1. Spirit Fanfics >
  2. Please - Imagine Min Yoongi(Suga) >
  3. Obrigada

História Please - Imagine Min Yoongi(Suga) - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo grande pra compensar esses meses sem cap.
Me desculpem, boa leitura ♡

×não revisado×

Capítulo 12 - Obrigada


Fanfic / Fanfiction Please - Imagine Min Yoongi(Suga) - Capítulo 12 - Obrigada

Depois do jantar, Jin chamou todos os meninos para a sala e pediu gentilmente que eu ficasse na cozinha. Meu lado curioso estava louco para espiar, mas por respeito preferi aguardar eles me chamarem.

— E então, como foi seu dia com seu príncipe rabugento? — JungKook se aproximou mais.

— O que? Do que está falando?

— Todo mundo sabe que você gosta dele, YeonHee. — ele ri.— mas fique atenta, ele pode não ser uma boa escolha para se relacionar.

Sem me deixar responder, Jungkook calmamente passa pela porta, me deixando sozinha no cômodo. Aquilo ficou preso em minha mente até o dia seguinte. Logo pela manhã eu percebi a ausência dos meninos, eles tinham saído mas não me avisaram nada. Ouço o barulho da TV no andar debaixo, talvez não estivesse tão sozinha quanto imaginei.

— Ah, você acordou! — Jungkook sorri. — os meninos foram comprar algo importante, já já eles estão de volta. Jin preparou o café da manhã, se quiser comer. — Assenti em silêncio.

Não estava com tanta fome, sentei ao seu lado no sofá. O clima entre nós dois estava meio estranho.

— tem algo de errado... entre... nós? — perguntei pausadamente. Ele negou sorridente, mas logo olhou pra mim.

— Aliás... sim. — seu sorriso desmanchou.— tem um tempo que eu venho pensando em um assunto... mas só pude ter certeza ontem.

— E o que seria esse “assunto"?

— Eu acho que estou apaixonado por você. — um sorriso de canto se formou nos lábios do garoto. Meu coração disparado me alertava do quão nervosa eu estava. — sabe, o Yoongi gosta de você, mas como ele não toma coragem nem iniciativa, é uma brecha pra mim conseguir seu coração antes dele.

Assim que a última frase foi dita, eu voltei a realidade. Me usar. Era tudo que ele queria. A história que Namjoon me contou veio na minha mente e logo em seguida veio a imagem do Yoongi sofrendo. Eu não acreditei que o Jungkook realmente pudesse ser aquela pessoa má, mas agora posso ver. Eu não seria usada por ele como arma, principalmente quando o alvo principal era o Yoongi.

— Por que está fazendo isso? — levantei indignada.

— Do que está falando?

— Você quer me usar para machucar o Yoongi. De novo. — ele se espantou. — eu não aceito os seus sentimentos! Você deveria se envergonhar. — virei para sair, mas ele impede. Me segurou pelos braços de forma brutal, seu olhar era irreconhecível, ele definitivamente não era o garoto bonzinho que eu acreditava que era. — me solta, você está me machucando.

— Quem te contou e até que parte da história você sabe? — continuei calada tentando me afastar, mas Jungkook acabou apertando ainda mais meus braços. — Fala logo!

— Me larga! — em um ato desesperado, chutei sua perna.

Assim que soltou-me, me afastei rapidamente até encostar na parede, lágrimas de desespero e medo desciam pelo meu rosto, essa situação, esse olhar me fizeram relembrar meu passado do qual nunca mais queria nem se quer pensar. O garoto abaixado na minha frente, claramente sentia dor. A porta abriu e o primeiro a entrar, para o meu azar, foi Yoongi. Demorou alguns segundos para ele analisar a situação, mas antes de qualquer pergunta eu corri sem olhar para trás, me trancando dentro do meu quarto. Não queria que ele tivesse me visto daquele jeito, eu teria que explica-lo o que acabará de acontecer, porém, naquele momento, eu só queria esquecer.

YeonHee... está tudo bem? — depois de mais algumas batidas na porta e murmúrios quaisquer, um barulho na fechadura me fez sentar para observar o que viria após. A porta se abriu revelando, como esperado, Yoongi. — nós temos uma chave reserva.

Ya... isso é invasão de privacidade.

— Eu só vim te dar um recado. — fiz um sinal para que ele continuasse. — Hoje vamos cantar em um lugar, um restaurante pra ser mais exato, gostaríamos que nos acompanhasse. A pedido do Jimin e do Jin.

— Eu não tenho roupa chique...

— Tem um vestido aqui, mas... — ponderou por uns segundos. — é da Helena.

— Não... Não! Nem pensar. — neguei no mesmo instante.

— Bom, ela não vai com a gente, e também, vai ficar melhor em você do que ficou nela. Pensa sobre isso. — ele sorri e em seguida fecha a porta. Não pude deixar de xinga-lo mentalmente por ter feito-me cogitar em uma opção tão arriscada.

Mas todo aquele receio parecia ter desaparecido depois de ver aquela linda peça de roupa que Yoongi, provavelmente, colocou em cima de minha cama enquanto estava no banheiro. Depois de rodea-lo e observa-lo de todas as formas, lá estava eu, com ele agora em meu corpo. Girei em frente ao espelho e sorri satisfeita com o que via.

isso é tão... — sussurrei procurando uma palavra que definisse o que eu estava pensando naquele momento.

