História Playing With Fire - Imagine JungKook - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Colégio, Comedia, Hoseok, Imagine Jungkook, Jimin, Jungkook, Namjoon, Oppa, Playing With Fire, Romance, Seokjin, Taehyung, Vmin, Yoongi
Visualizações 76
Palavras 1.601
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieee, queria avisar que os capítulos não terá uma data ou hora específica para serem postadas, portanto, vai ser bem aleatório, mas irei fazer de tudo para postar todos os dias!!!

Tenham uma boa leitura 💛

Capítulo 6 - Surpresas pt2


Fanfic / Fanfiction Playing With Fire - Imagine JungKook - Capítulo 6 - Surpresas pt2

Madrugada de sábado - 01:37 


Antes que perguntem, estou acordada por que estou conversando com o Tae e o kook, não sei o que aconteceu com aquele papo de eu não ter assunto com o Jeon, nós temos assuntos até demias, ele e eu não paramos de conversar até agora, e com o Tae? É um assunto complicado, o Taetae é gay, sim eu tenho um amigo gay, e ele se descobriu faz uns três meses, e o mesmo vem tentando lidar com isso, e então o lindinho está desabafando sobre seu desapontamento sobre algumas questões a qual ele vem passando, e como amiga eu estou o ajudando, mas ao mesmo tempo é ruim ver alguém importante assim, desse jeito; eu decidi não contar nada para o Tae sobre o Jeon e eu ainda, ele talvez não reaja bem, achando que o kook vai roubar me roubar dele, só o Tae mesmo! 


Mas agora estou apenas conversando com o kook, já que o Tae decidiu que ia dormir por conta da sua frustração, o que me deixa realmente preocupada sobre ele.


Como havia lhes contado, eu e o kook, arrumamos vários assuntos, se você visse nossas conversas diria, que nos conhecemos a muito tempo, mas a verdade é que comecei a falar com frequência faz nem uma semana, pelo menos algo bom aquele vídeo tinha que fazer por mim, já que praticamente todas as meninas me odeiam, só faltava elas jogarem algo em mim só por que acham que eu e o Jeon temos algum tipo de relação, quem me dera!


Mensagem:

Lia: acho melhor a gente ir dormir, já tá ficando muito tarde!

Kook: aaaaa não, eu quero conversar mais com você! 

Você me faz bem, Lia!

Meu coração está acelerado novamente, apenas pelas simples palavras dele, eu não tenho uma queda por ele, não mesmo, eu tenho mesmo é um abismo, eu estava com um sorriso enorme por causa da última mensagem, quando ele disse que era carinhoso, não pensei que seria realmente.


Lia: você também me faz bem!

Estou tão feliz, eu realmente gostei de passar o tempo com você!

Kook está digitando...

Kook: que bom que gostou, eu também, estou tão feliz rs.

Kook: boa noite Cecília, durma bem! 

Lia: boa noite kook, durma bem!


Eu enviei a mensagem e logo bloquiei a tela do celular, colocando logo em seguida em cima do criado-mudo, me ajeitei melhor na cama, e logo peguei no sono, me lembrando de minutos antes dele ir embora.


Domingo - 10:53 da manhã.


Eu acordei, mas não acordei, sabe aquele momento que acordou, mas ainda está de olhos fechados, era assim que eu estava, hoje eu passaria o dia inteiro em casa, não queria sair, na verdade eu não gosto de sair ou qualquer outra coisa no domingo, pra mim, domingo é paz, então gosto de ficar na minha. Finalmente me levantei, abri meu olhos, que logo fechei por conta da claridade, havia esquecido de fechar as cortinas, mas mesmo assim me forçei a abrir os olhos, e me sai da cama quase caindo, e fui em direção a porta, abrindo-a e saindo, indo para o banheiro, não fiz nada de mais apenas as mesmas coisas que sempre faço de manhã, voltei a meu quarto, e arrumei minha cama e depois fui trocar de roupa. Quando terminei partir seguindo, para a sala, onde estava minha mãe e minha tia, assistindo a algum filme que passava na televisão, não dei muito importância e me ajuntei a elas, que mal perceberam minha presença, elas estão cagando pra mim existência!

O filme era até que legal, quando acabou, minha mãe foi fazer o almoço, e continuei a assistir algum programa que passava, senti meu celular tremer e vi que era uma ligação, por que ele está me ligando?

- Alô?

- Ah oi Lia, desculpe, você está ocupada?

- Não, eu não estou! 

- Sabe.. queria saber.. se eu podia.. ir na sua casa agora? - dizia meio inseguro

- Ah claro, mas por que você que vir aqui? 

- Eu quero te ver, daqui a pouco chego aí, Tchau! - ele estava agindo estranho demais esse últimos dias, estranho!

Fui até em minha mãe, lhe dando a notícia de que teríamos companhia no almoço, ela ficou toda empolgada, em questões de minutos, ouvi alguém batendo na porta, e já sabia que era ele, fui atender e ela estava ele, lindo como sempre, estava de calça jeans preta e um moletom, com um par de tênis branco, ele estava simples, porém radiante.

- Entre! - fiz um gesto para que ele entrasse, e foi isso que ele fez.

- Oi Lia, tudo bem? - ele entrou meio acanhado, já que nunca tinha vindo até minha casa, digo, ele nunca entrou aqui dentro!

- Sim e você, 'ta bem? - perguntei-lhe sem olha-lo, eu estava nervosa por ele está aqui.

