1. Spirit Fanfics >
  2. Plano Olho da Lua (Obito). >
  3. Capítulo 4 - VOU TE MOSTRAR A MÃOZINHA DE PRINCESA!

História Plano Olho da Lua (Obito). - Capítulo 5


Escrita por: katsuyi-chan

Notas do Autor


Noite! Desculpem os dois dia que passei sem postar nada, estava morrendo de dor de cabeça e com umas crises, mas já estou melhor!

Boa leitura e desculpem qualquer erro!

Capítulo 5 - Capítulo 4 - VOU TE MOSTRAR A MÃOZINHA DE PRINCESA!


...Eu te Amo...


-Me desculpa... Eu quase fiz você passar pelo que estou passando... Eu sinto muito mesmo. 


-C-Como assim "pelo o que está passando"? - ele separa o abraço e olha pro meu rosto.


-Ah... Você não sabe? Meus pais... eles morreram a dois meses... - lágrimas escorreram pelo meu rosto e Gaara arregalou os olhos. -  está difícil... e eu quase fiz você passar pelo que estou passando... - Já estava soluçando de tanto chorar, meus olhos doíam. - Me desculpe... Me desculpe... Eu sinto muito mesmo... - me jogo em seus braços me apoiando em seu peito, aperto suas roupas com minhas mãos com toda a minha força, para descontar minhas mágoas. - Por favor, me perdoe... - estava sentindo uma dor insuportável em meu peito, não consegui conter meus gritos de sofrimento.


Gaara on


'Ela está sofrendo tanto... Não tem nada que posso fazer para ajudá-la além de fazer companhia... Me desculpe, Emi, queria poder fazer mais por você.' - Tudo bem... Pode chorar. Bote tudo para fora, Emi... - Eu a abraço e encosto minha cabeça na sua, que estava deitada em meu peito. 'Chorar vai fazer bem para você, mesmo que ouvir seus gritos me doam muito. Ta tudo bem chorar, você é um ser humano, tem sentimentos. Só prometa que não vai deixar essa dor te consumir, que não vai surtar e fazer alguma loucura. Por favor, só me prometa isso.' - Estou aqui... Ta tudo bem...


(...)


Se passou alguns minutos, Emi ja tinha se acalmado, mas ainda estávamos abraçados. -Melhorou?


-Sim... - ela desfaz o abraço e olha para minha blusa. - Me desculpa, sua blusa está toda suja de lágrimas e de... Meleca... - Ela ri enquanto esfrega a manga de sua blusa na minha para limpar. Isso me fez rir.


-Tudo bem, não tem problema. Eu já ia por pra lavar mesmo. - Rio e ela ri de volta, mas logo vira o rosto olhando para o chão. - Ei, ei, ei! Olha pra mim. - seguro seu queixo fazendo-a olhar pra mim - Repete comigo: Está tudo bem.


-Está tudo bem.


-Obrigado... - ainda segurando se queixo, aproximo nossos lábios iniciando um beijo, que terminou rápido. Ao separar nossos rosto, vejo seus olhos arregalados. - Emi? Tudo bem?


-A-A senhora Tsunade! - ela começa a tirar a coberta de cima de si e se prepara para levantar. - Ela vai ficar preocupada! - começa a se levantar.


Impeço ela de se levantar segurando seus ombros de leve, para não machucar ainda mais seu corte - Eu mandei um pássaro avisando sobre você, está tudo bem. Fique e descanse.


-A-Ah... está bem. Obrigada... - ela da um sorriso meigo e eu retribuo sorrindo também.


Gaara off / Emi on


Ficamos um tempo conversando, até que pergunto sobre o homem que me atacou, Gaara me disse que ninjas da areia foram até o local que fui atacada e não viram nada além do meu sangue espalhado pelo chão. A única coisa que imaginamos é que a pessoa que me salvou acabou com ele. Além de a pessoa me salvar, ela também sumiu com aquele homem... O quão forte essa pessoa é?


Quebra-de-tempo / 3 dias depois


Faz três dias desde do incidente, finalmente vou receber alta, já estava cansada deste lugar. Era cedo, então estava tentando dormir de novo, mas ouço alguém abrindo a porta.


