1. Spirit Fanfics >
  2. Playing With Fire - Imagine Ong Seongwoo >
  3. 06

História Playing With Fire - Imagine Ong Seongwoo - Capítulo 6


Escrita por: tobiElec

Notas do Autor


Mais uma atualização fresquinha pra hoje.
Espero de coração que gostem.
Apreciem sem moderação.
By: Lec

Capítulo 6 - 06


- Talvez tenha sido coincidência. – Eun Hye diz meio incerta.

- Acho difícil. – O doce Lee opina e vejo quando minha amiga lhe lança um olhar mortal. – O que foi? – Ele a encara debochado.

- Você não está ajudando. – Um pequeno sorriso enfeita seus lábios.

- Pelo que você me disse esse cara gosta de você. Ele sabia que você estaria lá, em minha opinião foi tudo planejado. – Fala convicto.

Penso em suas palavras, e isso me deixa ainda pior. Pra ser sincera, não parei de pensar nessa hipótese desde o momento em que vi Seongwoo com aquela garota e, constatar que o doce Lee teve a mesma impressão que eu não me deixa nenhum pouco mais calma.

- Para de por neuras na cabeça dela. – Minha amiga volta a falar. – O Lee assiste dramas demais S/n. – Ele a olha com tédio. – Começou a confundir realidade com ficção.

- Você sabe que eu tenho razão. – Diz ignorando Eun Hye totalmente.

Uma discussão começa entre os dois, mas não dou a atenção devida. Uma parte minha está irritada. Irritada porque permiti que Seongwoo estragasse a minha tarde com Jaehwan e, mesmo que a contragosto uma parte minha está feliz. Feliz em acreditar que talvez ele goste de mim o suficiente para tentar atrapalhar o meu encontro.

                                                              ***

- Eu preciso terminar o trabalho hoje, espero que se lembre disso. – Ong diz antes de acompanhar seus colegas no almoço.

- O que aconteceu entre vocês? – Gae In pergunta. – O clima está péssimo desde manhã.

- Nada. - Recolho o restante das canetas e fecho o estojo. Sinto seus olhos sobre mim.

- Vocês não trocaram nem uma palavra sequer hoje. – Levanto os olhos e a encaro. – Isso não é normal.

- Saí com Jaehwan. – Respondo e ela me olha incrédula.

- Você escutou alguma palavra do que te disse na quinta-feira? – Não me dou ao trabalho de responder. – O Seongwoo sabe disso?

Sinto uma pontada de irritação.

- Sim, ele estava no dia em que Jaehwan me chamou pra sair.

- Meu Deus S/n! Você aceitou sair com outro cara na frente do cara que gosta de você?

Um riso soprado escapa de meus lábios. Não acredito que estou ouvindo isso.

- Gosta tanto que foi passear no shopping com outra garota. – Deixo a raiva que guardei sair. – Eu o vi lá, tá bem? Ele apareceu pra atrapalhar o meu dia e ainda levou uma amiguinha junto. – Tento manter o volume da voz baixo.

- E você ficou com ciúmes? – Começo a caminhar para o refeitório.

- Não sei por que isso importa. – Acelero um pouco o passo, a última coisa que gostaria hoje é discutir sobre como me senti. O dia de ontem com Eun Hye e o doce Lee foi suficiente.

- Você sentiu ciúmes? – Gae In pergunta assim que entramos na fila da cantina.

Pego minha bandeja e caminho até uma mesa vazia mais ao canto. Quando ela chega ao meu lado volto a falar.

- É óbvio que fiquei com ciúmes. Depois do que você disse não consigo mais enxergar aquele babaca da mesma forma. – Desabo em um dos bancos do refeitório. Com ela e Eun Hye dizendo a mesma coisa, fica difícil enxergar Seongwoo como o via antes.

Gae In começa a rir. Encaro-a sem entender nada.

- Você fica engraçada quando sente ciúmes S/n. – A olho de cara feia o que só a faz rir ainda mais.

Deito a cabeça sobre a mesa e solto um gemido, meus dias de paz se foram antes mesmo de terem chegado.

                                                    ***

- Como foi seu encontro? – Pergunta me encarando.

- É uma pergunta do seu trabalho? Por que não vi essa no meu. – Bufa e volta a ler o livro em suas mãos.

- Vi vocês na lanchonete no shopping. – Volta a falar alguns minutos depois.

- Nem notei você lá. – Digo cínica e ele ri debochado.

- Sério? Achei que minha chegada tinha sido o motivo de vocês saírem. – Fala convencido.

Não abro mais a boca. Concentro-me em terminar de responder as questões que faltam. Quanto mais rápido eu terminar isso melhor será para nós dois.

- Pronto. – Digo assim que respondo a última pergunta. – Podemos ir. – Começo a juntar os livros para devolvê-los às prateleiras. Ele abre a boca, parece que vai dizer algo, mas muda de ideia. Puxa minha folha e começa a copiar a resposta.

- Você vai ficar saindo com aquele cara? – Pergunta logo que termina, enquanto guarda os materiais na bolsa.

- Isso não é da sua conta. – Falo irritada.

- Seol Hee é minha prima. – Olho-o sem entender sobre o que está falando. – A garota que estava comigo no sábado. – Explica. – É minha prima de Busan.

- Isso não é da minha conta. – Pego os livros e vou devolvê-los em seus lugares.

Tento controlar minhas emoções o máximo possível, mas não consigo. Ele sabia que eu estaria lá, não foi coincidência, ele foi lá propositalmente, só para atrapalhar meu encontro. O doce Lee estava certo.

- Esse é o último? – Pega o livro em minha mão e o coloca na última prateleira da estante. Não tinha percebido que ele estava ali. – Ele te beijou? – Seu olhar é intenso. Meu corpo congela. – Ele te beijou? – Pergunta mais uma vez. Balanço a cabeça negativamente.

E então sua boca encontra a minha. Meu coração bate tão rápido que esqueço que estamos na biblioteca e que podemos ser pegos por alguém aqui. Correspondo ao beijo com a mesma intensidade com que ele me beija. Envolvo seu pescoço com os braços e ele me pressiona contra a estante de livros, não consigo pensar em mais nada a não ser na sensação maravilhosa que é estar entre seus braços.

Nos afastamos sem ar e só então volto a realidade. Observo seu rosto, ele está tão perturbado quanto eu.

- Você me roubou um beijo, eu o peguei de volta. – Fala ainda ofegante, me dá as costas e volta pra mesa onde estávamos antes.

Deslizo pela estante e me sento no chão, ainda atônita com tudo o que aconteceu. Se havia uma chance de não me apaixonar, depois desse beijo ela desceu pelo ralo.

Dica seis: Não beije alguém por quem está tentando não se apaixonar.


Notas Finais


Doce Lee dando as caras.
É óbvio que ela ficou com ciúmes.
Pelo menos ela se deu conta de que gosta do Ong.
Ela toda debochada.
Finalmente esses dois se beijaram de novo.
Essa dica aí acho que é um pouco difícil de seguir.
Se cuidem e fiquem bem.
Amo vocês.
Até a próxima.
❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...