1. Spirit Fanfics >
  2. Pocket Monsters: Stars >
  3. Drew Brooks: Broken Dreams

História Pocket Monsters: Stars - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Drew Brooks: Broken Dreams


Fanfic / Fanfiction Pocket Monsters: Stars - Capítulo 2 - Drew Brooks: Broken Dreams

JUBILIFE TOWN - SINNOH REGION

What's that metronome I hear,

Perhaps the end is drawing near,

You never hear the shot that takes you down...

 

- Drew Brooks! - uma mulher chama o garoto no palco

Todos começam a aplaudir, e o garoto com uma expressão séria vai andando por um tapete vermelho. Para Drew aquele tapete parecia nunca acabar, ele olhava ao redor e via amigos, inimizades e só conseguia ver o quanto todos da Escola Pokémon de Jubilife estavam felizes por ele. Ele e seus colegas estavam todos se formando, e ele foi escolhido como o treinador mais promissor da escola, mesmo não concordando muito com a metodologia com que isso foi decidido. Esse título de "Treinador mais promissor" despertou em muitos alegria, mas despertou inveja e ódio em outros. O jovem, aos 18 anos finalmente chega ao palco e pega seu diploma. Um dos professores dá o microfone para ele falar, assim como foi ensaiado. Drew parece nervoso, olhando todos em silêncio.
- Fala logo otário! - um garoto grita da plateia

Boa parte da plateia começa a rir, e Drew percebe que realmente despertava sentimentos diferentes nos outros.
- Engraçado. - Drew fecha os olhos, sorri e logo olha para a plateia - Eu tenho certeza que já ganhei uma batalha contra essa pessoa. Afinal, eu ganhei todos os torneios que participei da Escola Pokémon.

O professor sussurra para o garoto: "O que você tá fazendo?".
- Ah é, talvez você esteja com inveja. Sou um treinador muito melhor que você, na verdade, sou melhor que todos vocês aqui sentados me aplaudindo ou me vaiando. - O garoto sorri

Drew começa a ser vaiado mais pelos seus colegas de classe, e vê uma reação mista de surpresa e raiva.
- Ah é, vocês sabem que tudo isso que eu tô falando é verdade. E quer saber de uma coisa? Todos vão vir babar meu ovo quando eu me tornar o campeão de Sinnoh. Essa é a verdade... - diz Drew, porém o professor toma o microfone da sua mão
- Drew, vá se sentar. - o professor fala com uma expressão séria e ao mesmo tempo furiosa

Drew desce do palco com seu diploma em mãos, e começa a andar pelo tapete, que agora parecia nunca mais ter fim. Jogavam coisas nele, outros só vaiavam, mas alguns de seus amigos até falavam: "Você é muito louco cara." dando risada. Ele sai pela porta da frente, e deixa continuarem com a formatura, afinal ele já tinha o que ele queria. Drew sabia que a partir daquele momento ele ia ser um grande treinador, independente do que acontecesse.

Alguns meses depois...
- E Drapion vai ao chão! - um homem narra uma batalha Pokémon - Significando que Drew vence a Liga Sinnoh e poderá desafiar a Elite 4.
- Volte Drapion! - o treinador perdedor faz seu Pokémon retornar para a pokébola - Uau Drew... mais uma vez você me venceu.
- Hmph. - Drew suspira e sorri - Volte Infernape.

Enquanto Infernape volta para a pokébola, a torcida clama pelo nome de Drew, o ar é como se tivesse um desafiante a altura de Cynthia depois de um bom tempo. O treinador derrotado chega para falar com o vencedor.
- Foi um longo caminho até a liga né? - o rapaz se dirige até Drew
- Sim Max. - responde o vencedor - Você é um bom treinador, não tenha dúvidas disso. Você foi um bom aquecimento para a Elite 4.
- Eu sei que eu sou bom, e sempre te empurrei ao seu limite, igual você comigo.
- Você sabe que a verdade é que eu te empurrei ao seu limite, mas eu nunca precisei corrigir muitos erros. E Max, quando você me chamou de "Otário" na formatura, você despertou um espírito em mim de ser vencedor. A partir daquele momento eu nem ligo para nada do que falam, e consegui até desabafar naquele palco.
- Bom... de nada eu acho, e desculpa ao mesmo tempo.
- Desculpa? Relaxa. - Drew sorri e cumprimenta Max
- Então, nós podemos dizer que foi uma boa rivalidade né?

