História Playing with Knives - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park
Personagens Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 6
Palavras 1.738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sup ♥

Capítulo 1 - Não diria vida normal...


2 de Fevereiro

Casa dos Jeon

7:00 

Acordei ao som do despertador, tocando Fire do BTS, a música não me anima nem um pouco como anima algumas meninas que conheço mas, como diz meu pai eu não sou normal.

Me chamo Jeon Minyo, meu pai é Jeon Jungkook, ele e minha mãe me tiveram a exatamente 18 anos, 5 horas e 14 minutos atrás. E a exatamente 14 anos e 2 horas, ela morreu de câncer de pele.

Tiro o cabelo azul do meu rosto, levanto e vou até o banheiro, graças a G-Dragon hoje é sábado e eu posso dormir o dia todo... o problema é... não posso não.

Sam, a namorada do appa vem aqui em casa hoje junto com a filha, Yang mi. Ela é uma tagarela colorida que nem a mãe, é um saco cuidar de gente mais nova... a única coisa que eu posso fazer é implorar pra que elas não venham.

ㅡ Minyo! Vem tomar café! ㅡ Seokjin estava batendo na porta. Seu filho Dustin provavelmente está lá em baixo, ouvi alguma coisa quebrar então, ou é ele ou é Kim Namjoon o rei da destruição.

ㅡ Jin se meu pai estiver em casa, fala pra ele que vou ficar fazendo cosplay de Hatsune Miku e maratona de dorama até as oito da noite. ㅡ Eu disse fazendo um coque mal feito no meu lixo, também conhecido como cabelo. Seokjin ficou quieto, achei que ele tinha desistido e ido tomar café. Até o diabo quase arrombar minha porta pra me puxar até o fundo do inferno.

ㅡ Jeon Minyo sai daí logo, já são onze da tarde. ㅡ Ah, é o Min Yoongi querendo me matar, nada de mais... Pera, como são onze?! Meu relógio tava marcando.... 

Aish...

ㅡ Pra que? Se eu sair não vou ter paciência. ㅡ Fora que ninguém me dá waffles de café da manhã.

ㅡ Eu entendo perfeitamente, esses caras são muito barulhentos... mas se não sair agora eu vou pedir pro seu pai deixar a Yang mi e a Sam mais algumas horas aqui. ㅡ É isso que dá morar junto com a família inteira. 

Abri a porta e vi Yoongi me olhando com um cigarro na boca, Jimin estava do lado dele com um cookie na mão. Eles estão namorando a um tempo e daqui a duas semanas vão se casar. Adotaram o Mark a alguns anos atrás. Ele é brasileiro e é um doce de pessoa, ele traz paz por onde passa, afinal foi o Jimin que deu educação a ele, nem sei em que o Yoongi ajudou, talvez a andar, dormir, comer ou revidar.

ㅡ Bom dia Minyo! ㅡ Disse Jimin animado, ouvi mas alguma coisa quebrar, só que dessa vez a anta assumiu.

ㅡ Foi sem querer! ㅡ Como eu esperava, Kim Namjoon é o culpado.

Desci as escadas com a maior preguiça. A pior coisa de dormir, é que você acorda.

ㅡ Bom dia Minyo. ㅡ Seokjin estava colocando uma pilha de waffles encima do prato da Shuine, filha do Hobi.

Ela tem 5 anos e o irmão dela, Hang tem 7. Ela está usando uma roupa de Pikachu e realmente, se alguém não derreter olhando pra Shui não é humano, é que nem olhar pras nádegas do Jimin e não se achar pervertido, é tão grande que poderia ser o novo logo do Google.

ㅡ Bom dia Minyo! Feliz aniversário! ㅡ Era Dustin trazendo um bolo até mim, estava escrito "Felis Aniverçariu" bem no meio com chantily envolta. 

Dustin é o filho do V, é alguns dias mais velho que eu. Mas não dá pra ver isso, ele age como se eu fosse mais velha.

