1. Spirit Fanfics >
  2. Please Don't Take Me - Yoonkook >
  3. Nightmare

História Please Don't Take Me - Yoonkook - Capítulo 5



Notas do Autor


Leiam as notas finais

Capítulo 5 - Nightmare


Fanfic / Fanfiction Please Don't Take Me - Yoonkook - Capítulo 5 - Nightmare

De manhã, — Q.D.T — Sexta


—/Sonho on./—





































Eu e Jeon estávamos passeando pelo parque. Enquanto caminhavamos tranquilamente, vi que um demônio estava nos seguindo, e o peguei na mão e saí correndo mais rápido que pude, mas o demônio o pega e o mesmo fala pra eu sair correndo enquanto há tempo.


—/Sonho off/—


































Acordo do meu pesadelo: suado, ofegante e com lágrimas nos olhos, Dodox e Duoan se encontram na cama me lambendo para que eu ficasse calmo.


Enquanto eu não me acalmava eu deixava minhas lágrimas caírem, eu me levanto pra ir no banheiro e encontro Jeon na banheira.


Yg — Je-Jeon! – Eu falava chorando.


Jk — O que foi? Por que você está nesse estado? – Jeon saí da banheira e o pega pelas bochechas.


Yg — Eu tive um pesadelo ruim.


Jk — Quer me falar o que aconteceu?


Yg — Agora não, eu estou sem vontade de falar agora.


Jk — Okay, vem, venha tomar um banho descente.


Yg — Tá bom.


Jeon tira a roupa dele para que coloque ele num banho.


Jeon o coloca no banheiro e o deixa a frente de si.


Jk — Você tá afim de falar porque veio naquele estado


Yg — Eu tava sonhando, – Yoon ri sem humor em meio as lágrimas – ou tendo um pesadelo com você.


Jk — Por que comigo ômega?


Yg — P-porque e-eu te amo demais Alpha – Yoon abraça Jeon.


Jk — Não chore, – Jeon limpa as lágrimas dele – pode ser que o amor entre eu e você não seja recíproco. – Jeon pega shampoo com cheiro de morango e massageia a cabeça de Yoon – Fique relaxado, não se desespere.


Yg — Tu-tudo bem. – Yoon se deixa se levar pelas mãos que massageavam a sua cabeça que o deixava calmo.


Depois do banho. —


Jk — Você quer falar sobre o assunto de você gostar de mim?


Yg — É, tá bom – Yoon abaixa sua cabeça com lágrimas no rosto envergonhado – É, pode não parecer, mas desde que você veio e ficou com ciúmes do Jimin por eu estar muito perto dele e o abraçar, percebi que o seu jeito durão, era só para não demonstrar que você estava machucado e destruído por dentro, pode parecer que eu fiquei com raiva, mas era só pra não mostrar mesmo que eu estava amando você.


Jk — Hum, entendi, mas você não está machucado por eu estar com Tae?


Yg — Talvez eu possa estar, mas o meu corpo não deixa eu sentir nada, não é tipo como se ele não quisesse sentir nada, é por quê eu mesmo não quero sentir a dor, eu posso até estar mentindo, mas de 2 meses pra cá meu corpo anda sentindo dor por você estar com o Tae, por quê era eu que queria estar no lugar dele, mas como não posso eu me tranco no quarto e começo a chorar, você pode até pensar: “Nossa que drama”, mas no fundo nem você, nem ninguém sabe o que eu já passei e passo.


Jk — O que você tem?


Yg — Ninguém nunca vai entender, sempre vão pensar que eu estou fazendo drama, mas não é drama, eu tenho depressão e síndrome do pânico.


Jk —, Mas você já fez tratamento?


Yg — Já, já fiz, mas sempre vai voltar, mesmo fazendo tratamento vai voltar. Você tem alguma doença?


Jk — Não, mas acho que o Tae será a última pessoa que eu vou me envolver.


Yg — Entendi. – Yoon vai pra cozinha.


Jk — Você está chateado? – Jeon o abraça por trás e apoia sua cabeça no ombro.


Yg — Huuum. – Yoon reclama. – Sim, mas não fique bravo


Jk — Se eu vou ficar bravo? De jeito nenhum – Jeon o faz massagem. – Eu também te amo.


Yg — E por que mentiu? – Yoon vira pra frente se apoiando no fogão.


Jk — Porque pensei que você não estava preparado para isso vir saindo de repente da minha boca.


Yg — Eu sempre esperei por isso vindo de sua boca, mas eu sempre tive medo que você dissesse que me amasse e depois me jogasse como seu eu fosse um lixo.


Jk — Nunca, por quê eu sou mais fiél do que você imagina, Tae gosta de Hoseok agora, mas sei que você não me quer por achar que vou te trair.


Yg — Não diga isso! – Yoon o repreende – Não importa se você me trair ou não, eu ainda irei continuar te amando.


Jk — Não é essa a questão, é que eu não confio em mim mesmo, se eu te trair irei entrar em depressão e nunca irei me perdoar.


Yg — Jeon olha pra mim – Yoon o pega pelas duas mãos na bochecha. – Eu nunca iria me importar pela traição, amor é amor, não importa se traí ou não, a gente sempre continua amando, mas sempre iremos negar o “talamor.


Jk — Eu sei disso, mas... Eu me sinto insuficiente, eu não quero te fazer sofrer, okay?


Yg — Não se sinta, pra mim você já é suficiente, me fazer sofrer eu já faço sozinho, não preciso da ajuda de ninguém.


Jk — Não fale isso, eu te amo.


Yg — Certeza?


Jk — Sim. – Jeon o abraça


Yg — Bom eu vou procurar o Dodox e Duoan.


Jk — Não precisa, eles tão ali na sala.


Yg — Certeza?


Jk — Uhum.


Yg — Alpha amanhã é sábado podemos fazer alguma coisa.


Jk — Podemos.


Jh — Oiiii.


Yg — Aaaaaah – Yoon se assusta.


Jh — Que foi?


Yg — Por-caria Hoseok.


Jh — Porquê?


Yg — Seu demônio.


Jh — Eueom ;-;.


Yg — Saí daqui.


Jh — Tá bom. – Jhope saí.


Yg — Então onde a gente tava?


Jk — No Dodox e no Duoan?































































































Notas Finais


Bts responde na próxima pelos 90 favs, vcs são demais, deixam as perguntas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...