História Plano Alfabeto - Taegi - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Alunoxprofessor, Bottom!yoongi, Comedia, Fluffly, Hopekook, Hopeminkook, Jihope, Jikook, Jinkook, Moana, Mpreg, Namjin, Suga, Suga!bottom, Suga!uke, Sugav, Taegi, Taehyung!seme, Taehyung!top, Texting, Top!taehyung, V!seme, Vsuga, Vtop, Yaoi, Yoongi!bottom, Yoongi!uke
Visualizações 1.321
Palavras 1.571
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - Plano V


Fanfic / Fanfiction Plano Alfabeto - Taegi - Capítulo 22 - Plano V

Jimin suspirou, sentindo a cabeça doer somente de olhar aquele papel. Mordeu os lábios, pensando seriamente se deveria ir ou não, fechou os olhos e falou consigo mesmo:

 

 

– É meu sonho, é o que eu quero.

 

– O que você quer?

 

A voz de Hoseok soou pelo quarto, fazendo o menor se assustar e derrubar a folha.

 

– Que porra, Hoseok? Avisa antes de entrar!

 

O Jung caminhou até o papel, pegando-o. O Park segurou a respiração temendo sua reação.

 

– Você vai para Hollywood?

 

– O quê? Não! Quer dizer…

 

– Me conte tudo! – Hoseok falou. – E não esconda nada!

 

 

– Hoseok.. Eu quero fazer uma faculdade em Hollywood, mas não sei se passarei na prova.

 

– Kook sabe?

 

– Você me conhece. – Sorriu sem graça. – Eu quase nunca conto nada para vocês.

 

– Eu quero te bater, – Suspirou, olhando nos olhos do pequeno namorado. – mas não posso fazer nada, se esse é seu sonho.

 

– Hobi, você sabe que esse é o último ano do Jungkook, não? E também você consegue entrar em uma faculdade de dança fácil!

 

– O que eu não faço por você, bolinho de arroz? – Sorriu, completamente derrotado.

 

 

...

 

 

 

– Você sabe estamos quase no final do ano… – Taehyung disse, vendo o namorado assentir, enquanto o mesmo estava com a cabeça deitada no colo do mais velho. – E que isso significa que daqui a pouco a faculdade acaba, junto do ano, não?

 

– Eu sei.

 

– Então por quê não está levando seus estudos a sério novamente?

 

– Porque é chato.. – Resmungou, manhoso, fechando os olhos. O Kim encarou Yoongi, indignado e logo tratou de dar um puxão em sua orelha. – Caralho, Taehyung!

 

– Que cara de pau! Acha que pode falar esse tipo de coisa na frente do seu professor? – Viu o pálido fazer bico, emburrado. – E tira esse bico da cara! Vai lá pegar suas coisas e vamos estudar.

 

– Pensei que tivesse me chamado para podermos namorar.

 

– Sinto muito, bebê, mas não quero ter um futuro com um preguiçoso.

 

– O que disse? – Yoongi se levantou rapidamente, com as bochechas vermelhas.

 

– Vamos estudar?

 

– Antes disso.

 

– Vai lá pegar suas coisas.

 

– Taehyung! – Viu o sorriso ladino no maior, bufando, então logo tratou de ir buscar suas coisas.

 

 

O Min resmungava coisas, a procura de sua mochila. Sabia que Taehyung havia o chamado apenas para estudar, porém queria a atenção e o carinho do mesmo. Quando voltou para a sala, o mesmo se arrumava apressadamente, fazendo o moreno franzir o cenho.

 

 

– Onde pensa que está indo?

 

– Me chamaram para uma reunião de emergência. – Falou, vestindo seu casaco, logo em seguida colocar as luvas. – Pode cuidar da casa? Vai ser rápido.

 

– Certo…

 

Taehyung se aproximou do Min, beijando sua testa.

 

– Até depois, douze. – Sorriu após pronunciar a última palavra francesa, bagunçando os fios negros do branquelo.

 

– Se cuide. – Falou baixinho, vendo o mais velho sair pela porta.

 

Ficou em silêncio alguns segundo, respirou fundo. Sentou no sofá, vendo a televisão – agora desligada –.

 

– Eu tô sozinho.

 

 

Falou baixinho, ouvindo o silêncio em resposta. Caminhou até a geladeira, abrindo e retirando uma caixa de leite. Destampou o mesmo, e bebeu o líquido branco pelo bico mesmo, ficando um bigodinho de leite.