- Melhor agora! - ele disse, dando um sorriso angelical, oh Deus, ele é tão lindo!!!

- Ah.. que bom, vem conhecer minha família! - eu peguei seu pulso e o trouxe até o meio da sala - Tia? Mãe? Venham aqui na sala! - eu gritei por elas.


Logo apareceram na sala, minha tia ficou meio, como posso dizer, desconsertada por ver o Jeon, minha mãe nem se fala, tava com uma cara de tacho, acho que ela devia pensar que era o Tae, ele gosta de almoçar aqui, por isso, ela ficou meio "assustada".


- Mãe, tia.. esse é o Jeon JungKook, ele é.. - fui interrompida pela minha tia, que tinha um sorriso enorme nos lábios.

- Ele é seu namorado, Lia? - ela disse toda boba, e minha mãe estava do mesmo jeito, elas estão bem?

- Não, ele é não meu namorado, ele é meu ... - não sei se devo chamá-lo de amigo ou colega!? - ele é meu amigo!


Jeon olhou pra mim com os olhos abertos, e com a boca aberta, acho que ele não esperava isso, já que não conhecemos a pouco tempo, seríamos no mínimo, conhecidos.


- É somos a-migos! - ele estava feliz, julgando pela sua face, já que, estampou aquele sorriso maravilhoso - É um prazer conhece-las! 

- O prazer é todo nosso, sinta-se a vontade Jeon! - minha mãe disse toda contente, voltando pra cozinha e seguida de minha tia.

- Desculpe por isso, elas sempre.. - ele me interrompeu, como sempre!

- Pare de se desculpar, você não fez nada de errado! - ele se sentou no sofá calmamente, e me sentei ao seu lado.

- Ok, eu irei parar.

- Lia, faz carinho? - ele dizia calmo, como sempre fora.

- A-agora? - ele realmente gosta de carinho!

- Por favor!? - ele fazia uma biquinho fofo, e eu não resisti.

- Tá bom, mas kook.. não quero que entenda mal, v-você quer ir lá p-pro meu q-quarto? - eu estava muito nervosa, não queria que ele pensasse que era uma oferecida, por eu não era.

- Tudo bem, Lia, vamos para lá.


Ele se levantou, e eu fiz logo em seguida, fomos em direção a escada, e subimos, mostrei onde era o banheiro caso ele precisei, o levei até a porta de meu quarto, e abri a mesma, revelando um quarto simples e "organizado".


- Pode entrar! - na verdade eu estava nervosa, meu coração estava muitoooo acelerado.


Ele entrou e ficou observando, não tinha nada de mais, era bem comum o meu cantinho, já que não sou cheia das frescuragem.


- Gostei do seu quarto! - ele estava perto da cama, e pediu com um gesto, se podia sentar, eu afirmei que sim com a cabeça.

- Obrigada, eu acho! - soltei um risinho bobo, por conta do NERVOSISMO.


JungKook deitou na minha cama, e eu fiz logo em seguida, mas eu estava próxima dele demais, já que minha cama é de solteiro, ele olhava pra mim e eu pra ele, tínhamos os olhares presos um no outro, senti sua mão segurar a minha, e trazê-la até seu rosto, logo já entendi, comecei a fazer um carinho devagar em suas bochechas macias, como pode ser tão lindo assim? Ele feixou os olhos, e como dá última vez eu olhei para seus lábios, e senti vontade de beija-lo, parecia tão certo, mas sabia que iria estragar essa nossa relação, seus olhos abriam rápido e ele me pegou observando sua boca, e deu um sorriso sem mostrar o dentes, e fiz o mesmo, logo fechando os olhos novamente, ficamos uns 10 minutos desse jeito, quando ouvi dizer:


- Lia posse te fazer perguntas? - disse ainda aproveitando o carinho.

- Pode! 

- Você não.. tem pai? - perguntou com receio.

- Meu pai faleceu a 4 anos, kook.. - não me abalei, eu já tinha superado, eu entendia a situação agora.

- Como aconteceu? - ele ainda mantinha o receio, mas acho que a coriosidade superava isso.

- Eu e meus pais estávamos voltando da viagem de férias de verão, e nós sofremos um acidente, eu e minha mãe sobrevivermos, mas meu pai não aguentou.

- Sinto muito, desculpe fazer essas perguntas.

- Tudo bem, não tem problema.

- Você já namorou? 

- Não, ninguém nunca se interessou por mim desse jeito - era verdade, ninguém nunca chegou a se declarar ou me pedir em namoro.

- Você já beijou? - opa que pegou na ferida, assim não vale.

- E-eu n-não, e você? - cara eu estou com tanta vergonha.

- E-eu também n-não.. - ele abriu os olhos, e de novo estávamos presos pelo olhar.

- Sério? - eu não acredito que o nerd delícia/gostoso/popular da escola nunca deu um beijo se quer!!!

- S-sim, eu queria que fosse com alguém especial pra mim - dizia com os olhos brilhando.

- Eu também!

- Lia.. posso te beijar? 



Eu não acredito nisso, eu estou sonhando? Estou em coma? Estou viva? É uma alucinação? 


Mais surpresas, estou me sentindo sortuda!!!



Notas Finais


Obrigada por ler e espero que tenham gostado, desculpe qualquer erro na escrita!

Peço que dêem apoio a fic, eu agradeço ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...