História Playing With Fire - Imagine JungKook - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Colégio, Comedia, Hoseok, Imagine Jungkook, Jimin, Jungkook, Namjoon, Oppa, Playing With Fire, Romance, Seokjin, Taehyung, Vmin, Yoongi
Visualizações 70
Palavras 1.846
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieee de novo, tudo bem com vocês? Espero que sim ❤

Obrigada por quem está dando apoio a fic, eu fico feliz que estão gostando ❤

Tenham uma boa leitura 💕

Capítulo 7 - Felicidade momentânea


Fanfic / Fanfiction Playing With Fire - Imagine JungKook - Capítulo 7 - Felicidade momentânea

Minha casa - me perdi na hora.


Jeon o que você quer fazer com meu coraçãozinho ein?


- O q-que? - eu estava muito nervosa e assustada.

- Eu posso te beijar? - ele tem a audácia de repetir, só vem!!


Nem deu tempo de responder, minha mãe apareceu no quarto do nada.


- Venham comer, o almoço está pronto! - ela diz contente e depois sai do quarto.

- Vamos!? - perguntei ao kook, ele apenas assentiu e me seguiu até a cozinha.


Quando chegamos nos sentamos, olha que coisa linda, ele estava sentado de frente pra mim e a minha tia do meu lado, com a minha mãe no meio, escuto a minha tia se pronunciar.


- Onde se conheceram? - ela perguntava olhando para ele.


Ele olhou pra mim, parecia pensar, seria constrangedor ele falar como nós conheçamos!!! 


- Na escola, estudamos na mesma sala, e fora que moro perto daqui! - respondeu com um sorriso fofo, ele sabe atuar bem ein!

- Que legal, você tem quantos anos? - pra que minha tia tá fazendo esse interrogatório?

- 17 anos, como a Lia! - ele respondeu sem olha-la, comendo sua comida.

- Já que não namora a Cecília... - ela deu uma pausa, e sem jeito perguntou - Você tem uma namorada?


Eu engasguei com minha própria comida, eu não acredito que ela fez essa pergunta, o que ela tá fazendo?


- Está melhor docinho? - minha mãe me perguntou, e eu assenti em confirmação.

- N-não namoro ninguém! - disse corado, e meio acanhado.

- Ah sim, está apaixonado? - tia para, por favor! 

- Sim! - ele respondeu com convecção, logo seu olhar caiu sobre mim.

- Bom saber! - minha tia ficou meio triste por isso, mas o que ela pensa que tá fazendo?


Nós terminamos de comer, eu ajudei a minha mãe, já que minha tia, estava toda contente pela a presença do kook, ele ficava acanhado mais ainda com aquele jeito atirado dela, as vezes acho que não somos da mesma família, juro que já pensei e penso assim; ela conversava com o JungKook, e ele parecia um pouco desconfortável, talvez ela esteja fazendo perguntas que o deixe assim!


- Filha? - minha mãe me chamou baixo e fez um sinal para que eu chegasse mais perto dela.

- Você tem algum sentimento por ele? - mamãe perguntou baixo, para que só eu escutasse.

- S-sim, ele é meu amigo mãe! - eu falei meio sem jeito.

- Não Lia, quero dizer, você é apaixonada por ele? - ela dizia com uma cara de curiosa.

- S-sim mamãe - eu estava sorrindo boba.

- Não o traga aqui quando sua tia estiver aqui! - ela fez uma cara nada legal, o que está acontecendo?

- Por que mãe? - eu estou muito confusa!

- Nós vamos conversar mais tarde sobre isso! - deu uma pausa, contando a falar - Mas não o traga mais aqui, quando sua tia estiver!

- Tá bom Mãe! - se ela disse, vou obedecer, mesmo achando estranho.

- Leve-o para seu quarto e fiquem lá, aproveite e o conquiste! - ela dizia feliz, minha é muito amorzinho!

Fui até a sala, e encostei a mão na ombro do kook, ele virou o rosto e fiz um sinal para surbimos, ele se levantou rápido e nós subimos a escada e entremos logo no meu quarto.


- Sua tia é estranha, desculpe falar.

-  Desculpe, ela não age assim! 


