História Playtime - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias Barbara Palvin, Justin Bieber, Zayn Malik
Visualizações 110
Palavras 1.979
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 48 - Capitulo 14


Fanfic / Fanfiction Playtime - Capítulo 48 - Capitulo 14

3 anos depois...

         Samantha Willians Pov

Kate estava enorme, o tempo passou voando que nem percebi o quão ela cresceu até hoje. Ela estava toda animadinha para o aniversário dela, dizia que o pai dela iria leva-la para um parque de diversão e depois comer uma pizza de calabresa que ela estava doida para provar, já que eu nunca a levava.

Ela já estava pronta, estava de vestido rosa que ganhou de Arthur, com o sapato branco que dei para combinar, e  com o cabelo solto. Assim que terminei de colocar um laço no cabelo dela a campainha tocou e fui abrir, devia ser a Lucy já que Justin não vinha mais aqui buscar ela dês da brica que tivemos a 2 anos atrás, melhor dizendo depois que me viu com Arthur.

Caminhei até a porta e abri-la, tendo a visão de Arthur sorrindo com uma sacola na mão e um buque na outra.

- Boa noite – ele disse me dando um selinho e sorrindo em seguida – cadê a pequena?

- Lá dentro – sorri – se olhando no espelho – disse saindo da frente dele, dando passagem para entrar e fechei a porta

- Kate? – ela a chamou e ela veio correndo com os bracinhos para cima e o abraçou

- Tio Tu – ela disse sorrindo e mexendo nas rosas – e meu? – ela disse apontando para a rosa

- Não – ela sorriu e virou para mim com Kate no colo – essas são para sua mãe – ele me entregou o buque e sorriu de lado – e isso e pra você – ele colocou ela o chão e deu um sacola pra ela

- Obaaaaaa – ela disse animada e tirando tudo rápido – Ai Deuso – ela pulava e sorria – e uma Barbie que voa mamã

- E sim Filha – sorri e a campainha tocou novamente, dessa vez devia ser a Lucy.

Abrir a porta, dando de cara com Justin de mão dada com Jules

- Justin – o fitei a mão dos dois e voltei a o olhar – e quanto tempo – engoli seco

- Papai, papai, papai – Kate disse correndo de encontro com Justin que se agachou para pega-la – olha o que eu ganhei papai – ela sorria e mostrava a boneca voadora para ele

- Mamãe que te deu? – ele perguntou olhando nós duas

- No, fui o tio tu – ele metralhou alguém com o olhar, ele metralhou Arthur com o olhar que apareceu bem atrás de mim

- Oi, Jules como vai? – perguntei sorrindo e ela me retribuiu o sorriso

- Vou bem, obrigada por perguntar – ela disse colocando a mão no ombro de Justin – vamos querido?

- Vamos sim – ela disse pedindo estendendo a mão pedindo a mochila de Kate – Quer ir com a gente Samantha?

- Oque? – eu e Jules perguntamos juntas

- E, nos vamos comemorar o aniversário de nossa filha, eu acho que ela iria gosta de ter um aniversario passar com os dois- ele olha para Arthur – ele pode vim

- Eu não estou pronta, eu estou mal arr.....

- Você está ótima Samantha, como sempre foi – Justin me interrompeu e mexeu a cabeça na direção do elevador – Vamos?

- Sem bliga? – Kate olhou pra mim e para Justin. Nós rimos e assentimos com cabeça

- Vamos – Arthur disse indo pegar minha bolsa e as chaves

                                             ***

Decidimos que não iriamos no mesmo carro para não causar briga alguma, e eles assentiram de primeira.

