1. Spirit Fanfics >
  2. Play Hard >
  3. Pretty moans

História Play Hard - Capítulo 1


Escrita por: tinyllgye

Notas do Autor


Nossa, como eu tava com saudades de escrever uma pwp do The Boyz...
Hoje eu trago uma JuJae... Baseado em um vídeo.

Espero que gostem!
Boa leitura, bba!

Capítulo 1 - Pretty moans


Fanfic / Fanfiction Play Hard - Capítulo 1 - Pretty moans


As pernas de Hyunjae balançavam no ar enquanto o mesmo estava entretido com seu livro favorito, naquele cômodo seu namorado também jogava no Pc atento, aquele típico casal onde um é gamer e outro completamente intelectual, prefere a leitura, mas acho que aqui sabemos as vantagem de ter um namorado gamer, ainda mais quando ele é Lee Juyeon.

O Lee tinha preparado algo para o mais novo, mas era paciente então aproveitava o momento para repassar a leitura, o garotinho vestia uma saia rosada e um cropped branquinho com um desenho fofo na mesma, formou um biquinho nos lábios com uma parte específica do livro, o protagonista estava em uma declaração linda e fora interrompido pelo vilão, mas na verdade, é que o vilão amava o protagonista, aquele clichê bem óbvio.

— Idiota! Eu falei para você ir por outro caminho! — a voz do outro Lee chamou a atenção de Jaehyun , praticamente o assustando de leve — Yah, seu tolo!

Jae riu baixo e negou com a cabeça, seu namorado estava se irritando, talvez fosse a hora certa de pôr em prática sua surpresa, suspirou baixinho e sorriu pequeno, marcando a página que estava lendo e fechou o mesmo, em seguida levantando-se da cama e caminhando próximo a mesa de jogos do amado, ficando atrás do mesmo e o abraçando.

— Não acha que está na hora de me dar atenção? hm? — perguntou manhoso perto do ouvido alheio.

— Amor... — Juyeon falou e suspirou baixinho sentindo os beijinhos do garoto contra seu pescoço, encerrou a ligação com os amigos, virando a cadeira e puxando o garoto para ficar em seu colo, se irritou um pouco com o ocorrido no jogo, e amava quando Hyunjae deixava o mesmo descontar toda essa raiva em si — Oi meu bem, estava boa a leitura?

— Uhum, mas agora eu quero a atenção do meu namorado, ele parece um pouco irritado mas eu não ligo — sorriu sapeca começando a rebolar no colo alheio.

Juyeon só então foi notar que por baixo daquela roupa ele usava um bondage abaixo das mesmas, levantou o olhar para o rosto do amado e riu baixo lhe apertado a cintura e beijando os lábios com desejo, o mais novo mordia e chupava os lábios do namorado com ferocidade e ouvia perfeitamente os gemidos dengosos de Jaehyun.

— Então eu posso abusar do corpinho do meu namorado? Posso apertar, deixar marquinhas nesse belo corpinho? — provocava movendo o quadril simulando estocadas, arrancando mais gemidos manhosos do mais velho.

— S-sim, por favor... desconte sua raiva, você é o melhor jogador, eles que não entendem — disse rebolando mais no colo do amado, fazendo Juyeon ir ao delírio com aquilo, revirando os olhos e morder os lábios — amor, que tal fazermos algo diferente hoje? Sei que vai gostar...

— O que tem em mente, meu amor? — perguntou e o mais velho sorriu saindo do seu colo e logo indo atrás da câmera e voltando todo sorridente — Quer que a gente grave?

— Sim! Bem, sei o quanto ama ouvir seu namorado gemer bem manhosinho, e você vai estar em um campeonato em outra cidade sem mim, é só uma lembrança... — comentou mordendo os lábios e sorrindo pequeno — e mais, hoje estou tão sensível, Juju, você gosta tanto quando eu estou desse jeitinho.

