História Pokémon Ascension: Kanto Arc - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Blaine, Blue, Brock, Bruno, Delia Ketchum, Erika, Forrest, Gary Carvalho, Giovanni, Grace (mãe de Serena), James, Janine, Jessie, Koga, Lance, Leaf (Green), Lorelei, Lt. Surge, Miette, Misty, Personagens Originais, Professor Oak, Red, Sabrina (Natsume), Serena, Tracey Sketchit
Tags 3° Geração, Futuro, Kanto, Pokémon
Visualizações 18
Palavras 4.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Chegando ao Monte Lua, nosso heróis conheceram Müller, um cientista que estava a averiguar os problemas com luzes não orgânicas na caverna, se deparando com a Equipe Skull, que mais uma vez, conseguiu tirar Aaron do sério.

Capítulo 10 - IX - Problemas no Mt. Moon, Parte 2


- Como… eles… conseguem… ser… tão...tão… - Grunhia Aaron em raiva. contudo logo fora possível passos apressados atrás de si, onde, repentinamente olhando para a direção, via seu fiel parceiro tatu, acompanhado de seus amigos e Müller, além das pokémon fadas. - Sandshrew, pessoal!

 

- Sandshrew saiu correndo repentinamente, decidimos averiguar o que foi, e ele nos trouxe até você… - Explicou Kai, arfando pela corrida.

 

- Mas o que diabos está acontecendo? - Indagou Mirai, vendo em seguida a cena a qual o Ketchum observava, antes de se aproximarem.

 

- Isso é… - Iria falar Hina, contudo, assim como a Kalosiana, pelo terror da cena, lágrimas foram possíveis de serem vistas de ambas, assim como nas de Clefairy e das Cleffa, enquanto os rapazes, olhavam com fúria.

 

- Desculpe, mas não posso deixar isso prosseguir… - Falou Aaron, levantando-se. - Sandshrew, Icy Wind… Pidgey e Butterfree, Gust!

 

- Saaaaaaaaaand!/Pidgeeeeeeeeee!/Freeeeeeeeeeee! - Logo, os três Pokémon do Kantoniano, executaram efetivamente seus golpes na direção da caverna onde trabalhavam os Skull, chamando a atenção de toda a equipe, que não deixou de olhar furiosamente para o jovem que se mostrava destemido.

 

- Não vamos ficar por fora, Machop, ajude-nos! - Exclamou Kai, se juntando ao amigo, liberando logo o pokémon lutador. - Machop, Rock Throw, Drowzee, Confusion

 

- Vamos também, Nidoran use Poison Sting, Fennekin, Ember, e Paras, Stun Spore – Ordenou Mirai, se juntando a batalha.

 

- Não vou ficar de fora! - Afirmou Hina. - Meowth, Swift e Popplio, Water Gun

 

- Chooop!/Droooow!

 

- Nido, Nido!/Feeeeeen!/Paraaaaaaaaaaaaas!

 

- Meoooooooooowth!/Poppliiiiiiiiiiiiiiiiiiio!

 

- Mas que droga de pirralhos metidos a heróis? Vamos atacar, Salandit, Ember! - Ordenou a única mulher no recinto.

 

- Ataquem! - Exclamaram todos os homens, liberando seus pokémon das pokébolas, que consistiam em diversos Rattata, Zubat, Ekans e Koffing.

 

- São muitos, não conseguiremos dar conta de todos! - Afirmou Müller apavorado.

 

- Vamos ajudar esses pokémon, eles não são escravos! - Determinou Aaron enfurecido. - Butterfree, se junte a Drowzee e Fennekin! Pidgey e Sandshrew, unam seus ataques e façam esses abortos, pagarem por tudo o que já podem ter feito a outros pokémon!

 

- Nunca vi o Aaron tão furioso… - Balbuciou Hina, quase que em sussurro, contudo o olhar da rosada, voltou logo para Clefairy, que observava admirada como aqueles humanos lutavam para defender seu lar. - Clefairy, quer se juntar a nós?

 

- Clefairy? - Indagou a fada, apontando para si própria, enquanto recebia um aceno positivo da Waterflower. - Fairy!

