História Pinecest-The man and the Little angel - Capítulo 42


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Mabel Pines, Personagens Originais
Tags Biltty, I Love Potato
Visualizações 13
Palavras 964
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem 😚
(os irmãos Pines não tem iniciativa) & (o gif do inicio é apenas zoeira)

Capítulo 42 - Capitulo 33 temp. 2 discussões pt.2


Fanfic / Fanfiction Pinecest-The man and the Little angel - Capítulo 42 - Capitulo 33 temp. 2 discussões pt.2

Minha irmã mais nova grita da cozinha -A minha mãe foi no supermercado! So vai voltar em meia hora!
 -Annie, como se vai para o submundo?!
 -Serio mesmo que quer ir para lá? - minha irmã se teletransporta numa névoa roxa para meu quarto, se sentando num espaço bem pequeno que sobrou em minha escrivaninha amontoada por livros enormes.
 -Eu quero ir para lá! -Falei com todo meu auto-estima.
 -Como sabe que "ele" mora lá?- Annie segurou a risada.
 -Em primeiro lugar é que se deve pensar que o demônio vive lá! E em segundo, se você ficar zombando de mim pode já ir dizendo tchau para suas luvas sem dedos pretas de seda!
 -Eta Mabs! Calma! Minhas luvas não! Eu te levo lá!
 -O que ta acontecendo aí em cima?! Se for briga é para parar gente! -O Tyrone grita de um canto da casa, provavelmente da sala pois a televisão está ligada.


Annie pegou minha mão e desaparecemos do meu quarto para um lugar estranho.
 -Onde estamos? -Pergunto observando uma mansão, que mis parecia um castelo.
 -No submundo Mabs!
 -Como nunca tivemos a ideia de vir buscar a Betty?
 -Estavam de luto Mabel!
Ri um pouco, mas continuo preocupada com a Betty, quase treze anos é muita coisa! Entramos na mansão, e lá tinha dois adolescentes, um garoto ruivo e uma garota... loira, impossível o Bill ser pai!

 -Ei crianças! Qual são os nomes de vocês? -chamei os dois adolescentes jogando baralho no chão.
O ruivo deu um empurrão bem de leve na loira que começou.
 -Olá, eu sou a Bella Cipher, e esse é meu primo Aaron Cipher, prazer em conhece-la. - a loira estende sua mão em forma de educação, e a mesma começa a pegar fogo, um fogo na coloração azul bebê. - Me desculpe, isso esta acontecendo recentemente.
A porta se abre com duas vozes, um casal chegando.
 -Ah que bom voltar para casa!- essa voz eu conheço em qualquer lugar, a voz do Bill. -Bella v...
 -Mabel?! -Minha irmã se espanta com minha presença.
 -Betty?!- eu abraço minha irmã chorando de felicidade. -O que o Bill fez com você?!
 -Nada, por que? -Minha irmã se separa do abraço e me olha nos olhos.

Mabel off/Bella on

Duas mulheres bem estranhas chegaram aqui na minha casa, o estranho é que elas são bem parecidas com a minha mãe.
 -Sabe quem são elas A?
 -Não, e você?
 -Por que eu te perguntaria se eu soubesse a resposta?
Nos paramos de falar e a mulher nem se apresentou e perguntava sobre a gente.
-Ei crianças! Qual são os nomes de vocês?
O Aaron me deu um cutucão, eu odeio nos apresentar.
-Olá, eu sou a Bella Cipher, e esse é meu primo Aaron Cipher, prazer em conhece-la. Estendo minha mão para fazer um aperto de mão, em forma de educação, e ela pegou fogo de novo! Que vexame!
 -Me desculpe, isso esta acontecendo recentemente.

Meus pais chegaram e minha mãe foi falar com essa moça, e pelo que entendi ela é minha tia.
 -Pai quem é ela?
 -A irmã da sua mãe, a Mabel.
 -Mabel? Que nome diferente. E pai, de onde conhece a tal de Mabel?
 -Podemos dizer que conheci a Mabel antes da sua mãe.
 -Ela era sua colega de classe ou sua amiga? - eu ia falar ex-namorada,mas é muito estranho minha tia ter namorado meu pai.
 -Uma amiga, apenas uma amiga que me decepcionou com outro garoto.
A morena veio brigar com meu pai, e eu continuo sem saber o que está acontecendo.
 -Como pode ter uma filha com a minha irmã seu demônio de merda!
 -Não é culpa minha se você tem raiva de mim por causa daquele garoto!
 -O Bernard não teve culpa, você é um idiota por matar inocentes sem razão!
 -Ele te beijou!
 - Mas ele falou que não sabia que eu era sua namorada Bill!
 -Não quero saber, não venha atrapalhar a vida que eu construí com amor e carinho! Coisa que você nunca vai ter!
 -Eu tenho sim seu iluminate desgraçado, você tirou minha irmã de mim! Uma das minhas felicidades, mesmo a conhecendo a pouco tempo. Para falar a verdade eu nem sabia que eu tinha uma irmã! Eu a conheci junto com o Tyrone naquele dia que você veio me matar, na mesma semana em que a gente se encontrou e voltou a discutir sobre a morte do Bernard. Você encontrou a minha irmã, aquela garota de cabelo batendo nos ombros, com a camiseta curta mostrando a barriga, e um short jeans. Assustada, rasgando sua meia-calça de renda preta nos arbustos, esperando o pior. Você acha que ama minha irmã a machucando, a xingando, a torturando com seu ser? Como acha que eu sei disso? Eu já vivi anos com você, aguentando calada o que você me fazia. Quantas pessoas morreram por causa do seu ciúme doentio? - o discurso da amorena estava me assustando, e o Aaron ouvia com atenção, parecia gostar do que ouvia.
 -Bill, vá para cima, eu vou falar com minha irmã. - minha mãe tentou acalmar a situação.
 -Betty, eu sou esse monstro?! Em Betty, eu sou essa aberração?! -Meu pai gritava chorando.
 -Mabel não deveria ter vindo aqui!- minha mãe falou calma dirigindo meu pai para a escada.
 -Eu vim te tira daqui Betty!
 -Mas eu amo aqui! Neste lugar está meu marido, minha filha, minha casa!
 -Marido e filha?! Sério Betty? Você se casou com um demônio e teve uma filha, uma mistura de humano e demônio!
 -Eu estou viva graças a ele, eu morri Mabel! Eu sofri um acidente e morri! Agora sou meio demônio como consequência de voltar a vida!
Eu não estava entendendo nada, como assim minha mãe é meio demônio? E... não falo mais nada.

Continua...

d(=^・ω・^=)b


Notas Finais


Bjs bbs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...