1. Spirit Fanfics >
  2. Poemas não são apenas textos >
  3. Adeus

História Poemas não são apenas textos - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Esta não é uma nova história, apenas estou repostando os capítulos dela que foi apagada, tipo uma remasterização.

Fiquem com a leitura!!

Capítulo 18 - Adeus



Eu quase não dormir pensando na Saiory, mas consegui relaxar depois que ela me passou uma mensagem dizendo que já estava melhor. Ao amanhecer, eu já havia me levantado, tomado o café, vestido o uniforme e com o poema pronto, então já estava tudo no eixo, eu coloco os cupcakes em um carrinho de piquenique e vou saindo de casa
(King)Han.. "como você vai levar tantos cupcakes assim King?". Eu disse que daria jeito de levar tudo
Eu saio de casa e olho pra trás e não vejo a bendita da Saiory
(King)Hum.. será que ela já está melhor mesmo? Ou ela disse aquilo para não me deixar preocupado? Ah! Ela não tinha dito no sábado antes de se declarar pra mim que havia passado por um tempo em que ela sofria de depressões? Será que eu fiz alguma coisa para lhe deixar triste? Talvez eu deva ver como ela está.. não! Se ela estava sorrindo neste tempo todo é porque ela deu um jeito de enfrentar isso sozinha, então ela deve dar conta, aliás não quero deixar escapar uma imagem de um namorado pegajoso. Mas talvez eu deva vê-la, como namorado eu tenho que ajudá-la e apoiá-la no que for preciso, no entanto mesmo que eu seja um novo namorado pra ela, eu ainda tenho os meus limites.. aaii, o que eu faço?!
Eu continuo com o meu conflito interno e sei que final tomei a decisão certa
(King)Cheguei, agora é só subir
Eu vou andando e todos na escola me cercavam com o olhar por causa dos cupcakes que chamavam bastante atenção, mas o estranho é que eu via uma multidão no pátio da escola e não via ninguém subindo para ir ao clube
(King)An.. com licença
(??)Ah, você deve ser o King, certo? Integrante do clube lá de cima
(King)Sim, sou eu
(Professora)Como posso lhe ajudar?
(King)Me diga, por que ninguém está subindo para ver a barraca do Clube de literatura? Não acho que ela deva estar tão ruim assim
(Professora)De maneira nenhuma, a sala está fantástica, mas a presidente do clube, Monika, resolveu fechar a barraca
(King)O que?!!
Eu corro para a sala e chego nela, eu deu uma vistoria e somente vejo a sala pronta, preparada para receber muita gente, mas não havia ninguém, estava quieta e a Monika sentada em uma cadeira de cabeça baixa
(King)Ei Monika! O que foi?!
(Monika)A-Ah King, você chegou
(King)O que aconteceu? Por que fechou a barraca?!
(Monika)Aconteceu uma coisa terrível, depois disso eu não tinha condições de continuar
(King)Ei ei ei.. acalme-se e me explique isso!
(Monika)Olha King, por favor, eu não posso lhe contar nada, somente entenda que..
(King)Por que não pode me contar? O que aconteceu?!
(Monika)A-A Saiory.. ela..
(King)An?! Aconteceu alguma coisa com a Saiory?!
(Monika)Uhum
(King)Mas como você sabe?! Ela nem saiu de casa!
(Monika)Por favor, só.. só.. eu não sei, eu não deveria estar te contando isso
(King)O que Monika?! Me diga!!
(Monika)Eu disse que não posso!!
Neste instante, as duas aparecem
(Yuri)Ei Monika, você viu o poema que a Saiory trouxe?
(Natsuki)Sim, nós precisamos dele para colocar no varal lá em ba.. K-King?
(King)"Que a Saiory tro"-espera, ela esteve aqui?! Quando?!! Não pode ser, eu vim sozinho e bem cedo!
(Natsuki)Vish, sujou
(Monika)Ta bem. Natsuki e Yuri, nos deixe sozinhos
(Yuri)Sim
Elas saem da porta e a fecham
(Monika)Sente-se
(King)Me con..
(Monika)Senta aí agora!!
(King)(Me sentando em qualquer cadeira)Tá bem
(Monika)Olha King, não sei se você sabe, mas a Saiory é uma garota bem perturbada e frágil emocionalmente
(King)Eu sei, ela já me contou que sofre um pouco de depressão e tal
(Monika)Não, ela é diferente. A Saiory não tem uma simples depressão King, desde muito tempo ela não se motiva nem pra comer, dormir e se mexer, perto dos outros ela pode parecer alegre e tudo mais, só que todo o sofrimento que tem, ela simplesmente guarda e o tranca dentro de si
(King)Mas por que ela não disse nada?! Eu podia ter ajudado e..
(Monika)É por isso que ela não contou, a Saiory acha que ela é uma completa inútil, que a vida dela não tem sentido existir
(King)Não..
(Monika)Ela acha que fazendo uma pessoa feliz, pelo menos um por cento dela está fazendo alguma coisa que presta, então ela guarda toda a mágoa, toda a tristeza, raiva, solidão e as próprias angústias dentro do próprio coração para não transparecer para fora, o que lhe resta no externo somente é felicidades e alegrias, o que realmente parece ser, é por isso que ela é sempre feliz e otimista, para as pessoas em seu redor serem assim também
(King)Mas e ai?
(Monika)Desde muito tempo ela é assim e quando você apareceu na vida dela de novo, o seu coração dela se engoliu de esperança, mas alguma coisa fez com que o mesmo ficasse marcado pela escuridão novamente (Começando a chorar) eu já tentei de tudo para salvar ela, mas nada dava certo, hoje.. hoje de manhã, ela veio aqui e me contou tudo, EU TENTEI IMPEDI-LA!!.. Mas não deu certo, ela já estava decidida, fora de alcance
Eu me levanto mais assustado
(King)Mas então, o que houve? Pra onde ela foi?!
(Monika)Ela voltou pra casa
Eu tento me mexer, mas antes ela me impede
(Monika)Não! Não vá! Ela me pediu para você nunca mais voltar àquela casa novamente, nunca
(King)Mas eu preciso saber o que houve com ela!!
(Monika)Bem, então tem outro jeito
Ela vai até a cadeira onde ela estava sentada e pega um papel
(Monika)Olha, te entregando isso e deixando você ler, estarei quebrando mais uma promessa que fiz à ela. Toma, leia e.. faça o que quiser depois e tire a sua própria imagem disso
Eu pego o papel, me espanto ao vê-lo todo amassado, rasgado nas pontas e atrás manchas de sangue? O que está havendo? Bom, então eu leio
Poema da Saiory
"Sai da minha cabeça
Sai da minha cabeça
Sai da minha cabeça
Sai da minha cabeça
Sai da minha cabeça
...
Sai da minha cabeça
SAI DA MINHA CABEÇA
Sai da minha cabeça
SAI-DA MINHA-CABEÇA
Sai da minha cabeça já
...
Sai da minha cabeça
Cansei, se você não sai
Eu tenho que te pôr pra fora
Mas não queria isso
Porque a única solução para este feito
É, deste mundo, ir embora"

