História Piratas do Caribe em Busca da Jóia dos Mares - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Piratas do Caribe
Personagens Capitão Jack Sparrow, Elizabeth Swann, Joshamee Gibbs, Personagens Originais, Tia Dalma, William "Will" Turner
Tags Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Romance
Visualizações 7
Palavras 887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


É como dizem...
Nem tudo na vida são flores...
Por isso, as férias em Tortuga acabaram.
Boa leitura!💋

Capítulo 33 - A ilha de Nérites; Wisp voltou;


Fanfic / Fanfiction Piratas do Caribe em Busca da Jóia dos Mares - Capítulo 33 - A ilha de Nérites; Wisp voltou;


Ainda de manhã cedo toda a tripulação voltou ao Pérola Negra junto de Agatha e Jack.

"Poderíamos ter dormido um pouco mais... Ainda estou com sono..."

Agatha bocejou.

"Eu também... Vamos!"

Ana Maria gritou.

(Ela não vai na viagem mais está ajudando... Isso que é parceira!)

"E lá vamos nós de novo! Buscar mais um pedaço da jóia dos mares!"

Agatha se reclamou.

"Boa sorte Agatha."

Ana Maria se despediu.

Depois de tudo estar pronto, o Pérola Negra partiu e se distanciou até sumir no horizonte.


Dias depois...

Agatha estava deitada na rede de Jack na cabine.

"Isso não acaba nunca?"

Ela perguntou.

"Isso o que anjinha?"

Jack estava analisando a rota que os levaria até o pedaço de Nérites.

"O caminho até a próxima ilha... Parece que não acaba nunca! Estamos navegando a dias e nem sinal da ilha de Nérites..."

Tia Dalma entrou na cabine.

"Até quando você vai ficar aí sentadinho enquanto poderiamos muito bem estar analisando o mapa que Agatha achou?"

Ela estava revoltada.

"Quando acharmos a ilha de Nérites e conseguirmos o próximo pedaço da jóia dos mares,..."

"Você não entendeu o tamanho da urgência não é?"

Tia Dalma disse com uma mão na cintura e outra na testa.

"Por que urgência?"

Jack ficou curioso.

"Tudo tem seu tempo... Agora, Agatha, olhe e veja se encontra uma rota mais rápida até o pedaço de Nérites."

Agatha se levantou e foi olhar o caderno.

"Pelo oeste são dois dias a menos de viagem..."

Ela concluiu após alguns minutos.

"Ótimo. Jack, você deve seguir essa rota."

Tia Dalma explicou pacientemente, mesmo que ela própria estivesse numa pilha de nervos.

"O que houve? Por que está assim tão aflita?"

Agatha preocupou se.

"Nada,... Nada demais."

Tia Dalma tranquilizou Agatha.

Agatha suspirou. Ela sabia que tia Dalma escondia algo. E não parecia ser uma coisa boa.

Agatha se retirou e ficou no convés.

Já passavam de sete da noite, a lua cheia brilhava no céu como prata, e as estrelas também.

Uma brisa fresca balançava as velas, e essa mesma brisa esvoaçava os cabelos de Agatha.

Ela fechou os olhos e sorriu ao imaginar seus filhos no futuro.

O vento começou a ficar mais forte e nuvens negras encobriram a lua e as lindas estrelas.

"Uma tempestade se aproxima!"

Um homem gritou a plenos pulmões.

Jack saiu da cabine e assumiu o timão. Gibbs dava ordens para recolherem as velas enquanto que Agatha voltou pra cabine.

"O que está havendo?"

Agatha bateu com as mãos na mesa revoltada.

"Eu sugiro que você se acalme. E explique direito. Como assim o que está havendo?"

Tia Dalma se alterou.

"Certo, desculpe... Eu só,... Eu quero entender o que está havendo, você parece estar escondendo algo de nós..."

Agatha falou bem mais calma.

"Se eu pudesse contar, eu não estaria escondendo..."

Tia Dalma disse com pena no olhar.

"Uma pista,... Uma pista serve."

Agatha pediu.

Tia Dalma suspirou.

"Está bem..."

Ela parou e pensou em como dizer o que sabia sem dizer exatamente o que era.

(Você entendeu o que eu quiz dizer.)

"A maior das alegrias, mais na hora errada."

Tia Dalma disse após um minuto em silêncio. Depois saiu da cabine deixando Agatha sozinha e confusa.

"A maior das alegrias? Na hora errada?"

Agatha perguntou pra si.

Cerca de meia hora depois, Jack entrou na cabine e se deitou ao lado dela.

"Você está bem anjinha? Parece preocupada..."

Jack a olhou por breves instantes.

"A maior das alegrias, mais na hora errada... O que isso quer dizer?"

Agatha nem ouviu a pergunta de Jack. Apenas pensava no que tinha ouvido de tia Dalma.

"Não se preocupe com isso agora está bom? Uma hora ou outra vamos saber..."

Ele beijou o pescoço dela, afastou o cabelo dela de perto da orelha e sussurrou algo.

"Eu iria adorar..."

Agatha sorriu e o beijou.

*****

O navio amanheceu perto da praia de uma grande ilha deserta. Ele foi ancorado ali durante a tempestade e agora flutuava suavemente sobre as águas do mar calmo.

"Bom dia Jack."

Agatha disse sonolenta abraçando o pirata.

"Bom dia meu amor."

Ele acariciou o rosto dela.

Gibbs abriu a porta desesperado.

"Gibbs!"

Agatha revirou os olhos e bufou.

"O que?"

Jack perguntou meio impaciente.

"É um monstro... Os marujos temem que seja o guardião do pedaço de Nérites..."

Gibbs disse nervoso.

A questão é que eles de fato haviam ancorado na ilha de Nérites sem nem perceber.

Agora uma criatura de sessenta metros, semelhante a um dragão, que tinha leves tons esverdeados pelas escamas ao longo do corpo, um par enorme de chifes e asas negras como as trevas, rugia para o navio.

E montada nessa criatura, a chata da Wisp ostentava um sorriso de vitória no rosto.

As marcas dos tiros não estavam mais sobre a pele de Wisp.

"Acharam mesmo que iam se livrar de mim assim tão fácil? Pois se enganaram e agora vão pagar pelo que fizeram. Vocês não vão levar o pedaço de Nérites!"

Ela gritou com uma voz monstruosa. Sendo acompanhada pelos rugidos de seu novo bichinho de estimação.

"Isso é o que nós vamos ver!"

Agatha sussurrou pra si pegando sua espada.

(A Wisp não podia,... Sem lá, deixar eles pegarem o pedaço de Nérites? Mais que mulherzinha implicante!)

A fera arremessou Agatha na direção das árvores e parte da tripulação caiu na água.

Wisp estava se divertindo com aquilo.

"Agatha!"

Will jogou a espada de Agatha perto dela.

Ela juntou a espada e desferiu um golpe na pata do monstro.

Seu sangue roxo começou a jorrar na areia. Ele mancou e urrou o mais alto que pode.

Agatha desviou de mais um ataque do monstro.

(Eu poderia jurar que era um dragão,... Mais é grande demais pra ser um... Aonde a Wisp arranjou esse troço?)

Wisp estava putassa da vida porque não conseguiu fazer nada contra Agatha. Além de um arranhãozinho na bochecha graças ao bichinho de estimação dela.



Notas Finais


Capítulo curto.
Eu sei...
Já sabem o que é que a tia Dalma tá escondendo?
Até o próximo capítulo!💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...