História Pokémon: Arc - Sun and Moon. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Greninja, Kiawe, Lana, Lillie, Mallow, Personagens Originais, Pikachu, Professor Carvalho, Rotomdex, Sophocles
Tags Alola, Ash Ketchum, Aureliashipping, Aventura, Gladion, Greninja, Liga Pokémon, Lillie, Lua, Pikachu, Pokémon, Professor Kukui, Romance, Sol, Solgaleo, Sun And Moon, Z-moves
Visualizações 137
Palavras 4.663
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - O nome dela é Lillie!


Fanfic / Fanfiction Pokémon: Arc - Sun and Moon. - Capítulo 2 - O nome dela é Lillie!

Nos arredores da maior cidade de Alola, ou seja, na cidade de Hau'oli, há uma pequena cabana à beira do mar  de Melemele. Dentro desta cabana, há uma garota com lindos olhos verdes e longos cabelos loiros com uma franja dividida em duas mechas de cada lado e duas grandes tranças.


ㅡ  Comam devagar,  vocês podem engasgar. ㅡ disse ela ao terminar de servir a comida a cinco Pokémon famintos, incluindo um Snubbull, um Poliwhirl e um Murkrow, acompanhado pelo que parecia ser um pequeno cachorro com uma coleira e um pequeno urso rosa e branco.


Terminando de servir os Pokémon terrestres, ela foi ao tanque de peixes, onde havia um Corsola e três Luvdisc, subiu uma pequena escada que ficava próxima ao aquário e alcançou o topo, onde largou a comida para as criaturas aquáticas.


ㅡ É verdade, hoje é dia de compras! Como eu poderia esquecer isso? ㅡ Ela pensou consigo mesma. ㅡ Pessoal, professor, eu vou fazer compras da semana!  ㅡ Ela anunciou, enquanto descia as escadas e colocava um chapéu branco em sua cabeça, o que dava um grande contraste ao seu longo vestido branco, bem como meias compridas e sapatos brancos.


ㅡ Lillie, espere! ㅡ Uma voz masculina foi ouvida vindo do que parecia ser o porão da cabana.


Ao ouvir o chamado, a jovem chamada Lillie parou bem em frente à porta. Alguns passos foram ouvidos, foi o "professor" que subiu as escadas que ligavam o primeiro andar ao porão.


ㅡ O que houve, professor? ㅡ Lillie perguntou quando viu que o professor, um homem de pele morena,  alto e de aparência robusta, com longos cabelos negros  em um  rabo de cavalo, além de (por que não dizer isso) um cavanhaque incrível. Ele alcançou o mesmo andar em que ela estava.


ㅡ Preciso que você pegue algumas peças necessárias para o novo projeto, elas são trazidas de Ula-Ula, então você deve ir ao "Píer Hau'oli" ㅡ O professor pegou um pequeno papel no bolso do jaleco e entregou a sua assistente. ㅡ Apenas pergunte a eles em nome de Kukui e eles devem entregá-los a você sem problemas, caso as coisas fiquem um pouco complicadas, dê a eles o recibo que você tem em suas mãos.


A loira analisou um pouco o recibo e nele você podia ver o nome dos materiais que Kukui havia comprado, a quantidade deles e o preço, e depois disse:


ㅡ Ok, volto em breve! ㅡ Ela pegou uma bolsa em forma de Pokébola pendurada em um cabide de roupas, abriu a porta e saiu para fazer a tarefa do dia.


O professor olhou para a porta por alguns segundos e depois se virou e começou a andar.


ㅡ Pensar que já faz um ano que eu te encontrei deitada na praia... ㅡKukui disse para si mesmo, enquanto se dirigia para sua cozinha.  ㅡ É hora de comemorar nossa assistente favorita, pessoal!


Todos os Pokémon que a loira havia alimentado gritaram de alegria, acrescentando a eles uma criatura gasosa de tons roxos.


