1. Spirit Fanfics >
  2. Pink Lemonade - Yoonmin >
  3. Capítulo Único

História Pink Lemonade - Yoonmin - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi! Bem, já faz muito tempo desde a minha última postagem.
Tenho escrito muitas fics, mas ainda fico meio insegura de postá-las. Sim, é mais uma fanfic de Yoonmin, pretendo trazer algumas de Vkook, o que acham?


Espero que gostem. Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Pink Lemonade - Yoonmin - Capítulo 1 - Capítulo Único

Eu amo doces, frutas e diversas comidas. Mas nada se compara aos doces da gondola da pequena padaria no qual sempre frequento.

Trabalho bastante para conseguir me sustentar, pagar minhas comidas e a faculdade de dança. Sempre que posso visito a padaria apenas para pegar uma guloseima e acabar me encontrando com o garoto de cabelos cor-de-pêssego que trabalha lá.

Ele é bem quieto e na dele, nunca é de falar muito, só quando o necessário. Não posso mentir, ele é o garoto mais bonito que eu já vi na vida, posso ser só um babão apaixonado, mas é impossível negar sua beleza.

Já tentei chamar ele para sair algumas vezes, mas mesmo assim nunca obtive resposta, já tentei de todo jeito puxar uma conversa e nada. Parece que ele não vai muito com a minha cara, não sei porque.

Hoje é mais um dos dias que eu consegui sair mais cedo do trabalho só para poder passar na padaria e pedir alguma das bebidas de fruta cor-de-rosa. Não demorei muito para chegar ao meu destino.

Adentrei a pequena lojinha e fui em direção a pequena mesinha que havia ali, era meio que uma padaria onde você podia pedir algo para comer, na verdade se parecia mais com uma cafeteria, mas tudo bem.

Sentei-me e foleei o pequeno menu de bebidas que tinha entre o potinho de açúcar e o adoçante. Decidi o que queria e logo fui pedir, vendo o mesmo atendente no cantinho atrás do caixa, aparentemente distraído com algumas partituras.

-Com licença...? -Chamei pelo outro, vendo seu olhar se voltar para mim e ele logo se levanta apressado.

-Oi, o que vai pedir? -Perguntou simpático.

-Quero um desses, por favor. -Pedi mostrando o nome da bebida.

-Tá bem, pode se sentar que logo eu levo. -Disse se virando e indo fazer minha bebida.

Voltei para a minha cadeira e esperei ansioso, era sempre assim, toda vez que eu o encontrava ficava numa ansiedade imensa.

Em alguns minutos pede ver o mais velho se aproximar, deixando a bebida na mesa. Antes que ele pudesse sair eu puxei a manga de sua blusa.

-Pode me dizer seu nome? -Pedi, não era a primeira vez que eu perguntava seu nome.

-Por que tanto quer saber? -Me olhou sério.

-Por nada... -Soltei sua blusa e fiquei encarando meu copo, eu estava chateado, não achei que ele fosse tão difícil.

-Você parece uma criança que perdeu o doce! -Me provocou, fazendo com que inconscientemente eu formasse um enorme bico, lhe tirando um sorriso doce -Tá bem, me chamo Min Yoongi.

-Sou Park Jimin! -Fiquei animado ao ouvir seu nome.

-Eu sei, e antes que me chame para sair de novo olhe para seu relógio. Se for ficar puxando assunto você vai se atrasar. -Me alertou e eu olhei para o relógio do celular, fazendo com que eu já me apressasse a ir pagar minha bebida.

-Obrigado, e... quer sair comigo? -Perguntei pela décima vez, ouvindo seu risinho.

-Tá bem, eu saio! -Disse me deixando desacreditado e feliz -Você vai se atrasar, melhor ir logo!
-Obrigado! Amanhã eu venho para marcarmos! -Me despedi e fui em disparada para a faculdade.

Eu estava tão feliz que nem podia tirar o sorriso do meu rosto, era meio inacreditável. Minha queda por ele já tinha um bom tempo, mas mesmo pedindo diversas vezes ele nunca aceitou sair comigo.

Meus passos eram rápidos e eu pude conseguir chegar a tempo de assinar a lista de presença. Tentei de todo o jeito prestar atenção nas aulas, mas nada, minha mente estava completamente em outro mundo.

E quando menos percebi já estava na hora de ir para casa, nuca vi meu dia passar tão rápido quanto hoje.

Voltei caminhando até meu apartamento que não ficava muito longe dali. Durante o percurso fui imaginando como o meu tão encontro seria, para onde eu devo leva-lo?

