1. Spirit Fanfics >
  2. Photograph - Gadizaski >
  3. Conversas

História Photograph - Gadizaski - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura! 🌻

Capítulo 6 - Conversas


Fanfic / Fanfiction Photograph - Gadizaski - Capítulo 6 - Conversas

Daphne e Heslaine assim que entram no quarto da advogada, se sentam na cama ficando de frente uma pra outra e respiram fundo assim que se encaram.

– Não sei por onde começar. - Daphne confessa a encarando.

– Vamos pela parte de que eu fiquei sabendo junto com o Vinicius, que vocês se beijaram duas semanas antes da confusão no pátio? - Heslaine pergunta a olhando e Daphne arregala os olhos surpresa. 

– Ele te contou? - Daphne pergunta a encarando.

– Contou. Mas antes se trancou no quarto. - Heslaine a olhando.

– Por que? - Daphne pergunta confusa. 

– Ele não quis dizer. - Heslaine a olhando.

– Ele te contou tudo? - Daphne pergunta a encarando.

– Eu sabia que ele tava me escondendo mais alguma coisa. O que tem mais nisso tudo? - Heslaine pergunta a encarando.

– Nos beijamos pela segunda vez depois. Eu fiquei falando que ele tinha vergonha de mim e que só me beijou por beijar, sem vontade nenhuma e quando eu percebi, ele já tinha me beijado novamente. - Daphne suspira a olhando.

– Eu não acredito que ele não contou tudo. E menos ainda, não contou pra mim e pro Vinicius na época, que ele gostava de você. - Heslaine a olha e Daphne arregala os olhos novamente.

– Ele gostava de mim? - Daphne pergunta a encarando.

– Só um burro pra dizer que não. Te beijou duas vezes e vocês se encontravam há dois meses escondidos pra fotografar. - Heslaine a encarando.

A advogada respira fundo passando as mãos pelo rosto. 

– Não é possível que ele gostava de mim. Olha o que ele fez comigo. Ficou me zoando junto com aquela namorada dele, Heslaine! Ele tinha uma namorada e me beijou! Como ele poderia ter gostado de mim naquela época, se estava namorando e fez aquela babaquice no pátio? A Giovanna quebrou a minha câmera e ele não fez nada! Fingiu que eu não era ninguém! Me xingava de quatro olhos! Eu tive que buscar terapia! Você tem noção do quão monstro ele foi? Do quanto me doeu ter visto ele hoje e lembrado de tudo que me causou? - Daphne pergunta a olhando e começa a chorar. 

– Bruno, eu vou te matar. Posso te dar um abraço? - Heslaine sussurra a primeira frase e pergunta logo em seguida olhando pra Daphne.

– Pode. - Daphne sussurra ainda chorando e a investigadora se aproxima e abraça a advogada apertado.

– Me desculpa por esse idiota. - Heslaine sussurra ainda abraçada na Daphne. 

– Tudo bem. - Daphne sussurra e fecha os olhos.

Manoela, Vinicius e Gabriela continuavam na sala conversando e rindo das histórias que o publicitário contava sobre ele, Heslaine e Bruno morando juntos. 

– Espera, deixa eu ver se entendi direito. A Heslaine flagrou o Bruno com a garota na cama e expulsou a menina, porque os dois estavam fazendo barulho demais e ela não conseguia dormir? - Manoela pergunta rindo e o publicitário afirma com a cabeça.

– Ela não sabia que eles estavam no apê, eu tava trabalhando essa hora. A Hes tinha pegado um plantão e só chegou a tarde em casa e claro queria dormir, né? Só que daí, começou uns gemidos altos vindo do quarto do Bruno e o burro não avisou que ia tá com a mina lá e muito menos tinha se lembrado de trancar a porta. Heslaine quando tá com sono, fica puta da vida. Ela entrou furiosa no quarto, deu um grito quando viu e começou a pegar as roupas da garota, mandando ela ir embora de lá. - Vinicius ri as olhando.

– E o Bruno? - Gabriela pergunta o olhando.

– Ficou bravo mas Heslaine disse que ele deveria ter avisado. Mas depois ficou tudo bem. Eu gosto de morar com eles, sabe? É divertido. - Vinicius as olhando.

– Só não é e não foi divertido o que ele fez com a nossa amiga. - Manoela o encara e Vinicius afirma com a cabeça.

– Parte da culpa é da ex dele. Mas Bruno era bem babaca sim. O que eu ainda não entendi é que eles se beijaram. - Vinicius as encarando.

– Como sabe disso? - Gabriela pergunta o encarando.

– Vocês também sabem? - Vinicius pergunta as encarando.

– Dos beijos? Sim! - Manoela o encarando.

– Beijos? Teve mais um? - Vinicius pergunta confuso.

– Teve minutos depois do primeiro que o Bruno deu e foi ele mesmo que deu o segundo. Se ele gostava dela, porque fez tudo aquilo? - Gabriela pergunta o olhando.