ㅡ Nebulilla!  Lillie não levou você com ela? ㅡ O homem perguntou surpreso, ao qual a massa de gás chamada "Nebulilla" respondeu negativamente. ㅡ Isso é muito incomum... algo acontecerá com ela?  Ela nunca vai a lugar nenhum sem você. ㅡ Ele se questionou novamente com uma mão no queixo.


Os Pokémon do laboratório se reuniram em torno de Kukui, dizendo-lhe para se apressar para os preparativos da festa, removendo-o de sua nuvem de pensamentos.


ㅡ Estou indo, pessoal, estou indo, não se apresse. ㅡ ele respondeu divertidamente. ㅡ Bem, eu vou perguntar para ela mais tarde.



O sol em Alola era mais forte do que em outros lugares, afinal, o clima da região era tropical, então o chapéu de Lillie era maravilhoso para protegê-la dos fortes raios de sol... Talvez seja por isso que a pele dela era tão branca.
Depois de deixar a cabana do professor, Lillie seguiu para o norte, mas não antes de passar repelente contra Pokémon, para evitar ser atacada na grama alta, após alguns minutos de caminhada, chegou a um local onde uma nova casa estava sendo construída, Kukui havia lhe dito há pouco tempo que uma família se mudaria de Kanto para Alola, possivelmente a casa em construção era para a nova família.
Sem dar mais importância a casa em construção, ela dirigiu-se para o oeste, passando pelo centro Pokémon, na entrada estava a Enfermeira Joy, uma bela jovem de cabelo e roupa rosa, como indica o título, enfermeira, que cumprimentou alegremente a garota.


ㅡ Alola, Lillie!


ㅡ Alola, enfermeira Joy! ㅡ A loira retribuiu a saudação, mas com um tom mais baixo que o da enfermeira.


ㅡ Outra tarefa do professor Kukui? ㅡ A enfermeira perguntou, enquanto colocava as mãos no quadril.


ㅡ Sim, além disso, eu tenho que fazer as compras da semana, com todos os Pokémon do professor, a comida está acabando rapidamente. ㅡ respondeu a assistente.


ㅡ Entendo... Então não tirarei seu tempo, tenha um bom dia Lillie. 


ㅡ Obrigado enfermeira, tenha um bom dia.


A garota ia começar  andar de novo, em direção à cidade de Hau' oli, mas um chamado da enfermeira a deteve.


ㅡ Lillie! Uma coisa mais…


O cenho da enfermeira era sério, o que fez a menina se preocupar um pouco.


ㅡ Ouvi rumores, eles dizem que "Team Skull" está por perto de Melemele...



 ㅡ  O Team Skull?! ㅡ  Isso não foi uma boa notícia, definitivamente não foi.


O  Team Skull  era um bando de criminosos que serviam para aterrorizar as pessoas aonde quer que fossem, não eram um grande problema para treinadores experientes, mas para civis normais como Lillie, eles eram um pesadelo.


ㅡ Tenha muito cuidado, Lillie. ㅡ  Joy disse agora com um semblante preocupado.


 ㅡ Eu entendi, enfermeira... Muito obrigada pelo aviso. ㅡ  ela agradeceu quando uma pequena gota de suor deslizou pelo rosto.


Lillie continuou seu caminho para o oeste, preocupada com os criminosos, e se ela os encontrasse? Se eles fizerem algo errado?  Ela nem queria imaginar isso. Sua preocupação era tanta que ela não percebeu quando passou na frente da "Escola de Treinadores", um lugar onde jovens e adultos se reuniam para aprender sobre os Pokémon, que, aliás, era administrada pelo primo do conhecido Samuel Oak, Samson Carvalho.


A loira continuou caminhando, e caminhando, talvez por uma hora até olhar em volta, viu os muitos prédios e a praia que caracterizavam a cidade de Hau' oli, bem como seu grande número de habitantes que caminhavam pacificamente pelas ruas.