 

Abriu um sorriso, limpando a sujeira, e logo tratou de sair saltitando pela casa. Pulou, rodopiou, mas faltou o principal:

 

Música alta.

 

Ligou a TV, colocando no youtube.

 

 

— Vou ensinar o que é cultura para esse povo. – Colocou o volume no máximo, abraçando o próprio corpo e começando a valsear pela sala. – I’m sorry, I’m sorry, I’m sorry my brother, sumgyeodo gamchwodo jiwojiji anheo. – Enrolou-se na cortina enorme, fazendo uma careta de mistério. – Are you calling me a sinner? – Engrossou a voz, gargalhando em seguida. Pulou no sofá, usando o controle como microfone. – I’m sorry, I’m sorry, I’m sorry my sister, sumgyeodo gamchwodo jiwojiji anheo… – Tossiu um pouco, somente para preparar a voz para o falsete. – So cry…. Please dry my eyes, wooh! – A voz do cantor ecoou pela casa, fazendo Yoongi dar um gritinho animado. – Eu amo essa música, V me come!

 

A campainha da casa tocou, fazendo o menor levar um susto, e por conseguinte abaixar rapidamente o volume da televisão e correr para a porta. Respirou fundo, envergonhado e logo abrindo a mesma, dando de cara com um Namjoon todo atrapalhado com Taegeuk no colo.

 

– Yoongi? Sabia que estaria aqui. – Falou, já colocando a pequena no chão, entregando uma mochilinha rosa com desenho de princesas fajutas. – Preciso que cuide da Geuk, sabe da reunião que apareceu do nada? Aquele diretor é um filho da… – Respirou fundo, lembrando da presença da sua filha. – Por favor, cuide dela até voltarmos, okay? Muito obrigado. – Nem esperou a resposta do Yoongi, saiu correndo, em direção ao carro.

 

Fechou a porta, boquiaberto, vendo a morena sentadinha no sofá, segurando uma boneca.

 

– Como vai, Taegeuk?

 

– Yoonie, o que vamos fazer hoje?

 

– Não é óbvio? Aproveitar o fato de estarmos com a casa toda, durante o dia todo. – Sorriu. – Vamos comer algo.

 

– Então, podemos pegar os biscoitos que ficam em cima da geladeira?

 

– Até não sobrar nada.

 

Aproveitando o fato da pequena estar distraída, pegou o celular, rapidamente ligando para Jimin e Hoseok, afinal, queria aproveitar com eles.

 

A aventura na cozinha, acabou por Taegeuk derrubar um pacote de farinha em ambos, afinal, a menor havia aparentemente o mesmo problema que Namjoon: Eram estabanados. No final, Yoongi deu um banho na pequena, convencendo-a que usar roupa íntima e uma camisa de seu pai, seria a melhor roupa para aproveitar o dia.

 

 

Ficou daquele jeito mesmo, Taegeuk com uma camisa enorme de seu pai, escrito com palavras que Yoongi não conseguiu identificar, mas sabia que uma dela eram “On Stage Epilogue”. Já o pálido pegou a camisa social branca, abrindo uns três botões, enquanto vestia sua calça moletom confortável.

 

Quando perceberam, já estavam os três amigos, sentados no sofá, com a pequena no colo do moreno.

 

– E agora? – Geuk perguntou.

 

– Vamos dançar. – Jimin respondeu, encarando Yoongi. Bastou apenas uma rápida troca de olhares e já sabiam qual a música. – Eu sou a Ariana Grande!

 

– Eu sou a diva Minaj, e aliás, Chimchim, você nem é grande. – Hoseok respondeu, rindo, logo tendo o braço estapeado pelo namorado.

 

– Então eu sou a Jessie. – Concluiu, colocando na canção. Taegeuk, tadinha, mal sabia o que fazer. – Aprenda conosco, okay?

 

Jimin subiu em cima do sofá, dançando conforme o ritmo da música, Hoseok batendo palmas seguindo, enquanto Yoongi levantava, segurando as mãos da crianças.

 

She got a body like an hourglass, but I can give it to you all the time! – Cantou, desafinado, rebolando até o chão, enquanto o Jung assobiava. – She got a bootie like a cadillac, but I can send you into overdrive! Vamos lá, garota, não tenha vergonha!

