História Playboy ( Imagine Baekhyun ) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Exo, Imagine
Visualizações 1.432
Palavras 1.428
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola pessoinhas
Depois desse cap eu vou demorar um pouquinho para postar porque esse era o último pronto, mas claro nada muito demorado.
Espero que gostem e tenham uma boa leitura.

Capítulo 5 - 05


Fanfic / Fanfiction Playboy ( Imagine Baekhyun ) - Capítulo 5 - 05

Peguei o lençol com toda raiva possível e fui atrás de Baekhyun. Ele estava sentado na mesa comendo um iogurte. Me aproximei e joguei o lençol nele fazendo com que o doce caísse de sua mão.

 

Baekhyun-YAH – ele gritou e me olhou irritado.

 

S/N- Eu quem deveria estar gritando – disse – Você passou dos limites Baekhyun. Como pode fazer isso na minha cama? Qual o seu problema?

 

Baekhyun- Você ...

 

S/N- Me diz porque você está agindo assim comigo? Eu entendo que não goste de mim mas fazer isso foi o cumulo. – o interrompi e ele permaneceu quieto – Eu não tenho para onde ir você não intende? Eu não posso voltar para casa dos meus pais. Aqui é minha casa e infelizmente também é a sua. Quer saber se quer ficar com o quarto fique – disse já sentindo as lágrimas de raiva surgirem em meu rosto – Se você está fazendo tudo isso por um mero espaço na casa fique com a p**** do quarto.

 

Baekhyun – S/N – ele tentou pegar meu braço mas eu desviei.

 

S/N – O que foi? Agora está com pena de mim? – ri – Não preciso disso. Eu quero paz Baekhyun. É isso que eu quero para minha vida. E se você puder ficar naquele quarto com a boca calada já é uma vitória para mim. – mesmo sem nada em mãos decidi sair dali. Não quero ficar chorando na frente dele. Abri a porta e a fechei com força. Encostei na parede no corredor e coloquei a mão no rosto sentindo elas se molharem mediante toda a raiva que eu estava extravasando por meio de lágrimas.

 

Baekhyun – S/N espera – ele gritou aparecendo no corredor. Ao me ver sua expressão ficou mais aliviada. – A camisinha não era usada.

 

S/N – O que?

 

Baekhyun – Eu só queria te estressar, foi uma brincadeira, mas não sabia que você ia ficar desse jeito.

 

S/N – Como eu não ficaria assim? Você é um idiota – quase gritei – Idiota, idiota,idiota,idiota – comecei a bater em seu peito

 

Baekhyun – Acho melhor entrarmos – ele segurou minhas mãos.

 

S/N- Eu não quero ficar perto de você – tentei soltar minhas mãos mas ele não deixou – Me solta playboy idiota.

 

Baekhyun – Ainda não – ele me puxou para dentro de casa e fechou a porta com os pés. Quando finalmente me soltou a única coisa que eu queria fazer era sair de perto dele.

 

Baekhyun – Eu não queria que você ficasse assim – segurou meu braço.

 

S/N – Será que você poderia parar de fazer isso? – me referi a sua mão – Pare de me fazer te olhar.

 

Baekhyun- Se você não desse as costas para mim talvez eu não precisasse fazer isso.

 

S/N – Quanto menos eu ter que olhar na sua cara vai ser melhor. – dito isso segui até meu quarto e fechei a porta. Olhei para a cama que estava bagunçada e me sentei no chão. Peguei meu travesseiro que já não tinha nenhuma fronha e me deitei. Não quero dormir na cama hoje.

(...)

Acordei com uma mensagem no celular. Caminhei até ele com preguiça e o peguei de dentro da minha bolsa. Era apenas uma mensagem falando sobre um novo pacote de créditos.

Me levantei e senti minhas costas estralarem devido a má postura. O chão não é um bom lugar para dormir. Respirei fundo antes de abrir a porta e quase gritei de susto ao ver que Baekhyun dormia encostado na minha porta.

S/N – Aigo – resmunguei e passei por cima dele. Pensei que ele estava dormindo até que senti ele puxar meu pé e eu cair no chão – YAH.

 

Baekhyun – Quero falar com você – ele puxou mais meu pé.

 

S/N – Solta meu pé Baekhyun – disse tentando chuta-lo – Você está fazendo minha vida se tornar um filme de terror.

 

Baekhyun- Deixa de drama –ele soltou meu pé e no momento em que ia fugir ele se jogou em cima de mim. – Espera só um pouco.

 

S/N – Baekhyun te dou 10 segundos para sair de cima de mim se não vou te chutar de novo. – disse e ele riu.

 

Baekhyun – Você está nervosa por estar tão perto de mim?

 

S/N – Você é muito cara de pau – olhei para os lados – Diga logo.

