História Play With Me Angel... {Vkook/Taekook} - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 906
Palavras 1.932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, Orange, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem vindos a minha segunda fanfic, espero que gostem...

Capítulo 1 - 1.


Fanfic / Fanfiction Play With Me Angel... {Vkook/Taekook} - Capítulo 1 - 1.

~ JungKook

Sinto meu corpo gelar e então acordo logo em seguida percebendo que ainda não tinha desejado meu querido desejo de morrer e ainda estava naquele quarto empoeirado e de poucos móveis, se meus pais não me davam nem amor imagine móveis...Uma cama, guarga roupa e um criado mudo ainda ela luxo pra eles se o assunto fosse eu...Me levantei e desci as escadas tentando fazer o mínimo de barulho possível pra não acordar meus pais pois se não eu com certeza iria ser castigado...

Apenas tomei um banho e escovei os dentes logo subindo novamente pra por o uniforme da escola, mas fui interrompido por Dae que me segurou antes que eu pudesse entrar no meu quarto

- Escuta aqui muleque de merda, o quê acha que está fazendo causando tanto barulho de manhã?! Pare agora ou dormirá com os ratos novamente... Ela diz apertando meu braço com suas unhas grandes e frias....

- S-sim madrasta... 

- O quê disse?

- Sim Min Dae...

- Ótimo... Ela diz me soltando e me empurrando pra dentro do quarto - Como aquele traste do seu pai pode ter você?!...Vá logo pra escola, ninguém aguenta ver sua cara de bêbê nem mais um minuto, e o cachorro do seu pai pediu pra avisar que visitaremos seus parentes hoje, se arrume direito...Ela diz saindo do quarto e batendo a porta me fazendo assustar

Enquanto colocava meu uniforme fico refletindo por que meu pai...ou melhor...Jeon Hyun-Su largou minha mãe pra ficar com a amiga da mesma, logo depois minha mãe faleceu por depressão então até hoje penso como minha vida seria mais fácil com ela ao meu lado...

Depois desse tempo todo percebo que já tinha colocado o uniforme, só peguei meu casaco e minha mochila pra sair, desci as escadas rapidamente pra sais logo daquele inferno mas ouvi Hyun-Su chamar-me na cozinha...

- Venha aqui seu gayzinho, leve esse lixo para fora! Ele diz jogando o saco em mim - Olha! Parecem irmãos gêmeos! Agora saia da minha vista! Ele diz abrindo uma cerveja as 6:30 da manhã...

Sem reação saio da casa, ou melhor, daquele inferno que eu era tratado como lixo, e coloquei o lixo ao lado da caixa de correio e saio andando pra escola...


                      }♡{

Chego na escola e vou direto pra o meu cantinho onde esperava meu único amigo, Min Yoongi, que era frio mas era seu jeito de ser e isso era o que eu mais admirava nele, fico olhando pro nada e pensando em tudo esperando impacientemente o mesmo.

- Bom Dia viado... Yoongi diz se sentando ao meu lado depois de alguns minutos de eu chegar

- Eae, Bom Dia só se for pra vc... Digo sorrindo frio

- Nossa mas acordou azedo, o quê aconteceu? Seus pais de novo? Yoongi era ligado pelo que eu passava mas não sabia das repetitivas agressões ou coisas do tipo, nunca contei pro mesmo pra não o preucupar com uma pessoa tão insignificante como eu...

- Yoongi eles não são meus pais, nunca foram e nunca serão...Meu pai é meu pai mas não é meu pai...

- Entendi...Mentira não etendi desculpa pode repetir?

- Aigoo Yoongi, entendeu sim...Digo rindo 

- JungKook...tem algo errado com teu sorriso... Yoongi diz me encarando

- O-o quê? Tem alguma coisa na minha boca? Digo limpando a boca na manga do casaco

- Não...Não fisicamente...Sabe que pode me contar tudo né?! Sou seu irmão de sangue lembra? Quando fizemos nosso pacto de sangue...

- Lembro Yoongi, e sei que posso te contar tudo mas a minha vida não é tão fácil como aparena, mas sou acostumado com isso...

- Vem cá... Yoongi diz me abraçando - Estou aqui pra te apoiar ok irmão?!

- Ok...