Drew olha surpreso pra cara de Max, mas logo dá risada.
- Max, eu chamo isso de luta de 1 lado. - o garoto explica - Rivalidade é quando há o equilíbrio. Sempre que lutamos eu venci. Então bota uma coisa na sua cabeça: quando apenas uma pessoa ganha todas as batalhas, não existe rivalidade!

Max olha para o chão com certa tristeza e indignação. O narrador sobe ao palco e pede para que o público se acalme um pouco. Ele chama todos os membros da Elite 4 para descerem ao campo de batalha e apresentar um por um. Primeiro desce o especialista em Pokémons do tipo inseto, Aaron; Em segundo, desce a especialista em Pokémons do tipo terrestre, Bertha; Logo em seguida, desce o especialista em Pokémons do tipo fogo, Flint; E por penúltimo, desce o especialista em tipos psíquicos, Lucian. Os 4 membros da Elite se alinham, e ficam ao lado da escada. Os holofotes são todos direcionados para a escada. Por último, descendo as escadas do estádio, é a campeã da Elite 4 da região de Sinnoh, Cynthia. Drew pede licença para Max e anda em direção aos membros da Elite. Ele passa encarando todos, e para no meio dos membros, onde a campeã Cynthia está. Ele chega perto e fica encarando a mulher.
- Parabéns por sua vitória Drew, foi muito merecida. - Cynthia sorri
- Obrigado campeã. - o desafiante fecha os olhos por uns momentos, e logo os fixa em Cynthia - Eu espero que todos vocês estejam no seu nível máximo. Não quero nenhuma desculpa quando eu humilhar a Elite de treinadores da região de Sinnoh.
- Tá sendo muito pretensioso jovem. - diz Bertha - Desculpe - me,  você nunca batalhou com ninguém como a gente antes.
- Ótimo! - diz Drew - Cansei de batalhar com perdedores. E Cynthia... aquece o trono de campeão, porque eu tô chegando.

Cynthia encara o garoto com um sorriso debochado, parecia não acreditar na ousadia do desafiante.
- Claro. - diz Cynthia

Toda a plateia vai a loucura com a encarada de Drew com os membros da Elite, mesmo sem saber qual foi o papo entre eles. Os membros saem por uma porta que se abre na lateral do estádio, menos Cynthia. Ela sobe em um palanque onde está o narrador, e fica observando o jovem. Drew recebe de um dos juízes o troféu de campeão do torneio, e não tira os olhos da campeã.

1 MÊS DEPOIS

Drew se arrumou todo para ir á Liga Pokémon. Treinou e montou estratégias com seus Pokémons, estudou previamente os monstrinhos da Elite, mas sabia que eles poderiam trocar então não usou isso como base. Então, chegou o grande dia. O dia de provar para o mundo porque ele é o melhor treinador de Sinnoh. Porque ele é o escolhido. Porque todos viam que ele era diferente. Ele chega em um castelo na Liga, respira fundo e adentra. Ao entrar em uma sala do castelo, estava tudo escuro, mas de repente, todas as luzes acendem e o rapaz vê Aaron, seu primeiro desafio. Após uma longa batalha, o jovem derrota o membro da Elite com apenas 4 Pokémons; Aaron fica impressionado e permite a passagem do desafiante para a próxima sala; Ao chegar em outra sala, se depara com muita areia e com Bertha no fim do corredor. Depois da luta, Drew consegue derrotar Bertha com 5 Pokémons, e a mesma coisa ocorre com Flint e Lucian. Tudo estava indo conforme ao plano do jovem. Até que algo aconteceu. Melhor dizendo, até que Cynthia aconteceu. Estava sendo uma batalha acirrada, até que sobrou um Pokémon para cada lado: Garchomp e Garchomp.
- Dragon Rush! - ordena a campeã
- Contra - ataque com Dragon Claw! - grita Drew