 

- Então vamos lá, Clefairy, use Disarming Voice! - Mandou Hina, e com obediência, a pokémon fada logo liberou seu canto estridente, que era ainda mais potente que o da sua Popplio, o que fez com que os pokémon dos inimigos, agissem com o mesmo efeito de um Screech, o que afetou principalmente as Ekans e os Koffing, que por não terem membros, não haviam como se protegerem do urro. - Amazing!

 

- Aproveitem a distração! Butterfree, Confusion neles! - Mandou Aaron.

 

- Confusion ,Drowzee – Prosseguiu Kai.

 

- Use seu Psybeam, Fennekin! - Finalizou Mirai, onde logo os três Pokémon, liberaram seus ataque psíquicos, conseguindo nocautear todos os venenosos, com exceção dos Rattata e da Salandit que não demoraram para continuar a avançar.

 

- Cuidem deles, eu vou salvar aquele Squirtle! - Falou Aaron, correndo acompanhado de Sandshrew na direção da jaula elétrica, contudo, logo fora interrompido pela mulher.

 

- Por aqui, você não passa, eu mesma vou mostrar como pirralhos intrometidos como vocês, devem ser colocados no cantinho da vergonha! - Exclamou a Mulher, se posicionando para a batalha, acompanhada de sua Salandit, o que fez Aaron, assim como as garotas, lembrarem-se das Pokédex para escanear a pokémon, e também os outros que ali estavam, algo que incomodou principalmente a mulher inimiga.

 

- Salandit – O Pokémon Lagarto Tóxico, Queima seus fluidos corporais para criar um gás venenoso. Quando seus inimigos se desorientam por inalar o gás, ele os ataca. Vulcões ou lugares secos e rochosos são o seu lar. Ele emana um gás venenoso de cheiro doce que atrai pokémon insetos, e então os ataca.

 

- Koffing – O Pokémon Gás Venenoso, Este pokémon consegue liberar gases explosivos. O seu gás venenoso é mais leve que o ar, o que mantém esses pokémon flutuando. Seu gás é ainda mais tóxico em ambientes quentes.

 

- Machoke – O Pokémon Super Poder, O Poder ilimitado de Machoke é muito perigoso, por isso usa um cinto que suprime a sua energia. Usando esse poder, ele ajuda as pessoas com trabalhos pesados. Ele é muito procurado por pedreiros e engenheiros.

 

- Squirtle – O Pokémon Mini Tartaruga, Quando nasce, seu casco é mole, mas logo endurece. Cutucando com o dedo fará pedaços de seu casco saltar. Ele entra dentro do casco quando se sente ameaçado.

 

- Somos uma piada para vocês? - Indagou a Mulher furiosa. - Salandit, vamos mostrar para eles quem é a piada aqui, use Ember!

 

- Slaaaandit! - A pokémon lagarto de fogo logo liberou a sua esfera incendiante, movimento qual fora rapidamente interceptado por um vento gélido, que ocasionou no levantamento de uma cortina de fumaça.

 

- Certo Sandshrew, afaste a fumaça com Rapid Spin e use seu Swift – Mandou Aaron, onde rapidamente Sandshrew iniciou seu giro veloz, o que dissipou a fumaça, conseguindo ainda atingir Salandit, onde logo o tatu liberou sua chuva de estrelas cadentes, que arremessou o réptil para os pés da treinadora.

 

- Levante-se seu lagarto inútil, ataque esse tatu imundo com outro Ember – Rosnou a Mulher.

 

- Sejamos mais rápidos Sandshrew, congele-as com Icy Wind – debochou Aaron empolgado, onde rapidamente o tatu liberou o seu vento gélido, envolvendo consequentemente a dupla vilã, congelando-a, assim como fez com o trio anteriormente.

 

Rapidamente, Aaron correu até a direção da gaiola onde sofria Squirtle, que continuava a chorar de dor, contudo, arrebentando-a com um auxílio de mais um Icy Wind de Sandshrew, brevemente a tartaruga já estava nos braços do Ketchum que a afagava para tentar acalmá-la. Não demorou para que logo com o Hypnosis do Drowzee, todos os Skull estivessem no mais pesado sonho, o que alimentou fortemente o pokémon anta, que se deleitava com cada recruta, no mesmo momento, Kai e Müller ajudavam os Machoke e Machop a de libertarem das vestes de comando.