Estavamos sentados numa boa e rindo de assuntos aleatórios quando chegam três trogloditas e começam a nos provocar e me deixar cada vez mais triste

- Olha só rapazes, os viadinhos juntos rindo, pq não se beijam aqui na frente de todo mundo heim?! As princesas estão rindo de quê? Conseguiram um pinto de plástico pra brincar a noite é?!  O troglodita diz nos provocando, eu já estava acostumado com tal xingamento mas Yoongi tinha pavio curto então afrontou os mesmos

- A puta da sua mãe não me chamou de viadinho quando eu arrombei ela ontem a noite... Yoongi diz com seu sorriso sarcástico - Vai procurar o quê fazer pois da tua vida que é bom tu não cuida...Vem JungKook!

Yoongi me puxa e vai caminhando comigo pra dentro da escola

- EI SEUS GAYS! ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM NÃO! OUVIRAM?! O troglodita diz tentando chamar nossa atenção

Eu e Yoongi fomos pra dentro da escola e guardamos nossas coisas no armário, logo em seguida se tocou o sinal e fomos pra nossa sala de aula, nós sempre nos sentamos no fundão ao lado da janela que Yoongi gostava de observar os pingos de chuva, não fizemoa diferente, nos sentamos e enquanto o professor falava altas coisas que ninguém prestava atenção...

- Ei Yoongi!... digo cutucando o mesmo que sentava a minha frente

- Fala logo que eu preciso tirar meu sono durante a aula de artes!

- É, hoje mais cedo a bruxa da Min Dae disse que vamos visitar uns familiares, estranhei pois Hyun-Su nunca mencionou nenhum familiar próximo... Digo confuso

- Ou...ele sabia e não mencionou pra tu não correr atrás de quem era ou onde morava...

- Tem razão...Espero que tenha gente da minha idade...

- Táh, táh, antes de ir me liga, quero te ajudar na roupa...

- Blz...

- AGR ME DEIXA DORMIR!

- Boa "Noite" kkk

    

                       }♡{

Cheguei em casa poucos minutos antes de dar 17h pois fui a alguns lugares com Yoongi comprar umas roupas com uma grana que tinha guardada, cheguei escondido com as bolsas e corri pro quarto escondendo as bolsas debaixo da cama, os monstros da minha casa nem se ligaram de quê tinha demorado umas quatro horas a mais do quê o normal. Não sabia exatamente a hora que iriamos sair e tonha certeza de quê se demorasse me deixariam pra trás, então fiquei mechendo no celular até umas 17:50 e depois o coloquei no carregador e fui tomar banho e pensar na vida merda...


Sai do banho as 18:05 e fui direto ligar pro Yoongi pra ele me ajudar na roupa, coloquei na call de vídeo e começei a dar as opções pro mesmo

- E esse? Esse com esse? 

- Não! Pega aquela blusa quadriculada vinho e aquela blusa branca sem estampa, pega aquela calça preta e sua Timberland...

- Blz! Fui pro banheiro e voltei já com o cabelo seco e arrumado pra Yoongi avaliar. 

- Tá beatiful mas tá faltando alto...Yoongi diz levantando a sombrancelha

- O quê?! Digo pegando alguns acessórios tipo pulseiras de couro e brincos e um chapéu redondo preto

- ISSO! Poe o menor brinco pra não chamar atenção, as pulseiras e o chapéu...Tá TUMBLR, tá perfeito! Tá pronto! Agora denada, pq eu tenho que ir titar meu sono da beleza! Tchau! Yoongi diz desligando a call

- Ah...Tchau...Digo pegando meu celular e conectando meus fones no mesmo pra esperar algum dos monstros vir me chamar...

Ouço passos da escada e previ que alguém estava vindo me chamar

- Ei resto de aborto, vamos logo! Se não terá que esperar o caminhão de lixo passar novamente! Min Dae diz abrindo a porta rudemente me dando a visão de seu look chique que eu sinceramente não sei de onde ela tirou...

- Sim senhora... Digo colocando os fones e abaixando a cabeça passando pela mesma, descendo as escadas e sendo o primeiro a entrar naquele carro velho

- VAMOS LOGO MIN DAE! AQUELA FAMÍLIA CHATA NÃO GOSTA DE ESPERAR! Hyun-Su diz entrando no carro enquanto eu ficava no banco de trás apenas ouvindo música e olhando pela janela

- ESTOU INDO HOMEM! Dae diz correndo com seus saltos vermelhos brilhantes até o carro - Vamos logo...

