1. Spirit Fanfics >
  2. Photographs 'Shawn Mendes' >
  3. Twenty Four

História Photographs 'Shawn Mendes' - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura 🥰

Capítulo 24 - Twenty Four


Shawn's pov

—Hum, jantar fora senhor Mendes!? —Julie comentou quando já estávamos no carro voltando ao hotel.

—Queria passar um tempinho mimando você —beijei seu rosto.

—Você faz isso o dia todo —riu.

—Não me importo em fazer hora extra —pisquei para ela que gargalhou.

—Você sabe dos riscos desse jantar, né? —se referiu aos fãs, paprazzis e blá blá blá. 

—Quem se importa!? Quero curtir um tempo com você —dei-lhe um selinho.

—Tudo bem —sorriu —O que você e minha mãe tanto conversavam?

—Você é muito curiosa mocinha —apertei a ponta de seu nariz —Não era nada de mais, ela estava dando dicas de como enfeitiçar você —ri e ela deitou em meu ombro.

—Idiota —comecei fazer carinho em sua cabeça. Ela estava sonolenta.

—Se você dormir vai estragar nosso jantar —brinquei balançando seu corpo.

—Está confortável aqui —beijou meu ombro.

Julie cochilou em meu ombro até chegarmos no hotel. Entramos mais ou menos afastados, àquela altura eu não me importava em ser flagrado com ela, mas ela ainda queria privacidade e enquanto pudesse evitar que fôssemos fotografados eu evitaria.

—Amor, eu não te perguntei o que achou do almoço, da minha mãe... —falou já deitada em nossa cama.

—Eu adorei. Sua mãe foi muito simpática e receptiva, eu me preocupei atoa —falei e ela abriu um sorriso ainda maior.

—Que bom que gostou —me deitei por cima dela a puxando para um beijo.

—Precisamos nos arrumar ou nos atarsaremos —lembrei assim que desgrudamos nossas bocas.

—Certo. Vou tomar um banho e já volto —selou brevemente nossos lábios e então saiu rumo ao banheiro.

Suspirei profundamente assim que ela saiu sentindo meu peito se encher de uma ansiedade boa. Estava perdidamente apaixonado por aquela mulher, não conseguia mais pensar em um futuro sem ela, me sentia completo e leve, de forma que não me sentia a muito tempo. Um sorriso apaixonado brotou em meus lábios quando peguei meu celular e vi uma foto nossa na tela de bloqueio. Tudo parecia finalmente encaixado, nenhuma peça faltava pra eu ser feliz.

—Shawn!? —ela havia saído do banheiro e encarava meu estado de transe de forma curiosa.

—Oi, você já saiu —afirmei. Eu sequer ouvi a porta abrindo.

—O que está olhando com tamanha concentração? —questionou e eu voltei a olhar a foto.

—Nada, só uma foto nossa —mostrei a ela —Eu achei bonita.

—Eu já ia me gabar, mas dessa vez o fotógrafo foi Josiah, então... —deu de ombros morrendo o assunto —Sua vez de tomar banho —me beijou.

—Sim, estou indo —deixei o quarto.

Fiquei cerca de dez minutos no banheiro. Quando saí Julie já estava vestida com um lindo vestido azul escuro que vinha até pouco mais que seu joelho. Ele havia caído perfeitamente em seu corpo, deixando-a sexy e elagante ao mesmo tempo. Estava linda.

—O que achou desse vestido? Eu não sei se ficou bom —perguntou aflita.

—Está lindo amor, se quiser trocar tudo bem, mas está magnífico em você —opinei e ela abriu um sorriso.

—Obrigada, eu acho que vou com ele —se analizou no espelho. Nunca vou entender como ela enxerga defeito em si.

Me troquei e ajeitei meu cabelo em menos de quinze minutos, então me sentei para aguardar Julie terminar de se produzir. Até que nos arrumamos rápido, não chegaríamos atrasados para o horário da reserva.

Pedi para Jake alugar um carro para mim e o dispensei naquela noite. Não queria ninguém no meu pé enquanto curtiamos nossa noite, além disso o fiz jurar que não contaria nada ao Andrew, com certeza meu empresário faria um escândalo se soubesse. Dirigi concentrado até um restaurante de frutos do mar aqui de Los Angeles, Julie amava esse tipo de comida e já havia me falado sobre esse restaurante, resolvi experimentar. 

—Alguém andou ouvindo minhas dicas —brincou quando viu a frente do estabelecimento. 

—Resolvi agradar você essa noite —sorri e segurei sua mão. 

