História Pokémon - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Personagens Originais, Professora Juniper
Tags Interativa, Pokémon
Visualizações 31
Palavras 2.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, enfim trouxe o capitulo pra vocês, espero que gostem ♡

Capítulo 7 - A mulher misteriosa


Fanfic / Fanfiction Pokémon - Capítulo 7 - A mulher misteriosa

GYM

- A batalha entre a líder de ginásio whitney e a desafiante akemi irá começar.

- está pronta para perder de novo?! Vai lá girafarig. – whitney diz sarcástica liberando seu pokémon.

- nem em sonho, me ajude bayleaf. – akemi responde confiante. – comece com folha navalha.

Bayleaf gira sua folha no topo da cabeça e várias folhas afiadas saem.

- girafarig pare-as usando confusão.

Os olhos do pokémon brilham em azul e o mesmo brilho cerca as folhas cancelando o ataque.

- agora chicote de cipó. – duas vinhas saem dos brotos no pescoço de bayleaf e então girafarig é acertado com várias chicotadas fazendo o pokémon gritar de dor.

- girafarig! – fala whitey aflita. – use bola das sombras – a girafa dispara uma esfera preta e roxa de sua boca.

- folha navalha seguido de investida – bayleaf começa a correr e ao mesmo tempo dispara suas folhas destruindo a esfera negra e fazendo uma pequena explosão, bayleaf surge em meio a fumaça e acerta girafarig o arrastando um pouco para trás.

- certo bayleaf vamos acabar com raio solar – o pokémon reúne energia nos brotos em volta de seu pescoço.

- rápido girafarig, golpe de corpo – a girafa salta rumo ao oponente usando todo o peso de seu corpo.

- agora! – grita akemi, os brotos em volta dado pescoço de bayleaf emitiam um brilho branco e em seguida bayleaf dispara um feixe da mesma cor de sua boca acertando girafarig e arremessando-o contra a parede.

- girafarig está fora de combate, a vencedora dessa rodada é a desafiante akemi – anunciou o juiz.

- hun... Bom – fala retornando seu pokémon – vamos ver se consegue derrotar meu próximo pokémon, vá swablu – fala liberando sua ave de algodão.

- bayleaf retorne – akemi minimiza e guarda a pequena esfera, em seguida pega outra e a lança para o alto, da mesma sai seu raichu – ataque rápido.

Raichu corre rapidamente deixando uma trilha branca.

- swablu desvie.

- de novo não, raichu pule é use cauda de ferro – o rato elétrico toma impulso com sua calda, a mesma emite um brilho metálico e o pokémon desfere um ataque no rosto da ave lançando-a no chão.

- swablu aquente firme, defesa de algodão! – o corpo da pequena ave começa a brilhar em branco e surgem cachos de algodão a sua volta, depois somem e swablu brilha em azul.

- raichu use choque do trovão – o rato elétrico esfrega suas bochechas e libera uma grande quantidade de eletricidade.

- evasiva! – Whitney tenta escapar do ataque mas foi tarde demais, swablu recebia toda a carga e gritava de dor.

- finalize com ataque rápido – raichu corre deixando um rastro branco.

- swablu pulso do dragão – com dificuldade a ave se põe em pé e cria uma enorme esfera multicolorida, porém, antes de completar seu ataque ela é atingida pelo golpe de raichu sendo jogada para perto de sua treinadora já fora de combate.

- swablu está fora de combate, a vencedora dessa rodada é a desafiante akemi.

- é! Muito bem raichu – akemi comemora com seu rato elétrico.

- não fique tão alegre! – Whitney chama atenção – eu ainda tenho um pokémon e não vou perder – a líder pega sua pokébola e lança seu último pokémon miltank.

- vamos la raichu, só temos que derrotar ela – akemi fala para seu pokémon e em seguida raichu volta para o campo.

- miltank multiplicar e rolo compressor – o pokémon vaca cria várias cópias de si e começa a rolar rumo a raichu.

- raichu use choque do trovão – o rato elétrico esfrega suas bochechas e solta uma carga de energia em direção a miltank, porém ele só consegue acertar as cópias e é atingido pela verdadeiro sendo arrastado para perto de akemi.

- você está bem raichu? – akemi pergunta ao seu parceiro.

- lai lai – raichu confirma com a cabeça.

- ataque de novo miltank – novamente a vaca rosa se dirige a raichu.

- tente desviar usando ataque rápido – raichu começa a correr rapidamente.