-Oi, Emi!


-K-Kankuro?! OI! Quanto tempo!

 

-Sim, eu estava em uma missão. Mas, e então? Como você está? Está melhor?


-Então você sabe... - ponho a mão na nuca e sorrio envergonhada - estou bem, melhor. E você, como está?


-Bem, estou bem! Sabe, eu- ele é interrompido pela enfermeira abrindo a porta.


-Com licença! Oi, Kankuro! Emi, você poderá sair daqui hoje, só precisa assinar aqui. - eu assino o papel e a enfermeira sai da sala, me deixando sozinha com Kankuro novamente.


-Então... O que ia falar?


-Eu só ia dizer que... senti sua falta. Sabe, faz tempo desde a última vez que você veio.


-É... Tive alguns probleminhas, me desculpe! - 'Maldito assunto' - Senti sua falta também! Fiquei meio triste quando cheguei e vi que você não estava.


-É mesmo? - ele ri envergonhado e eu retribuo com um sorriso doce.


-Bom... acho que vou arrumar minhas coisas para ir embora.


-O quê? Você recebeu alta, mas ainda não está totalmente recuperada. Fique em um hotel aqui até descansar melhor.


-Hm, você tem razão. Vou me arrumar para sair daqui, então. - Olho para ele e ele olha para mim, ficamos alguns segundos em silêncio e faço cara de interrogação. - Pode me dar licença, por favor?


-A-Ah, claro! Vou ver meu irmão, caso precise, estaremos no lugar de sempre!


-Claro! - Ele sai do quarto e eu me arrumo e arrumo minhas coisas. Minha dor já tinha melhorado quase 100%. Não sabia muito o que fazer, então fui encontrar Gaara e Kankuro. No caminho, fiquei pensando sobre aquilo que Kankuro fez voltar em minha cabeça...


Flashback on


Faz duas semanas desde que meus pais saíram em missão... Eu sei que são fortes, são muito fortes, mas é a Akatsuki... Eles são ninjas muito fortes e perigosos... eu já vi com meus próprios olhos, quando mataram Gaara. Aquela loirinha maldita e aquele corcunda esquisito, que na verdade era um ruivinho bem bonitinho até... (Autora: mais pra frente explicarei qual foi o papel de Emi na morte de Gaara.) Fui chamada para ir na sala da senhora Tsunade hoje à tarde, acho que irei em uma missão com meu time.


Já está na hora de ir ver a Sra. Tsunade, me arrumo e vou até o edifício dos Hokages. Bato na porta e ouço sua voz dizendo para mim entrar, assim faço. 'Meu time não está aqui. Por que será que ela me chamou, então?' - Boa tarde, Sra. Tsunade! Precisa de mim para algo?


-Boa tarde, Emi... Bom, não exatamente. Seus pais saíram em uma missão para encontrar informações sobre a Akatsuki a duas semanas...


-Sim... ELES VOLTARAM? - Abro um grande sorriso, mas logo a vejo desviar o olhar para o chão e arquear as sobrancelhas.- S-Sra. Tsunade? - falo num tom de voz preocupado e assustado.


-Eles foram atacados por dois integrantes da Akatsuki... ambos não resistiram... Sinto muito, Emi. - Fiquei sem reação, a única coisa que aconteceu foi as lágrimas caindo descontroladamente de meus olhos.


-Co-Como assim... "não resistiram"? Eles estão... mortos...?


-Eu sinto muito mesmo, Emi... Eles conseguiram fugir, mas disseram que estavam muito machucados e que não iriam resistir, escreveram isso num bilhete mandado pelo pássaro que acompanhava eles. Junto mandaram sua localização e um bilhete para você. Aqui, leia... - ela me entrega um bilhete meio sujo.


