1. Spirit Fanfics >
  2. Please don't Go - kakasaku >
  3. Namorado?

História Please don't Go - kakasaku - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


:3 boa leitura

Capítulo 5 - Namorado?


Fanfic / Fanfiction Please don't Go - kakasaku - Capítulo 5 - Namorado?

Logo ao amanhecer a primeira coisa que kakashi viu foi a bela dama de olhos verdes e cabelos rosados, sorriu tocando-lhe o rosto com carinho, uma das mãos estava na cintura dela por baixo dos lençóis que cobriam seus corpos nus, flashs da noite anterior passaram por sua mente e sentiu-se totalmente realizado e satisfeito.

Viu o par de olhos se abrirem, revelando seus lindos olhos verdes, ele sorriu enquanto fazia carinho em sua bochecha.

— você está bem? Não está sentindo nada dor né? — perguntou preocupado, analisando seu rosto.

— só um pouco de dor entre as pernas, acho que você exagerou um pouco ontem a noite.— disse, e no final ela escondeu seu rosto envergonhado no peito dele.

— me desculpe, e que como foi a minha primeira vez eu acho que.... Me empolguei um pouco.  — sorriu cheirando os cabelos dela.

— você fala sério quando diz que... Eu fui sua primeira vez? 

— eu nunca mentira pra você, mentiria?

— não, não mentiria.

Sakura sorriu, kakashi segurou em seu queixo e fez com que ela olhasse em seus olhos. Ele colou seus lábios na testa dela com carinho e a abraçou.

— você meche comigo de um jeito que e quase indescritível, sakura, eu acho que essa ea primeira vez que me sinto confuso em relação a você.

— por que você diz isso?

— por que...? Veja bem, eu gosto de você e gosto muito, mas... E você, você gosta de mim? Eu sempre fico me perguntando isso, o tempo todo na verdade.

Ela não disse nada, apenas ficou olhando nos olhos dele.

Diz logo que gosta dele, abestada. — sua iner disse.

Eu ainda não tenho certeza, se deve dizer isso. — respondeu.

Tu e abestalhada mesmo, sakura, depois não reclame quando perder um homão da poha desse. — cruzou os braços.

Cala a boca sua idiota!, deixa que eu vou pensar melhor sobre isso. — respondeu, sua iner mostrou a língua.

Aff, acordou de mal humor hoje, você devia tá feliz por ter passado a noite com um homão desse.  

Cala a boca, eu preciso pensar. — gritou com sua iner.

Eu calo, mais tu e muito abestada credo. — dito isso sua iner sumiu de sua mente.

Após essa breve discussão com sua iner sakura fixou seus olhos nos lábios de kakashi e aos poucos foi se aproximando devagar e o beijou nós lábios, ele segurou o rosto dela com as duas mãos e aprofundou mais o beijo, enroscando sua língua na dela, soltando os lábios dos dela ele a puxou para cima de si e voltou a beija-la com afinco, sakura quando deu por si já estava transando com ele novamente, especificamente em cima dele.

— eu te amo, sakura.

Ele estava fazendo o possível para ser cuidadoso com ela, nas primeiras vezes ainda dói até se acostumar mais ele estava fazendo devagar para não machuca- lá, ele beijou todo seu colo sabendo que aquele era seu ponto fraco e sorriu quando ouviu uma pequena risada sair dos lábios dela.

Ambos chegaram em seus limites, sakura deitou sobre ele enquanto o mesmo fazia um leve carinho em seus cabelos.

— o que acha de um banho? — indagou.

— acho perfeito.

— quer que eu te acompanhe?

— n-não, —respondeu o surpreendendo.— eu ainda não me acostumei em ver você assim,  e nem de você ficar me olhando desse jeito. — explicou.

— ah... Então tudo bem, você vai primeiro que eu vou depois.

Sakura se levantou com um lençol cobrindo seu corpo e foi para dentro do banheiro, e kakashi ficou deitado na cama enquanto esperava por ela sair, ouviu o barulho de água e pegou o travesseiro de sakura e o cheiro podendo sentir o aroma doce do perfume dela. Minutos se passaram e sakura saiu do banheiro enrolada em uma toalha chamando a atenção de kakashi que ficou olhando-a por alguns segundos antes de se levantar sem se cobrir e ir até ela.

— t-tem uma toalha e escova pra você em cima da pia.