Tinha alguns filmes interessantes em cartaz, mas acho que ele não estaria muito afim. Mas em compensação tinha um parque de diversões que abriu faz pouco tempo... ele não tem cara de que gosta disso. Acho que o ideal seria um piquenique no parque, nós dois sentadinhos na grama comendo, ou até mesmo observando as nuvens, é algo tranquilo e que se encaixa no seu perfil.

Yoongi tem uma personalidade bem calma e quieta, mas possui também seu lado fofo. Já cansei de contar quantas vezes me vi perdido naquele seu sorriso lindo, ou em seu rostinho perfeito... meu hyung é perfeito.

Assim que cheguei em meu prédio apertei o botão do elevador e fui para o meu andar, não demorando muito para destrancar minha porta.

Hoje não havia nenhuma tarefa escolar, então eu estava livre para fazer o que quiser. Talvez eu até brinque um pouco sozinho, se é que me entende.

Posso ter cara de santo, mas de santo não tenho nada. Enfim... decidi pegar meu bloquinho de anotações e fazer uma listinha do que eu poderia fazer com o Min no encontro.

-Veremos... -Murmurei para mim mesmo.

Listinha

*Ter coragem suficiente para pedir o número do hyung.
            *Combinar com ele o local e horário, provavelmente vai ser um piquenique.
            *Preparar as coisas que devo levar (comidas, toalha, pratos, talheres e refrigerante)
            *Assim que chegar no ponto de encontro ajeitar as coisas e puxar um papo com Yoon, tentar conhecer ele melhor.
            *Curtir um pouco e fazer algumas brincadeiras.
            *Antes de irmos. Tentar conseguir ao menos um selinho, ou um beijo na bochecha.

É... minha lista está até que bem grandinha, só tem algo bem impossível, o item 6.

Mas o bom da vida é sempre ter esperança, não vou desistir fácil. Gosto muito dele para desistir tão rápido, vou incomodá-lo até que ele comece a gostar de mim. Na verdade... se eu fizer isso vou acabar sendo um incomodo.

Bom, é assim que é a vida. Me joguei em minha cama e suspirei pesado, meus olhos estavam quase fechando, eu havia acordado cedo demais hoje.

Me levantei e fui me banhar, não iria dormir sujo. Ia passar minha sessão de masturbação hoje, eu estava exausto, só queria dormir.

Liguei o chuveiro e adentrei ele, me lavando rapidamente. Depois de bem limpinho eu fui me secar e enxugar meus cabelos, dormiria com eles úmidos mesmo.

A noite estava quente e por isso decidi dormir apenas com o short do meu pijama, era bem confortável. Depois de me vestir e passar desodorante eu fui dormir, me ajeitando em baixo de uma coberta fina.

[...]

Eu já havia acordado e ido trabalhar, no momento estou indo com rapidez até a padaria para poder marcar meu tão esperado encontro com meu hyung.

Assim que cheguei em frente à porta de vidro não demorei muito para adentrar pela mesma. Caminhando ainda com rapidez logo pude avistar Yoongi conversando com um uma cara mais alto, ele parecia sorridente.

-Não implica Hoseok! -Pude ouvir a voz do Min.

Não queria interromper os dois, por isso decidi ir embora. Eu estava com ciúmes, muito ciúmes.

-Onde pensa que vai mocinho?! -Yoongi disse e eu travei -Você não ficou me infernizando por dois meses para que eu saísse com você e justo no dia que íamos marcar você foge! Pode vir seu pestinha! -Mandou, não ousei desobedecer.

-Oi hyungs... -Cumprimentei ambos que estavam na mesa.

-Oi... então é você o-

-Cala a porra da boca! -O Min cortou sua fala -Já está na hora de você ir Jung, vai se atrasar! -O olhou sério.

-Tá bem, tchau! -Se despediu.

Me sentei a seu lado na mesa ainda meio acanhado.

-Onde pretende que nos encontremos?

-Eu na verdade não sei muito bem..., mas estava pensando de fazermos um piquenique no parque. É um lugar quieto e calmo, como você. -Dei a sugestão e o vi assentir.

-É uma boa ideia, eu posso levar as bebidas. Sei fazer algumas bem gostosas. -Sugeriu.

-Por mim tudo bem. Que tipo de lanche você gosta?

-Salgadinhos são bons, é só pegarmos algum no caminho do mercado.

-Você quer que eu te busque hyung? -Perguntei.

-Não precisa, eu busco você, tenho carro. -Disse me deixando de olhos arregalados -O que foi?