Fomos na casa de Justin buscar Henry, Lucy e a Candy a irmã mais nova de Justin e fomos no parque, no meu carro estava Candy, Arthur e Eu

No carro de Justin estava Lucy, Jules, Henry, Kate e ele

O caminho todo Candy foi falando e contando a história do seu primeiro beijo que foi muito engraçada e contando como quer se casar com esse cara que a beijou

- Candy – riu – não e assim que rola

- Voce tem que saber se ele não tem harpes – Arthur disse rindo. E que sorriso – pensou você ter harpes

- Ai que nojo Arthur – ela disse colocando a língua pra fora e rindo – como a Sammy soube que você não tinha harpes? Foi te beijando não foi?

- E bem – ele riu

- Eu tenho quinze anos, ta bem- ela riu e me olhou – daqui uns anos sua filha estará assim – ela passou a mão no vestido – assim como eu, falando de menino, de beijo, ou namorando

- Mas por enquanto ela não está – sorri – e vou aproveitar esse momento – disse ligando o rádio e dançando com as mãos e cantando ao ritmo de Ariana Grande “Focus “que estava tocando, contagiando Candy

A olhei – I can tell you’re curious, It’s written on your lips – sorri e ela continuo

-  Ain’t no need to hold it back, Go ‘head and talk your shit

Fomos cantando o caminho inteiro até chegar no parque. Chegando lá todos fomos nos encontrar no lugar marcado.

Deixei Candy, Henry e Kate brincarem no carinho bate, bate enquanto fui comprar um cachorro quente e um algodão doce.

Flashback On

- Samantha – Justin me abraçou por trás – Vamos comer um cachorro quente?

- Justin, nós vamos na roda gigante e eu vou acabar vomitando – ri

- Está bem – ele sorriu e puxou minha mão para a fila da roda – promete que lá em cima vamos nos beijar?

- Até fazer juras de amor se você quiser – sorri, selando nossos lábios em um beijo doce.

                                          ***

- Aqui e muito alto, Bieber – disse olhando para baixo

- Ei – ele pegou minha mão – foca em mim apenas em mim por favor – ele sorriu e fitou meus olhos – Eu te amo, eu sei que o amor pode durar, ou pode machucar. O nosso sempre vai ter os dois, mais sempre voltaremos para o outro

- Justin – sorri – você e tudo para mim, eu também te amo.

Flashback Off

- Senhorita, o seu cachorro quente – o moço disse me tirando dos meus pensamentos

- Obrigado – disse pegando e saindo da fila

- Mamã – Kate disse vindo em minha direção com os olhos pidão

- Quer? – estendi minha mão com o cachorro quente

- Sim – ela sorriu e pegou o cachorro quente e fui correndo para mostrar os outros eu ri com a cena.

- Ela ta muito grande – Ouvi a voz de Justin atrás de mim e o olhei por cima dos ombros

- É ela está – sorri com a nossa observação – Daqui a pouco ela está nos falando de garotos – ri me virando para ele

- Ahhh não, minha garotinha falando sobre garotos – ele travou o maxilar – ela so vai namorar daqui a 30 anos

- Ai Justin que horror – ri – se fosse o Henry você deixaria – o fitei

- O Henry e homem

- Ai meu Deus – gargalhei – e isso que está o ensinando, ser machista 

- Não, mas e a lei – ela o olhou e sorriu e voltou seu olhar para mim

- Ele vai protegê-la de qualquer homem e vai ficar com as amigas dela – ele começou a rir e eu não me aguentei.

- Você e terrível – dei um empurrão no seu ombro de leve

- Cuidado mulher maravilha, vai fazer eu cair

- Você e o superman forte o bastante pra ser derrotado por mim – o fitei por inteiro e sorri.

Só agora que pode perceber o quão grande estava seu cabelo, que seus braços pareciam estar mais fortes, seu sorriso mais suave, ele estava de barba. Ele estava de um jeito que nunca tinha visto, ele estava bem com ela. Ele estava feliz com ela, ele estava com um olhar diferente. Talvez ele estava a amando.

- Você continua linda, Samantha – ele sorri e passa a mão em meu braço – diferente do que me lembrava.