— obrigado. — sorriu deixando um beijo em sua bochecha.

Após kakashi ter entrado dentro do banheiro sakura trocou de roupa e foi para a cozinha, já havai passado da hora de ir trabalhar provavelmente levaria uma bronca de tsunade quando chegasse no hospital.

Se eu fosse você eu teria aceitado a companhia dele no banho e com todo prazer.

Eu não consigo, já viu o tamanho daquilo?

Do pênis dele? Que que tem? E super dotado, você já ficou com ele duas vezes lembra?  — sua iner mostrou dois dedos na mão.

Eu sei mais.... Eu ainda não me acostumei em velo daquele jeito e também, você já vou os olhares dele sobre mim? Eu fico morrendo de vergonha.

Isso e normal logo,logo você se acostuma, e além disso você devia se sentir lisonjeada por ele te olhar tão intensamente e cacete o homem te ama, poha ele merece uma chance não acha?

Olha o palavrão.

Sakura sentiu uma mão tocar seu ombro e de imediato olhou para o lado vendo que era kakashi que já havia terminado seu banho e trocado de roupa.

— tudo parece tão.... Saudável.

— e são.

— sakura eu gostaria de te propor uma coisa.— falou enquanto sentava na cadeira ao lado dela.  — o que você acha de sairmos para jantar juntos?

— tipo um encontro?

— se assim você desejar. — sorriu.

Sakura corou só de pensar na possibilidade de sair para ter um encontro com ele, e imaginar que ele a levaria para um encontro romântico fazia seu coração palpitar de felicidade.

— posso considerar isso um sim? — perguntou divertido.

— pode.

— as oito está bom pra você?

— está sim, vou ter mais tempo pra me arrumar.

— que ótimo.

Ele segurou uma das mãos dela.

— mal posso esperar para vê-la toda Bonita. — sorrindo ele deu um beijo no dorso de sua mão.

Gente que homão da poha!... 

Cala a boca e não estraga o clima aqui.

Eu vou, mais eu sempre volto hum!

******

Sakura se encontrava em sua sala e estava levemente nervosa, ela sempre olhava para o relógio para ver a hora e sempre se sentia pensativa, daqui algumas horas iria ter um encontro com kakashi, seu primeiro encontro " DEUS!" e era isso que lhe deixava levemente nervosa, não sabia bem como deveria se arrumar para encontrar com ele, estava completamente perdida.

— preciso de ajuda. 

A primeira pessoa que veio em sua mente foi sua amiga Ino, sim Ino poderia lhe ajudar ela sempre a ajudava quando se tratava de como se vestir. 

Se levantou indo até a porta e abrindo dando de cara com quem ela estava indo procurar.

— Ino! era justamente quem eu estava procurando. — sorriu puxando a amiga para dentro de sua sala.

— oh... ótimo por que eu também vim procurar você testudinha.

Sakura sentou-se em sua cadeira e Ino fez o mesmo sentando-se a cadeira a sua frente.

— as meninas e eu estavamos pensando em sair hoje a noite, você vai? — perguntou.

— não, eu não vou eu tenho um outro compromisso a comprir e preciso da sua ajuda, Ino. — respondeu.

— da minha ajuda?

— sim, e que eu vou ter um encontro e não sei como devo me vestir.

— encontro? Com Quem você vai sair? _ indagou curiosa.

— c-com o kakashi—sensei. — respondeu meio sem jeito.

— filha da mãe sortuda! Pegou logo mais gostoso de konoha.

— eu estou completamente perdida, você vai me ajudar sim ou não?

— não podemos perder tempo! Vamos logo pra sua casa testa.

Ino sorriu maliciosamente, tinha uma Idea do que iria vestir em sakura e que deixaria o sexto hokage fora de seu juízo prefeito.

******

Sakura se olhava no espelho, ela estava com um vestido preto que cobria uma pequena parte de suas coxas e o vestido deixava seus ombros expostos, seus cabelos estávam soltos e nas pontas estavam andulados e ela usava um batom vermelho, pensou sobre o que kakashi pensaria quando a visse daquele jeito...sexy.

Ouviu o barulho da campainha e se olhou uma última vez no espelho até caminhar até a sala e abrir a porta, e dar de cara com um kakashi totalmente diferente com seu blazer preto e os cabelos rebeldes.