"Emi Aikyo, nome bonito, não? Era da sua avó... Se você está lendo isto, então eu e seu pai estamos mortos, sinto muito, não queria que fosse assim... - ao ver essas palavras, um rio de lágrimas desceu pelo meu rosto - ... Queria que fosse diferente, filhinha, queria poder te ver... Nós queríamos. Mas, mesmo mortos, eu e seu pai amámos muito você, vamos continuar te vendo daqui de cima, meu amor, então por favor, não faça besteiras! - eu rio com suas palavras. - A partir de agora, a Sra. Tsunade cuidará de você, por favor, obedeça-a. Você costumava ser bem desobediente, lembra? No ataque da raposa de nove caudas você presenciou a morte de seu irmão porque não obedeceu a ordem de ficar quieta e escondida, por favor nunca mais faça isso, certo? - onii-chan... -  Por mim... por nós. Treine e fique bem forte, certo? Obedeça a Hokage e cumpra as missões mandadas. Contamos com você. 

Ass:.. Mamãe e papai <3"

-Ela até colocou um coraçãozinho - rio enxugando as lágrimas. - Eles conseguiram boas informações, pelo menos?


-Sim, informações ótimas.


-Então eles morreram ajudando a vila, como heróis... Obrigada mamãe e papai. - dou um sorriso triste enquanto lágrimas escorriam pelo meu rosto. - você não devia estar chorando, Emi! Eles morreram ajudando o mundo shinobi, não chore, agradeça! - falava para mim mesma, mas não conseguia parar de chorar.


-Ta tudo bem chorar, Emi. Eles eram sua família, aliás. - Ela levanta e me abraça - a partir de agora, cuidarei de você. Certo?


-Certo. - abraço-a de volta.


Quebra-de-tempo


Se passaram três dias desde que descobri a morte de meus pais. Os shinobis encontraram seus corpo, o funeral será hoje à tarde. Está chovendo... irônico, não? 


(...)


O funeral já começou, tem bastante gente, aliás, eles eram ninjas renomados na minha vila... Olhar os caixões sendo cobertos por terra me quebrou por completo... Estava me derramando em lágrimas, até que Neji chega e segura minha mão.


-Vai ficar tudo bem. - Ele diz. Neji era como um irmão pra mim, sempre estava lá pra me apoiar. Lee também era um irmão para mim, ele estava do meu outro lado com a mão em meu ombro. 


Flashback off


Meus olhos encheram de lágrimas, mas me segurei para não derramar nenhuma, pois sabia que se começasse a chorar, não iria conseguir para tão cedo.


(...)


Cheguei no edifício do Kazekage, fui na sala principal, mas ele não estava lá, então fui em outra sala que ele costuma ficar para descansar. Lá estava ele, junto com Kankuro e Temari.


-Oi gente! - eles não me viram e continuaram conversando entre si.


-Sobre a questão financeira...  


'Eles estão descutindo as coisas da vila, melhor voltar depois.' Começo a fechar a porta, mas ela range e eles olham pra mim.


-Ah, oi Emi. Não vimos você, desculpe. - A loira fala olhando para mim mas logo volta a olhar para os papéis que estavam em sua mão.


-Tudo bem. Eu... volto mais tarde, vejo que estão ocupados com coisas importantes... - Eles concordam com a cabeça e eu saio fechando a porta.


Fui até uma sorveteria, este lugar é quente pra cacete! Pedi um sorvete de tutti-frutti e sentei proxima a janela, a sorveteira estava vazia então comecei a pensar alto. - Deve ser difícil cuidar de uma vila inteira... Deus me livre me tornar Kage um dia. Finanças e sei lá mais o que... Só de pensar eu já tenho vontade de me jogar na cama e dormir pra sempre... - continuei pensando alto até que escuto uma voz.


-Realmente, ser Kage é bem difícil. - se senta na cadeira à minha frente.


-G-Gaara? E-Eu não queria falar isso... Eu... - 'Meu deus, que vergonha'


-Tudo bem, você está certa! - Ele ri, devo estar parecendo um pimentão...


Tento mudar de assunto - V-Você não devia estar trabalhando? - coço a nuca.


-Hoje é meu dia de folga. Kages precisam de folga também, sabia? - 'Para de falar isso!' Ele ri ao me ver completamente envergonhada.


-Ah sim... É que você parecia bastante ocupado falando sobre finanças.


-Ah... Mesmo no dia de folga eu não consigo parar, é costume - ele ri - E... Me desculpa por te ignorar agora a pouco, quando você foi na sala.