ㅡ Eu já cheguei?  Nem percebi... ㅡ Ela disse para si mesma. Agora que ela estava em Hau'oli, sentia-se um pouco mais segura, afinal, havia pessoas por toda parte.


Tentando esquecer o Team Skull, ela visualizou suas tarefas do dia, a compra de alimentos e a tarefa do professor. Certamente, o píer estava mais perto do que o shopping, se ela pegasse um atalho, então ela foi em direção ao primeiro local referido.


Em frente ao "Posto de Turismo", o edifício mais alto de Hau'oli, havia uma passagem que era acessada simplesmente abrindo uma pequena porta e saindo da mesma maneira, todo aquele lugar estava cheio de grama alta, mas graças ao repelente que tinha sido colocado antes ela não precisava se preocupar.


Ela abriu a pequena porta da passagem e, quando estava prestes a entrar, ouviu à distância:


ㅡ O mapa que o professor nos deu é muito complicado, Pikachu... Onde deveria estar a tal Escola de Treinadores?


Ela não pôde deixar de se distrair com essas palavras. Era verdade que ela queria terminar rapidamente seus deveres para retornar a cabana em breve e estar fora de perigo, mas ela não podia deixar de querer ajudar as pessoas que precisavam dela. Ela procurou a pessoa perdida e a encontrou. Sentado em um banco e olhando para baixo, havia um garoto de cabelos preto bagunçado, com um Pikachu no ombro, segurando um papel em uma mão e um boné na outra, um pouco hesitante ela se aproximou dele.


ㅡ  Vo-vocês... com licença... 


Isso é suficiente para chamar a atenção do garoto que passou de ver o mapa para ver a loira.


ㅡ Poderia ser que... você está perdido? ㅡ  Ela perguntou timidamente.


ㅡ SIM! 


A energia com que o garoto afirmou o fato assustou Lillie um pouco, fazendo-a dar um pequeno salto para trás.


ㅡ Estou procurando pela Escola de Treinadores, você sabe onde fica? ㅡ O garoto perguntou, enquanto colocava o boné.


ㅡ  Escola de Treinadores... Você tem um mapa?


ㅡ Eu tenho um bem aqui. ㅡ  O garoto de cabelos bagunçados deu a ela o papel que estava segurando, a mesma começou a explicar como chegar ao seu destino.


ㅡ Entendo... Parece que temos que andar em linha reta, Pikachu. ㅡ disse ele com um sorriso no rosto depois de entender o endereço. ㅡ Muito obrigado por sua ajuda, posso compensá-la de alguma forma? 


ㅡ Não é necessário! Eu só queria ajudar, você não precisa me dar nada... ㅡ A loira respondeu, a verdade é que ela não ajuda as pessoas para receber agradecimentos ou compensações, ela faz isso por "amor a gentileza", como ela diria.


ㅡ Ok... ㅡ  O garoto respondeu não muito convencido. ㅡ Eu prometo que vou compensar isso algum dia.


Dito isso, ele correu na direção da Escola de Treinadores. Lillie geralmente não se dava muito bem com pessoas com muita energia, afinal, elas eram bastante aventureiras, ela gostava de ficar em um lugar seguro, mas aquela em particular... tinha uma faísca única. Tentando esquecer o garoto, ela voltou ao atalho, abriu a porta novamente e parou um pouco antes de entrar.


ㅡ O Team Skull está em Melemele... Não estou sendo muito descuidada? ㅡ ela pensou, enquanto observava o nada. ㅡ  Só tenho que garantir que ninguém me veja entrar...


Ela olhou em todas as direções e quando viu que não havia ninguém olhando para ela, entrou sem saber que tinha sido visto por três pessoas. Depois que passou a grama alta e alcançou a saída, ela simplesmente caminhou em linha reta até chegar ao porto e depois entrou no píer, de onde você poderia partir para duas das quatro ilhas que compunham a região de Alola, onde, a propósito, podia partir também para outras regiões. Uma vez lá dentro, ela procurou em todos os lugares na esperança de encontrar a pessoa que possuía os materiais de Kukui, para sua má sorte, lembrou-se de que não havia obtido dados sobre a aparência do fornecedor, então sentou-se em um dos bancos e decidiu esperar que algo aconteça, uma espera de pelo menos uma hora.