-Você já tem um carro? Você é incrível! -Sorri largo, sempre foi meu sonho comprar um, mas pagando minha faculdade e morando sozinho não consigo comprar um carro.

-Não tem nada de incrível, é um bem simples até. Enfim, pode me dar seu número? -Sério isso? Ele realmente pediu meu número?

-S-Só um minuto... -Minhas mãos estavam tremendo, eu me sentia em outro universo. Peguei uma caneta e uma folhinha do meu bloco de notas, anotando meu número e entregando para o mais velho.

-Ficou nervoso por que pedi seu número? -Perguntou com um sorriso -Você é realmente fofo! -Disse tocando minha bochecha.

A área que ele tocou começou a ficar quente, eu me sentia um morango.

-E-eu tenho que ir, se não vou acabar me atrasando. Depois conversamos mais! -Me ajeitei ainda um pouco envergonhado -Tchau hyung! -Me despedi, seguindo meu caminho para a faculdade.

[...]

Me deitei ainda me sentindo nas nuvens, já eram onze da noite. O primeiro item da minha lista já foi completado, agora só faltam mais cinco.

Eu ainda estava esperando que ele mandasse uma mensagem, mas provavelmente ele já estaria dormindo uma hora dessas.

Suspirei pesado, não conseguia tirar o sorriso do meu rosto. Meu maior desejo agora era dormir e ter ótimos sonhos com Yoon, mas tudo foi interrompido pelo som de notificação.

Desconhecido: Oi, ainda tá acordado?

Me: Quem é?

Desconhecido: O amor da sua vida!

Me: E quem seria?

Desconhecido: Puta merda! Menino lerdo!

Me: Ei!

Desconhecido: Quem foi o único cara que pediu seu número hoje? Dica, trabalha numa padaria e que vai sair com você.

Me: Yoon?

Desconhecido: Não, o chupa cabra! Lógico né Jimin!

Sorri, eu sabia que era ele só queria irritá-lo um pouco. Salvei seu contato rapidamente.

Me: Por que a mensagem agora?

YG: É que eu acabei de voltar do outro trabalho, é o único horário que eu tenho pra te mandar mensagem.

Me: Entendi...

YG: Eu estava pensando, que tal sairmos nesse sábado à tarde?

Me: Claro, combinado! Qual o horário?

YG: Umas 14:30, talvez?

Me: É um ótimo horário!

YG: Então está certo, pode voltar a seu descanso, sei que provavelmente já estava ondo dormir. Boa noite.

Me: Boa noite Yoon!

Revirei na cama, eu estava extremamente feliz.

[Sábado]

Agora é plena uma e meia e eu ainda não consegui me vestir decentemente, simplesmente não sei o que usar.

Chamei Taehyung, meu melhor amigo, para poder me ajudar com essa missão tão difícil. No momento eu só usava a minha calça rasgada.

-Jimin usa essa. Você vai ficar lindo! -Insistiu mostrando uma das minhas roupas.

-Mas Tae... -Eu não queria usar a peça, não gostava dela.

-Só experimenta, se não gostar você pode tirar! -O mais alto me puxou pelo cinto e fez com que eu colocasse a roupa.

Me olhei no espelho e me virei um pouco, procurando ver a parte de trás. Não estava tão ruim, eu fiquei até que bonitinho.

-Você está lindo!

-Certeza Tae... -Eu ainda estava meio inseguro.

-Claro que sim, agora deixa eu fazer um penteado nesse seu cabelo.

Sentei-me na cama e esperei que ele trouxesse um spray de cabelo, o maior começou a mexer nos meus fios, tentando ajeitá-los.

-Pronto! Você está perfeito! -Deu um aperto leve em minhas bochechas.

-Obrigado Tae! -Lhe dei um abraço forte.

-Vou indo, tenho que buscar o JK daqui a pouco. Boa sorte com o encontro! -Deixou um beijinho em minha testa.

O acompanhei até a porta do apartamento, vendo-o dar um tchauzinho e logo seguir seu caminho. Adentrei minha casa novamente e fui até a cozinha arrumar a cestinha de piquenique que eu queria levar.

Coloquei uma toalha de mesa, algumas frutas e sanduiches. E apenas fiquei esperando o bolo que eu estava fazendo ficar pronto.

Desenformei o bolo, colocando uma calda em cima e cortando em várias fatias, pois assim seria mais fácil de guardar num tupperware. E por fim, ajeitei tudo na cesta.

Olhei o pequeno relógio digital em meu pulso, vendo que marcava 14:20. Faltavam apenas dez minutos.

