História Players of Life (Imagine-Jeon Jungkook) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Drama, Jungkook, Mistério, Perseguição Policial, Romance
Visualizações 52
Palavras 1.187
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Literatura Feminina, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EAE GENTE! TD BOM COM VCS??!!

Cap narrado em terceira pessoa! Uhuuuuu! Essa semana parece que meu cérebro estava começando a voltar ao normal e escrevi td que eu tinha em mente! To tao satisfeita ^u^

MARATONANDO MUSICAS BANGTAN BOYS!!!

Ouvindo: Tomorrow - BTS

BOA LEITURA!!!

Capítulo 9 - Nine


Fanfic / Fanfiction Players of Life (Imagine-Jeon Jungkook) - Capítulo 9 - Nine

 Capitulo 9 – Nine

Narradora On.

Nossa, os sentimentos são realmente confusos. Às vezes ficamos felizes e, assim do nada, voltamos à estaca zero. E, ainda por cima, nosso cérebro tem a audácia de nos atingir com uma avalanche de sensações e emoções. Deveria ser por isso que Kim S/n e Jeon Jungkook estavam naquela situação, não?

Voltando para aquele dia em que ambos estavam tento um momento confortável, um momento de felicidade sincera... O que houve ali, realmente? Todos imaginavam que os protagonistas finalmente iriam ficar juntos, ou pelo menos selar os lábios, revelando assim este sentimento que ambos possuem. Porém, o Jeon saiu da sala, deixando S/n totalmente confusa e de certa forma tímida, afinal, eles estavam muito próximos. Apenas milímetros de distância.

E, no capitulo anterior, Jeon Jungkook revelou que – supostamente – tem uma namorada. Hmmm, meio estranho, não? O que realmente está acontecendo com este casal? Afinal, Jungkook está apaixonado por S/n ou não?

Por sua vez, a Kim do meio está começando a entender seu real sentimento pelo jovem de madeixas escuras e de olhos extremamente atraentes, com um corpo de... Desculpem-me, extrapolei. Enfim, este não é o único assunto que roda esta Fanfic do avesso. Existem outras coisas como:

Por que Mi-cha odeia a Kim?

Ou:

Por que Kim Namjoon foi um dos participantes de seu incompleto assassinato?

E também:

O que o jovem Taehyung faz com os amigos à noite?

São muitas perguntas, eu sei. Mas infelizmente não poderei revelar todas aqui. No máximo pensarei em deixar dicas, como na que está no primeiro paragrafo... Brincadeira. Por que você voltou até lá? Bom, isso não vem ao caso agora. Vamos para a narração dos personagens, hun?

Depois que S/n saiu por aquela porta, o Jeon respirou aliviado. Querendo ou não, ainda sentia-se desconfortável perto da jovem. Ele realmente iria beija-la. Ele queria aquilo tanto quanto a cura de sua doença. Mas não podia. Seria em vão. E, estava óbvio de que a garota também sentia a mesma coisa por ele. O rapaz sabia disso e ficou feliz de descobrir tudo depois que Kim Seokjin lhe revelou o segredo da irmã, mas ele não podia fazer isso com ela. Seria como uma facada nas costas, cravando cada vez mais funda até que a vítima finalmente falecesse.

Aconteceu o mesmo com Mitsuha, não?

A jovem japonesa de cabelos longos fora sua namorada desde os 15 anos de idade. A primeira e ultima.

Ela era tão meiga e fofa. Os cabelos totalmente negros como os olhos. Jungkook lembra-se perfeitamente o dia em que a viu pela primeira vez. Era aluna de intercâmbio escolar. Demorou algumas semanas até que o rapaz criasse coragem para dizer o primeiro “Oi” e mais outros meses até que fizesse o pedido de namoro. Contudo, o romance entre os asiáticos acabou quando o Jeon descobriu sobre sua doença, apenas com 17 anos.

Um dos piores dias, ele pensou.

Perdeu a namorada. Ela não aguentaria a pressão de saber que seu namorado estava doente. Uma doença incurável. Achou melhor terminar e voltar para o país de origem quando acabasse o intercâmbio. E, como se não bastasse, Jungkook também teve que passar vários anos trocando de hospitais para hospitais, finalmente ficando no HUB – Hospital Universitário de Busan. Sendo largado pelos pais desde que completara 18 anos. Agora tinha 21.