ㅡ Você é Lillie? 


Ouvindo o nome dela, a garota deu um pulo e depois se virou para ver a pessoa que a havia chamado.
Ele era um velho um tanto gordo, com uma grande barba e cabelos brancos, além de ter os olhos aparentemente fechados, estava vestido com um terno azul marinho e um boné da mesma cor, uma maleta prateada na mão esquerda.


ㅡ Você deve ser a assistente de Kukui... 


ㅡ Isso... Sim! Lillie é o meu nome... Você é...? ㅡ A loira se levantou no momento em que pronunciou aquelas palavras, enquanto pequenas gotas de suor escorriam por seu rosto, apesar de ser assistente de Kukui por um ano, ela ainda não estava acostumada a conversar com os vários contatos do homem, que para ela eram completamente desconhecidos.


ㅡ Ah! Peço desculpas por minhas maneiras, meu nome é San Juan Wolf, um prazer, senhorita Lillie.


ㅡ Você não precisa se desculpar, Sr. Wolf, e não precisa usar a “senhorita", Lillie é o suficiente. ㅡ A garota juntou a mão com a do velho, especificando o aperto de mão. Um homem de boas maneiras a fez se sentir calma.


ㅡ Tudo bem, Lillie. ㅡ San Juan retirou a mão para apoiar a maleta e a abrir com a outra.  ㅡ Vamos passar para o que nos interessa, aqui está tudo o que o professor encomendou, e não se preocupe com o dinheiro, era pré-pago.


Dentro da pasta havia várias peças eletrônicas, Lillie não tinha certeza do que eram, então ela pegou o recibo que Kukui havia lhe dado de sua bolsa em forma de Pokéball e verificou se os materiais correspondiam às quantidades especificadas no papel, tudo estava no lugar. Embora os preços das coisas que o professor havia comprado fossem muito altos, ele certamente usou grande parte de seu orçamento.


ㅡ Muito obrigado, Sr. Wolf. ㅡ Vou levar isso para o professor. Ela agradeceu, enquanto dava um pequeno aceno.


ㅡ Acabei de fazer o meu trabalho, não há nada pelo que agradecer.


ㅡ Mais uma coisa, Sr. Wolf... ㅡ O olhar da loira focou no rosto do homem.


ㅡ Diga-me.


ㅡ Como você sabia quem eu era? ㅡ Isso  a deixou muito curiosa, eles já haviam se visto antes?


ㅡ Ah, isso. Quando o professor enviou o pagamento dos materiais, ele também enviou uma carta especificando que sua assistente pegaria os materiais, juntamente com um desenho sobre a aparência dessa pessoa. ㅡ Enquanto ele falava, Wolf colocou as mãos nos bolsos do terno, até encontrar o que procurava. ㅡ Está vendo?


Era o desenho que o professor havia feito na loira, que consistia em uma boneca de paus e bolas, com um grande chapéu e longos cabelos amarelos, na parte inferior da folha, você podia ler: "Lillie"


Uma gota de suor apareceu na testa da loira, desenho não era a especialidade de Kukui e, no entanto, por que ele havia dito a ela para pedir os materiais em seu nome, se ele lhes deu um "retrato" dela? O professor às vezes é um pouco bobo.


ㅡ Eu vi... hehe


ㅡ Bem, agora que concluí a tarefa, devo sair novamente, tenho trabalho em Pony. ㅡ anunciou Wolf.


 ㅡ Eu também devo sair, ainda tenho coisas a fazer. ㅡ respondeu ela. ㅡ Foi um prazer conhecê-lo, Sr. Wolf.


