História Phoenix Black - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~QueenLaufey

Postado
Categorias Meghan Ory, Os Vingadores (The Avengers), Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Darcy Lewis, Dr. Bruce Banner (Hulk), Edwin Jarvis, Fandral, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Heimdall, Jane Foster, Lady Sif, Laura Barton, Loki, Maria Hill, Meghan Ory, Natasha Romanoff, Nick Fury, Odin, Pepper Potts, Personagens Originais, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Steve Rogers, Thor, Visão, Wade Willson (Deadpool)
Tags Avengers, Ísis, Loki, Loki Laufeyson, Phoenix Black, Thor
Visualizações 30
Palavras 1.461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - The rebirth dark.


Fanfic / Fanfiction Phoenix Black - Capítulo 2 - The rebirth dark.

Ísis.


- Loki!. - arremessei uma espada pro mesmo, que rodou com seu elmo em mãos acertando um dos soldados estranho, e cravando a espada no mesmo que já estava caído.

Estávamos em meio a uma guerra, que aconteceu de repente, parece que Muspelheim declarou guerra conosco, não satisfeita com o reinado de Loki, isso me deixou um tanto preocupada, porém desta vez tudo soava diferente, eu queimava todos que tocava, um por um, Ally fazia magia, Fenris batalhava protegendo Sif, que estava ferida ao chão, eu dei um suspiro pesado, pegando uma espada, e batalhando também.

- Renasce. - gritou Loki, ao nos ver cercados.

- Não Loki, isso me dará trabalho. - indaguei apontando a espada e Loki olhou-me irritado.

- Anda Ísis. - ele gritou, e eu suspirei.

Foi além de minhas mãos, senti o sangue percorrer minhas veias, e minha aflição aumentar, eu tentava me controlar o suficiente, eu então deixei emanar aquele poder que saía de mim, logo senti meu corpo ser possuído pela Fênix, sua cor estava diferente, era um tom de vinho, com preto. Foi além de mim, eu apenas tomei impulso, aquilo tomou conta de mim de forma indecifrável, eu nunca havia visto a Fênix deste jeito. Já fazia dez anos que não fazia isso, eu deixei prolongar, quando vi todos estavam ao chão. Eu me prendi naquele poder, parecia que algo me prendia. Eu tentava retornar. Do meu nariz uma vinheta de sangue escorreu, senti uma tontura enorme, e uma risada ecoar minha mente logo cai ilesa no chão.

×

Abri meus olhos, lentamente, com a vista completamente embaçada, meus lábios estavam ressecados, e meus olhos semi abertos, via apenas borrões, senti o frio de Asgard entrar pelas janelas, era época de inverno, eu estava confusa, o que havia visto comigo? como que aconteceu aquilo?

Tentei me levantar, mas logo ouço um bocejo, era Loki, ele estava ao meu lado, ele me olhou sonolento, e eu retribui o olhar, meio confuso, e perdida, aquela risada ecoava minha mente, e eu tentava desvencilhar aquele momento.

- Ísis, você está bem?. - perguntou Loki, preocupado, e eu fechei meus olhos, por um momento, e logo que abri, enxerguei um caos enorme, eu então me afastei, encolhendo-me na cama. - Ísis.. Ísis..

- Não, não, eu.. Loki.. - eu o agarrei forte e ele me abraçou de volta, preocupado, eu comecei a chorar, era um caos enorme, havia sangue para todos lados, muitas pessoas, havia um homem destruindo tudo aquilo, havia um monstro.

- O que houve?.

- Eu.. eu não sei. - indaguei meia perplexa, desfazendo o abraço e limpando as lágrimas.

Eu e Loki depois de termos nosso último filho. procurávamos as jóias do infinito, mas já faz anos que procuramos, e não estavam mais onde pensávamos estar, eu olhei para Loki com ternura, e depois para um ponto distante. Nunca havia tido algo do tipo, uma visão assim, parecia que alguém me controlava, eu parecia carregar uma imensa aglomeração nas costas. Eu imaginei ser aquela tentação que fiz no passado, ou até mesmo as pragas ditas por aquelas famílias, hoje devo está pagando o preço. Loki me olhava querendo decifrar minhas emoções com aquele devaneio.

- Ísis, você emanou um tipo de magia indecifrável. - disse Loki, enquanto levantava-se da poltrona que ele havia arrastado para sentar ao meu lado.

- Loki, eu não sei o que está havendo. - falei suspirando, e ele me encarou.

- Deve ter sido de momento. Passará. - ele beijou o alto da minha cabeça, me senti aliviada por isso.

Ele saiu do quarto e foi ao salão do trono, como havia dito, eu entrei no banheiro, e me olhei no espelho, meus olhos estavam negros, não estava vermelhos. Estavam completamente negros, eu abordei em um susto, enquanto me encarava no espelho, eu não sabia o que estava havendo. Algo estava diferente em mim, fitei minhas mãos, e suspirei, logo que estava lavando meu rosto, ouço aquela voz, aquela risada, fechei meus olhos, e aquilo começou atormentar-me, eu comecei a esbarrar nas coisas.

- Mãe?. - ouço Ally na porta do quarto, eu começo a emanar algo nas mãos.

