História Please don't go(Errink) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Papyrus, Sans
Tags Dustberry, Errink, Horrorkiller, Shipis
Visualizações 90
Palavras 1.052
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Um dia de carinho e carícias


Fanfic / Fanfiction Please don't go(Errink) - Capítulo 7 - Um dia de carinho e carícias


Todos estavam a procura dos seus colegas, Ink saio de casa cedo, assim como Bluberry e Dream. Horror entrou nessa e foi até a casa de Killer, já que ele tinha dado o endereço, Error e Ink estavam planejando se encontra em um lugar especial, de socego e silêncio, então vamos nessa!

On Ink

Eu estava caminhando sobre um campo, um campo verdinho, como os de filmes, em cima estava uma árvore, Error estava sentado em baixo olhando para o lado. (Alguém mas tá achando que isso e muito Yandere Simulator? Ou só eu? ) Eu caminhe até ele e sentei perto dele

- Oi Ruru! - Falei o abraçando, e fazendo ele corar

- Oi Kinky - Falou ele devolvendo o abraço

- Oque aconteceu? - Perguntei olhando para ele

- Fiquei a noite inteira pensando - Falou ele dando um sorriso, e eu não entendendo nada

- Pensando no que? - Perguntei

- Seu gosto - Falou ele olhando para mim maliciosamente

- E-Error!! - Falei colocando as duas mãos no rosto

- Heh, meu fofo ! - Falou ele tirando as mãos e dando um beijo em meu olhor - Own que fofo - Falou ele olhando para os meus olhos, que estavam em formato de coração

- Só para você :3 - Falei com uma voz fofo e com um sorriso kawaii

- Hehe - Riu ele, mas em seguida me beijando

Os beijos de Error são todos românticos, eu gosto disso. Eu gosto também de sentir o gosto dele, e um gosto de Bluberry (FRUTA! FRUTA! NÃO PENSEM MERDA! EU SEI COMO 6 SÃO) aquele gosto tão bom, eu me perco no prazer. Que pena que a gente tem que se separar sempre.

Ele me puxou, fazendo eu sentar no colo dele, (De frente) eu ficava só o observando, eu adoro ficar nesses momentos românticos com ele. Eu sei que a gente era amigo quando criança, e que também a gente era colado, mas eu não sei mesmo se ele quer ficar comigo. Abraçei Error forte, e ele devolveu o abraço, fui até o ouvido dele, e falei

- Error, você gosta mesmo de mim? - Falei com medo da resposta

- Ink, eu te amo, não duvide disso nunca - Falou ele olhando para mim, e dando um selinho.

- Ok! - Falei com um sorriso, e muito corado

- Eu adoro quando você cora - Falava ele olhando para minhas bochechas.

- Error!! - Falei meio zangado, mas no fundo eu gostava disso.

Com Bluberry e Dust ( On Bluberry )

Eu estava indo para casa de Dust, bem, provavelmente, como ele disse que gostava de vídeoGame, deve está jogando. Cheguei abri a porta, e o que disse? Exato! Lá está ele jogando videogame.

- Dust! - Falei correndo e o abraçando

- Oi Blue - Falou ele com um sorriso

- o dia tá lindo lá fora, vamos brincar! - Falei olhando para ele

- Tô jogando Uncharted A Thief's End - Falou ele voutando a jogar

- Dust! - Falei inflando as bochechas

- oque foi? - Falou Dust ainda comsentrado no jogo

- Me nota senpai - Falei de um jeito fofo

- Hehe que fofo - Falou ele desligando o vídeoGame e me abraçando

- Assim tá bom! :3 - falei satisfeito pela atenção

- Não, não. Você me chamou atenção, agora vai receber mas que devia - Falou ele descendo a mão até a minha cintura

- D-Dust?! - Falei corando muito

Ele me colocou no colo dele, dando beijos e mordidas no meu pescoço, que doíam, mas a dor passava por causa de sua linga.

- D-D-Dust? ~~ - Falei o chamado

- Seus gemidos são música para os meus ouvidos - Falava ele ainda lambendo meu pescoço.

Com Horror e Killer ( On Horror )

Eu estava na barraquinha a onde ele ficava, eu estranhei, por que ele estava arrumando as coisas? Cheguei perto da barraca e chamei o nome dele

- Killer ! - Gritei o chamando

- O-oi Horror! Oque foi? - Falou ele sorrindo

- Por que você está arrumando as coisas? Você sai mas cedo do parque? - Perguntei colocando o cutuvelo no balcão e as mãos no queixo.

- Sim, a gente sai mas cedo hoje. Bem, espera só um minuto, que aí a gente pode passear - Falou ele voutando a arrumar

- Posso te ajudar ? - Perguntei

- Claro, entra. - Falou ele preceguindo

Um tempo depois

Depois que nos acabamos de arrumar a barraquinha, a gente foi passear, perto do parque, havia uma floresta, ela era linda de dia, mas de noite era assustadora.

- Esse levar e muito bonito, nossa - Falei olhando para cima

- Verdade hehe, vou sempre aqui quando estou triste ou entediado - falou ele olhando para o lado

- E verdade.. - Falei olhando para frete, avistando um lago - Olha! - Falei apontando

Gente correu até lá e vimos que era uma pequena praia

- Quer nada - Perguntou ele olhando para mim

- Sim! - Falei olhando para ele de volta

Com Nightmare e Dream (  On Dream )

Eu fui até o parque e avistei Nightmare parado olhando para o lado me esperando, ele e muito lindo, eu….eu acho que estou desenvolvendo alguma coisa com ele. Chegando perto dele, eu o abracei, ele olhou para mim denovo e corando.

- Oi Dream! - Falou ele olhando para mim

- Oi Nighty!!! - falei sorrindo

- Fiquei com saudades - Falou ele fazendo carinho em minha bochecha, e com a outra mão na minha cintura

- Heh, eu também fiquei - Falei olhando para ele Corado

- Quer ir a minha casa, lá tem jogos e também uma piscina - Falou ele

- Claro! - dei a mão para ele

Chegando na casa dele

Eu me deparei com um quintal muito bonito, tinha uma grande piscina que parecia funda

- Vamos - Falou ele sorrindo

Chegamos na piscina e ele tirou a blusa, senti meu rosto queimar mas ignorei

- E-eu não t-t-trouxe roupa - Falei muito corado, quase fazendo ele perceber

- Ah, não tem problema - Falou ele chegando perto de mim e pegando minha mão

- Ok - Falei tirando a blusa

Ele entrou na piscina e ficou me olhando, eu entrei logo depois.

- você está quieto hoje, oque foi baixinho? - Perguntou ele sorrindo

- 1° eu não sou baixo, 2° não e nada de mas - Falei virando a cabeça para o lado

Ele chegou perto de mim, e pegou minha cintura

- Conta Dremy! - Falou ele com um sorriso fofo

Senhor Deus !! •/////•



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...