ㅡ O mesmo, Lillie. ㅡ  Ele respondeu, enquanto entregava um cartão. ㅡ Se você precisar viajar para algum lugar, sinta-se à vontade para entrar em contato comigo.


Depois de se despedir, cada um tomou direções diferentes,  a assistente agora estava indo para o shopping, seguida à distância por três pessoas, enquanto estas estavam sendo seguidas por um garoto e um Pokémon.


ㅡ Agora que pensei nisso, Nebulilla está calmo demais... Devia ser sempre assim. ㅡ disse ela, olhando a bolsa, com uma gota de chuva nas mãos. ㅡ Estava chovendo nessa época do ano? Que raro…


A garota chegou ao atalho correndo com a intenção de passar por ele rapidamente e chegar ao shopping para evitar a chuva que estava prestes a se aproximar, esquecendo completamente de verificar os arredores. Quando ela estava prestes a abrir a porta de entrada que antes servira como saída, sentiu como se algo tivesse subido em seu ombro, quando voltou os olhos para aquela parte do corpo, pôde ver como um pequeno anfíbio preto e vermelho a olhava com olhos malicioso. Seu sangue congelou naquele momento e ela estava prestes a gritar, não o fez porque alguém cobriu sua boca, o que a assustou ainda mais.


ㅡ Você faz um barulho de merda e você morre. ㅡ disse a pessoa que cobriu a boca ameaçadoramente, e imediatamente colocou uma navalha nas costas dela. ㅡ Basta seguir minhas instruções e tudo ficará bem...


Pequenas lágrimas começaram a se formar nos olhos da garota, ela estava assustada, muito assustada, mas não teve escolha a não ser assentir como sinal de que estava disposta a seguir as ordens de seu misterioso agressor. A delegacia estava ao lado da passagem, ela começou a implorar por ajuda, mas foi quando ela ouviu:


ㅡ  Ora, chuva? Vamos antes de nos molharmos.


ㅡ Muito bem, agora, abra a porta e entre rapidamente, não queremos que ninguém nos veja. ㅡ  ordenou o sujeito, e depois tirou a mão da boca de Lillie.


A loira abriu a porta e entrou na passagem, com o anfíbio ainda no ombro, em que ponto o efeito do repelente terminou? Ela andou um pouco mais até chegar a uma árvore e se virou para ver seu agressor, que para sua surpresa não era apenas um, haviam três. Dois homens vestidos com camisas pretas com detalhes brancos, pulseiras e calças pretas da mesma cor, além de uma cobertura de boca de pano preto e branco, além de um boné branco com dois círculos pretos na frente e, finalmente, sapatos esportivos brancos , um deles tinha cabelos tingidos de azul, enquanto o outro tinha cabelos castanhos encaracolados, também era muito mais robusto, ao lado deles havia uma garota com uma roupa semelhante à dos homens, só que ele usava uma minissaia branca rasgada e uma camisa sem mangas da mesma cor que a dos homens, seu cabelo era tingido de rosa. No pescoço dos três atacantes, havia algo que fez Lillie cair de medo, uma corrente de metal com o logotipo do Team Skull. Que má sorte.


ㅡ Garbodor, saia. ㅡ disse o de cabelo encaracolado quando ele puxou uma Pokébola da qual um Garbodor saiu: ㅡ Use Smokescreen.


O Pokémon obedeceu ao seu treinador, expulsando de seu braço grotesco uma grande quantidade de fumaça preta que cobria completamente a passagem, eles tinham tudo planejado.


ㅡ Irmão, parece que encontramos uma boa presa, parece uma garota rica. ㅡ  A garota disse animadamente.


ㅡ O irmão sempre sabe onde encontrar o melhor dos melhores! ㅡ  O homem robusto juntou-se à celebração.


ㅡ É óbvio, você nunca deve duvidar de mim.  ㅡ  O "irmão", que era o de cabelo tingido de azul, dirigiu o olhar e a navalha para Lillie, que estava paralisada de medo.  ㅡ Bem, pirralha, me dê o que tiver nessa maleta e na bolsa agora.