Ele se sentou na minha cama e fiz o mesmo, eu o olhei e ele também, parecia me analisar e eu fazia o mesmo, parando pra ver agora, ele tem uma pequena marca na bochecha perto da boca, nada demais, mas só percebi agora, não o deixa menos feio, deixa ele fofo.


- Lia você não me respondeu! - pensei que tivesse esquecido isso!

- Kook.. por que m-me beijar? - eu desviei o olhar do dele, olhando as minhas mãos no meu colo.

- Eu também me pergunto o por que! - ele ainda me olhava, eu sentia os seus olhos sobre mim.

- Mas você g-gosta de uma m-menina, d-devia fazer com e-ela, n-não? - eu ainda não o olhava, eu estava com meu cosplay de tomate.


Ele deu uma risada soprada, e pegou minha mão, me fazendo olhar para ele.


- Lia você é muito boba! - disse com seu sorriso.

- Eu s-sei.

- Eu quero te beijar, eu posso!? - Deus me ajude, eu vou ter um infarto.


Eu estava com meu pobre coraçãozinho batendo tão rápido, podia jurar que ele poderia ouvir, eu estava tão nervosa, seria meu primeiro beijo, seria a primeira vez que sentiria os lábios de alguém nos meus, é melhor ainda, era de quem eu mais queria, eu com certeza faria algo errado e seria ruim.


- Pode! - disse olhando-o, com certeza é convecção.


Ele abriu um sorriso tão grande, e por instinto eu também, ele ainda segurava uma das minha mãos, com a mão livre, ele segurou meu rosto, e veio chegando perto, ele me analisava e eu também, soltou minha mão, e colocou a mesma em meu rosto também, eu não sabia onde colocar as minhas, eu estava perdida, você não tem jeito Cecília!


Ele encostou os seus lábios nos meus, fechei os olhos, e foi um selar simples, calmo, gostosinho, aaah vou morrer de fofura, eu senti a lingua dele pedir passagem e eu cedi, a minha língua entrando em contato a dele, parece clichê, mas parece que eu senti uma corrente elétrica passar por meu corpo nesse momento, ele começou a me beijar, como o selar, foi calmo, foi incrível, eu coloquei minha mãos no rosto dele, e ele me puxou para mais perto, nossas línguas dançavam em perfeita sincrônia, ele parou, e deu um selinho em mim, colou nossas testas, eu estava de olhos fechados, eu estava tão feliz, eu abri os meus olhos e vi que ele estava com um sorriso, aquele sorriso!


- Eu quero de novo! - sem muito demora, ele me beijou novamente.


Eu estava nas nuvens, eu só espero não ser um sonho, ser uma alucinação, espero que seja verdade, eu amei beijar ele, era meu segundo beijo, e parece que já beijei eles tantas vezes, estranho, não? 


O celular dele começou a tocar, nos desfazendo do ósculo, ele pegou o aparelho e atendeu a ligação, eu fiquei com o sorriso no rosto, era aquele sorriso feliz porém desacreditada, sabe? 


- Tudo bem tia, eu volto, é algo grave? - opa o que aconteceu!?

- Aconteceu algo grave? - ele parecia tranquilo, mas ainda sim perguntei.

- Não, nada de grave, eu preciso ir! - ele mantinha um sorriso no rosto, nunca vi o Jeon sorrir tanto quanto nesses últimos dias!

- Ok, eu te levo até a porta.


Nós estávamos corados, mesmo assim, fomos até a porta de minha casa, ao sair ele segurou minha mão, que praticamente, cobria a minha.


- Eu gostei, gostei muito! - dizia corado, olhando direto no meus olhos.

- E-eu também! - eu não estava diferente dele.

- Eu vou indo, te vejo amanhã na escola! - ele chegou perto demais, e me deu um selinho rápido, depois deu selar em minha testa.

- Até amanhã! - eu o vi indo embora, ele virou e acenou pra mim e eu o retribuí.

- Ele é muito bonito! - minha tia apareceu atrás de mim.

- Sim, ele é! - eu entrei, e fui direto para meu quarto.


Ao entrar, eu me sentei na minha cama, eu estava desacreditada, eu dei meu primeiro beijo, eu beijei, eu beijei Jeon JungKook, e ele gostou, e não estraguei fazendo alguma merda, parabéns Cecília, merece um prêmio!


