1. Spirit Fanfics >
  2. Physical Education (Lucas - WayV, Nct, SuperM) >
  3. 29

História Physical Education (Lucas - WayV, Nct, SuperM) - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura anjinhos ♡︎

Capítulo 29 - 29


Fanfic / Fanfiction Physical Education (Lucas - WayV, Nct, SuperM) - Capítulo 29 - 29

Alguns dias depois...

Mais uma vez eu chegava na escola, mas dessa vez, ela estava muito vazia. Até fazia sentido, pois ainda era bem cedo. 

- Que merda, prefiro chegar atrasada do que chegar antes de todo mundo. - Reclamei comigo mesma e caminhei até a lanchonete escolar, onde sorri ao ver Lucas, que estava de costas. Me aproximei e pude ver que ele não estava sozinho e sim acompanhado de uma mulher, provavelmente uma professora. Ela parecia bem jovem, como algumas professoras daqui. 

Desviei meu olhar quando ele me olhou e me aproximei ainda mais da lanchonete fazendo meu pedido, pagando logo em seguida. 

Lucas: Bom dia S/N. - Me cumprimentou assim que eu terminei de fazer meu pedido. 

- Bom dia. - Falei sem ânimo. Espera, se acalma S/N. Eles são apenas colegas.. Apenas colegas.. Apenas colegas.. 

???: S/N? - A mulher que o acompanhava me olhou, questionando meu nome. Ela é surda? 

- Sim S/N, qual o problema com meu nome? - Talvez eu tenha sido grossa demais.. 

???: Seu nome é familiar.. - Pensou um pouco. - Ah, a S/N que Jungkook tanto fala! - Como ela conhece Jungkook? 

- Como assim? - Assim que o funcionário entregou meu lanche, eu dei uma mordida. 

???: É que eu sou a psicóloga dele. - Então ela não é professora e sim psicóloga. 

Lucas: Isso, a Hannah Choi é a psicóloga da escola. - Meu namorado pegou sua garrafa de água da qual bebeu um pouco do líquido incolor. 

- Não gosto do nome Choi. - Vi os dois arregalarem os olhos pela minha frase. Porra S/N, você está falando demais! - Me desculpe, mas é verdade. 

Hannah Choi: Tudo bem, mas quer me falar porque não gosta do meu sobrenome? - Sorriu esperando uma resposta, porém eu neguei com a cabeça. 

- Não vou falar sobre minha vida agora. - Dei aos ombros e Lucas, que há pouco estava sorrindo, desfez seu lindo sorriso, que no momento eu odiava. Eu já estava puta demais com Wong então até seu sorriso estava me irritando. 

Lucas: Está com medo de falar S/N? - Para ser sincera, eu não estava com medo mas simplesmente o motivo de não querer compartilhar essa história era porque eu não confiava nessa tal de "psicóloga". 

- Simplesmente não quero falar sobre isso agora. - Dei mais uma mordida no meu lanche, só que dessa vez com raiva. 

Hannah Choi: Se preferir podemos conversar mais tarde, quando você estiver mais calma e disposta a conversar sobre isso. - A psicóloga falava comigo cheia de simpatia. Ela estava certa, eu não estava nada calma no momento. 

- Sim, conversamos mais tarde. - Respirei fundo sem olhar os dois. 

Hannah Choi: Ótimo, então na hora do almoço iremos conversar tudo bem? - Novamente ela falava com simpatia. 

- Tudo bem, até mais tarde. - Não deixei nenhum dos dois dizer alguma palavra e me afastei deles, levando meu lanche. 

Acabei indo até o banheiro que ficava mais perto da lanchonete, onde me tranquei. Encostei em uma parede e respirei fundo várias vezes. 

- S/N, você está sendo muito ciumenta pare com isso! - Eu falava comigo mesma. - Eles são apenas colegas, você que é a namorada dele. - Acabei chorando um pouco e comi o restante de meu lanche acompanhado de um gole de suco. Às vezes oque me traz felicidade é a comida. 

Fiquei alguns minutos ali e logo sai do mesmo. Caminhei um pouco pela escola e no meu caminho sem sentido, encontrei Johnny. 

Johnny: Bom dia S/N, como está? - Sorriu e eu limpei as poucas lágrimas que haviam caído em meu rosto. - Você estava chorando? 

- Não se preocupa Johnny, não é nada importante. - Era claro que eu estava mentindo e isso foi ainda mais óbvio para ele, quando eu deixei cair mais algumas lágrimas. 

Johnny: Quer conversar? - Afirmei com a cabeça e o professor de inglês acariciou minhas costas começando a caminhar juntamente comigo. 

Nós fomos até uma sala de aula, que estava vazia. Ele trancou a porta assim que nós dois entramos. 

Johnny: Oque aconteceu pequena? - Desde que o mesmo havia descoberto que eu e Lucas estávamos ficando, eu e ele começamos a nos aproximar e o mais velho começou a me chamar de pequena. 

- Quando eu cheguei aqui na escola, eu fui até a lanchonete e o Lucas estava conversando com uma mulher.. - Continuei contando a história. 

Johnny: Tenho certeza que eles não têm nada um com o outro hum? - Me abraçou e eu retribui. 

- Talvez eu esteja sendo muito dramática.. - Sussurrei. 

Johnny: Isso é normal nos relacionamentos, não se preocupe. - Acariciou meus fios de cabelo. - Se ainda tiver dúvidas, pode conversar com ele sobre esse assunto.

- Vou tentar.. - Falei ainda baixo. Um silêncio ficou entre nós por alguns segundos até Johnny o quebrar.

Johnny: Não quero ver você chorando de novo ok? - Beijou minha testa. 

- Uhum.. - Sorri levemente. - Obrigada por me ajudar Johnny. 


Notas Finais


Me desculpem pelo capítulo pequeno, hoje não consegui ter muito tempo para escrever.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...