Depois do ocorrido, Jungkook nunca quis se interessar por mais ninguém e nunca quis que ninguém se interessasse por ele. Isto explica seu jeito arrogante, não é? Só que, infelizmente, não mandamos no coração. E Jungkook se viu obrigado a deixar seu sentimento para tentar de alguma forma proteger Kim S/n.... O que seria totalmente em vão.

A garota mal sabia, mas já estava apaixonada pelo rapaz. Esquecendo totalmente Namjoon da história. Quer dizer, ela gostava dele. Mas “gostar” não é “amar”. Ela certamente havia confundido as coisas, afinal, o de covinhas robustas fora seu primeiro interesse amoroso em 19 anos.

E, quem dera que o único problema de Jeon fosse seu sentimento por S/n. Ele estava apaixonado? Sim! Então por que não revelou isso a garota? Bom...

Faziam-se alguns meses desde que o rapaz sofria com dores no abdômen e enxaquecas insuportáveis. Estava piorando a cada dia e mal conseguia abrir os olhos ou se quer ficar consciente. Estava péssimo. Em seu ultimo diagnóstico feito com a presença de seus pais, senhor e senhora Jeon, o rapaz descobriu que, a doença renal que possuía estava cada vez mais avançada. Estava, aos poucos, consumindo o organismo do rapaz... O que o levaria a morte em alguns anos, meses ou até mesmo semanas. A doença era rara e não possuía nenhum tipo de cura. O seu tratamento era específico e deveria ser feito pelos melhores profissionais possíveis.

- Meu filho vai morrer? – a mãe de Jeon pergunta angustiada ao médico. Segurando forte a mão do filho.

- Não temos certeza – o de jaleco branco respondeu – o tratamento pode ser feito aqui, mas temos que prepara-lo e, conforme for andando, Jungkook ficará melhor.

- E se ele não fizer o tratamento? – o patriarca da família perguntou, com semblante sério.

- Jungkook terá apenas alguns meses de vida... Ou menos.

Foi uma noticia terrível para Jeon. Logo agora que sortearia sua sorte em um novo amor. Parecia que o Universo Conspirava contra o jovem. Não o deixando ser feliz.

A melhor solução agora seria manter distância da garota. Era para o bem da própria. Jungkook não suportaria vê-la sofrer por ele. Ele se sentiria culpado por tudo.

- Ela gosta de você, só não quer admitir – revelou Seokjin, comendo uma batatinha – e você também gosta dela.

- Mas não podemos ficar juntos – disse o mais novo de cabeça baixa. Esta ideia o deixava pior do que de costume, mas era o melhor, não? – Ela não entenderia.

- S/n é forte. Estaria com você até o final, sempre te apoiando. Por que não confia um pouco nela? Deixe acontecer. Aproveite. – aconselhou Seokjin. Ele não queria ver o novo amigo desperdiçar sua vida, ou os últimos momentos dela...

Jungkook fazia o tratamento e não tinha nenhum risco de perder a vida. Mas ninguém sabe o que poderia dar errado. Jeon já estava se preparando emocionalmente para o momento.

- Eu seria egoísta... Não posso fazer isso – confessou, deitando na cama, cobrindo o rosto com as mãos. – Ela não merece isso.

Kim Seokjin nunca fora tão a favor de sua irmã do meio ter certa paixão por Namjoon, mas agora, vendo Jungkook assim em sua frente, sendo sincero com o mais velho, logo entendeu por que a irmã se apaixonou. O Kim mais velho estava certo de que Jeon Jungkook era o par perfeito de S/n. Era sua alma gêmea, e faria de tudo o possível para que ambos ficassem juntos.

Kim Seokjin é um verdadeiro cupido.

- Você acha que ela ficaria melhor se não tivesse você por perto? Você acha que ela esqueceria você o vendo todos os dias, vivo? – Seokjin comentou – Está entendo? S/n é teimosa. Ela não o esqueceria tão fácil. Não vai esquecer.

- Ela tem que tentar.

- Isso não vai calhar.

 

Não mesmo.


Notas Finais


EAE GENTE? TD BOM COM VCS?!

Olha, capitulozinho cheio das referências kkk Quem entende entendeu hehehehehhe

ATÉ O PRÓXIMO CAP!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...