ㅡ Foi a Shuine que escreveu! ㅡ Falou Hang, aparecendo atrás de Dustin com aquele rosto fofo de sempre.

ㅡ Percebe-se... Até porque se fosse de um de vocês eu expulsava dessa casa até passar do 1° ano do fundamental. ㅡ Pra que ser doce se eu posso ser realista?

ㅡ Credo... acordou com o Yoongi no corpo né? ㅡ Namjoon brotou do meu lado me dando um susto, DESDE QUANDO ESSAS PESSOAS APRENDERAM A BROTAR ASSIM?!

Minha vontade de falar "aquela porta vai pra puta que pariu, vai na fé" era gigante, mas tinham 4 crianças lá: Shuine, Hang, Dustin e Jimin, então desisti da idéia.

Senti minha bochecha ficando suja de chantily e estava preparada pra me virar e dar um tapa na cara do maldito, até ouvir aquela voz grossa no meu ouvido.

ㅡ Come logo esse bolo antes que eu coma Minyo... ㅡ Era aquela puta do Anko, o gótico da casa.

ㅡ Uma dica, escovar os dentes as vezes faz bem. ㅡ Fui pro sofá ignorando ele, sei que ele odeia quando faço isso, adoro irritar aquele gótico. Ele é filho do Jay, irmão do Jimin, é bem mais sério e trabalha como k-idol. Por seu trabalho ocupar todo o seu tempo ele está sempre fora do país, nos visita pouco, por isso sempre trás presentes para todos.

Ele me olhou por alguns minutos e depois pegou o bolo e levou para o quarto, aquele capeta roubou meu bolo.

ㅡ Cadê o V? ㅡ Eu disse, o V é o único que entende quando eu me sinto carente.

ㅡ Ele foi com seu pai buscar a Sam. ㅡ Yoongi disse pegando mais um waffles, bixo esfomiado hein...

ㅡ Buscar? Ela tem um carro, e mesmo que tivesse quebrado, ela não é alejada pra andar até aqui.

ㅡ Não seja maldosa Minyo! Ela é sua madrasta! ㅡ Falou Jimin fazendo bico e cruzando os braços. Ele costuma fazer isso quando está bravo e não é muito bom sinal, Yoongi enlouquece quando ele faz bico. Mas pra minha sorte, ele não estava olhando. ㅡ O carro dela deu defeito...

Ouvi a campainha tocar e por reflexo de "não quero Parker Yang mi na minha casa" eu corri pro quarto.

Yoongi me puxou pra baixo denovo, me colocou no sofá e voltou a comer seu waffles com mel.

ㅡ Bom dia Sam! Oi Yang mi! ㅡ Seokjin abriu a porta e deixou as bestas entrarem, meu pai veio logo atrás com o V.

ㅡ Minyo! ㅡ Yang mi correu até mim pra um abraço, eu desviei indo para o lado e ela bateu o rosto no chão.

ㅡ Opa, desculpa garota. ㅡ Eu disse entre risadas baixas, acho que ninguém me ouviu.

Namjoon me olhou feio, assim como Seokjin. Eu levantei os ombros tipo "Que foi?" E eles pararam de me olhar, bando de stalkers.

ㅡ Então... Feliz aniversário Minyo! ㅡ Sam está tentando ser legal com a piscininha de falsidade dela, sinto essa piscina transbordando, espero que se afogue e morra bem no fundo.

 ㅡ Valeu... ㅡ Falei com o tom de sempre, enjoado de ver Parkers na minha casa.

ㅡ Hey Minyo! Olha o que eu comprei pra você! ㅡ Yang mi pegou uma sacola e me entregou, lá dentro estava uma blusa do Black Pink, meu grupo favorito. Como ela sabia? Essa menina tá fixada em mim, socorro.

ㅡ E aí, gostou? ㅡ Sam está tentando ser legal denovo, ela me dá medo quando faz isso.

ㅡ Tá... ㅡ Fui pro meu quarto e me tranquei, não demorou muito para Anko aparecer na minha porta e quase arrombar tentando dar umas batidas.

