1. Spirit Fanfics >
  2. Piratas >
  3. Cap 1

História Piratas - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Gente tá aí mais uma história pra vcs, espero que gostem, e se vc conhece alguém que curte piratas me ajudem divulgando...

Capítulo 1 - Cap 1


Fanfic / Fanfiction Piratas - Capítulo 1 - Cap 1

Piratas e corsários

A pirataria É UMA VELHA conhecida do Ocidente. Já no século VIII a.C os gregos a praticavam com certa assiduidade no mar Egeu. Não por acaso, a Odisseia, uma história repleta de aventuras marítimas traz inúmeras menções aos homens que, "cortando as salgas vagas" com suas "embarcações errantes" , emboscavam a saqueavam as mais daqueles que não podiam precindir das vias marítimas para se deslocar ou para transportar suas mercadorias. Eram os "ruins piratas", que infestavam o mar "expondo as vidas para infortúnio e dano de estrangeiros".

Os romanos também conviveram, ao longo de toda existência do seu vasto e poderoso império, com os tais "ruins piratas". Daí os esforços que empreenderam para controlar o mar Mediterrâneo, o Maré Nostrum  [nosso mar], e livrá-lo dos homens que tanto medo levaram às cidades portuária do Império e tanta insegurança geravam entre os que se viam, por dever de ofício ou necessidade, obrigados a navegá-lo. Plutarco narra que durante as Guerras Mitridáticas, no século I a.C. quando a segurança do Mediterrâneo andou descuidada, o número de embarcações piratas que circulavam por lá beirava o milhar, e o número de cidades costeiras atingidas pelo flagelo não era menor que quatrocentos. O problema se agravou com a dissolução do Império romano e, mais ainda, depois das levas de mulçumanos que se instalaram na península Ibérica e a partir do século VIII. Ao norte, entre o Báltico e o canal da Mancha, o problema eram os piratas escandínavos e normandos, bandidos que por séculos levaram o terror às regiões costeiras da Escandinávia, da Germânia , das ilhas britânicas e da França.

Os piratas que povoam essa história, no entanto, não são exatamente iguais a seus antecessores. Há, é verdade, quem diga que se trata de um velho personagem num tempo e num mundo novos, mas não é bem assim. A pirataria dos séculos XVI, XVII e XVIII, a denominada pirataria moderna, nasceu com o descobrimento do Novo Mundo, com o descobrimento da América, na última década do século XV. O inesperado retorno de Colombo do que o navegador ainda acreditava ser Cipango (Japão) desencadeou uma verdadeira corrida pelo controle do Atlântico entre as duas potências marítimas de então, Portugal e Espanha, corrida que levou, em 1494, assinatura do conhecido Tratado de Tordesilhas. O tratado consagrava o princípio do Maré clausom [mar fechado], que garantia a liberdade de circulação pelos mares conhecidos ou a conhecer e a posse sobre as terras aí descobertas ou a descobrir somente aos dois reinos penisulares. Em outras palavras, de modo surpreendente, Portugal e Espanha, ignorando solenimente os demais reinos da Europa, dividiram em partes iguais os oceanos e os mundos aí contidos.

A inesperada partilha, que de certo modo autorizava navegadores lusos e espanhóis, durante suas perambulações pelo Atlântico Sul, pelo Índico e pelo Pacífico, a tomar posse de tudo que encontrassem pela frente em nome de seu rei, não passou desapercebida aos demais reinos da Europa.

A contrário, à medida que o interesse...


Notas Finais


Gente esse foi o primeiro capítulo até mais...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...