As garras do Garchomp do desafiante ficam maiores e de coloração verde brilhante, enquanto o monstro de Cynthia se envolve em uma energia azul, formando um dragão!
- Agora! - Drew ordena - ACABE COM ELA!
- Garchomp, ataque! - diz Cynthia mexendo no cabelo

Os Pokémons meio que se chocam e ocorre uma grande explosão de energia, fazendo tanto o desafiante quanto a campeã irem ao chão. Após a explosão, Drew olha meio tonto para o campo de batalha e vê que um dos Garchomps estava nocauteado e o outro estava de pé. Para a infelicidade do desafiante, seu Pokémon do tipo dragão não foi mais forte que o de Cynthia. Ele havia perdido.
- O que? - Ele fica incrédulo - Mentira, isso não aconteceu!
- Volte Garchomp! - a campeã faz seu Pokémon retornar para a Ultra Ball - Sinto muito por isso.

Almost to the mountaintop,

You slip and fall just like a stone.

 

Cynthia dá as costas para o garoto e sai andando para sua sala. Enquanto isso, ele corre e abraça seu Garchomp que está no chão.
- CYNTHIA! ESPERA!
- Me chamou? - a campeã olha para trás
- Você nem é tão boa assim, eu posso te derrotar, eu simplesmente me desliguei um pouco. Vai vamos, cure meus Pokémons e vamos nessa novamente.
- Não é assim... você tem que derrotar todos os membros da Elite de novo...
- TÁ COM MEDO? EU SOU MUITO BOM PARA VOCÊ! - o garoto berra com ódio - SUA IDIOTA!

Cynthia olha para trás séria e vê o garoto chorando abraçado com seu Garchomp. Ela vai até ele, e bota a mão em seu ombro.
- Você perdeu para mim, e isso não é o fim do mundo. O Drew que eu vi hoje, não é o mesmo que eu vi na Liga Pokémon, você evoluiu muito. Você quase me derrotou... mas, no meio do seu percurso como treinador, você se perdeu! Garoto, com essa atitude você nunca vai conseguir ser campeão.

O garoto faz seu Pokémon retornar para a pokébola, se levanta e olha para Cynthia.
- Do que você tá falando?
- Você entrou achando que já tinha ganhado, desrespeitou seus adversários, sempre que ganha provoca. Drew, você é um bom treinador... mas parece que você se perdeu.
- Cala a boca. Você nem me conhece.

Cynthia sai andando novamente em direção à sua sala. Ela olha para trás e vê o jovem indo embora.
- Drew.
- O que é?
- Se encontre. Depois disso venha me desafiar.

Cynthia entra na sala, e Drew fica confuso com as palavras. Ele sai do castelo da Liga Pokémon, e vai visitar seus parentes em Jubilife. Após passar algum tempo na casa de seus pais, ele sabe o que tem que fazer. Com seu Staraptor ele voa até Canalave, manda todos seus Pokémons para o professor Rowan e se dirige ao porto, onde tem um navio e venda de ingressos.
- Oi, com licença. - Drew se dirige a uma mulher na cabine de vendas
- Oi, com que posso ajudar? - a vendedora sorri
- Eu gostaria de um ingresso para Hulbury Town, em Galar.

Drew olha para o céu de Sinnoh e lembra dos momentos que viveu nessa linda região.
- Me achar né Cynthia? - o garoto pensa - Vou derrotar o imbatível campeão de Galar, Leon. Logo após, vou voltar para Sinnoh em uma viagem e derrotar você. Vou me tornar o campeão de duas regiões, e vou te mostrar que eu "me achei".

E assim começa a história de Drew Brooks, e sua busca por redenção, na região de Galar.

I dream broken dreams,

I make them come true,

I make them for you.

CONTINUA...


Notas Finais


As citações durante o capítulo foram tiradas da música "Broken Dreams", e coloquei pois achei que se aplicava bem ao contexto de "sonhos despedaçados" do treinador. Espero que tenham curtido mais um capítulo :D

Link da música no youtube: https://www.youtube.com/watch?v=7HdycdskX5E


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...