 

- Tenho pena do Squirtle, ele parece ainda ser um bebê, já deve ter sofrido um bocado nas mãos dessa equipe Skull… - Falou Hina, se aproximando com Mirai, e suas pokémon, além das fadas, na direção de Aaron, que assim como seus pokémon, afagavam Squirtle, que insistiam em chorar e soluçar.

 

- Vou cuidar do Squirtle, não tenho noção nenhuma do que ele passou nas mãos daquela mulher, mas eu não gostei do que eu vi brevemente, então eu vou protegê-lo com todas as minhas forças… - Determinou Aaron. - Kai, será que o Drowzee poderia utilizar um Hypnosis no Squirtle? Talvez com um cochilo, ele consiga melhorar…

 

- NÃO! - Berrou Müller ao escutar a conversa. - Isso poderia piorar as coisas, Squirtle foi atacado e machucado severamente, e o Hypnosis não deixa de ser um ataque, isso poderia piorar as coisas, e quando ele acordasse, choraria ainda mais.

 

- Pior que isso faz muito sentido. - Concordou Mirai.

 

- Muito bem então… - Suspirou Aaron – Eu vou voltar para o CP e ver o que a Enfermeira Joy me diz sobre o Squirtle, vocês irão em busca do Núcleo desses problemas, e ajudar Clefairy e Cleffa a reencontrarem sua moradia...

 

- Eu vou com você… - Falaria Hina, mas logo fora interrompida pelo Ketchum.

 

- Não, Clefairy confia plenamente em você, se tem alguém que dever seguir, é você… E eu sei me cuidar, tenho boas companhias… - Explicou Aaron, enquanto finalizava sua frase apontando para seu trio de pokémon.

 

- Certo então! Vamos nos separar! - Exclamou Müller – Vou ligar para a Oficial Jenny, acho que as garotas conseguem se virar sozinhas não?

 

- Concordo plenamente. - Riu Kai. - Confiamos isso a vocês, assim que a oficial chegar, iremos atrás de vossas senhorias.

 

- Não seja tão formal, e sabemos que somos mais fortes que vocês três juntos, vamos Hina, temos uma missão a finalizar… - Falou Mirai, acordando Hina do transe, o qual chamava-se “Aaron partindo”.

 

- Certo… - Balbuciou a Rosada, sendo logo agarrada pelo braço, pela Kalosiana, sendo seguidas logo após, pelos pokémon das mesmas, e do sexteto fada.

 

- - -

 

Seguindo pelo mesmo caminho o qual viera, Aaron não demorou para retornar á saída da caverna, todavia, no percurso o qual realizara, passou todo o tempo afagando e conversando com Squirtle, que conseguira se acalmar um pouco, criando uma certa afeição, especialmente com Sandshrew, que não largou o ombro do treinador momento algum, enquanto Pidgey e Butterfree observavam tudo, sempre em guarda.

 

Assim que chegaram no CP, não demorou para que a própria enfermeira Joy, percebesse a gravidade da situação, surgindo logo com uma maca, acompanhada sempre de Chansey, o que rapidamente, ocasionou na levada de Squirtle para a sala de emergência, onde, todo o tempo, Aaron, acompanhado de seus pokémon, observavam todo o tratamento para com Squirtle.

 

- Espero que o Squirtle fique bem… - pensou Aaron, preocupado.

 

- - -

 

Tendo conseguido, seguir o caminho, sem nenhum outro transtorno, Clefairy fora quem guiou a dupla de coordenadoras, pela caverna, passado uma colossal quantidade de túneis, chegou a um dado momento em que fora necessário uma tocha, que fora acessa por Fennekin.

 

- Acho que agora estamos no caminho certo… - Falou Mirai

 

- Sim, pensando bem, este é o único local sem iluminação artificial, isso quer dizer, sem presença dos Skull, ou seja, eles ainda não alcançaram o local por trás dos túneis… - Calculou Hina.

