História Poesias de uma morta - Capítulo 105


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ansiedade, Depressão, Poesia, Saudade, Tristeza
Visualizações 44
Palavras 62
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 105 - Eu nunca entendi


Eu nunca entendi o ser humano,  e acho que nunca entenderei 



Faz guerra para ter paz 

Mete um sorriso na cara quando está triste 

Procura na rua o que tem em casa 

O ódio que ele sente muitas vezes vira amor 

Reclama dos outros , mas não muda 

Quebra o coração de alguém e depois pede desculpa como se adianta-se alguma coisa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...