 

Baekhyun – Você me desculpa por ontem? – perguntou e eu não respondi – S/N você me desculpa – agora ele segurou meu queixo fazendo com que o olhasse. – Me responde.

 

S/N – Primeiro que eu não gosto dessa proximidade e segundo que não estou afim de te desculpar – disse e vi um sorriso formar em seus lábios.

 

Baekhyun- Você é uma mulher muito difícil.

 

S/N – Você faz as cagadas e eu sou a mulher difícil me poupe Baekhyun. Agora sai de cima de mim que eu não quero mais ter que olhar para sua cara. – ele ficou me olhando – O que está esperando?

 

Surpresa quer dizer aquilo que é inesperado, é a propriedade que surpreende. E bom, acho que nenhuma palavra descreve melhor como estou. Baekhyun se inclinou um pouco mais para mim e enquanto uma de suas mãos acariciava meus cabelos ele encostou sua boca a minha. Seu corpo caiu sobre o meu deixando-nos mais colados que chiclete. Eu fiquei sem reação. Não consegui corresponder. Quando senti que ele me apertou um pouco mais querendo que eu tivesse alguma reação eu fiz o que ele queria. Reagi.

 

S/N – O que está fazendo? – o empurrei e ele caiu do meu lado – Você está maluco? – me levantei e senti que meu corpo inteiro fervia.  – Porque fez isso?

 

Baekhyun – Era um jeito de te deixar quieta – ele resmungou por causa da dor – E porque eu quis.

 

S/N – Aish – reclamei e me virei. Passei a mão por meus lábios e neguei com a cabeça. Isso não pode ter acontecido. Quando percebi que ele tinha se levantando praticamente corri até o banheiro e fechei a porta. Ouvi sua risada pelo corredor e enquanto ele passava em frente a porta ele bateu e disse.

 

Baekhyun- Não demore no chuveiro, não se esqueça da conta – ufa pelo menos não disse nada inapropriado – E caso você esteja muito excitada pelo o que aconteceu não precisa fazer nada sozinha, estou aqui se precisar de ajuda – agora veio o comentário.

 

S/N – Não tem nada melhor para fazer? – disse e ouvi ele rir de novo

 

Baekhyun – Brincar com você é mais legal – dito isso não disse mais nada. Acredito que tenha ido fazer outra coisa.

(...)

 

Quando sai do banheiro para minha sorte não encontrei Baekhyun. Fui até a cozinha e quando abri a geladeira vi que ela estava cheia. Pelo menos algo de bom ele fez.

Eu me sentei na mesa e comecei a passar geleia na torrada quando escutei a porta se abrir.

Chanyeol – Oi S/N – ele disse sorridente

 

S/N – O que está fazendo aqui? – perguntei

 

Chanyeol – Baek esqueceu o violão e como é muito lerdo eu vim pegar.

 

S/N – Entendo – disse e voltei minha atenção a torrada.

 

Chanyeol – Quer me dar uma? – ele apontou para as torradas.

 

S/N- De novo? Toda vez que me ver vai querer comer? – perguntei e ele sorriu mordendo os lábios – Não foi que eu quis dizer pervertido.

 

Chanyeol – Eu não disse nada – levantou as mãos - Eu já volto – foi até o quarto de Baekhyun e logo voltou com o instrumento em mãos – Você vai assistir eles hoje?

 

S/N- Eles quem? – perguntei

 

Chanyeol – A banda do Baekhyun, Chogiwa.

 

S/N – Eu nem sabia o nome da banda dele e acho que ele não ia gostar de me ver na plateia – fui colocar mais um pedaço na boca mas Chanyeol segurou meu braço e colocou na sua. – Yah de novo – rodei os olhos.

 

Chanyeol – Esse aqui é o endereço – ele colocou um papel em cima da mesa - Quando chegar lá diz que me conhece que eles deixam você ficar num lugar melhor.

 

S/N – E quem disse que eu vou? – arqueei as sobrancelhas.

 

Chanyeol – É bom se divertir e acho que você não vai se arrepender de ir. Eles são muito bons.

 

S/N- Sério,porque você é legal comigo? – perguntei e ele sorriu.

 

Chanyeol – Acho que aguentar Baekhyun nem sempre é fácil – olhou para o relógio – Agora eu tenho que ir se não quem vai ser chamado de lerdo sou eu – pegou o violão de novo. – Tchau S/N – ele acenou e fechou a porta.

 

Olhei para o papel que estava na mesa e lá dizia “Save me Bar tem a honra de apresentar uma das melhores bandas da cidade, Chogiwa”

 

S/N – Talvez não seja má ideia ir – pensei alto e depois a imagem de Baekhyun num palco veio na minha cabeça – Na verdade, talvez seja melhor eu não ir. –joguei o papel no chão e voltei a comer minha comida.


Notas Finais


Sempre provocando....
Você vai no show S/N?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...