Aquela risada me torturava, de tal maneira, eu logo vi Ally, e apontei uma adaga que estava no banheiro pra mesma.

Ally olhou-me desconfiada, e de relance, erguendo a mão, e me fitando surpresa.

- Sai da minha mente. - rosnei, e aquilo persistia.

- Mãe, seus olhos... - Ally argumentou preocupada.

- Sai da minha mente! - gritei tentando livrar-me do tormento.

- Mãe, você... mãe... - eu fui me afastando, e logo senti meu corpo cair em um abismo. - mãe! - gritou Ally.

Seu grito ecoou por aquele lugar, senti meu corpo chocar-se contra o chão escuro, e as brasas ali eram enormes, as pessoas gritavam e gemiam de dor, outras queimavam, eu arregalei meus olhos, ofegante. Aquela voz e risada havia sumido, eu suspirei e fui andando, envolvi minhas mãos, em volta do meu corpo. E senti aquele calor, estava soando.

- Ísis?. - ouço aquela voz soar como ironia, e logo soou calmamente.

- Quem é você?.

- Bem vinda ao Hell. - disse ela, que tinha um elmo com vários chifres, um traje verde musgo, com preto, e uma capa verde por dentro e preta por fora.

- Eu não morri para estar aqui. - digo virando-me de costas, e olhando pro alele - Heimdall.

- Heimdall?. - riu aquela mulher e eu senti meu corpo estremecer.

- Fênix. - sorriu ela, e andou até mim.

Logo senti algo cai sobre mim, e meu corpo ser sugado, eu estava passando pelo universo, logo senti alguém agarrar minha perna, era aquela louca, eu balancei meu pé, e fortemente, ela me puxou, senti meu corpo ser arremessado para fora da Bifrost, eu apenas observei ela entrar pela cúpula, e logo meu corpo flutuou, como se fosse um meteoro, ilesa. Fechei meus olhos sentindo o enorme impacto, meus cabelos voavam.

×

Acordei e sentia a neve sobre mim, rapidamente me coloquei de pé, encarando tudo em volta, era uma floresta repleta de nevasca, eu temia que algo sério tivesse acontecido, meio zonza, observei em volta. Meus olhos embaçados, e ofegante, eu observava a minha volta. Que que era aquilo?

- Olá?. - ouço uma voz e me viro rápido vejo aquele rosto masculino, com um sorriso simpático, vestindo roupas bem aconchegantes, claro, estava frio lá né?

- O-oi. - indaguei confusa, ainda encarando ele.

- Você é.. Ísis, rainha de Asgard?.

- Sou, sou... Ísis. - falei por fim, mal ditando, e mal reconhecendo o quem eu era.

- Sou Balder. - se apresentou ele, e eu o fitei, hesitei em tocar sua mão.

- Onde estou?. - indaguei andando de um lado ao outro, observando aquela floresta imensa, repleta de neve.

- Em Niflheim. - falou ele por fim e eu olhei estranhada pro mesmo.

- Eu preciso retornar a Asgard. - indaguei bem ríspida, com um tom nervoso.

- Asgard não existi mais. - disse Balder, e eu fitei ele, abismada.

- Não o que? - indaguei exasperada.

- Não existi mais, Hela está no comando de tudo.

- Quem é Hela?.

- Venha comigo. - ele esticou a mão, e eu fitei a mão dele.

Recusei a segura-la, ele notou, e logo ficou cabisbaixo, seguindo o caminho, eu apenas o segui.

- Hela é a Deusa da morte. - falou Balder, retirando os galhos do caminho.

- Qual o proposito dela com Asgard?.

- Ela prometeu a Odin, que se ele não entregasse seu exército e seu garanhão, um lobo, ela mataria todos em Asgard, sem exceção. - abri a boca abismada.

- Lobo?. - indaguei curiosa, e Balder virou-se.

- Sim, o príncipe Fenris é esse lobo, Hela o controla. - eu parei no meio do caminho, e encarei ele.

- Não, meu filho... - indaguei confusa, sentindo milhões de coisas. - preciso voltar a Asgard e matar essa idiota!.

- Loki morreu, e Thor, está sem o Mjolnir.

- Como sabe disso tudo?.

- Aconteceu a 1 semana atrás.

- Que? uma semana? quanto tempo estou aqui?.

- Não sei, eu vim caçar e acabei vendo você no chão. Pálida, acordou sorrateira. - falou ele, enquanto paravamos em frente uma casa.

- Meu deus... uma semana... meus filhos, minha filha, netos, meu... marido, ele tá... morto?. - deixei lágrimas caírem.

- Infelizmente, rainha. - indagou ele, enquanto me olhava com pena.

- Oh meu deus...uma semana é muito!

- No tempo real, são apenas 3 dias, e no nosso tempo, é 1 semana.

- Balder, me ajude a retornar a Asgard. - pedi segurando seu casaco de pele.

- Você precisa se acalmar, espere tudo está calmo. - indagou ele


Notas Finais


O que acharão? 😍

Primeiro livro : https://spiritfanfics.com/historia/phoenix-10099804

Disponível no wattpad : https://my.w.tt/UiNb/VXPwhq792H


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...