História Peter Kess e a profecia perdida - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Alvo Potter, Harry Potter, Hermione Granger, Ronald Weasley, Rose Weasley, Scorpius Malfoy
Tags Alvo Potter, Drama, Harry Potter, Hogwarts, Missão, Os Olimpianos, Percy Jackson, Scorpius Malfoy
Visualizações 2
Palavras 894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, primeiramente eu vou logo avisando que o livro já está feito. Então não vão se preocupar com dia de publicação e etc. Então eu vou publicar 5 capítulos que eu já corrij, tem mais os outros pra corrigir. 5 depois 5. Então é isso, espero que gostem, Boa leitura.

Capítulo 1 - A emboscada


    

 

  

Eu moro com minha mãe no centro de Londres, meu pai me abandonou desde pequeno,mas eu não sinto rancor por ele,eu quero saber o seu lado da história ,e saber porque ele me deixou aqui.

Minha mãe trabalha na área de limpeza em uma escola,e já que é só eu e ela, nos vivermos muito bem,ela sempre foi uma mãe carinhosa e batalhadora. Tenho orgulho de ser filho dela,apesar que ela fica desamparada quando pergunto sobre minha família,eu nunca vi meus avós e tios ou nenhum parente,só sou eu e ela ,ela é só o que eu tenho.

Na rua Nest Hay N-14 era onde morava,a rua era tranquila e sempre vivíamos bem com os vizinhos, apesar de aqui ser uma vizinhaca tranquila, gostaria de um pouco de diversão.

  Não tenho muitos amigos mas não me importo,apesar de querer.

  Meu aniversário de 11 anos vai ser daqui a uma semana e sempre quis uma festa grande, sabe? Mas eu não digo nada a minha mãe por falta de dinheiro, e não temos tempo pra festa,e quem ia convidar?

Hoje é meu último dia de aula na escola San Jan high,morava perto da escola, então não precisava acordar tão cedo,isso é o que é bom morar no centro:perto de tudo.

  Minha mãe se chama Andréa Kess,ela é uma senhora alta é bonita e claro,e vejo diariamente com seu uniforme de empregada de escola, dificilmente vejo a com roupas elegantes ou indo sair, mas  mesmo assim continua bonita, mas ainda não entendo por quê meu pai foi seu último homem na vida,então ela nunca se apaixonou por ninguém? Isso é um tipo de conversa que nunca tive com minha mãe,ou se tocar no assunto ela fica desamparada de novo

        – Você vai se atrasar Peterson! - ouço ela atrás da porta do quarto.

– Só Peter mãe!

  Ela dá umas gargalhadas baixa e a vejo a distância.

  Minha vida sempre foi assim, tranquila,sem grito e nada. Mas estava com uma fraca sensação que isso não iria durar muito…

  

  Já tinha tomado o café e já estava na rua em caminho da escola. Minha mãe trabalha em outra escola então já que a minha e perto ela me deixa ir sozinho, e claro que no primeiro dia ela não confiou muito ir sozinho,mas se acostumou com o tempo.

– Oi Peter! - grita meu amigo quando sou visto na área da escola, Digory está na sua turma de amigos,eu não tenho turma de amigos,como já disse,não tenho muitos amigos. Bem...só tenho ele. Mas não fique com pena de min,gosto assim.

    – Iae! - devolvo a chamada.

A Minha escola e como uma qualquer,tem armários, professores legais,professores ruins,e etc.

Tiro as coisas do meu armário eu vou pra minha aula.

    

Tô quase no fim da última aula,quer dizer provas, e descubro que já tinha passado,e não precisava fazer,mas insistir pra fazer, eu era conhecido na escola como o corajoso e um CDF. Estava na hora preferida do dia,ir para casa.

  Já tava com o pé fora da saída da escola quando eu ouço alguém chamar meu nome. Me deparo com a garota da 8 série, ela era baixa e os cabelos caia nos ombros,seus olhos eram negros ,estava vestinda com o uniforme do time de torcida.

– Oi - Falo.

– Oi, você poderia me ajudar.

– É... talvez.

Ela me olha desconfiado e não sei porque, ela acha que vou ataca-la?

  – Uma assinatura, somente.

  – Ah, claro.

   Que conversa simples e rápida, né?

Sinto como se devesse correr,mas me contive,o que uma menina bonita e simpática vai fazer mal a mim?

  Atravessamos os corredores do colégio em silêncio,ela anda e me olhava como se fosse uma bomba.

  – Por quê está olhando pra mim assim?

 – Assim,como? - diz ela impassível.

  – Como se eu fosse uma bomba preste a Explodir.

  Ela força um sorrisinho,uma falso sorriso, acho.

Enfim chegamos a sala.

   A sala estava vazia,exeto por 6 Garotas que vestia o uniforme íngual a garota que me trouxe.

  – Ai está você, Peter Kess - Diz uma delas.

  – Sim...

Elas me olharam com satisfação.Engulo um seco. Minha sensação de mal estava certa?

– E assinatura? Quero ir me bora -falo. Não percebo que minha voz estava rouca.

  – Não tem assinatura não tem assinatura nenhuma seu idiota - falou uma delas que era a ruiva baixinha.

  – Nós queremos devorar você, sinto o sangue de semideus daqui - fala umas delas - e tão gostoso, faz tempo que não saseio minha sede.

Sim,minha sensação estava certa. Odeio quando tinha razão.

  – Com certeza - fala a garota que venho comigo - mas não sei o cheiro dele é diferente... deixa pra lá.

Estava um pouco apavorado, o que ela quis dizer com semideus? Tava começando a ficar nervoso, não, já estou e bastante confuso, várias emoções misturada!

Eu comecei a andar até a porta para poder ir,minha cabeça está em um nó,todas essas coisas estava me deixando com muita dor de cabeça mas não deixei que essa dor podesse atrapalhar a minha fuga daqui.

– Ei? Fica, vai - fala uma delas com carisma na sua voz.

  Elas me cercaram que nen percebi encantado com seus olhos,era quase impossível desviar-los. Eu sabia que teria que lutar para sair, mas o sorriso delas era tão deslumbrante que me distraía. Seus olhos azuis eram lindos, e a forma como seus cabelos caiam sobre seus ombros...

Peterson Kess! Elas não são humanas! Elas querem ti devorar!

 

 

  

  

  

  

 

 

  

  

  

   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...