História Pihannes-Morro de amores - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 19
Palavras 1.559
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Segunda fic e Pietra está presente novamente
Aproveitem!

Capítulo 1 - Amor ao pôr do sol


Fanfic / Fanfiction Pihannes-Morro de amores - Capítulo 1 - Amor ao pôr do sol

Cara ontem foi o melhor dia da minha life, eu nunca imaginaria que em um acampamento com o crush eu passaria de amiga a algo mais. Vocês não devem estar entendendo né? Eu vou contar melhor.

~FlashBack~

Hoje é o dia do acampamento do clube, acho que dessa vez todo mundo vai, inclusive meu crush, o Johannes. A como eu gosto dele, ele é tão gentil, legal, um pouco bobo, faz meu coração querer sair pela boca, é um pouco assanhado e brincalhão, mas muito muito maravilhoso (pra mim pelo menos), ele é moreno e tem os cabelos um pouco comprido.

Agora são 11:30 e vou encontrar ele lá no acampamento para almoçarmos. Minha mãe e eu saímos de casa e ela me leva ao acampamento. Chegando lá vejo Johannes (meu crush)  me esperando para irmos comer  (já que cheguei 12:05). Fomos ao "refeitório" do acampamento e comemos conversando sobre tudo, acho que até do que não dava pra conversar conversamos.

A tarde fizemos algumas atividades, as 18:20 mais ou menos fizemos uma atividade que teríamos que segurar um fio de náilon (A:Eu não sei como se escreve, tá?!) e sair de um labirinto com algumas coisas saindo das moitas para nos assustar, eu e Johannes estávamos no final do fio, ali no meio do labirinto tinha uma monitora (obviamente )monitorando o que estava acontecendo. Quando finalmente saímos do labirinto eu e Johannes fomos a um morrinho que tinha perto dali, ali havia uma monitora também, provavelmente para evitar que alguém faça besteira. Bom eu e ele nos sentamos a mais ou menos a 1 metro um do outro e ficamos conversando, uns poucos minutos se passaram e a monitora havia se retirado do local, e sem percebemos (A: Sei sem perceber🙃) já estávamos bem perto, mas conversando normalmente até que ele fala.

J-Posso fazer algo rápido com você?-Eu sei que ele é assanhado, mas essa abusou! Mas eu não vou perder essa chance né?! Quem seria o louco que perderia a chance de beijar o crush?! 

P-P-pode c-claro!-Porque diabos eu gaguejei?! Que droga!

Ele colocou uma das mãos em meu rosto e começou a se aproximar e... Pegou o meu óculos!(sim eu uso óculos) Ahhh eu cai nessa de novo! Ele sempre faz isso! 

Ele começou a rir muito, mas muito mesmo.

P-A sério Johannes? De novo! Que droga!-Bufo irritada e ele vai parando de rir e fala:

J-Desculpa, eu tive que fazer isso. Mas agora é sério posso te pedir uma coisa?-Juro que se ele fizer algo assim do gênero de novo eu bato nele!(Não forte é claro)

P-Tá sim pode falar- Vamos ver o que vai ser né?

J- Bom então, e-eu q-queria t-te dizer que desde de a primeira vez que te vi gostei da sua personalidade, e de v-você em si. Sempre que estou distraído me pego pensando em você, e i-isso p-pode parecer clichê, m-mas g-gostaria de s-saber s-se você m-me daria a h-honra de s-ser m-minha n-n-namor-rada?- AÍ ME DEUS!!! ISSO É REAL?! É VERDADE?! MEU SONHO GENTE!

P-ACEITO SIM!!!!

Assim ele vem chegando mais perto e me dá um beijo, que é calmo mas vai ficando selvagem e cheio de luxúria. Ele passa as mãos ao redor de meu corpo chegando a minha cintura e dando um aperto no local, e eu arfo entre o beijo. Mas a maldita falta de ar se faz presente e paramos o beijo, e antes de voltar eu me lembro de uma coisa e pergunto a ele

P-O-o Johannes se v-vamos realmente fazer isso precisaríamos de u-uma camisinha- Gente falar da mais vergonha que fazer!

J- Não se preocupe eu tenho em meu bolso, e antes que pergunte eu estava sim pensando nisso e trouxe por precaução-Ah que safado ele! Mas tudo bem daí assim nós não precisamos parar!

P-Certo então vamos proseguir-hehe

Demos um beijo mas dessa vez afoito e selvagem, um tanto necessitado de ambos os lados, ele começou a distribuir beijos, mordidas e chupões no meu pescoço, meus gemidos começaram a sair e ele então parou e começou a retirar minha blusa, quando ele a retirou completamente começou a "brincar" com os meus seios por cima do sutiã, e meus gemidos vão aumentando. Após alguns minutos assim ele decide retirar o sutiã e começa a dar atenção ao meu seio direito, chupando, mordendo (fraco claro), e com uma mão brincava com o esquerdo, depois de um tempo ele troca e começa a dar atenção ao seio esquerdo e "brincar" com o direito. Quando ele se cansa de "brincar" com os meus seios ele passa a distribuir beijinhos na minha barriga e vai descendo até chegar perto da minha intimidade, ele desceu minha bermuda(ou shorts se preferir) e começou a estimular meu clitóris por cima da calcinha, meus gemidos foram se intensificando, e a cada gemido mais alto mais rápido ele me estimulava, depois de um tempinho ele decidiu retirar (finalmente) minha calcinha e começou a me estimular sem nem um pano para atrapalhar. 

