História Photography - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Fotos, Romance
Visualizações 22
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo, espero que gostem!! ♥

Capítulo 4 - IV


Fanfic / Fanfiction Photography - Capítulo 4 - IV

Pov’s Charlotte Moore

 

Viro meu rosto em direção a voz, de todos que eu menos esperava encontrar, eu encontrei, não por não gostar ou por termos terminado de um jeito estranho, mas por ainda nutrir sentimentos. Olhando ele agora, aquela sensação de 4 anos atrás voltou a tona. Não mudou nada, aqueles olhos azuis, mais brilhantes que o céu, o cabelo um pouco mais curto que o habitual, e aquele sorriso, a o sorriso. Suspiro.

- Oi Ryan – sorrio, me ajeitando com os pequenos em meu colo.

Vejo-o chegando mais perto e vir me cumprimentar.

- Faz muito tempo que não nos víamos – beija minha bochecha – uns 4 anos?

Assinto com um manejo de cabeça.

- Algumas coisas mudam né? – seus olhos percorrem meu corpo me deixando mais envergonhada ainda.

- Vocês se conhecem? – Justin decide entrar no meio da conversa.

- Nós namoramos na faculdade, Alfredo que nos apresentou – pisca para o moreno.

Alfredo vem até mim, beija minha testa e me apresenta seu outro amigo.

- Lotte, esse é o Charles – aponta e o mesmo sorri me cumprimentando com um aceno de cabeça – ele é tímido, relaxa.

Solto uma risada baixinha e sinto o olhar de Justin em mim. Ryan nota e imediatamente tenta intervir.

- Quer ajuda para levar eles pra cima , Lotte? – o loiro pega Jazzy do meu colo e Justin levanta.

- Pode deixar que eu a levo – pega a menina e eu levanto com cuidado para não acordar Xon. O pego no colo logo em seguida e o mesmo agarra meu pescoço. Sigo Justin pela escada acima e vejo-o entrar em uma das dezenas de portas ali existentes.

O carto de Jazzy era inteiro azul com detalhes em rosa, com nuvens claras pela luz na parede, estrelas douradas terminavam a decoração do quarto. Justin a coloca na cama, subindo a grade para a mesma não cair. A cobre e vem saindo do quarto checando tudo, apaga a luz e saio atrás do mesmo. O quarto fica com aquele ar de conforto e sigo até o quarto do loirinho em meu colo.
Justin abre a porta e me da passagem, entro, o coloco na cama e o arrumo melhor. O quarto do Jax era o oposto da irmã, cheio de super-heróis nas paredes, a cama com a temática dos mesmos. Um verdadeiro quarto de menino , eu diria. Sinto Bieber mais perto de mim e o mesmo olhar para o mesmo local que eu. As fotos. Fotos de todos ali presentes. Sinto o puxar minha mão e saímos do quarto. Me guiando para uma próxima porta, ele abre e me puxa.

Ali eu vejo por que a família é tão ligada à fotos. Um quarto só para elas. Lotado de dezenas de fotos , desde Pattie e Jeremy bebês até do Justin com seus irmãos recém nascidos.

- Minha mãe as guarda para que nunca nos esquecermos da família – Justin pega um álbum se sentando no sofá ali presente – ela tem medo que algo nos aconteça, preocupações normais de qualquer mãe.

Encaro aquilo com dor no peito, em casa quase nunca vejo meu pai, minha mãe tenta arrumar tempo para a família, mas seus plantões estão cada vez mais longos, a cansando mais. Muitas vezes prefiro passar horas no estúdio, para não encarar a solidão daquela casa.

- Quando era pequena, sempre ficava atrás de flores, borboletas, procurando fotografar elas com meus olhos, ou quem sabe com um desenho, mas quando fiz uns 7 anos, minha mãe me deu a minha primeira câmera, uma polaroid branca, toda linda, tenho as fotos delas até hoje – solto um riso – muitas vezes, tiramos as fotos para guardar o momento, outros, para lembrarmos – mexo minhas mãos inquieta – muitos acham idiota guardar fotos, falam que existe a famosa “nuvem” que guarda virtualmente elas, eu prefiro elas nas minhas mãos contando como aquele exato momento fora perfeito.

Justin sorri com minha fala, parece reconfortante em saber um pouco mais sobre isso. Ou sobre mim? Não sei distinguir.

Caio na risada juntamente a ele, após me mostrar sua foto com a cara cheia de bolo.

- Então, você namorou mesmo o Ryan? – Justin pergunta depois de sessarmos a risada, encarando a fotografia em suas mãos.

- Namoramos por 2 anos mais ou menos, depois ele terminou comigo, não entendi direito o por que, mas aceitei – dou de ombros colocando a foto que estava em minhas mãos de volta na caixa – as vezes é bom deixar ir... – deixo a frase no ar me levantando, indo em direção à porta.

- Não entendo por que ele terminou com você – paro no vão da porta, viro apenas a cabeça pra ele, que continua assim que me olha – você é linda, gosta de crianças e da concelhos bons.

Solto um riso, tadinho.

- Ele deve ter tido seus motivos, vamos, desencana disso – faço um gesto com a mão o chamando – vamos descer, seus irmãos me cansaram muito – sorrio assim que o vejo guardar as fotos e me seguir até a porta.

- Eu ainda vou descobrir e te conto – da uma piscadela e passa por mim – vamos, que eu to varado de fome, Baby.

Seguimos até a escada dando risada e conversando, quando Ryan e Alfredo aparecem no nosso campo de vista. Fredo com um copo de whisky e Ryan com uma cerveja e um copo de suco em mãos, me oferecendo o suco assim que chega mais perto.

- Sei que não toma nada alcóolico, por isso o suco – com o seu melhor sorriso, Justin o olha com uma das sobrancelhas erguidas.

- Posso falar com você, Ryan? – o loiro ao meu lado o chama, já o puxando para algum canto.

Alfredo me olha, rindo de leve e negando com a cabeça. O olho negando junto.

- O que eles foram conversar? – pergunto tomando um gole do suco.

- Algo sobre você, eu acredito – Fredo troca o peso das pernas e me chama com a cabeça – vamos la fora comer, tio Jeremy fez um frango ótimo.

Seguimos para a área externa, aquela piscina a noite, iluminada, com o casal abraçado, da uma bela foto. Pego minha câmera e rapidamente fotografo, assim que percebo, o casal era Jeremy e Patrícia. Que foto. Ela vai amar, penso. Mostro para meu amigo que sorri em resposta. Meus pensamentos voam em direção ao loiro, passando pela porta, rindo ao lado do meu ex. O que será que eles falaram? 


Notas Finais


Eae? O que será?
Mil desculpas pela demora!! ♥

Divulgação : https://www.spiritfanfiction.com/historia/lina-hyuga-uchiha-e-itachi-uchiha-16591827


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...