-O que? Ah, não, tudo bem! 


-Você ia falar algo importante quando foi lá?


-Eu só ia perguntar em que hotel me hospedar. O hotel que eu costumava ficar fechou, preciso descansar um pouco antes de voltar para Konoha. Qual o hotel mais barato daqui? Estou com pouco dinheiro...


-Gastando o resto do dinheiro em sorvete, não é...?


-A-Ah... Eu... Cala boca! Aqui é quente!


-Estou brincando! - ele ri - Estamos tendo um problema com finanças, sobre o que eu estava discutindo com Temari e Kankuro. Os hotéis estão muito caros...


-Aaaaaaaa, sério?


-Sim. Sabe, tem um quarto sobrando lá no prédio (do kazekage). Você poderia ficar lá, não será muito tempo mesmo, né?


-Sério? Obrigada! Terei de achar um jeito de retribuir este favor... - eu sorrio e ele cora levemente.


Ficamos um tempo converando até que ouço duas garotas bem novas falando sobre nós na mesa do lado. 


-Ei, aquele não é o Kazekage?


-Quem? Ah, sim! É ele sim! 


-Não acredito! Ele é tão bonito, né? - ao ouvir isso, olho de canto para as garotas. 


-Ele é mesmo... Será que tenho alguma chance, amiga? - Segurei o riso ao ouvir isso, essa garota parece ter uns onze anos.


-Não sei amiga. Aquela garota na frente dele, será que é a namorada dele?


-Nah, ele não namoria ela... Ela é feia e magrela, deve ser mais fraca que eu... - 'O que? Sua...' faço uma expressão de raiva e Gaara percebe.


-Tem razão, amiga! - Eu estava tão furiosa. Essas crianças podem inventar o que quiser sobre elas e seus "relacionamentos", mas falar que sou mais fraca que ela... SÓ EU POSSO JULGAR MINHA FORÇA, OUVIU?


-Ei Emi, relaxa, são só crianças. - Gaara sussurra na intenção de me acalmar, já que eu estava prestes a ter um piripaque. Eu me acalmei, mas aquelas crianças voltaram a falar bosta.


-Olha aqueles braços, são tão finos...


-Verdade, e aquelas mãos minúsculas, mãozinha de princesa... - elas riam, isso me tirou do sério por completo.


-EU VOU TE MOSTRAR A MÃOZINHA DE PRINCESA, GAROTA! - Me levanto furiosa, fazendo a cadeira quase cair.


-MOSTRA ENTÃO! - Uma das garotas grita se levantando.


Gaara se levanta e põe a mão no meu ombro. - Emi... Pare... estamos em um estabelecimento público... - Eu me controlo novamente, mas aquelas garotas voltam a me provocar.


-É com esse tipo de garota que você se relaciona, Sr. Kazekage? - Uma das garotas falam enquanto juntavam suas coisas para sair da sorveteria.


Eu me estresso de novo - AH SUA FILHA DA- - Gaara coloca sua mão na minha boca me impedindo de terminar a frase. Eu estava quase partindo para cima das meninas, mas Gaara me segura com toda sua força quase me abraçando lá mesmo para me impedir. As garotas sairam da sorveteria rindo. 


(...)


Eu e Gaara estávamos voltando para o prédio do Kazekage - Aquelas.... Argh! MÃOZINHA DE PRINCESA? Eu devia ter mostrado à elas a mãozinha de princesa...


-Calma Emi! Eram crianças, não sabiam o que estavam falando. - Gaara tenta me acalmar novamente.


Eu o ignoro e continuo falando - Mas você me impediu! - Dou um soco no braço de Gaara.


-Se não tivesse impedido, você seria expulsa e presa! Me agradeça! - Ele fala passando a mão onde dei o soco e vira o rosto.


Continuo ignorando - Por isso não gosto de crianças!


Continuei o caminho inteiro xingando as garotas e Gaara tentando me acalmar, mas sendo ignorado.


Notas Finais


Eu queria colocar mais coisas neste capítulo, mas percebi que estava ficando muito grande então resolvi deixar para colocar no próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...