— Você está incrível! — pelo espelho, avistei Jimin parado na porta, levemente boquiaberto.

— Obrigada. — sorri largamente. — tem realmente muito tempo que eu não me sinto assim. Acho que hoje vai ser um dia bom.

A noite não demorou a chegar, eu estava terminando de me arrumar enquanto os meninos conversavam na sala. As gargalhadas estridentes de Hoseok me contagiavam mesmo sem estar no mesmo cômodo que eles, vira e mexe ouvia a voz de Yoongi, ele parecia alegre. Me apressei em calçar a sapatilha e desci, com um pouco mais de calma, até a sala. Todos passaram a me olhar quando apareci entre eles, me perguntava o que estavam pensavam.

— É... vamos? — tentei disfarçar a timidez.

— Precisamos esperar o Jungkook. — disse Namjoon.

Sentei no sofa ao lado de Yoongi, que ainda mantinha seus olhos em mim, de cantinho, pude perceber que ele abriu a boca para falar algo, mas antes que pudesse a porta abriu e todos voltaram sua atenção para a porta, por onde passou Jungkook e, infelizmente, Helena, que após me fitar da cabeça aos pés fez uma cara de desgosto misturado com ódio.

Nos dividimos em dois carros, um de Jin e o outro de Yoongi. Por insistência da parte de Jimin, decidi ir com ele no carro de Jin, acompanhada de Jungkook e Helena. Me encolhi no canto perto da janela, enquanto sentia o olhar raivoso de Helena, mesmo com Jungkook entre nós, sentia como se ela fosse pular em cima de mim e arrancar a força o seu vestido que estava em meu corpo. O caminho foi longo, parecendo que nunca chegariamos, abri a porta para que pudessemos sair.

Adentramos o local que era incrivelmente grande, e após nos guiarem para a mesa, fiquei ainda mais encantada. Aqui seria o local perfeito para um encontro. As mesas redondas estavam cobertas por uma toalha branca com algumas flores decorando seu centro. Ficamos conversando durante um tempo, algumas vezes Helena falava algo maldoso sobre mim e era repreendida por Yoongi. Aquela situação toda estava esgotando toda minha animação para esta noite. Os meninos foram para onde iria cantar, enquanto nos duas ficamos na mesa. As músicas calmas e letras bonitas fez meu coração se acalmar, eles são realmente bons!

— Parece que está curtindo toda essa atenção que os meninos estão te dando. — Ela mexe calmamente a taça de vinho tinto e depois leva-o até a boca. Eu ignorei-a, mas ela voltou a falar. — eles até te deram o meu vestido. Quem foi? — eu a encarei sem saber realmente o que dizer, mas não deixando transparecer nenhum tipo de sentimento. — Foi ele, não foi? O Yoongi?

— E se tiver sido? — desafiei-a, mesmo sabendo que estaria me arriscando. Ela solta um risinho debochado.

— Deixa de ser boba garota, eu sei de muitas coisas que você nem se quer imagina. — Helena ri e logo depois toma mais um gole de seu vinho. — e a propósito... não ficou legal em você!

— Não foi isso que me disseram. — ri baixinho e me virei para olhar os meninos. Em questão de segundos senti um líquido escorrer pelo meu troco, a mancha grená se espalhou pelo vestido como se tivesse levado uma facada em meu peito. Levantei rapidamente e olhei para Helena que segurava sua taça, agora vazia, enquanto me observava vitoriosa. Ela se aproximou e parou seu rosto perto do meu.

— Ops, é uma pena que eu tenha manchado o seu vestido. Ou melhor, o meu vestido. — ela ri. — Sabe, — Helena se afasta devagar enquanto todos nos observam curiosos. — olhando agora eu vi que realmente não ficou nada mal em você, fica com ele.

Virei as costas sem dizer nada, cada passo apressado que eu dava em direção a saída me fazia sentir as lágrimas vindo. Eu não estava triste, aquilo era raiva. Sentei-me no banco do lado de fora do restaurante, olhei decepcionada para a mancha do vestido. Depois de alguns minutos olhando para o céu e desejando me teletransportar, de alguma forma, para meu quarto, senti alguém tocar o meu ombro.

— YeonHee... — Yoongi se senta ao meu lado.

— Me deixa em paz, por favor. — virei o rosto pro lado oposto em que ele estava.

— O que aconteceu lá? Você está bem?

— O que você acha que aconteceu? — levantei bruscamente encarando-o, meus olhos se encheram de lágrimas. — Olha pra mim! Você acha que eu estou bem? Eu estou com raiva, estou perdida, ela me odeia e vai fazer de tudo pra acabar com minha vida. Hoje não foi um bom dia, só quero ir embora.

Ele levanta e me abraça, encostando minha cabeça em seu peito. Senti como se aquilo fosse o que faltava para eu soltar todas as lágrimas que segurava. Era o que eu realmente precisava. Ele lentamente separou o abraço e olhou para mim, depois de alguns segundos ele tirou seu blazer preto e pousou sobre meus ombros.

— Vamos para casa.


Notas Finais


Me desculpem novamente pela demora, espero q tenham gostado
Não desistam de mim ㅠㅠ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...