Fui checando tudo que eu deveria pegar antes de sair, meu celular, minha listinha, dinheiro, a cesta... É aparentemente peguei tudo. Suspirei confiante e saí do me apartamento, trancando a porta em seguida.

Segui para o elevador e apertei o botão que me levaria ao térreo, estaria esperando por Yoon do lado de fora, pois era uma burocracia enorme para que algum visitante entrasse.

Eu esperei ansioso, batia os pés sem nem ao menos perceber. Ouvi o som de uma buzina e desviei meu olhar para o carro, vendo o senhor Min dentro dele.

Ele realmente veio. Andei apressado até sua direção, abri a porta do carro e lhe lancei um sorriso.

-Entra, pelo jeito está bem preparado! -Disse rindo.

-Licença...  -Entrei e fechei a porta, não demorando a colocar o cinto.

-O que temos aí dentro? -Perguntou enquanto dava partida no carro.

-Bem... tem frutas, sanduíches e um bolo que eu fiz agora a pouco. Não é muita coisa... -Disse ainda meio acanhado.

-Pelo visto nem vamos precisar comprar os salgadinhos. Já vamos direto ao parque! -Sugeriu me olhando assim que parou em um farol.

-Por mim tudo bem.

Nosso caminho foi bem tranquilo, até que conversamos bastante até chegarmos no nosso destino.

-Chegamos! -Disse o mais velho, tirando o cinto e desligando o carro.

Dessa vez eu quem tirou o cinto e abri a porta para que eu saísse. Esperei que o hyung travasse o carro antes de começarmos a caminhar até a entrada do parque.

Hoje estava até que bem calmo, tinha algumas crianças correndo e casais de mãos dadas andando pelo local.

Chegamos num lugar mais afastado, bem em baixo de uma árvore grande que nos daria uma ótima sombra.

Me ajoelhei no chão e peguei a toalha para colocar no chão, tendo a ajuda do Min. O mais velho foi procurar alguma coisa para fazer um peso nas pontas do pano para que ele não voasse.

-Achei! -Disse voltando com três pedras. Colocou-as em cada ponta e a cesta na última.

-O céu está tão bonito! -Comentei olhando para o céu, estava num azul intenso, cheio de nuvens.

-Não tanto quanto você. -Comentou tranquilo, fazendo com que eu virasse um tomate, ele realmente tinha dito que sou bonito?

-A-Aish! -Disse desconcertado.

-Tão vermelhinho! -Riu da minha cara.

-Você quem me deixa assim!

-Eu sei. -Disse na maior naturalidade do mundo -Que tal uma Pink Lemonade? Eu que fiz. -Disse mostrando uma garrafa grande com o suco rosa.

[...]

Me deitei sob a grama, sentindo a brisa me refrescar. Fechei meus olhos e apenas aproveitei. Uma melodia calma tocava na pequena caixinha de som que o Min havia trazido, eu definitivamente amo música.

Yoon havia ido comprar uma pipoca e eu havia ficado aqui para cuidar das nossas coisas. Minha mente estava distraída, ainda não tinha me caído a ficha de que eu realmente estava num encontro com Yoon.

Sinto um selinho ser deixado em meus lábios, fazendo-me praticamente pular pelo susto.

-Quer pipoca? -O Min perguntou, eu ainda estava de olhos arregalados e meu coração estava disparado -O que foi? Quer mais? -Brincou fazendo um biquinho.

Eu queria e muito, não ia perder a oportunidade. Levei meu rosto em sua direção e o beijei, minhas bochechas começaram a esquentar.

O Min começou a corresponder, somente nos separou para deixar a pipoca num lugar que ela não caísse, mas logo em seguida me puxou pelo colarinho e voltou a me beijar, dessa vez usando a língua.

Minhas pernas até fraquejaram. Enlacei meus braços em seu pescoço, enquanto ele levava ambas as mãos para minha cintura, me foçando a deitar.

Nos separamos para respirar, estávamos ofegantes. Meu corpo estava em chamas, sentia como se fosse derreter a qualquer momento. Ele se jogou ao meu lado na grama, provavelmente na esperança que a brisa pudesse nos esfriar um pouco.

A felicidade que eu sentia não podia ser medida, era muita. Eu sorria bobo com a situação que acabara de acontecer.

-Hyung... -Chamei, ouvindo seu “hum” -Eu gosto de você, muito. -Confessei, mas não obtendo nenhuma resposta, me deixando chateado.

-Também gosto de você. -Disse fazendo com que meu sorriso largo se formasse.

Cheguei mais pertinho de si e abracei seu tronco. Ahh... como é bom se apaixonar...


Notas Finais


Obrigado por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...