 

Bang, bang into the room, I know you want it, bang, bang all over you. – Jimin se juntou a gritaria, mexendo os braços numa dança. Taegeuk soltou os cabelos que estavam presos numa maria chiquinha, balançando eles.

 

She might've let you hold her hand in school, but I'mma show you how to graduate. No, I don't need to hear you talk the talk, just come and show me what your momma gave! – O de cabelos cinza cantou, com a voz fina ecoando pela casa, balançando os quadris, e logo a Kim imitou ele, dançando juntos.

 

Hoseok tomou o controle de Yoongi, andando – entende-se: desfilando. – pela sala, com o queixo erguido, respirou fundo e logo começou:

 

It’s myx moscato, It’s frizz in a bottle, It’s nicki full throttle, It’s oh, oh – Caiu na gargalhada, perdendo-se um pouco no rap. – Go, batman robbin' it, bang, bang, cockin' it, queen nicki dominant, prominent. Vai sua linda! Não me arrasa não! – Deu um gritinho, segurando a mão da morena, levantando-a e jogando pro alto, enquanto a mesma gargalhava feliz.

 

Yoongi roubou o “microfone”, pulando pela sala, animado.

 

B to the a to the n to the g to the uh, B to the a to the n to the g to the hey!

 

 

A garota se jogou no sofá, com os cabelos bagunçados e ofegante de tanto dançar, porém, estava contente.

 

 

 

 

As gotas da torneira pingavam, fazendo o barulho ecoar pelo banheiro. Na ponta da banheira estava a criança, brincando com seu patinho de borracha. Yoongi estava do outro lado, com os cabelos molhados e grudados no rosto, e pelo bom senso, usando sua cueca, apesar de ser cem porcento gay.

 

– Geuk. – Falou baixinho, vendo a menina lhe encarar. – Gostou de brincar com Yoonie?

 

– Sim, eu adorei! – Falou. – E sabe, Yoonie, eu contei sobre seu segredo para meus amigos, e sabe o que mais? Eles falaram que você era de mais, e aqueles garotos pararam de me incomodar.

 

– Fico feliz, pequena. – Sorriu, acariciando o cabelo da menina, e pela primeira vez, soube como era a sensação de ser pai.

 

– Taegeuk, o que você faria se seu pai ficasse junto de outra pessoa que não fosse seu Appa Nam?

 

A Kim encarou Yoongi, com os olhos negros profundos, parecendo pensar. Ela apenas abaixou a cabeça, chegando a conclusão.

 

– Eu não iria ficar feliz. – Yoongi arregalou os olhos, mordendo os lábios receoso.

 

– Por quê?

 

– Porque eu acho que Appa Tae e o Appa Nam, ainda vão voltar, então eu vou fazer igual naquele filme de princesa que vi, vou pedir por isso para as estrelinhas, vai que elas me ouvem?

 

E Yoongi desejou não ter falado isso, apenas fechou os olhos, sentindo vontade de enfiar um sabonete na boca somente para limpar a merda que tinha dito.


Notas Finais


AAAAAA

550
MEU CU
PQP
AAAAA

Eu n tenho muito oq falar, só duas coisas:

Amo vocês

O segundo conto no final

Seguinte, meus amores. A primeira referência foi do MV Gashina da Sunmi, puta música boa
Depois foi a camisa q a geuk usou, já Bts tmb usou em seus shows, acho q vocês conhecem ela :v

A música q o yoongi, Jimin e Hoseok cantaram foi bang bang, da Jessie j, ariana grande e nicki minaj
Eu tava doida caçando uma música pra por no cap e apareceu essa maravilha nos meus recomendados ksfksnd

A ultima frase do cap foi inspirado em soup da Melanie diva Martínez

Cry baby presente

Não tenham ódio da Taegeuk <3


AGORA A NOTÍCIA
PAPAPAPPAAAAM

SABEM QUE A FANFIC VAI ATÉ OS 26 CAPS, N?

ENTÃO
VOCÊS VOTAM PARA DECIDIR SE ELA CONTINUA OU N, PQ SOU MEGA INDECISA AJAJS

https://strawpoll.com/27r76yw1


Espero que tenham gostado <3
Beijão, meus amores


Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=qza7qKdbi_E

LINK DO GRUPO

https://chat.whatsapp.com/B3qO3mhgIHCDSfKg8uLRbd


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...