— Tira a roupa, liga a câmera, já sabe onde ficar — disse e colocou uma máscara das mesma cor que suas roupas, todas pretas, deixando o Lee mais sexy, aquele garoto era a própria perdição de acordo com Jaehyun, e quando o Lee mais velho estava pronto para remover o bondage do corpo, Juyeon foi mais rápido e segurou as mãos do mesmo, a essa hora a câmera já estava ligada a gravando tudo, captando cada movimento dos namorados — Não, isso não... — sua voz saia abafada pela máscara fazendo Jae se arrepiar por completo — Se toque pra mim, quero ver o quão sensível meu neném está... — embora não desse se ver, Lee tinha um sorriso sacana nos lábios. 

O mais velho por sua vez, umedeceu os lábios e levou dois dedos até a boca, os chupando, imaginando como se fosse o pau do namorado, dando um belo resultado, Juyeon observava com devoção a cena. 

Jae soltava gemidinhos bem dengosos a cada vez que os dígitos se afastavam da sua boca. 

— A-ah! — um tapa estalado foi deixado em sua nádega esquerda, fazendo o garoto dar um pulinho e gritar fino, então levou os dedos babados até a entradinha, empinando bem para dar uma bela visão ao amado, é claro que Juy estava apreciando a mesma. 

— Assim amor... — segurou a mão dele ditando os movimentos no interior alheio. 

— Oh! J-juyeon... A-ahn... — o casal se encontrava numa parte da parede onde se tinha uma espécie de "prateleira", na mesma, estava posta a câmera que gravava tudinho — Me come logo! 

— Calma, neném... Assim parece que quem está irritado é você — riu baixo num tom provocativo, com o membro pra fora da calça, ele se posicionou atrás só rapaz, o toque fez Jaehyun tremer todinho e gemer dengoso, não mentiu quando dissera que estava sensível hoje, e o mais novo sendo um bom filho da puta como era, provocou o namorado, fingindo que iria o penetrar, Hyunjae bufava em frustração, jogando a bunda para trás contra o membro alheio. 

— Droga, Lee Juyeon, me fode! A-ah!! — um grito fino saiu de suas cordas vocais, Juyeon não só se enterrou no cuzinho apertado de Jae, como estapeou fortemente as nádegas dele — I-isso! O-oh! Nnhn… A-whn… 

As mãos do mais novo eram firmes na cintura do outra, Lee gemia dengoso a cada invertida em seu interior, sentir Juyeon lhe comendo daquele jeitinho e ainda sendo registrado aquele momento, o fez estremecer mais ainda e ficar mais sensível. 

— ahm… Hhn... — Jaehyun levou a mão até o próprio falo começando uma masturbação conforme as estocadas do namorado, completamente satisfatórias, gritinhos eram deixando pela sua boca a cada aperto, mesmo que se leve, de Juyeon em seu corpo, ah como o Lee mais novo adorava ouvir o amado daquele jeitinho, simplesmente o deixando do ápice do prazer, já conseguia imaginar a cena dele gozando e gritando. 

Sem falas, apenas os doces gemidos do garotinho e o som erótico dos corpos se chocando um contra o outro, finas lágrimas escorriam pelo rosto de Jaehyun, e a boca não ficava fechada, a cada segundo um gemido mais manhoso que o outro, um gritinho tão gostoso de se ouvir, certamente nesta viagem Juyeon teria algo para se entreter antes de realmente entrar no salão e começar a disputa contra a equipe adversária, um entretenimento e tanto e unicamente para ele, o mesmo sentia que logo chegaria em seu limite, então aumentou a intensidade das estocadas, fodendo seu garotinho sem dó, quase como se tivesse lembrado da pequena raiva que passou durante o jogo, descontando tudinho no rabinho guloso se Jaehyun, as mãos passeando pelo corpo do garoto, lhe apertando os mamilos e a derme branquinha do rapaz. 

— Y-yah! N-nhan… Hnm… — ah, e os gritinhos com esses toques, fazendo o Lee mais velho ir ao delírio — J-Juju! A-aahn! — e o garoto gozou em jatos fortes, gemendo alto o suficiente para ecoar por aquele cômodo aconchegante, Juyeon ainda não chegou em seu limite, assim segurando bem firme no quadril do namorado, sem parar com as investidas, apertando o corpo do amado se desfazendo por completo, preenchendo o interior do rapaz e com certeza soltando um gemido alto e abafado. 

