História Poesia de Vadia - Capítulo 10


Escrita por:

Visualizações 151
Palavras 120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor



Capítulo 10 - Vida cinza


Fanfic / Fanfiction Poesia de Vadia - Capítulo 10 - Vida cinza

Vou fazer 15 anos
E me sinto tão velha
Tenho milhões de sonhos impossíveis
E a consciência de não poder realiza-los

Minhas ilusões são lúcidas
Mas grandes demais para mim
Uma garota tão pequena
Que prefere não sonhar

Não preciso que me digam
O meu futuro cinza
Os outros insistem em dizer
Que minha vida será comum...
Trabalho, filhos, marido, cansaço...
Tudo que que eu não quero pra mim

O meu futuro cinza me espera
Minha vida sem sentido me aguarda
O mundo inteiro lá fora
E eu em casa, com meus filhos

A escuridão da minha vida está tão perto
E será mera coincidência coisas boas
Não acredito em destino
Porém
O meu já foi traçado a muito tempo...


Notas Finais


Esse poema é antigo. Percepção registrada em 2014.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...