- Você também está diferente, Justin – fitei o chão e voltei meu olhar para ele – De barba – ri – eu lembro de quando tentamos raspar a barba que começou a nascer em você.

- Você me cortou 3 vezes – ele ri – e quando tentamos corta o cabelo, só por preguiça de ir para o salão.

- Nãoooo foi preguiça – ri – estávamos na lua de mel – passei minha mão entre meus cabelos – por que sairíamos para um salão.

- Samantha foi épico

- Foi sim – sorri – e você e a Jules?

- Eu…- ele desviou o olhar – vivo o presente com ela e....

- E.... – o fitei

- Não vejo o futuro

- Você a ama?

- Esse e o problema, eu sou apaixonado por ela

- Ela e adorável

- Mas eu não amo ela – ela se aproximou de mim – Eu amo e outra pessoa

- Justin... – Aquele brilho nos olhos que eu vi na primeira vez que falamos que nos amamos voltou não só no meu como no dele

- Você e a pessoa que eu amo Samantha- ele segurou a minha mão – você e a pessoa que eu vejo um futuro

- Justin, por favor – olhei dentro de seus olhos – Eu estou com o Arthur e você com Jules e....

- E nós não amamos eles – ele desviou o olhar olhando para todos que vieram com a gente – eu amo você. Somos adultos o suficientes para saber disso e eles também são.

- Mas não podemos ficar juntos

- Por que não? Por que você ama o Arthur? Ou por que você e egoísta demais?

- Por que eu não quero me machucar novamente

- Para. Eu fico feliz quando estou com você, nós ficamos felizes juntos

- Mas logo dá errado Justin, sempre tem algo para nos separar, ou e sua irresponsabilidade ou o seu egoísmo a sua mentira, ou alguém que atrapalha

- Samantha

- Não Justin, sua mãe entra no meio e vem a população inteira em cima da gente para nos separar, vem seu outro eu ou sei lá o que é. Eu me entreguei para você, te contei quem eu era e você mentiu pra mim o tempo tudo. Eu tentei fazer você uma pessoa melhor mas surpresa, eu não conseguir – minha voz havia ficado um pouco mais alta

- Eu te entendo

- Não, acho que você definitivamente não me entende. Não entende mesmo, eu entreguei meu coração a um idiota mentiroso! – o empurrei – e agora e essa pessoa transformada que quer apenas se lembrar dos bons tempos, eu tenho uma surpresa para você Justin, não existiu só bons tempos para nós. – o fitei, ele estava de cabeça baixa, mas quando me olhou pode ver sua visão turva por conta das lagrimas

- Eu merecia ouvir isso – ele sorriu sem vida e mordeu seus lábios – você tem razão eu sou egoísta e mentiroso e definitivamente sou irresponsável, te deixei com Kate por 7 meses sem nem ao menos dá sinal de vida. Mas eu mudei estou aqui de volta e quero retoma tudo de novo

- Só que a vida não e assim- senti lagrimas quentes escorrem por meu rosto e mordi meus lábios para segura-las - não e como um jogo que você pausa, vai sair, e volta e está no mesmo nível a vida e mais complicada, quando você deixa o que mais quer para trás ele se torna velho e some e quando você encontra ele não e mais o mesmo esta reformado ou não pode mais ser usado

- Droga Samantha eu... – Kate veio em nossa direção nos interrompendo

- Mama, papa – ela sorriu e estendeu os bracinhos e Justin a pegou – Por que estão cholando?

- Por nada pequena – ele disse e passou a mão por seus cabelos –

- Mama, brigou com o papai? – ela fez bico

- Não, só estamos conversando- ele sorriu – sobre você passar mais tempos comigo – ela sorriu e bateu palmas

- Você quer assim? – a olhei chegando mais perto deles – Quer passar mais tempo com o papai?

- Quelo – ela sorriu e me encarou

- Vamos embora, Justin? – olhei no relógio- e tarde

- Vamos sim, vou chamar o pessoal



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...