ㅡ Hey, abre aí estresse.

ㅡ Pra me dar uma lição de moral? Não, valeu. ㅡ Toda a vez que eu faço algo "errado" o Anko vem e me dá aquelas lições sem sentido de desenho animado.

ㅡ Jeon Minyo, abre a porta. ㅡ Ele tá falando devagar, nesse ponto se eu abrir a porta vou ser enforcada.

Comecei a rezar baixo abrindo a porta bem devagar. Tomei um susto quando senti Anko me abraçando, esse carinha é muito bipolar.

ㅡ Sei que está meio confusa com tudo isso. Mas acredite, uma hora passa. ㅡ Ele disse acariciando meus cabelos, demorei uma eternidade pra fazer o coque e esse caralho destrói.

ㅡ Tá, pode sair do meu quarto agora encosto ㅡ Empurrei ele pra fora do quarto mas ele foi chegando mais perto de mim. Fui indo para trás e ele chegando perto, até eu tropeçar no chinelo esquisito estilo avó e cair de costas na cama. Ele subiu encima de mim e chegou perto do meu rosto, me encarando.

Senhor, meu rosto está explodindo nas chamas, não vejo nada no rosto de Anko a não ser um garoto gótico que adora me provocar.

ㅡ Eu entendo perfeitamente como é não ter alguém da família com você, acredite. ㅡ Ele sorriu sem mostrar os dentes e saiu do quarto me deixando encima da cama sem mexer um músculo.

Ele tenta ser sexy, mas nada nele o permite ser assim, isso o deixa mais engraçado do que sexy, ele deveria parar de tentar ser assim...

[• • •]

A tarde, quando Sam e Yang mi foram embora, eu, Yoongi e Dustin ficamos jogando truco.

ㅡ Podem vir tomar o café da tarde! ㅡ Seokjin gritou da cozinha batendo palminhas pra chamar atenção.

Nós fomos até a cozinha quase nos matando pra ver quem ia comer primeiro e comemos as panquecas de Seokjin que obviamente estavam maravilhosas.

ㅡ Então... Minyo, na segunda feira você vai ter mais uma pessoa pra te levar pra escola! ㅡ Jimin parecia animado demais pro meu gosto... Além daquela animação que ele carrega nas costas, tinha a animação da Yang mi com ele. Minha casa foi infectada, preciso urgentemente de uma máscara de médico. 

ㅡ Já tenho guardas demais me rodeando na escola, valeu. ㅡ Todo o santo dia tenho que aguentar Mark, Dustin e Anko pra ir na escola, Seokjin obriga eles a me "protegerem".

ㅡ A Yang mi vai com você, tão difícil falar isso Jin? ㅡ Yoongi falou e eu senti o pedaço de panqueca entrando na minha guela e me engasgando.

O V me salvou do ataque da panqueca dando uma batida leve nas minhas costas.

ㅡ Calma filha, vai ser legal! Vocês vão poder se conhecer melhor afinal! ㅡ Como é. Que meu pai. Jeon Jungkook. Vê um lado bom. NISSO?

Depois dessa preciso de 84 anos pra me recuperar, porque todos os meus aniversários tem que ser esquisitos?!

[• • •]

Depois de um longo banho, é hora de dormir, finalmente o pior sábado que eu já tive acabou, amanhã é o dia em que vou pintar meu lixo azul denovo.

Não consiguia dormir então peguei o celular e fiquei assistindo dorama até mais ou menos três da manhã, não sou burra de ficar até as cinco assistindo... tá sou sim. Quando deram cinco horas eu desliguei o celular e dormi pensando na merda que é minha vida. 

Mas se a vida fosse fácil, chamava-se puta... ou Sam...


Notas Finais


Yaaah :3 eh issu ae, kakakakak
Espero que tenham gostado do capitulo ♡
Ao sair dessa fanfic, lembre-se...
All the best people are crazy!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...