Olhei para os dois lados procurando por alguma câmera. Aparentemente ainda não havia nenhum paparazzi alí. Entramos e nos sentamos discretamente, nenhum doa clientes alí parecia se admirar com nossa presença, pedi para que aquela calmaria durasse a noite toda.

O jantar foi descontraído e engraçado como todos os meus momentos com Julie. Nossas conversas eram sempre leves e animadas, conseguiam me arrancar um sorriso até em dias ruins. Após finalizarmos a refeição e conversarmos um pouco mais, decidimos que era hora de ir.

—Pra onde estamos indo? —a mulher ao meu lado perguntou ao perceber que eu fazia um rota diferente da de volta ao hotel.

—Nossa noite ainda não acabou —segurei sua mão. 

Alguns minutos depois nós chegamos ao Observatório Griffith. Um dos lugares mais bonitos de Los Angeles na minha opinião. 

—O Griffith, eu amo esse lugar desde pequena —Julie comentou abraçada ao meu braço.

Nos sentamos no chão afim de observar LA do alto. As luzes deixavam-a ainda mais bonita, e os olhos de Julie observando aquele infinito me deixava mais encantado por ela. Parece que naquele momento todos os meus sentimentos por ela ficaram ainda mais claros e eu tomei coragem de fazer algo que já devia ter feito a mais tempo.

—Jul —ela voltou sua atenção à mim —Eu sei que não temos nada definido, e talvez isso te deixe dúvidas sobre minha real intensão com você. É que a correria e os problemas vêm me deixando acomodado, mas eu tenho plena consciência do que sinto por você e do quanto você é especial. Você aceita ser minha namorada? 

—É claro que aceito, amor —abriu um sorriso verdadeiro e me envolveu em um abraço —Você também é muito especial para mim —selou nossos lábios. 

—Eu não preparei alianças ou essas coisas que simbolizam um namoro. Não sei como escolher e fiquei com medo de que os fãs vissem e levantassem teorias a respeito. Mas se quiser podemos escolher uma amanhã mesmo —expliquei.

—Não preciso disso. Só preciso da sua companhia e do seu apoio, isso é só um objeto —a beijei novamente.

—Vamos para casa, temos que comemorar o início do namoro —sorri malicioso me levantando e puxando-a comigo.

—Como quiser, namorado —sorrimos.

Chegamos ao nosso quarto no hotel já com nossos corpos colados enquanto trocávamos beijos urgentes e apaixonamos. Em poucos minutos nós estávamos nus envolvidos na nossa bolha de sentimentos. Julie arranhava minhas costas enquanto eu beijava seus seios e pescoço de maneira urgente, nossos corpos exalavam desejo e paixão ao mesmo tempo.

Levei uma mão à sua intimidade estimulando-a e ouvindo seus deliciosos gemidos no meu ouvido, cada vez que ela dizia meu nome daquela forma eu tinha vontade de me juntar ao seu corpo e nunca mais sair. Quando senti que ela estava prestes a chegar ao seu ápice eu parei os movimentos com os dedos e busquei por uma camisinha a envolvendo em meu membro ereto, assim que foi feito eu a penetrei sentindo seu corpo completamente entregue a mim.

Chegamos juntos ao ápice ouvindo nossas vozes misturadas implorar um pelo outro. Caimos já abraçados na cama tentando acalmar nossa respiração descompassada, a envolvi em um abraço apertado e senti o cheiro de seu cabelo.

—Shawn... —Jul me chamou já mais calma —Hoje mais cedo minha mãe me perguntou se eu te amava, eu disse que ainda era cedo para isso, falei isso porque estava confusa. Talvez realmente seja cedo para isso e eu posso até te assustar, mas a verdade é que sim, eu te amo. Eu entendo se não me responder ou até se me achar maluca, mas eu não gosto de esconder meus sentimentos se eu posso só dizer o que sinto —meu coração, que já havia se acalmado, voltou a disparar dessa vez mil vezes mais rápido do que quando fazíamos amor minutos atrás. Minha consciência, que parecia ter falhado ,voltou e eu abri um sorriso enorme.

—Eu também te amo Julie, no início o sentimento me assustou e eu achei que fosse te assustar também. Mas eu vejo que estava completamente errado em ter medo. Não vou deixar que nada estrague isso, nunca —tomei seus lábios com os meus demonstrando todo o amor que sentia.

—Obrigada, amor. Eu amo você —minha garota fechou os olhos sendo vencida pelo cansaço e as emoções do dia.

—Dorme bem. Eu amo você —beijei sua cabeça e dormi minutos depois. 


Notas Finais


Aêeeeee, finalmente alguém tomou a iniciativa!!!
Comentem e adicionem aos favoritos se estiverem gostando, dá uma forçinha pra autora.
Até semana que vem, amo vocês ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...