1. Spirit Fanfics >
  2. Planned wedding.-Thiam. >
  3. Capítulo dois.

História Planned wedding.-Thiam. - Capítulo 2


Escrita por: SrtaPosey_

Capítulo 2 - Capítulo dois.


Fanfic / Fanfiction Planned wedding.-Thiam. - Capítulo 2 - Capítulo dois.


Liam:


De manhã cedo eu me levantei, tomei um banho na banheira e fui pro meu closet, olhando as várias peças de roupas que eu tinha ali, e acabei optando por usar uma blusa branca e uma saia pregueada rosa com dois detalhes em preto, coloquei um tênis branco com alguns detalhes em dourado, arrumei meu cabelo, passei meu perfume e então saí de meu quarto.

Finalmente era sexta-feira, eu estava ansioso e muito animado para ver o Theodore, acho que essa ideia de casamento não vai ser tão ruim assim.

Passei o café da manhã inteiro pensando nele, e no passeio que íamos dar no jardim.

As horas pareciam passar devagar, mas finalmente havia chegado a hora e então fiquei na sala de estar, assistindo desenho enquanto o moreno não chegava; Ele estava alguns minutos atrasado.

-Sr. Dunbar.-Melissa sorriu ao entrar na sala de estar.-O Sr. Raeken chegou.-avisou.

-Obrigado por avisar.-digo sorrindo e passando por ela, indo até a entrada.

-Oi Liam.-o moreno sorriu.

-Oi Theodore.-sorri o abraçando.-Vamos pro Jardim? Quero te mostrar um lugar.-digo animado.

-Claro.-ele murmurou me acompanhando pra fora da mansão.


Caminhamos por uma estradinha de pedras enquanto conversávamos sobre diversas coisas, riamos juntos e nos olhávamos nos olhos mas não durava muito pois eu acabava ficando sem jeito e desviava o olhar.

-Eu amo esse jardim.-digo olhando as flores de cor rosa.-São tão delicadas.-sussurrei enquanto passava as pontas dos dedos nas flores.

-Elas são lindas.-Theodore disse me olhando, com um sorriso bobo nos cantos dos lábios.

-Eu podia ficar horas e horas aqui, apenas as olhando, as admirando.-digo sorrindo bobo.-Mas e você?-perguntei o vendo erguer uma sobrancelha.-Tem algo ou alguém que poderia ficar olhando por horas sem cansar?-perguntei o olhando nos olhos.

-Tem alguém sim.-ele disse sorrindo.-Mas por enquanto prefiro deixar isso em secreto.-disse me fazendo soltar um riso baixo e curto.

-Ok...vem, eu quero te mostrar a pequena fonte que tem aqui.-digo o puxando pela mão; Sua mão era macia e quente, o que me fez sorrir.

Quando chegamos próximo a pequena fonte, me sentei na grama macia e puxei o moreno para que ele se sentasse ao meu lado.

-Aqui é lindo.-Theodore disse sorrindo minimamente.

-É, geralmente venho aqui quando quero me afastar do mundo, sabe? Das pessoas...basicamente de tudo.-digo sorrindo fraco, enquanto brincava na água com as pontas dos dedos, a agitando.

-Entendo, eu tinha o costume de sair de madrugada.-o moreno contou.-Sabe, pegar meu skate ou andar mesmo, colocar fones de ouvidos e sair na madrugada, sem ter pra onde ir, apenas...andar.-disse olhando em volta.

-Parece legal.-digo sorrindo animado com a ideia.

-É bem legal.-disse sorrindo.

-Espera, sabe andar de skate?-perguntei curioso.

-Sei sim, desde os meus oito anos.-contou sorrindo de lado.-Quer aprender?-perguntou me olhando nos olhos.

-Claro, quero sim.-digo aumentando meu sorriso mais ainda.

-Podemos começar quando você quiser.-disse soltando um riso por minha empolgação com o assunto e a ideia.

-Que tal nos finais de semana?-perguntei o vendo assentir.-Combinado então.-digo sorrindo e suspirando; Ia ser divertido.


[...]

Maldita ideia. Já havia caído umas cinco vezes, meus joelhos estavam todos machucados.

-Quer dar uma pausa?-Theodore perguntou com um sorriso fraco.

-Não, vamos continuar.-digo me levantando e pegando o skate e o colocando sobre o chão.

O moreno assentiu, se aproximando e então com a ponta do pé, o moreno segurou o skate e me deu suas mãos, assim que subi em cima do skate e percebi que ele ia tirar o pé que segurava o skate, me agarrei nele.

-Calma, não precisa ter medo.-disse sorrindo.-Não vou soltar.-o moreno murmurou; Assenti, engolindo em seco e então com a ajuda dele, o skate começou a andar bem devagar.

-Pode soltar.-digo o vendo assentir, e assim que ele soltou...outro tombo.-Acho que isso não é pra mim.-digo ‘sentado no chão.

Theodore riu baixinho se aproximando, mas percebi que ele não olhava pra mim e então percebi o porque, fechei minhas pernas que acabaram abrindo quando cai sentado no chão, puxei a saia, cobrindo minhas coxas.

-Vem, chega por hoje.-disse me dando sua mão, me ajudando a levantar; Um verdadeiro cavalheiro.-Precisamos limpar e cuidar disso.-disse então desviei meu olhar pros meus joelhos, estavam machucados e até saia um pouco de sangue.

»»»


-Achei esses band aid.-o moreno disse saindo do banheiro do meu quarto, com uma caixinha de band aid que reconheci ser de Toy Story.

-Perfeito.-resmunguei o vendo sorrir e se ajoelhar diante de meus pés, e então o moreno colocou os band aid em meus joelhos, que ele já havia cuidado.-Obrigado.-agradeci sorrindo.

