História Play With Me Angel... {Vkook/Taekook} - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 524
Palavras 1.177
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, Orange, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieee
Queria dizer uma coisa sobre mim que vi nos comentários do capítulo anterior ( sim, eu sempre estou de olho em tudo )
Vou responder a pergunta...
EU SOU MENINA :3

Querem me mandar perguntas? Deixem aqui nos comentários que eu respondo no capítulo seguinte aqui nas notas!

Boa Leitura...

Capítulo 5 - 5.


Fanfic / Fanfiction Play With Me Angel... {Vkook/Taekook} - Capítulo 5 - 5.

No capítulo anterior...

Aquele beijo longo foi o melhor da minha vida, não sabia quem era, aquele beijo me levou do céu ao inferno...


                    - X -

Sinto a língua de Tae explorando cada canto da minha boca e suas mãos passeando pelo meu corpo arrepiar, sinto aquele beijo se aprofundar e me deixar cada vez mais tenso...Mas por " azar " do destino sinto os toques de Tae pararem aos poucos e eu já não sentir mais seu beijo apenas um vento frio passar pelo quarto, não vi o mesmo sair,  abri os olhos e Tae não estava mais lá...

De olhos fechados e sentado naquela cama grande e " vazia " penso o quê poderiamos ter feito, mas volto a minha linha de pensamento e me pergunto o quê tinha acabado de fazer

- eu sou um idiota...

Vejo que estava quase amanhecendo e vou até a varanda do " meu " quarto fico observando os céus até olhar pro lado e ver Tae a uma distância dali sentado no telhado e olhando pro céu, parecia sussurrar algo que eu não entendia e não escutava, parecia um outro idioma...ou outra língua...a língua dos anjos talvez... ( aconselho pesquisarem sobre a língua dos anjos )

Saio dali antes que Tae me visse e coloco um moletom preto e uma calça jeans azul com o tênis que Tae havia me emprestado, vou até o banheiro e faço minha higiene, enquanto arrumo meu cabelo começo a lembrar daquele beijo e me pego sorrindo que nem um bobo

- para de sorrir seu imbecíl... Digo revirando os olhos e saindo do banheiro

Vou até a cama e coloco meu celular pra carregar com um carregador portátil que achei dentro do closet e fico sentado na cama olhando pro nada...

* OnTaehyung *

Ando rápido pelo telhado tentando fazer o mínimo de barulho possível e vou até a varanda de JungKook e fico atrás de sua parede o observando quando a cortina balançava com o vento gelado do amanhecer. Jeongguk era tão lindo, parecia uma obra de arte, parecia uma pintura minha, mas ele não era um anjo, eu já teria reconhecido se fosse um... 

Chego mais perto da entrada pro quarto da varanda e vejo JungKook se aproximar então me apoio na sacada e subo no telhado correndo pra mimha varanda torcendo pra JungKook não me ver...era tudo tão difícil sem minhas asas...


 ¤ OnJungKook ¤

Vou até a varanda observar o quê estava havendo ali com todo aquele ""movimento"" e não vejo nada, apenas o sol e...o brinco que Tae usara mais cedo...

Pego o brinco fechando as portas da varanda e a cortina indo pro quarto, quando já iria sentar-me na cama vejo uma camareira idosa me chamar sorrindo

- Senhor Jeon?! A família te espera lá embaixo pro café da manhã, me acompanha? Ela diz com uma voz doce e um sorriso carinhoso 

- Sim, seria um prazer...Pode me chamar só de JungKook... Digo sorrindo e saindo do quarto com a mesma

- Ótimo JungKook...Sabe...eu não deveria me intrometer em nenhum assunto desta casa mas, eu sou sábia e trabalho aqui nesta casa a mais tempo que imagina... Ela diz olhando pra cada canto daquela mansão enquanto eu apenas a observava - Isso aqui é repleto de histórias e batalhas...o mal e o bem já batalharam aqui...Muitos me chamam de maluca por quê sou idosa, se quiser pensar assim, que seja, mas estou tentando ajuda-lo o avisando de quê...O mal...ainda está aqui...e precisa de você pra ser libertado de sua maldição... Ela diz olhando no fundo de meus olhos emquanto abria as portas da varanda linda que iriamos tomar café da manhã...