A garota de Alola não conseguiu se mexer, ficou completamente imóvel, vendo a garota de cabelo rosa se aproximar dela e pegando sua maleta e bolsa. O membro do Team Skull abriu a bolsa de Lillie e esvaziou-a bem na frente dela, caindo dela muitos repelentes, poções, um ou outro livro e, finalmente, uma Pokébola.


ㅡ Esta bolsa não tem nada além de lixo inútil... ㅡ  A garota reclamou.


Foi quando Lillie percebeu... Ela havia se esquecido de Nebulilla. Ela não teve mais tempo para pensar em seu parceiro, pois um golpe grave a tirou de seus pensamentos, a garota do Team Skull a atingiu, deixando-a com os olhos bem abertos e não parou por aí, ela começou a puxar os cabelos e chutá-la com força.


ㅡ Se... você está... saindo... na rua... faça isso... com coisas... valiosas! Estávamos esperando uma hora para você sair. ㅡ Aquela com o cabelo rosa estava pisoteando Lillie a cada palavra que ela dizia, e então continuou batendo nela sem que ela pudesse fazer qualquer coisa, exceto cobrir o rosto e gritar de dor, enquanto estava em posição fetal, até...


ㅡ Irmão, olha isso!


Quando ele ouviu seu amigo, os outros dois membros do Team Skull se aproximaram dele para ver seu saque.


ㅡ Que diabos é isso? ㅡ A garota perguntou um pouco irritada ao ver o que ela disse ser  "um monte de porcaria".


ㅡ É uma tecnologia muito cara, você deve atingir pelo menos um milhão de Pokédolares no mercado por peça. ㅡ disse o de cabelos castanhos, surpreendendo seus companheiros.


ㅡ Você está falando sério?! ㅡ o grupo gritou.


ㅡ Hoho! Parece que achamos uma fonte de nugget! ㅡ O líder exclamou. ㅡ Como eu esperava de você, "Big-J". Seu cérebro nunca falha conosco!


ㅡ Isso não seria possível sem você, irmão. ㅡ Big-J coçou a cabeça e fechou os olhos, mostrando que estava feliz.


Lillie estava deitada no chão, sentindo-se impotente... o professor havia lhe dado uma missão tão importante e ela estava permitindo que tudo fosse roubado, o dinheiro de Kukui seria desperdiçado, tudo graças a ela. Ele cuidou dela, não importa quem ela era, a alimentou e deu um lar, e ela pagou a ele dessa maneira, lágrimas começaram a derramar de seus olhos. Ela tinha que fazer alguma coisa, embora isso lhe custasse a vida, ela não podia permitir que continuassem comemorando.


 ㅡ Muito obrigado pelos milhões, minha querida, eles vão nos ajudar muito, muito, a espera valeu a pena. ㅡ A garota do Team Skull se ajoelhou para corresponder à vítima e começou a rir na frente dela, aumentando a zombaria dos outros dois membros.


Risos começaram entrar na cabeça da garota. As risadas continuaram, enquanto a chuva começou a cair. Estava na hora de fazer algo por conta própria.


Lillie se ajoelhou como pôde com o corpo espancado e olhou para cima, para surpresa da Skull não havia apenas medo e lágrimas nela, havia também ódio, um ódio incrível. Fazendo o movimento mais rápido possível, ela pegou o repelente que estava próximo dela e pulverizou uma grande quantidade no anfíbio, fazendo com que ele pulasse do ombro da garota, consecutivamente e sem dar tempo de resposta, pulverizou a mulher do Team Skull em seus olhos fazendo com que ela soltasse um grande grito de dor, levantou-se em um instante e arrebatou a bolsa e a maleta das mãos do gordo, para depois atacar o líder do trio com seu pequeno corpo, esmagando-o contra a parede da passagem e começou a correr com adrenalina nas veias.


