1. Spirit Fanfics >
  2. Please don't Leave me >
  3. Observando

História Please don't Leave me - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


É o primeiro capítulo, então não tenho oque falar, espero que gostem

Capítulo 1 - Observando


Fanfic / Fanfiction Please don't Leave me - Capítulo 1 - Observando

                          Noah

Sexta feira - 06:50am

Cá estou eu decidido a largar tudo aqui em Orange e me mudar para Los Angeles, só para fazer faculdade de medicina, mesmo sabendo que aqui em Orange tem ótimas faculdades eu decidi ir para Los Angeles, lá eu posso ter mais oportunidades e além do mais, sair da casa dos pais, e ir morar com sua tia e seu primo é muito legal.

-Noah, Sua tia chegou- minha mãe exclama na porta do meu quarto posso notar o tom choroso em sua voz

-A senhora está chorando!? - me viro indo em sua direção mas a mesma desvia e segue para a minha cama dobrando uma camiseta e pondo a na mala logo fechando a mesma e me entregando

-Eu prometi que ia ficar bem, então NÃO eu não estou chorando- funga- só vai logo, sua tia está te esperando! - da uma tainha no meu ombro

-Posso te dar um abraço? - pergunto erguendo os braços e a mesma se joga já em choro

-Porque tão longe em? - fala fraquinho

-Mãe!... São só alguns quilômetros e A gente já conversou a senhora já sabe.. - sorrio dando um beijo em sua cabeça

-É... OKAY - se solta do abraço - vai logo, antes que eu mude de ideia - acena para a porta do quarto

-Okay,! - pego a mala e saio correndo- TE AMO MÃE - grito já no andar de baixo

-ME LIGA QUANDO CHEGAR!! - responde no mesmo tom ainda em meu quarto

Logo saio da casa dando uma última olhada, não era como se eu nunca mais fosse ver esse lugar mas, sei lá.. É uma sensação diferente BOA, mas diferente 

-Pronto garoto? - tia ursula me tira dos pensamentos já dentro da picape

Apenas confirmo com a cabeça já entrando no veículo, aproveitei para dormir um pouco já que graças a Ansiedade, não dormi nada essa noite e ainda hoje terei que ir a faculdade já que as aulas começam segunda-feira .

Depois do pareceu ter sido um sono de 40minutos me deparo com uma casa de 2andares e já reconheci como a casa da tia ursula, e quando eu menos esperava, Joshua, meu primo quase irmão saiu da casa com um sorriso enorme, eu não exitei em sair da Picape e ir de encontro a ele que me abrigou em um abraço fervoroso

-CARAMBA Urrea! Você fez tanta falta - era bom saber disso

-Ah, nem é pra tanto a gente não se vê só a... - tento calcular o tempo mas sou interrompido pelo loiro

-10MESES Noah! - ele sorri e eu o sigo

Tia Ursula nos chamou para dentro e eu estava indo quando senti a sensação de que estava sendo observado, então procurei mas a única coisa que enxerguei foi um par de mãos fechando as cortinas pretas do andar superior da casa ao lado, não liguei muito deve ter sido conhecidencia, então entrei.

                        Krystian

Sexta feira - 07:30

Bom, mais um dia na minha vida, se é que eu posso chamar assim, hoje acordei com o barulho da picape da Vizinha, ela saiu cedo, ela parece ser tão carismática, vejo pela forma que ela trata o filho dela, eu acho que é o filho dela na verdade, pena que eu nunca falei com eles, acho que eles nem sabem que eu existo, mas também, eu nunca saí, graças a essa doença idiota, não tenho ninguém além da minha irmã e da minha enfermeira e também melhor amiga Sina, elas são as únicas que eu tenho contato, mas também as vezes a Sina trás a namorada dela a Heyoon, que sempre passa pela câmera de esterilização mas de duas vezes por que não quer me machucar, eu acho fofo da parte dela, mas enfim, eu gostaria de pelo menos um DIA só por um dia, poder sair por aí como um adolescente normal, mas eu não posso, eu não vou entrar no assunto da doença mas, podemos dizer que eu sou alérgico ao MUNDO tudo que eu toco ou como tem que ser esterilizado porque se eu entrar em contato com qualquer tipo de bactérias eu literalmente posso morrer.

Passei um tempo lendo meu livro mas logo ouvi novamente o som do automóvel de mais cedo, não entendi o porquê mas queria ir ver, então fui, abri um pouco as as cortinas para enxergar, ela trouxe um garoto, ele é muito bonito, e pelo visto muito amigo do outro jovem que morar aqui já que os mesmos tão se abraçando feito loucos, eu queria poder saber como é abraçar alguém sem nenhuma preocupação.

-Oque você está vendo senhor Krystian? - HINA adentra o quarto me tirando dos meus pensamentos

-Ah... Oi HINA, nada... Só o novo vizinho ou sei lá, mas é você? Não deveria estar no trabalho?

-Deveria mas esqueci uns documentos então voltei pra buscar- se junta a mim - Ele é bonitinho, deve ser parente da Usúla

-Ah então a vizinha se chama Ursúla? - pergunto e a mesma confirma

Quando virei para olhar o garoto mais uma vez o mesmo estava olhando para cá então só fiz fechar a cortina em reflexo

-Você foi pego - HINA da risada

-pelo visto sim... - dou uma risada irônica

CONTINUA 


Notas Finais


Esse foi só o começo galera, tem muiiito mais por vir


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...