— o-oi kakashi-sensei. — o comprimentou sorrindo.

— uau! Você está maravilhosamente linda sakura. — sorriu por baixo da máscara. — vou ficar com ciúmes seu outros homens olharam para você.

— eles podem olhar mais não podem tocar.

Kakashi a olhou nos olhos e a empurrou para dentro novamente e fechou a porta e a impressou na mesma, sakura sentiu seu corpo tremer e sua respiração falhar.

— então diga-me sakura, quem pode lhe tocar? — pediu com o rosto próximo ao dela.

— v-você. _ respondeu trêmula, ele sorriu abaixando a máscara e capturando os lábios dela num beijo cheio de desejo, se separam pela falta de mais ele ainda se atreveu a dar alguns beijos por seu pescoço e colo.

— não sei se vou conseguir me segurar durante a noite, você está tentadora de mais pro meu juízo, sakura.

— vamos ter que ser discretos durante a noite, por isso que te beijei agora eu estava com vontade de fazer isso desde que sai de sua casa hoje cedo.

Sakura corou e ele sorriu depositando um último beijo nos lábios dela antes de subir a máscara novamente.

— vamos?

— ah... Antes eu vou no banheiro, você borrou meu batom.

— ah, certo eu espero aqui.

******

Sakura olhava admirada para o lugar em que kakashi a levará para jantar, aquele era o restaurante mais caro de toda konoha.

— nome por favor. — o homem da recepção pediu.

— hatake kakashi.

— senhor hatake, sigam me os levarei até sua mesa. — o homem saiu na frente, kakashi e sakura o seguiram para o andar de cima subindo um pequena escada estilo madeira até chegaram a uma mesa mais afastada. — espero que aproveitem a noite, senhor e  senhorita.

Kakashi puxou a cadeira para que sakura sentasse e ela agradeceu, e ele sentou na cadeira a sua frente.

— aqui e tudo lindo, kakashi-sensei. — falou adimirando o local.

— fico feliz que tenha gostado, faz um tempinho que eu queria trazê-la aqui.

Um garçom se aproximou anotando o pedido do casal e logo saiu.

— não quero estraga nosso encontro mais... Sasuke esta aqui. — sakura se surprendeu mais se manteve neutra, ela não gostava mais dele.

Sakura virou o rosto e olhou na direção em que kakashi apontou-lhe, e ele realmente estava alí com Karin Uzumaki, ela virou o rosto e olhou no fundo dos de kakashi.

— se quiser nos podemos ir embora.

— não, não Vamos deixar sua presença nos atrapalhar certo? Vamos fingir que ele não está ali, por favor.

— por mim tudo bem. — sorriu, "ela realmente não gosta mais dele, agora eu tenho pena certeza disso."

_ diga-me sensei, quando foi que começou a gostar de mim? — perguntou, e o garçom apareceu colando seus pratos na mesa.

Kakashi esperou o garçom sair e respondeu:

— não sei exatamente mais acho que foi durante a guerra, eu fiquei muito orgulhoso a vendo lutar para proteger todas a sua volta, eu passei a te ver com outros olhos, passei até adimirar em segredo, vi a grande mulher em que você se tornou e o têm passou rápido e quando dei por mim eu estava apaixonado por você, no começo eu não queria acreditar, eu pensava que era errado eu pensar de tal forma sobre você mais aí eu conversei com um amigo que me deu concelhos e bom... Eu continuei Amando você em segredo sem dizer nada pra você por achar que você ainda amava o uchiha, mais agora eu percebo que você não o ama mais então pode se dizer que eu amo você a muito tempo e eu guardei tudo pra mim, por todo esses ano, não pude contar antes por que bom.... Você ainda era nova de mais pra saber que um velho como eu amava você e também eu não teria coragem de dizer nada pra você.

— eu nem sei o que dizer, sensei.

Ele se reencostou na cadeira.

— sabe eu acho que você não percebeu, mas... Você voltou a me chamar de sensei, mesmo que eu tenha pedido para me chamar só de kakashi. 

— ah... Gomen, e que e costume sen... Kakashi. — sorriu.

— por mim você pode continuar me chamando de sensei, eu até.... Gosto quando me chama assim, pequena.

— eu gosto quando você me chama assim. — sorriu um pouco envergonhada. 