ㅡ Maldita puta! ㅡ O irmão estava bravo. ㅡ Salandit, use Ember!


Salandit obedeceu ao treinador e jogou uma bola de fogo da boca em direção a Lillie, que correu o mais rápido possível para a saída, graças à chuva que agora caía fortemente, o ataque do Pokémon perdeu força, mas isso não significava que desapareceu por completo. Sentindo-se como se algo muito quente tivesse atingido sua perna, a garota caiu no chão manchando o vestido e raspando o corpo durante o processo, enquanto a maleta e o chapéu caíram no chão a poucos metros dela. Ela tentou se levantar novamente, mas sua perna não estava mais respondendo, a dor da queimadura era grande, ela liberou um ligeiro grito.


ㅡ Salandit, Flamethrower. ㅡ O de cabelos azuis ordenou.


Usando toda a força que lhe restava, Lillie se virou no chão,  escondendo-se em uma das duas árvores na passagem, evitando o ataque por pouco.


ㅡ Você devia seguir as instruções... Todos aqueles que se opõem ao Team Skull morrerão! Você será uma amostra para Alola. ㅡ disse o de cabelos azuis. ㅡ  Flamethrower novamente!


O ataque de fogo atingiu a árvore, por causa da chuva, seu poder era menor, mas forte o suficiente para queimar a árvore. Sentindo o calor abrasador atrás dela, Lillie se arrastou o mais longe possível da árvore e tentou se levantar novamente, obtendo um resultado inútil.


ㅡ Garbodor / Salandit, Sludge Bomb / Flamethower.  ㅡ membros do Team Skull ordenaram ao mesmo tempo, vendo que a garota não tinha onde se esconder.


Um grande ataque de cor púrpura e fogo estava indo em alta velocidade em direção a Lillie, foi nesse momento que o tempo parou. Devido ao tamanho do projétil, à força dos movimentos e à combinação deles, a loira concluiu que seu corpo não resistiria. Ela não queria morrer, ainda havia muitas coisas a fazer, tornar-se uma pesquisadora famosa; ter um parceiro; família; viajar pelo mundo; descobrir novos Pokémon... Havia tantas pessoas que ela queria ver... O irmão, o pai, o professor, até sentia falta da mãe. Ela não queria morrer, mas se o fizesse pelo menos sairia feliz, afinal passou um ano incrível ao lado de Kukui e lutou por si mesma. O ataque estava a poucos metros de Lillie. Era uma pena não poder continuar vivendo.


THUNDER! 


As nuvens de chuva se abriram para dar lugar a um enorme raio elétrico que afetou diretamente o ataque combinado do Team Skull, destruindo-o completamente e, surpreendentemente, quebrando o chão, deixando todos os presentes com a boca aberta, exceto a garota do Team Skull, que ainda estava cega. Um milagre?


VOLT TACKLE! 


Foi então que um brilho amarelo veio de trás de Lillie, atingindo o Pokémon inimigo com grande força e velocidade, derrotando Salandit no processo e ferindo seriamente Garbodor. Uma pessoa estava ao lado da loira firmemente, atraindo seu olhar.


ㅡ Salandit! ㅡ O anfíbio voou pelo menos trinta metros na direção oposta.


ㅡ Está tudo bem agora... eu estou aqui! ㅡ  Ash disse poderosamente.


Lillie estava atordoada, seus lindos olhos verdes com traços de lágrimas continuavam vendo o homem que salvara sua vida, o homem que ela ajudara.


ㅡ Maldito seja! De onde diabos você veio?! Não importa! Você pagará por interferir com o Team Skull, seu bastardo! ㅡ Gritou Big-J com raiva. ㅡ Garbodor, Dark Pulse!


Um raio roxo escuro foi disparado do braço fraco de Garbodor, seu alvo era o roedor cercado pela eletricidade gerada pelo uso do Volt Tackle.


Electroball! ㅡ Ash ordenou, ele ia espancar aqueles ladrões.