- você só está adiando o inevitável, miltank siga ele – e assim começa uma espécie de desafio, miltank tentando acertar raichu enquanto o mesmo desviava como podia; depois de alguns minutos o rato elétrico já parecia cansado e acaba sendo pego.

Raichu tenta se levantar mas devido ao cansaço ele acaba caindo e seus olhos são substituídos por orbitas.

- raichu está fora de combate, a vencedora dessa rodada é a líder whitney.

- volte raichu – akemi retorna seu pokémon – obrigado – fala encostando a esfera na ponta de seu nariz – agora prinplup – da pokébola sai um pokémon principalmente azul escuro com marcas faciais de azul claro, pontas das asas e parte inferior do corpo. Os olhos são azuis e tem um pequeno bico amarelo com um pequeno ponto em cima dele. Duas grandes cristas amarelas se estendem do seu bico na parte de trás da cabeça e encontram-se logo acima da nuca. No seu corpo a quatro manchas grandes brancas que se assemelham a botões, tem pernas curtas amarelas com três dedos.

Pokedex on

“prinplup, o pokémon penguim é a forma evoluída de piplup. Um golpe de suas asas é forte o suficiente para derrubar árvores”

Pokedex off

- rolo compressor miltank – mais uma vez a vaca rosa começa a girar e ir rumo ao seu adversário.

- prinplup faça o que combinamos – disse akemi com um sorriso no rosto.

O interior do bico de prinplup brilha em azul claro e o mesmo dispara várias bolhas azuis claras no chão.

- já está desistindo? – a líder fala sarcasticamente.

- olhe de novo – diz akemi sorrindo para whitney.

Ao olhar, Whitney vê que começa a se formar uma poça de lama.

- miltank desvie! – miltank da uma curva mais já era tarde demais, acabou deslizando na lama enquanto fazia a curva.

- yeah! Prinplup vamos de bico-broca – o penguim salta pra o ar e seu bico e coroa emitem um brilho branco, seu bico cresce e ele cai girando como uma broca acertando miltank.

- miltank se levante – a líder pede para seu pokémon, então o mesmo começa a se levantar – isso ai, agora multiplicar – a vaca cria várias cópias de si.

- acabe com isso prinplup, rajada de bolhas – prinplup lança um fluxo de bolhas azuis claras fazendo desaparecer todas as cópias e mostrando a verdadeira.

Whitney estava visivelmente nervosa, não sabia o que fazer seu golpe mais forte já tinha sido desbancado por akemi.

- soco flamejante força máxima – ao ordenar isso, as duas patas de miltank pegam fogo e o pokémon começa a desferir vários socos indo rumo ao seu oponente.

- prinplup névoa! – prinplup abre seu bico e libera uma nuvem branca espeça que cobre todo o campo de batalha.

Miltank e prinplup somem dentro da neblina e só se ouve barulhos, todos no campo ficam ansiosos e nervosos para ver o que acontece lá dentro, por fim escuta se um último barulho e a nuvem começa a se dissipar.

- miltank está fora de combate, a vencedora é a desafiante akemi – anuncia o juiz.

- é!! – akemi corre e abraça prinplup. – nós conseguimos prinplup – ao dizer isso ela da um beijo na bochecha de seu pokémon.

- prin..plup – fala o pokémon corado.

- akemi – fala lírio chegando perto de sua amiga com seu oddish no colo. – vocês foram ótimos – fala dando-lhe um abraço.

- obrigado miltank – whitney retorna seu pokémon e caminha em direção aos dois. – bom, você me venceu, toma, a insígnia da planície – diz sorrindo.

- muito obrigada – akemi agradece.

Centro Pokémon

Akemi e lírio estavam arrumando suas coisas para continuar sua viagem, agora indo para ravern.

- adeus enfermeira joy, agradecemos a estadia – Lírio fala dando tchal.

- Boa viagem para os dois – responde joy junto de sua chansey acenando.

Após acampar e passar a noite a beira de um riacho os dois retomam seu caminho.

- estou ansioso para chegar em ravern, ainda tenho que treinar – disse lírio animado.

- você vai se sair bem, se quiser podemos ajudar né raichu – diz a menina sorrindo para seu pokémon.

- lai lai lai – diz raichu animado.

- vai ser ótimo, precisamos treinar para as batalhas – o garoto fala e olha para seu colo, oddish dormia tranquilamente, isso fez lírio esboçar um leve sorriso.

