jeon meio cabisbaixo.

-Tá brincando? Foi o melhor beijo da minha vida. - Encorajou o mais novo.

-Não precisa mentir para mim, sei que foi horrível.

-Realmente foi o melhor beijo da minha vida, foi o meu primeiro.- Assumiu Mingyu agora enfiando a cabeça entre o pescoço e o ombro do mais velho.

Wonwoo não deixou de sorrir com isso.

-Então agora você vai aprender como descascar a mandioca.- Disse Jeon com a tentativa e um sorriso malicioso.

Mas única coisa que recebeu m troca foram longos minutos da risada de Mingyu enquanto reclamava o quão péssima tinha sido essa piada.

-Hyung, deixa os trocadilho para mim okay?- Sugeriu enquanto se recuperava da crise de riso.

Wonwoo tinha que assumir, por mais que o irrita-se, adorava as piadas de duplo sentido do seu melhor amigo, e agora, seu namorado.


Notas Finais


Bom, foi isso
Vejo vocês amanhã


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...