Os deveres de casa! Droga, eu esqueçi!


Fui a minha escrivaninha, começando a fazer os meus deveres, não me lembrava que eram tantos.


Passei a tarde toda fazendo aqueles deveres, realmente eram muitos, antes que pensem, eu não sou nerd que nem o Jeon, eu me esforço, mas tenho minhas dificuldades, mas também não tenho notas ruim, digamos que sou exemplar. Eu terminei de fazer e guardar tudo, já estava ficando tarde, então peguei uma roupa confortável e fui para o banheiro, tomar um banho.


Eu estava já de banho tomado, com minha roupa limpinha, tinha acabado de secar meu cabelo, e fui jantar, que era basicamente o que sobrou do almoço, eu comi sozinha, já que minha tia tinha saído, e minha mãe estava lendo seu livro, e me lembrei que nós precisamos conversar!


Eu arrumei tudo de já terminado, e partir para seu quarto, dei uma batida e abri a porta, logo vendo minha mãe pentear seus cabelos, e eu fui me sentar ao lado dela.


- Mãe!? 

- Filha antes de tudo, escute a mamãe tá bom? - afirmei que sim com a cabeça - A sua tia, mostrou interesse no Jeon! 

- Como assim mãe? - que não seja o que eu estava pensando, por favorzinho!

- Ela está com interesse nele filha, ela gostou do Jeon! - eu estava com os olhos arregalados, com a boca aberta, estava estática, por que logo o Kook???

- Mãe, ela te contou? 

- Eu percebi na hora que ele chegou aqui, os olhos dela ficaram vidrados nele... - ela deu uma pausa, e segurou minha mão - e depois que vocês subiram, ela me disse.

- Por que? - tanto cara querendo a minha tia, por que ela quer o Jeon? 

- Não sei Lia, mas acho que ela não faça o estilo do JungKook!

- Eu não acredito! - estava bom demais pra ser verdade! 

- Cecília, eu não quero que você fique diferente com sua tia, por favor! 

- Mãe eu não sei se consigo.

- Escute a mamãe, não trago-o aqui quando ela estiver aqui, entendeu? 

- Sim! 

- Vá descansar, amanhã você tem aula docinho! 

- Boa noite mãe! - eu dei um beijo em sua bochecha, e me levantei indo em direção da porta.

- Boa noite Cecília!


Eu saí, e fui para meu quarto, me joguei em minha cama, me lembrando do que aconteceu novamente aqui, e sorri, eu sou uma boba apaixonada!!!


Ouvi meu celular tremer no criado mudo, e peguei o mesmo, vendo uma mensagem do Jeon.


Mensagem de Kook:

Kook: passa os intervalos comigo amanhã?

Lia: você se importa que o Tae esteja comigo? 

Kook: não tem problema.

Seria chato deixar ele, pra ficar comigo.

Ele parece ser legal!

Lia: então tá bom!

Ele é uma boa pessoa, um ótimo amigo!

Kook: você não vai mudar né?

Lia: mudar o que Kook?

Kook: seu jeito comigo, depois do beijo de hoje!

Por favor não mude comigo!!!

Lia: calma, eu não vou mudar, eu contínuo sendo Kim Cecília!

Boa noite kook!

Eu já vou dormir, durma bem!

Kook: obrigado Lia!

Boa noite e durma bem, docinho! 

Kkkkk

Lia: afe kkkkk


Eu bloquiei o celular, e ajeitei na cama, pensando melhor no que minha mãe disse para mim.


Explicarei brevemente, minha tia não é muito mais velha que eu, minha mãe teve uma gravidez muito cedo, meu pai assumiu, e eles casaram, quando eu nasci, minha tia tinha 5 anos, já que a minha vó, engravidou de surpresa, então sendo que tenho 17 anos, minha tia tem 21 anos e daqui a um tempo, ela completará 22 anos, acho que deu pra entender meu desespero, ela seria a noona dele, eu realmente não quero pensar em que isso pode se tornar verdade, não vai!


Espantei esses pensamentos, e fui dormir, amanhã será um dia longo! 








Notas Finais


Obrigada por ter lido

Irei tentar postar mais um capítulo hoje, já que não postei no outro dia!

Até no próximo capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...