– Essa história tá ficando cada vez pior. E eu não sei, ok? Também queria saber. Mas o idiota não quer falar. Ou melhor, não quer admitir que gostava dela. Eu e a Hes deveríamos ter feito algo a mais, depois daquela confusão no pátio. Não adiantou nada a suspensão. - Vinicius explica as olhando.

– Fez a nossa amiga ficar pior. Ela foi pra terapia, sabia? E namorou uma vez só. Não confia em mais ninguém. Tem medo de se machucar, de zoarem com ela de novo e darem apelidos novos pra mesma. Ela ainda tá traumatizada e ter visto o Bruno hoje no bistrô, piorou 100%. - Manoela encara Vinicius que respira fundo.

– Meu pedido de desculpas por ele não vale, né? - Vinicius pergunta as olhando.

– Não mesmo. - Gabriela o encara 

Heslaine e Daphne se afastam e a advogada limpa o rosto respirando fundo e a olha. 

– Ele ainda tira foto? - Daphne pergunta e Heslaine nega com a cabeça.

– Ele não tira fotos desde da confusão. E você? - Heslaine pergunta a olhando.

– Perdi a vontade de fotografar. - Daphne a encarando.

– Eu entendo. Não posso consertar tudo isso, sei que ainda tá traumatizada. - Heslaine a olhando.

– E eu não quero. Nunca mais quero ver ele de novo. Dói ainda, entende? - Daphne pergunta e Heslaine afirma com a cabeça e se levanta da cama. 

– Você está no seu direito. Não vou me meter, tudo bem? A Gabriela tem meu número, quando quiser conversar, pode me ligar. - Heslaine a olha e Daphne afirma com a cabeça sorrindo fraco. 

– Obrigada por ter vindo. - Daphne a olha e se levanta. 

– Não tem que agradecer, era o mínimo. - Heslaine a olha.

As duas logo saem do quarto sendo encaradas pelos três na sala e o publicitário se levanta em seguida.

– Vamos? - Vinicius pergunta e Heslaine afirma com a cabeça.

– Acho que devo um pedido de desculpas. Talvez eu não tenha ido com sua cara no começo. - Manoela encara Heslaine que ri. 

– Tudo bem, sem ressentimentos. - Heslaine a olhando.

– Um drink essa semana como uma oferta de amizade? Não aceito não. - Manoela pergunta sorrindo tímida.

– Ela ama caipirinha. - Vinicius ri.

– Cala a boca, Vinicius. E eu aceito sim. - Heslaine sorri a olhando.

– Foi bom conhecer vocês duas e quero uma roupa desenhada por você, não esqueci. - Vinicius ri e se aproxima da estilista dando um abraço nela. 

– E terá mas só se aceitar tomar um drink comigo também. - Gabriela sussurra sorrindo e retribui o abraço.

– Eu adoraria. - Vinicius sussurra no ouvido da estilista fazendo ela se arrepiar e se afasta sorrindo. 

Manoela, Daphne e Heslaine encaram os dois e sorriem entre si.

– Só tem elas duas aqui, Wester? - Daphne pergunta encarando Vinicius que ri.

– Bem feito. - Heslaine o olhando.

Vinicius se aproxima e abraça a advogada que retribui sorrindo.

– Foi bom te reencontrar, Daphne. - Vinicius sorrindo.

– Se precisar de uma advogada pelas ameaças e agressões da Heslaine, faço um preço ótimo. - Daphne ri e se afasta.

– Daphne! - Heslaine a encara e ri em seguida.

– Eu vou me lembrar disso. - Vinicius ri e Heslaine revira os olhos.

– Vamos, senhor fofoqueiro. - Heslaine ri e segura o braço do publicitário que revira os olhos.

Daphne os leva até a porta se despedindo em seguida e eles saem do apê. Gabriela e Manoela encaram a amiga assim que ela se vira as olhando.

– O que foi? - Daphne pergunta as olhando.

– Te amamos. - Gabriela corre até a amiga e a abraça apertado. 

Daphne estranha mas retribuo o abraço.

– Temos muita sorte de te ter. - Manoela se aproxima das duas e se juntam ao abraço.

– O que deu em vocês? - Daphne pergunta sorrindo.

– Deixa a gente te mimar. - Gabriela ri a olhando.

– Você é incrível, tá? Não esquece disso. - Manoela sorri dando um beijo no rosto da advogada que sorri ainda mais. 

Heslaine e Vinicius entram no elevador em silêncio. O publicitário respira fundo, enquanto a investigadora passa as mãos pelo rosto e o encara em seguida. 

– Eu já sei o que você tá pensando. - Heslaine o encarando.

– Eu não vou te segurar dessa vez. - Vinicius a encara e sai do elevador primeiro.

– Que bom, porque hoje eu mato o Bruno. - Heslaine fecha a cara saindo em seguida do elevador.


Notas Finais


Até o próximo capítulo! :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...