(King)(Tremendo de frustração)Está.. Está brincando comigo?! O QUE SIGNIFICA ISSO?!!!
(Monika)Eu falei que você não poderia ler
(King)Espera.. Espera aí, não! NÃO!!! E-Ela..
(Monika)(Me vendo saindo da sala em um piscar de olhos)Já é tarde demais King!!
Eu corro em direção a casa dela, não importando o que ou quem aparecesse na minha frente, nada passava pela minha cabeça, somente..
Lembranças
(King)Sa-Saiory?
(Saiory)Olá King, bom dia
(King)Bom dia, o que estava fazendo correndo daquele jeito?
(Saiory)Bem.. er.. eu queria alcançá-lo sabe
(King)Sabe que não precisa, não é? Não sou obrigado a te esperar, sabe disso não é?
(Saiory)Hum.. malvado
Ela fica emburrada e logo depois me diz
(Saiory)Bem, mas já que eu te alcancei, você deixa eu te acompanhar?
...
(Saiory)Hum? Ah, está olhando clubes novos?!!
(King)Sim-quero dizer, não! Eu só estava..
(Saiory)Vem para o qual eu estou então!
(King)Q-Que? Você está em um já?!
(Saiory)Sim ue, e é bem legal
(King)É sobre o que?
(Saiory)Literatura, é um clube de literatura
...
(King)Então, o que achou?
(Saiory)Bem er.. hehe
(King)Pode falar a verdade, eu aguento
(Saiory)Você colocou rimas meio que.. previsíveis, rimas fracas e pobres, isso deixa o poema meio chato de se ler
(King)Ah, entendi
(Saiory)Mas a sua intenção foi boa! Gostaria de ler o meu? Mas olha, eu não me esforcei neste
...
(Saiory)Sabe King, isso me lembra de quando éramos crianças e você sempre cuidava de mim, mesmo quando não precisava
(King)Ah é verdade, eu acho que passei tanto tempo fazendo isso que agora é meio que automático te ajudar nessas situações
(Saiory)(Pegando em minha mão)E eu agradeço por sempre está ao lado
...
(King)O que quer dizer com isso?
(Saiory)EU QUERO DIZER QUE EU TE AMO!!!
...
(Saiory)Adoro o seu cafuné
(King)Sério?
(Saiory)Sim, ele é muito bom
(King)Então.. quer que eu continue?
(Saiory)Sim, por favor
(King)Uhum. Er.. Saiory
(Saiory)Sim?
(King)D-Desde quando.. você sente isso por mim?
(Saiory)Desde que eu.. bom, desde que eu sei o que isso significa
...
(Saiory)(Com um grande sorriso)King!!!
(King)(Abraçando-a também)Olá Saiory, desculpe pelo atraso-desculpe pelo atraso
Voltando
Eu começo a chorar e enquanto eu deixava lágrimas pelo caminho escorrendo pelo o meu rosto eu digo
(King)Que droga Saiory!!! D-DROGA!!!
Eu chego na casa dela e abro a porta, vou correndo e parei em frente ao quarto dela. Comecei a tremer e suar frio
(King)P-Por que não consigo ir a diante? É só abrir a porta King, será que estou com medo? Medo de não saber o que vou encontrar depois desta porta. Ai estou pensando demais, só abra a porta e foda-se, é a Saiory que está do outro lado, ou.. a menos.. eu espero
Eu coloco a mão na maçaneta, girei devagar, a porta se abre e eu entro..
...
...
...
...
...
...
...
(King)Saio-@#@$%&@#$&%$#@&%#%&#@%&$#$%&@#$&[email protected]%@#!!!!!!!
...
(King)Q-Que merda é essa? QUE-MERDA-É-ESSA?!!!!. Não, não.. NÃO!!!! POR QUE?!!!!
-DEATH-
(King)(De joelhos, já quase passando mal)Por que? Eu quero entender por que? Parece que não fui compreensivo e nem cuidadoso, o meu dever era proteger ela a todo custo, eu fracassei na minha maior missão e isso levarei comigo até o purgatório. Nunca irei conseguir me perdoar por isso.. nunca.. nunca.. nunca.. NUNCA







Continua...


Notas Finais


Cs são fodas, tamo junto e xau!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...