Um pouco mais a frente uma garota chega correndo com uma expressão apavorada.

- me ajudem – ela fala ao chegar perto do grupo, ao seu lado havia um pokémon quadrúpede de aparência canina, seu pelo era alaranjado com algumas manchas pretas em suas costas e pernas, já o pelo do focinho, no peito, na barriga e cauda possuíam a cor creme. Bem como o tufo de pelo que tinha no topo da cabeça. Tem olhos cinza, focinho preto e orelhas grandes e redondas. Suas patas dianteiras tem duas garras visíveis, enquanto as patas traseiras têm três dedos cada, embaixo de cada pata tem uma mancha marrom.

Pokedex on

“growlithe o pokémon cachorro. Growlithe é muito leal e não se moverá a menos que seu treinador mande.”

Pokedex off

- o que foi? – pergunta akemi.

- tem uma mulher me seguindo – disse a garota ainda apavorada.

- vamos nos esconder nos aburtos – diz lírio.

Os três correm pra um arbusto próximo e se abaixam. Os três respiravam forte e escutaram alguém se aproximar.

- garota, torne as coisas mais fáceis – falou a voz feminina.

- precisamos sair daqui – disse lírio cochichando.

- já sei – diz akemi pegando uma de suas pokebolas e liberando prinplup – prinplup use névoa – fala sussurrando para seu pokémon que atende ao seu pedido

O penguim libera lentamente a nuvem espeça e aos poucos tudo vai ficando coberto pela névoa.

- isso não vai te salvar por muito tempo menina – falou a mulher.

- vamos – disse akemi retornando seu pokémon.

O trio sai o mais silenciosamente que conseguem e depois de estar numa distância segura eles correm o mais rápido que podem. Depois de correrem até não aguentarem mais eles param para respirar.

- quem era aquela mulher – perguntou akemi sentando no chão e recuperando o ar.

- não sei – disse a garota respirando forte.

- o que ela queria – agora lírio pergunta apoiando-se nos joelhos.

- o meu pokémon – respondeu.

Agora olhando com mais calma, a dupla pode analisar a garota, era alta, por volta de 1,72, tinha cabelos loiros cacheados e volumosos que desciam um pouco o ombro, possuía olhos azuis claros, seu nariz era fino e seus lábios não eram nem muito grandes nem muito finos e sua pele era branca; em seu pescoço havia um colar de cordão preto fino que dava duas voltas e pendurado havia uma medalha dourada, tinha seios médios e usava uma blusa de mangas compridas na cor roxa, a mesma deixava seus ombros expostos e tinham duas alças, uma de cada lado de seus ombros, sua cintura era fina, usava uma mini saia preta que realçava suas pernas, coxas médias e usava uma bota na cor marrom.

Depois do susto eles continuaram caminhando rumo a ravern, e devido a corrida eles chegaram mais rapidamente e foram caçar um centro pokémon depois de reservarem seus quartos e recuperarem seus pokémons eles saíram pra comer alguma coisa.

- bom, não nos apresentamos, meu nome é Lírio e esse é meu parceiro oddish – disse sorrindo e mostrando oddish em seu colo.

- odish – fala o pokémon sorrindo também.

- eu sou akemi e esse é raichu – fala sorrindo.

- lai lai – diz raichu acenando e sorrindo para a garota.

- que fofo – ao dizer isso raichu então solta uma descarga elétrica acertando os três os deixando de cabelos armados.

- por quê ele fez isso – pergunta a garota que agora olhava sério para akemi.

- kkkk isso quer dizer que ele gosta de você – disse akemi puxando seus cabelos que estavam armados.

- que amor – fala lírio com tom sarcástico. – mas continue, conte sobre você.

- meu nome é luiza, eu vim da Itália e essa é growlithe – diz educadamente.

- o que você faz luiza? – perguntou akemi.

- eu sou uma criadora pokémon e vocês?.

- eu sou treinadora.

- e eu coordenador.

Após conversarem por algumas horas eles voltam ao centro pokémon, ainda era tarde e eles não tinham muita coisa para fazer.

- akemi, podemos ter nossa batalha agora? Eu queria treinar logo – pediu o garoto de cabelos cacheados animado.

- claro, vamos lá – respondeu animada também.


Notas Finais


Quero agradecer a DJ_Wolfy e ao PH--kun por me ajudar em algumas idéias.
Amo todos vocês, critiquem, comentem e deixem sugestões se quiserem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...