ㅡ Pika... chu... pi! 


A eletricidade que circundava Pikachu se concentrou em sua cauda, ​​moldando-a para formar uma circunferência perfeita de alta tensão e depois jogando-a contra a pilha de lixo. Uma batalha de poder começou o Dark Pulse contra o ElectroballO movimento do tipo elétrico começou a ganhar campo rapidamente.


ㅡ VAMOS GARBODOR! 

THUNDER!


Os Pokémon que se enfrentavam, aumentavam o poder de seus movimentos, obtendo um Electroball ainda maior ao receber diretamente a eletricidade do Thunder produzido recentemente por Pikachu, enquanto Garbodor fazia um esforço sobrenatural para acompanhar.
O outro Skull e Lillie assistiram a batalha sem poder fazer nada; se eles entrassem no meio do campo de batalha, certamente acabariam mortos.
O duelo de ataques durou apenas mais alguns segundos até o Dark Pulse desaparecer completamente, deixando o Electroball e Thunder atingir Garbodor diretamente.


ㅡ Impossível ... GARBODOR!


O Pokémon do tipo veneno caiu no chão como um saco de batatas, completamente enfraquecido e queimado.


ㅡ Estou farto de toda essa merda! ㅡ O Big-J gritou, enquanto corria para Ash com a navalha na mão.


No momento em que o membro do Team Skull jogou a primeira faca contra o Ash, ele se esquivou sem maiores dificuldades ao se abaixar, ele parou o braço do oponente ainda no ar com a mão esquerda e com a direita fez um gancho no queixo do agressor, fazendo-o voar alguns metros e nocauteando-o quase instantaneamente.


ㅡ A autodefesa é bastante útil, você devia aprender...


O olhar de Ash foi para Big-J, era um olhar sério, sem brilho, como se estivesse vazio, que o tornava mais assustador. O suor começou a escorrer pelo rosto do último membro do Team Skull em pé.


ㅡ Ei, ei...  ㅡ Ele gritou desesperadamente ao ver o treinador indo em sua direção em um ritmo lento.  ㅡ Eu não sou pago por fazer essa porcaria!


Então, o gordo devolveu seu Pokémon a sua Pokébola e carregou no ombro seu líder inconsciente e seu companheiro cego em outro.


ㅡ Vamos nos vingar, você verá ...


 ㅡ O que está acontecendo aqui?!


A luz de uma lanterna foi vista no nevoeiro, a polícia... O barulho da batalha Pokémon os alertou antes, muito tarde a propósito. O recruta do Team Skull correu na direção do policial e o derrubou aplicando uma tacada poderosa e depois fugiu entre a densidade da fumaça do movimento de seu Pokémon.


ㅡ  Team Skull! ㅡ Ele gritou, enquanto estava no chão. ㅡ Atenção, eu peço reforços, a gangue Skull está na área. ㅡ Ele avisou através do rádio em seu ombro.


O policial reintegrou-se rapidamente e correu atrás do bandido, ignorando completamente Ash e Lillie.


A garota ficou chocada, o que diabos estava acontecendo? Ela se salvou por um milagre e ainda não conseguiu reagir, ela nem sabia o que pensar até que algo a tirou de seu transe, um sentimento quente, um abraço. O  Ash estava ajoelhado abraçando Lillie, um completo estranho, sob a forte chuva, enquanto Pikachu e os Pokémon na área observavam.


ㅡ Você foi muito corajosa... ㅡ  o treinador disse em um sussurro.


Essas palavras fizeram a loira dar a mínima para que Ash fosse um estranho, colocou as mãos nas costas do garoto e o abraçou com força, ela começou a chorar com um grande sentimento. Que dia complicado ela teve.


Notas Finais


Eis o segundo capítulo.
O próxima vai demorar para sair, espero que demore pouco tempo, rs.
Comente o que acharam do capítulo, críticas positivas e construtivas são bem-vindas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...