Saindo do mesmo vendo todo o seu prazer escorrendo por aquele Buraquinho maltratado, e Juyeon não perdeu a oportunidade de pegar a câmera e filmar aquilo, levaria consigo por algumas semanas tendo a certeza que era o único a deixar o namorado todo destruído. 

— Você foi muito bem… JaeJae — disse ele encerrando a gravação, tirando a máscara e logo puxando o mais velho para um beijo intenso — agora pode descansar… 

— E você, agora está bem relaxado, hm? Mas… — se ajoelhou — e se eu quiser mais? — perguntou de forma inocente mas tinha um sorriso sapeca nos lábios. 

— Ah, Hyunjae, quem não te conhece que te compre, acha que engana quem com essa carinha? 

— Você caía bastante nela… — provocou e ganhou um puxão no cabelo, sorrindo travesso — O que foi? Eu menti, amor? 

— Abre a porra da boca… — mandou e Jaehyun rapidamente obedeceu, deixando a ponta da língua para fora, Juy passou a glande pelos lábios do namorado, a essa altura o mesmo já se encontrava duro, o mais velho sabia como jogar sujo. 

— Ah, qual é? Não me peça para abrir a boca se não vai foder ela! — indagou. 

— Seu… — Juyeon segurou os fios do rapaz, fazendo jogar a cabeça para frente, abocanhando todo o pau do mesmo, dando para a pontinha do nariz de Jaehyun, encostar em sua barriga, o mais velho se afastou tossindo após se engasgar, mas logo se recuperou e sorriu ladino, segurando o falo do amado, chupando como se fosse o melhor doce que já chupou em toda sua vida, e talvez fosse — Oh… Q-que boca maravilhosa, JaeJae… Aah… 

Jae mantinha o olhar fixo no mais novo, olhando suas expressões de prazer, os dentes passavam raspando pelas veias saltadas do membro do namorado, fazendo o mesmo urrar e jogar a cabeça para trás, para deixar Juyeon mais a beira da loucura, começou a gemer, fazendo aquele vibração para o pau do Lee, transmitindo um choque pelo corpo alheio. 

— Filho da-- Oh shit! Y-yes! A-ah… Jaehyun! Vadia… — xingou assim que o rapaz se afastou, estava tão perto de gozar. 

— Hm? O que foi? 

— Termine logo isso! 

— Mas é muito grande, amor — formou um biquinho nos lábios, Juyeon conhecia bem aquele garoto. 

— Seu cuzinho não reclama, sua boca muito menos, os belos gemidos que saem da mesma… Ou eu vou ter que foder essa boquinha todinha, até que esteja como sua bunda? Escorrendo toda minha porra!? — o segurou firme pelo maxilar. 

— Me mostra como se faz então, JuJu… 

— Okay… — mordeu o interior da bochecha e pegou a câmera novamente, colocando-a para gravar, e sem demora segurando a cabeça do namorado a forçando para frente, fazendo Lee se engasgar com aquilo, mas nada que ele não estivesse acostumado, Juyeon fodia a boquinha do amado com tanto gosto, os gemidos completamente satisfeitos, vendo o rostinho todo destruído do mesmo, com as finas lágrimas molhando as bochechas — Oh amor, você precisa ver a perfeição que ficas quando está engolindo meu pau… É excitante! Isso… Assim, oh! Eu vou… — parou os movimentos e segurou o rosto do rapaz ali, jorrando toda sua porra na boca do namorado, vendo um pouco escorrer pelos cantinhos dos lábios dele, Juyeon sorriu satisfeito e encerrou a gravação jogando a câmera na cadeira — Entendeu agora, amor? 

— Talvez… — o mais velho respondeu e se levantou limpando o canto dos lábios com a língua — agora temos dois registros únicos desta noite. 

— Você é uma vadia mesmo… 

— A sua… Somente. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...