P-O-o Johannes v-você e-est-tá com m-muit-tá roupa!- Gente eu estou nua meu direito é ver ele também!

J-Que não seja por isso, eu tiro- Ele se despiu inteiro (em uma velocidade surpreendente) e voltou a me estimular, quando eu estava pra chegar em meu ápice ele parou e disse:

J-Vou colocar agora posso?-Bom eu sou virgem, e vou ter que falar isso pra ele né?! Então vamos lá

P-O-o Jo (A:Apelidinho legal né? Tá não é eu sei mas vai ficar assim) e-e-eu a-ainda s-sou...-Ele me cortou.

J-Virgem? Não se preocupe vou ser cuidadoso se doer ou algo assim me avisa que eu paro, ok?-Ain gente que amorzinho meu namorado né?

P-O-ok- Ele colocou o preservativo e colocou dentro de mim, ele ficou parado um tempo até eu me acostumar, depois de uns 2 minutos eu fiz um gesto com a cabeça e ele começou a se movimentar, em movimentos lentos de vai e vem, nossos gemidos foram aumentando mais e mais e os movimentos também, ele encontrou meu ponto G e eu fui a loucura, foi assim por longos e intensos minutos até eu gozar, ele deu ainda três estocadas e depois gozou também, ele saiu de dentro de mim e se deitou esgotado ao meu lado, ficamos assim por um longo tempo, então eu decidi fazer algo também e então subi em cima dele também e pus ele dentro de mim novamente e começei a cavalgar, e nossos gemidos começaram em um tom  médio e aumentaram muito, nossos suores se misturaram, nossos gemidos também, foi uma sensação muito boa. Após uns minutos gozamos juntos, foi algo formidável mas não acaba aqui.

P-Ei Jo, posso acabar isso colocando a minha boquinha aqui?-Apontei pro seu pênis (A:Isso é mais vergonhoso do que parece)

J-P-pode-Coloquei minha mão em seu pênis e lhe bati uma até seu "amiguinho" ficar bem duro igual pedra, e dessa vez coloquei minha boca em seu "amiguinho" e começei lambendo sua glande e subi para cabecinha de seu pênis, eu coloquei ele inteiro na minha boca fiquei chupando e mexendo em suas bolas, ele hesitante começou a fuder minha boca, uns minutos depois ele começou a fuder com agressividade e fundo até a minha garganta, em algumas horas eu acabava me engasgando mas nada muito sério, ele continuava fudendo minha boca e eu mexia (A:Isso é extremamente vergonhoso!!) em suas bolas, depois de uns minutos ele gozou e eu engoli e pra finalizar subi e lhe dei um beijo fazendo ele sentir seu próprio gosto, e quando a (maldita) falta de ar acabou ele falou:

J-Acabei de lembrar que isso tudo que fizemos é proibido por aqui, só estou estranhando o fato de ninguém ter ouvido ou vindo aqui-Nossa ele está certo, mas espera que barulho é esse? Ou não, não, não pode ser, tem alguém vindo!

P-Você estaria certo, mas eu ouvi algo então se veste antes que mais alguém nos veja nu.- Nos vestimos em uma velocidade estranhamente muito rápida, e nos sentamos como estávamos na hora em que a monitora estava aqui.

(M=Monitora)

M-Ei eu ouvi algo aqui, o que estava acontecendo?-Ai Jesus o que eu faço?! O que eu faço?!

J-Você deve ter escutado nós cantando para as pessoas bêbadas aqui em baixo-Parece que ele foi mais rápido, pera havia bêbados aqui em baixo?

M-Certo, então se organizem e vão ao refeitório, vocês têm que estar lá em uns 20 minutos-É parece que funcionou, e o nosso momento acabou, mas valeu apena.

P-Certo monitora, estaremos lá em menos tempo.-É parece que termos mesmo que acabar nosso momento. A monitora se retirou do local

J-Bom parece que teremos que acabar nosso momento agora, um beijinho antes de ir?-Hahaha vou brincar um pouquinho.

P-Você lê pensamentos agora é?! Eu pensei a mesma coisa, menos a parte do beijo, isso eu não vou dar.-Hehe vamos ver a reação dele.

J-Ahhhh, só um beijinho, vai só um beijinho em?-Ele fez um beicinho adorável e uma carinha de cachorro sem dono. Como não dar um beijinho nessa criatura adorável que agora é meu namorado? 

P-Ont vem cá bebê, vem eu vou te dar um beijinho- Me aproximei dele e dei um beijinho demorado em seus lábios.- Pronto agora vamos antes que a monitora volte.

J-Obrigado pelo beijinho, e sim vamos lá-Levantamos e fomos até o refeitório.

~Fim do FlashBack

E foi por isso que ontem foi o melhor dia da minha vida, talvez a última parte tenha sido desnecessária mas agora já foi né? Bom agora que eu contei isso eu perdi muito tempo e tenho trabalho a fazer, então até a próxima.





Notas Finais


Então seres perdão por qualquer erro ortográfico e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...