História Playing with the Children - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Army, Bts, Colegial, Jhope, Jimin, Jin, Lemon, Namjin, Rap Monster, Romance, Suga, Yaoi
Visualizações 21
Palavras 542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AAAAA

EU ESTOU DERRETENDO NESSE CALOR INFERNAL

GRRRRR

Capítulo 12 - Queria ter você


Fanfic / Fanfiction Playing with the Children - Capítulo 12 - Queria ter você

Mesmo que Jin não queira falar comigo por causa dos que aconteceu mais cedo, eu fiz uma promessa a ele, e eu levo minhas promessas bem a sério.

Consegui chegar a tempo para ver o final do treino titular, já que era um horário mais cedo do que o horário de treinamento dos iniciantes.

Avistei Jin jogando um jogo de duplas, e me sento no chão, observando-o jogar.

Ele estava jogando bem, e por algum motivo me sentia orgulhoso de vê-lo jogar com mais confiança.

O treinador apitou, e o treino acabou.

Os jogadores começaram a sair da quadra pouco a pouco, e o último a sair foi Jin.

Quando Jin estava saindo da quadra, me apressei e lhe entreguei a toalha, e o mesmo sem me ver agradeceu, pegando-a

— Como foi o treino? - pergunto, falando com ele pela primeira vez após minha confissão.

Jin olha alarmado para mim, que solta a toalha no chão

— A-Ah o que está fazendo aqui?!

Ele parecia tão nervoso quanto eu. Tentei manter-me calmo.

Abri um sorriso tranquilo, sem olhá-lo nos olhos.

— Vi você jogando. Estava jogando muito bem! Parece que os treinos fizeram efeito! - ri, sem graça

Ele recolhe a toalha do chão, e balança com a cabeça silenciosamente.

As pessoas começaram a sair, deixando apenas nós dois sozinhos. Queria falar sobre o que aconteceu antes, mas não tinha certeza disso.

— Jin... - começo, mas o mesmo me interrompe.

Eu não posso Namjoon

Cerrei os dentes, desconfortável. Ele nem me deu uma chance de falar

— Eu posso te machucar, Namjoon. - diz sério

— Eu não ligo - rebati, dando de ombros

— Mas eu ligo! Não gosto de envolver as pessoas em uma ilusão.

— Eu não ligo - repito 

Jin pisca os olhos, começando a ficar irritado. 

— Você não pode dizer que não liga para tudo o que eu for falar!

— Jin, eu não ligo se estiver preocupado que eu me machuque, ou for iludido, ou se tudo isso for uma mentira. Estou disposto a ter você a qualquer custo, SeokJin. - dei uma pausa, tentando respirar - ... Mesmo que seja por um curto tempo... - suspirei, rouco.

Jin permanecia calado, escutando-me atentamente.

Eu jamais havia falado tão abertamente para alguém.

Era minha primeira vez.

— Eu não sei qual é a sua opinião a respeito disso, não sei como você se sente sobre isso, e não sei como você se sente em relação a mim. Eu estou saltando em um buraco escuro, e não sei como ele é por dentro. Mas, eu simplesmente senti que queria ter você

— O que você está querendo dizer com isso? Está se referindo a mim como um objeto? - esbravejou, sem prestar muita atenção em minha "frase filosófica"

— É claro que não! Eu não quis dizer isso! Eu quis dizer que... - Jin esgue a palma de sua mão, enquanto seus dedos pousavam em suas têmporas.

— Namjoon... Eu... - seus olhos se fecharam - Acho que não vai dar certo. - ele ergue a cabeça - "Nós".

E assim, ele simplesmente sai, e sua doce fragrância me chicoteia como uma pessoa que acabou de perder todos os seus direitos de viver.

Eu não entendo. Tinha tudo para dar certo. Achei que ele poderia sentir o mesmo...

 

Merda.


Notas Finais


Obrigada por ler até aqui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...