— eu sei...e eu gostaria de fazer uma pergunta importante pra você. — ele se levantou de seu assento e foi até ela e se agachou ao lado dela.

Sakura começou a olhar para os lados, Nervosa.

— eu sei que posso estar sendo apressando as coisas, eu...eu não quero que o que tivemos fiquei só naquele quarto ou aqui então....você aceita ser a namorada desse velho? — ele perguntou pegando sakura de surpresa.

— kakashi levanta por favor. — pediu gentilmente e ele o fez.

— eu fiz algo errado? Ou não e assim que se pede alguém em namoro? — perguntou confuso voltando para seu assento.

— n-não você fez tudo certinho... Mas e que você tinha dito para sermos discretos, alguém podia ter visto.

— não tinha ninguém olhando. — falou rápido quase em um susurro. — qual a sua resposta para minha pergunta? — indagou finalmente a olhando nos olhos.

— eu vou pensar nela com carinho sensei. — sorriu para ele.

— certo...

Depois disso ele permaneceu calado durante o jantar, mais ele ainda trocava algumas palavras com ela mesmo que fosse coisa pouca, era só para não ficar em um silêncio constrangedor com ela, enquanto jantavam, mesmo quem as vezes ficassem em Silêncio o decorrer da noite foi tranquilo.


Kakashi POV


Fiquei meio triste por sakura não me responder mais eu entendo que ela precisa de um tempo pra pensar, aceitar ficar comigo deve ser difícil, eu já estou velho e ela....e nova pra mim mais eu não ligo e espero que ela pense do mesmo jeito que eu penso, eu fiquei trocando poucas palavras com ela durante a noite e eu estava me sentindo meio péssimo por ter ficado de certa forma com raiva, eu sei que eu não devia sentir essa raiva, mas uma parte de mim diz que o Sasuke ainda está em seus pensamentos e isso me deixa louco por dentro e com vontade de socar o que fosse que estivesse na minha frente, menos ela e claro eu jamais bateria nela mais no uchiha sim eu não me seguraria.

— acho que já está muito tarde, eu levo você em casa. — falei e ela concordou.

Peguei em sua mão e fui a levando em direção as escadas, olhei uma última vez para a mesa onde Sasuke se encontrava e segui em frente com sakura, e assim que saímos restaurante sakura abraçou o meu braço encostando a cabeça nele me fazendo sorrir por baixo da máscara.

— isso não e nada discreto, sabiá? — digo olhando para frente.

— eu sei. — olhei brevemente para ela e para minha surpresa ela estava sorrindo. — eu gosto de ficar assim, abraçada com você, eu me sinto segura com você do meu lado.

Senti ela abraçar meu braço com mais força e parei de andar e ela fez o mesmo, eu tirei o blazer e dei pra ela vestir.

— obrigado.

Voltamos a andar e dessa vez minha mão estava em sua cintura, foram alguns minutos de caminhada o restaurante era um pouco longe de onde morávamos já que era quase do outro lado de konohagakure.

— eu aceito. — ele falou derrepente.

— huum? — fiquei confuso. —aceita o que?

— ser sua namorada, ou vai me dizer que a proposta não vale mais. — fiquei surpreso e imediatamente parei de andar ficando a sua frente enquanto segurava agora suas duas mãos, ela estava sorrindo e kami esse sorriso e todo mundo não vou permitir que ninguém o tire de mim jamais!

_ você tá falando sério sakura?

— seríssimo, sensei. — ela riu da minha cara de tapado mesmo coberta pela máscara.

A puxei para um beco escuro e abeixei minha máscara e não perdi tempo, ataquei seus lábios com um desejo imenso, eu estava atrás disso a noite inteira e agora eu teria, beijei e chupei seus lábios como se eles fossem a última gota de água do mundo, nos separamos pela falta de ar.

— minha casa ou a sua? — perguntei ofegante.

— a sua. 

Puxei seu corpo para que colasse no meu e em questão de segundos estávamos na sala da minha casa nos beijando feito loucos, fomos para o quarto esbarrando nas coisas e deixando uma trilha de roupas no chão, esse concerteza e o melhor dia da minha vida.


Notas Finais


Gomen'nasai pela demora gente, e que eu tô meio gripada e tô ficando de quarenta em casa mais já tô um pouco melhor graças a Deus e não se preocupem eu vou retornar aos poucos.


Até o próximo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...