História Poder do Amor - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Capitão América, Homem de Ferro (Iron Man)
Personagens Anthony "Tony" Stark, James Buchanan "Bucky" Barnes, Steve Rogers
Tags Stony, Stuckony, Stucky, Winteriron
Visualizações 72
Palavras 703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 5 - Conflitos


Fanfic / Fanfiction Poder do Amor - Capítulo 5 - Conflitos

 

Na manhã seguinte, o Stark não foi até eles para levar o café da manhã e obviamente os jovens estranharam, então logo depois o despertar desceram as escadas em busca de seu anfitrião, que está a mesa que já pronta para um café da manhã para três pessoas, o Rogers e o Barnes se sentaram a mesa com Tony, os pareciam muito bem aquela manhã.

- Bom dia! - James falou, com um pequeno sorriso, parecia ainda estar com um pouco de  sono.

- Bom dia....

- Sabe você poderia ter nos avisado que deveríamos descer, pensamos... - Steven para de falar e Tony percebe que talvez eles tenham ficado preocupados, mas ele afasta esse pensamento, por que os dois jovens ficariam preocupados com seu carcereiro? Ou poderia ser alguma coisa da qual o Stark estava alheio.

- Tony, como você faz todas essas coisas? É você quem cozinha? - O Barnes pergunta e a fera não sabe se está tentando desviar o assunto por conta do evidente desconforto de Steven ou estava realmente curioso, Tony decidiu que era melhor não precionar Steve no momento.

- Não, não sou eu quem faço, mas acredite em mim eu poderia, não há nada que eu não possa fazer se eu realmente quiser. - Havia um inegável tom de arrogância na voz de Tony, mas em sua maior parte ele estava sendo apenas divertido e isso fez Steve sorrir e Barnes rir.

- Esse é um bom pensamento mi Lord. - Bucky diz ainda rindo. - Mas da onde vem....

- O Castelo, fornece o que precisamos. - Agora o tom de Anthony é mais sério.

- Sabe, eu só sei fazer doces e isso quer dizer que sei fazer torta e só. - O moreno de cabelos compridos sorriu. -  O bom na cozinha mesmo é o Steve.. - Bucky diz.

- Era a única maneira de eu contribuir...- O loiro se levantou. - Vou para a biblioteca.

- E lá se vai o agradável café da manhã. - A fera disse e Steve o olhou irritado. - Você não precisa compartilhar o que te aflige se não quiser, podemos mudar de assunto, ou apenas sente e coma...

- Agradeço, mas estou satisfeito. - Disse o loiro teimosamente indo em direção a biblioteca.

- Eu vou falar com ele. - Então Barnes também se levanta indo  atrás do irritado loiro.

Anthony também sai da mesa, ele deveria ter deixando os rapazes resolverem seus próprios problemas sem ele tentar "dar sua grande contribuição," ele vai para sua antiga oficina, era um inventor, disso ele se lembra, mas hoje em dia não pode mais fazer suas maravilhas, a última coisa que fez foi o piano, para impressionar... alguém de quem ele não se lembra mais, já se passaram tantos anos, depois de seu trágico aniversário, a rosa já não tem mais tantas pétalas como antes e cada vez mais ele é mais fera e menos homem.

Ele se enfurece e desconta nas poucas inteiras que existem em sua oficina, até que não resta mais nada e para que se importar, ele jamais irá usar essas coisas novamente.
Ele não sabe quanto tempo ficou ali, mas quando Anthony se da conta, havia alguém chamando por ele, a fera pode ouvir os passos dos dois jovens ele havia dito para eles nunca irem ali e lá estavam eles, então o Stark explode com os jovens, diz coisas que não queria dizer e os assusta novamente e tudo que ele vê Steve indo embora seguido por James, ambos pegam o cavalo e vão noite a dentro, evidentemente Anthony os segue sem ser visto, para se certificar da segurança de ambos e a fera nunca foi tão necessária, os rapazes são cercados por lobos famintos, mas então um rugido da Fera faz os animais pararem e se virar para quem quer que fosse que estava tentado tirar a presa deles.

Há uma luta entre os lobos e Tony é tudo muito confuso, mas ele pode ver que os jovens o estão ajudando a se livrar dos lobos, quando os animais vão embora, a Fera está cansado, ferido e a próxima coisa que ele se lembra e de acordar em sua cama.


Notas Finais


E então o que acharam?
Comentem por favor!
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...