 

- Cleffa! - Balbuciaram as Cleffa, apontando para a frente, onde já podia se ver uma fonte de luz.

 

- Clefairy, Fairyclefairy. - Grunhiu Clefairy, falando especificamente com a Kantoniana.

 

- Então, aqui é a casa de vocês… - Sorriu Hina, onde em seguida, alcançou outra grande caverna, a qual tinha o teto aberto para o céu, o qual demonstrava o horário noturno, além de possuir uma grande rocha escura e reluzente, que se pareciam com as rochas que as pokémon fadas carregavam até então, todavia logo um raio rosado específico fora lançado contra as garotas, todavia um escudo de energia esverdeada protegeu-as.

 

- Isso foi um Moonblast! - Exclamou Mirai.

 

- Fable, Clefable! - Balbuciou uma pokémon similar a Clefairy, contudo maior e com um formato de asas diferente, o qual, rapidamente, fora escaneado pelas garotas.

 

- Clefable – O Pokémon Fada, É a forma evoluída da Clefairy. Um Pokémon muito tímido, foge sempre que percebe ser observado. Possui uma audição bem aguçada. Ele realiza leves saltos para se locomover, permitindo-o passear sobre lagos em noites de lunar.]

 

- Então essa é uma Clefable, é magnífica, fabulosa! - Exclamou Mirai com os olhos brilhando.

 

- Clefable, Fable, Clefableclefa. - Urrou Clefable, parecendo discutir com Clefairy, especificamente.

 

- Fairy, Clefairyfairy – Rebateu Clefairy, que conseguiu tirar um olhar duvidoso da sua evolução, que flutuando do topo da rocha, se posicionou na frente das duas garotas, com as menores fadas observando atentamente.

 

- O-olá, s-senhorita C-Clefable… - Gemeu Mirai.

 

- Desculpe por invadir sua casa Sra. Clefable, mas viemos trazer Clefairy e as Cleffa de volta para casa, não é seguro que elas perambulem pela caverna, se você se sentir mais segura, iremos embora agora… - Falou Hina. - Desculpem-nos o incômodo…

 

- Clefairy! - Urrou Clefairy, impedindo a jovem Kantoniana, que já havia dado de costas para ir embora. - Fairy, Clefairy, fairy!

 

- Fable… - Brigou Clefable, movimentando seu dedo em sinal de negação, o que fez com que as duas jovens, dessem novamente de costas. - Clefable, fable…

 

- Olha só, quem estão aqui, e sem o pirralho principal… - Falou uma voz feminina já conhecida, era Kasa.

 

- Isso quer dizer, que o problema se reduziu em no mínimo 75% - Racionalizou Arley.

 

- E vocês nos trouxeram diretamente para a Pedra da Lua, como vocês são patinhos ingênuos… - Debochou Meowth.

 

- Equipe Skull… - Falaram Mirai e Hina em uníssono, posicionadas para o ataque, já com seus pokémon, a postos.

 

- Vamos poupar tempo, vamos levar essa Colossal pedra da Lua embora, e ainda por cima, levar seus pokémon para o nosso chefe, isso não é brilhante? - Sorriu Kasa, já posicionada com seu Rattata.

 

- Agora, vocês podem se render, ou o tratamento será mais rígido! - Ponderou Arley.

 

- Acho que lutar contra três bobocas como vocês não é tão problemático assim, o Aaron derrotou vocês dois sozinhos, e isso pode-se considerar uma vergonha… o chefe de vocês sabem sobre isso? - Retrucou Mirai, com um sorriso vitorioso.

 

- Daqui ninguém vai levar nada… Prometi a Clefairy que a protegeria, e farei isso… assim como o lar e a família dela! - Falou Hina, olhando seriamente para o trio. - Popplio, Disarming Voice! Meowth, Swift!

 

- Pliooooooooooooo!/Meoooooooooooooowth! - As pokémon felina e aquática, logo liberaram seus ataques, que consistiu em uma rígida Melodia mística, e uma chuva de estrelas cadentes que atingiu em cheio, especificamente, o rato negro.

