História Poesia de Vadia - Capítulo 6


Escrita por:

Visualizações 38
Palavras 91
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Casa, não lar


Fanfic / Fanfiction Poesia de Vadia - Capítulo 6 - Casa, não lar

Uma prisão
Com demônios humanos
Com paredes de madeira
Com gritos insanos

Insanidade, eu repito
Onde o choro prevalece
Onde a dor
Sempre cresce

Ceio familiar onde nada floresce
E toda a tua frustação
Permanece
Meu amor, você merece

Não finja que não tem culpa
E não importam as tuas preces
Ninguém vai ouvir
Cresce

Na tua casa tu perece
Não reclama, não se mete
Fica na varanda ouvindo
Abafando o teu choro

Agradece ao cachorro
Por estar do teu lado
Todos que moram ali
Não sabem amar
Não são amados 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...