- Aquela famíliazinha de merda vai se comover conosco e nos dar uma fortuna já que são literalmente podres de rico... Eles começam a rir freneticamente sobre aquilo enquanto eu estava quase me contorcendo de nojo atrás...

Hyun-Su deu partida no carro e eu apenas fechei os olhos e me imaginei em um clipe triste de música


                     }♡{

Senti que o carro estava parando então abri os olhos pra não precisar levar um tapa pra acordar, estavamos em um tipo de CONDIMÍNIO DE MANSÕES! Até me assustei com o tamamho daquelas casas, estavam mais pra palácios...

Hyun-Su colocou o carro na calçada de uma mansão, com certeza a maior e a mais linda dali, era toda iluminada e a brisa cheirava a paz...Era tudo muito lindo, estava me sentindo em época de Natal

Um senhor muito educado estacionou nosso carro na garagem da casa enquanto outro empregado nos acompanhava até a entrada que era vigiada por dois seguranças que olhavam fixadamente pra frente. O mordomo abre as portas pra nós e damos de cara com um "salão" com duas escadas como de filme de princesas da Disney e um quadro gigantesco ao que aparentava ser da família, haviam apenas três integtantes...O pai...a Mãe...e o filho que desde a hora que bati o olho no mesmo fiquei vidrado me perguntando se aquela pessoa era real ou obra de arte...

Meus pensamentos foram cortados por uma voz doce e suave que nos recebia 

- Oh! São vocês! Oh primo quanto tempo! A moça adulta da pintura veio nos receber indo falar com Hyun-Su que parecia feliz em ver a moça que aparentava ter uns 45 anos...

- Olá prima! Que saudade! Ele diz beijando a mão da moça, pude sentir a falsidade de onde estava... 

- E quem é a bela moça? Ela diz se curvando pra Min Dae que a olhava sorrindo - Ainda sinto muito pela perda se sua falecida mulher... Ela diz parando de encarar meu pai e vindo até mim

- Jungkook....Ela diz me dando um abraço e um sentimento que não sentia a muito tempo...carinho... - Como está crescido e lindo, está um príncipe! Ela diz passando a mão pelo meu rosto me deixando envergonhado mas pelo menos ela não me odiava - Sua mãe sentira muito orgulho de vc... Ela diz sorrindo. - Vamos pra varanda escutar um pouco de música clássica e tomar champanhe, JungKook, o quê vc bebe? Fiquei nervoso ao ouvir a pergunta pois tudo que eu dissesse se viraria contra mim em casa...Tentei ao máximo não gaguejar - Á-água...

- Ótimo...Vamos?! Ela diz fazendo sinal para nós a acompanhar pelo corredor extenso e cheio de quadros de quem parecia ser seus antepassados... Eu apenas ficava isolado como última pessoa da " fila " até chegarmos a varanda extensa que dava duas vezes o meu quarto onde tinham uns 4 violinistas tocando músicas relaxantes, sofás e puff's, e uma mesinha com chamoanhe e água e outros petiscos, mas o melhor dali era a vista, as pequenas luzes da cidade ficavam lindas vistas dali...

Assim que cheguei ja me serviram uma taça de água gelada e sem gás, fui direto me encostar na grade que parecia ter sido esculpida por Deuses de tão linda e perfeita...Me perdia em pensamentos admirando aquela vista maravilhosa até que...

- Ah Taehyung meu filho! A Sr. Gu Hyung ia até o filho que chegara a pouco tempo, eu nem tive o trabalho de me virar nos primeiros minutos até que a curiosidade me pegou e acabei virando e me deparando com o filho de Gu Hyung...o menino do quadro...

- Boa Noite Sr. Hyun-Su, Sr. Min Dae... Taehyung olhou diretamente no fundo de meus olhos encontrando minha alma e andando até mim... - E você deve ser...Jeon JungKook?! Ele diz dando um sorrisinho sarcástico e erguendo a sombrancelha...


Eu não sabia como reagir, apenas como sentir...Todas as bagunças de pensamentos e sentimentos se viraram a uma pergunta....Um ser-humano ou um anjo?...























Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...