- O-Obrigado...Não a chamarei de maluca pois a senhora parece ser bem sábia! Dou um abraço na senhora e me viro ora entrar na sala e dou dois passos logo me virando pra trás novamente

- Espera qual...o seu...nome... Não havia mais ninguém naquele corredor frio a não ser eu... - Como ela...como ela saiu...han?! Apenas fico muito confuso e entro na varanda logo sendo recebido por todos menos Min Dae e Hyun-Su...

- Olá menino JungKook! Dormiu bem?! A mãe de Tae diz vindo me abraçar

- T-Tudo...dormi sim, obrigado... Digo com medo de algo que eu falasse se virasse contra mim em casa

- Ótimo querido! Sente-se! Ela diz sorrindo

Sorrio pra mesma e me sento ao lado da cadeira da ponta que estava vazia acredito eu que era o lugar de Tae mas quando percebi não havia mais como mudar

- Está gostando do final de semana Jeongguk? O pai de Tae me solta a pergunta enquanto bebericava seu suco

- S-Sim está...sendo ótimo... Digo envergonhado

Vejo o olhar mortal de Dae e Hyun-Su por ser o centro das atenções ali...até Taehyung surgir do além...

- Bom Dia a todos... Ele diz se sentando exatamente na cadeira que havia pensado a minutos atrás

- Vejo que já criaram laços de amizade... A mãe de Tae diz enquanto eu olhava de canto pra Tae que apenas sorria pra sua mãe

O pai de Tae bate duas palmas e imediatamente nosso café é servido fazendo todos a mesa sorrir...menos eu pq eu sou muito dark trevas pra isso...

Todos estavam comendo felizes e conversando...menos eu e Taehyung que não paravamos de nos entreolharmos de canto como se nenhum dos dois estivesse percebendo...Estavam todos conversando até que Tae se levanta e diz

- Com licença mas eu preciso dar uma volta, exprairecer a mente... Tae diz se curvando e saindo do local e ao chegar na porta sem que ninguém o visse, apenas eu, parecia olhar pra mim como se quisesse que o segui-se

- Com licença, preciso ir... Digo apenas me levantando, agradecendo, e saindo dali logo descendo as escadas indo pro salão principal onde achei que Tae estava, mas eu estava enganado, ele parecia ter se teletransportado de tão rápido que o mesmo sumiu dali pelo tempo que havia saido

Saí da casa e fui pra atrás da mesma aonde as pegadas na grama me levavam, um campo verde com altas áevores atrás da casa, parecia um filme, as pegadas não me levaram mais a lugar algum, fui pela minha intuição, sentia que Tae queria me dizer alguma coisa...

Adentrei aquele mato todo com o medo que me tomava, quase não chamava pelo nome de Tae de tanto medo, até que cheguei perto de um tipo de penhasco, que lá estava, Taehyung sentado no mesmo observando aquele grande e lindo horizonte, me sentei ao lado do mesmo e fiquei sem dizer nada até Tae tomar uma iniciativa...

- Desculpa por não falar contigo no café JungKook...Tae diz olhando pra mim

- Não foi nada...já estou acostumado a ser ignorado... Digo sorrindo sofrego

- Eu não queria te ignorar...Desculpa mesmo...O mesmo iz rindo e se aproximando mais de mim

- Não precisa pedir desculpa, eu realmente não me importo e sei que não fez por querer e que vc é bem legal por de--- Sou interrompido por Tae que selou nossos lábios novamente me fazendo sentir a leveza no ar e cada vez mais aquele sentimento estranho aflorar dentro de mim...

Nós não paramos de nos beijar por alguns minutos, como se aquilo já tivesse acontecido a vidas passadas...














Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...