-De nada, meu doce.-ele murmurou me fazendo arregalar os olhos, mas logo disfarcei.-Tudo bem?-perguntou franzindo o cenho.

-Claro, tudo ótimo.-digo com o coração acelerado, sorrindo nervoso.

-Ok, então.-Theodore riu, se levantando e se sentando ao meu lado, na cama.-Olha, eu preciso ir agora, meu pai quer conversar sobre algumas coisas haver com as empresas.-o moreno disse após olhar em seu celular que apitava.

-Certo, até mais.-digo o vendo se levantar da cama e se abaixar, deixando um beijo no canto da minha boca.

-Até.-ele sorriu saindo do meu quarto.

Cruzei minhas pernas, sorrindo feito bobo e então minha irmã entrou correndo em meu quarto, se jogando em cima de mim.

-Mas o que é isso?-perguntei confuso.

-Parrish!-ela disse sorrindo animada.

-O que tem o cachorrinho?-perguntei a vendo ficar séria.-Estou te zoando! Vai, me conta.-pedi a vendo voltar a sorrir, se sentando na cama.

-Ele me convidou pra sair e eu acho que ele vai fazer o pedido.-contou empolgada.

-Ei, não se empolgue e não se iluda.-digo a vendo fazer uma cara de ofendida.-Ah, qual é Lyds, a última vez foi a mesma coisa.-digo revirando os olhos.

-Mas desta vez eu estou certa.-disse sorrindo convencida.-Preciso da sua ajuda nisso, não sei qual roupa usar.-disse, ansiosa.

-Vão se encontrar às sete?-perguntei a vendo assentir.-Certo.-murmurei me levantando da cama.-Temos quatro horas.-digo sorrindo.


[...]

Theo:


Assim que saí do banho enrolei uma toalha em volta de minha cintura, fui até meu closet, mas então ouvi meu celular tocando, voltei pro quarto e o peguei de cima da cama, vendo que a ligação era do meu irmão.

-Fala irmão.-digo ao atender a ligação.

-Eu vou te matar.-ele disse bravo.

-Nem um oi irmão, que saudades?-perguntei sorrindo e indo até o closet.

-Nem vem com gracinhas, eu não estou pra elas. Eu juro que vou te matar, Theo!-disse em um tom de voz nada agradável.

-Porque diz isso, irmão?-perguntei ainda sorrindo de lado enquanto escolhia uma camisa.

-Quando disse que vinha pra Dubai, só pra curtir eu pensei que era só pra curtir! Cara, tem umas cinco meninas atrás de mim porque elas acham que eu sou você!-disse bravo.

-Elas são legais.-digo rindo da situação que o coloquei.

-Legais?! Elas não largam do meu pé, ficam quase o dia todo me incomodando, parecem fãs loucas!-disse irritado, pude ouvir pessoas falando no fundo.

-Que pena, mas olha maninho, eu preciso desligar.-digo e antes que ele falasse algo a mais, desliguei.

Já tinha bastante coisa pra pensar, pensar em Liam e as coisas que teria que assumir daqui pra frente, por exemplo, as empresas do meu pai. Assim que terminei de me vestir, me joguei em minha cama e liguei a tv, indo direto pra Netflix mas então o som de notificação do meu celular, chamou minha atenção novamente. Era o Liam.


~Meu Doce.


-Obrigado pelo presente, eu amei.-L.


-Fico feliz que tenha gostado, meu doce.-T.


Fico aliviado que ele tenha gostado do presente, já que passei quase uma hora decidindo quais flores comprar, mas no fim acabei escolhendo uma caixa redonda com rosas dentro, eram lindas.



≈≈Quatro semanas depois:


Estava dormindo tão calmamente, o sonho que estava tendo era perfeito, mas então senti um peso em cima das minhas costas, me fazendo voltar pra realidade e assim que abri meus olhos e me virei, ficando de barriga pra cima, vi o Prince.

-Bom dia, Prince.-sorri o acariciando; Em resposta, ele latiu e lambeu minha mão.

-Sr. Dunbar.-ouvi Melissa entrando no quarto.-Bom dia.-ela sorriu vendo Prince em cima da minha cama.

-Bom dia, Mel.-sorri me sentando na cama.

-O café da manhã está na mesa, e o Sr. Raeken está aqui.-ela avisou, me lembrando que eu e ele havíamos planejado o dia de hoje para ficarmos juntos.

-Estou atrasado.-me levantei rápido da cama, indo pro meu banheiro do quarto.

Tomei um banho rápido e me arrumei, vesti uma saia pregueada xadrez e meias calças ⅝ totalmente pretas e uma camisa preta de uma banda, calcei meus tênis pretos e passei perfume, arrumei meu cabelo e por fim, passei um gloss labial de cereja e saí do quarto, sorrindo ansioso pelo nosso passeio de hoje.

Quando cheguei na sala de jantar, apenas vi minha mãe e o Theodore ali, os dois conversavam mas pararam assim que notaram minha presença.

-Bom dia.-digo sorrindo, percebi Theodore encarando minhas coxas.

-Ah, bom dia.-ele sorriu, desviando o olhar para meus olhos.

-Bom dia filho.-minha mãe disse terminando de tomar seu suco de laranja.-Eu vou indo pro meu consultório, tenham um bom dia de passeio.-a ruiva disse passando por mim e deixando um beijo em minha bochecha.

-Até, mamãe.-sorri me sentando ao lado do Theodore.

-Animado pra hoje?-o moreno perguntou e eu assenti sorrindo, realmente animado para passar um tempo sozinho com ele.



≈To Be Continued...


Notas Finais


_💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...