 

- Não vai ficar assim, Trubbish, Sludge neles! - Ordenou Arley, onde seu pokémon saco de lixo, logo liberou sua bola de lodo.

 

- Fennekin, Ember! - Mandou Mirai, com logo a pokémon raposa, lançando uma bola de fogo no lodo, explodindo-o. - Paras, vamos de Fury Cutter! Nidoran, Double Kick

 

- Paraaaaaaaaaaaaaaaaaasssssssss!/Nidooooooooooooo! - Paras logo avançou com sua pata brilhando em vermelho, enquanto Nidoran, com suas traseiras emitindo um brilho branco, atingindo Trubbish e Nidoran respectivamente

 

- Se recomponham, já! - Exclamou Kasa, agressivamente.

 

- CLEFAAAAAAIRYYYYY! - Clefairy, quando percebeu que os pokémon inimigos iriam atacar novamente, jogou-se na frente da dupla de garotas e começou a cantar uma melodia mística com seu Disarming Voice – Fairy, Clefairyfairy!

 

- Você quer lutar conosco Clefairy? - indagou Hina, recebendo um aceno positivo da pokémon fada, todavia logo o quinteto de Cleffa se junto a irmã mais velha, emitindo logo um brilho branco azulado ao mesmo tempo. - As Cleffa estão…

 

- Evoluindo! - Exclamou Mirai, também surpresa, enquanto rapidamente a evolução se encerrou, revelando mais Clefairy, que formavam um Sexteto.

 

- Fable… - Suspirou Clefable surpresa, por ver suas filhas evoluindo em prol das Humanas.

 

- Fairy… - As seis Clefairy logo começaram a cantar e saltitar ao redor dos vilões, ao mesmo tempo em que suas asas brilhavam e todas começavam a flutuar. - Clefaaaaaaaaaaaaairy! - Uma colossal lua se formou acima das Clefairy, de onde saiu um potente raio rosado diretamente nos vilões, explodindo o solo abaixo dos mesmos, fazendo-os voar pelo buraco no teto.

 

- Nossas cabeças serão dissipadas… - Chorou Arley.

 

- Vocês são uns inúteis, não fazem nada direito! - Reclamou Meowth.

 

- O que importa é que agora… - Falou Kasa.

 

- A Equipe Skull está decolando de novo…!/Biiiish!/Rattaaaataaaa! - Gritou o trio, em uníssono com seus pokémon, enquanto sumiam no céu.

 

- Vocês foram incríveis! - Falou as duas garotas em uníssono, enquanto as Clefairy pousavam na frente das mesmas, e de Clefable, que se aproximou sorrateiramente da Humana.

 

- Obrigada por nos ajudar Clefairy… - Falou Hina, se ajoelhando em frente a Clefairy que mantinha-se mais afastada, aquela que não evoluiu. - É a segunda vez hoje, você é incrível…

 

- Fairy… - Balbuciou Clefairy, olhando feliz para a rosada. - Clefairyfairy, Clefairy!

 

- Foi ótimo, ter a capacidade de tê-la conhecido… Jamais me esquecerei de você… - Falou Hina, com os olhos marejados, a garota sabia que não poderia pedir para a pokémon acompanhá-la, não queria separá-la da família, nem de seu lar, apesar da afeição que haviam criado. - Temos que voltar agora, nossos amigos devem estar no Centro Pokémon com o Squirtle… Mirai?

 

- Tudo bem, desculpem-nos o incomodo… - Falou a morena, enquanto retirava as recém evoluídas Clefairy de cima de si, e de seus pokémon. - Até mais…

 

- Fairy!/Fable! - Despediram-se as pokémon fada, com exceção da primeira Clefairy, que continuava afastada, e encarava as costas das duas garotas, com um olhar de dúvida…

 

- Clefable? - Indagou a Clefable, se aproximando da filha.

 

- Clefairy… Fairyfairy, Clefairy… - Respondeu a Clefairy, encarando o céu noturno assim como a lua.

 

- Clefable… Clefablefable! Fable, Clefable! - Retrucou a Clefable, aparentando inconformação, e relutância, contudo, suspirando no final da frase. - Clefable…

 

- Fairy? Clefairyfairy! - Urrou Clefairy, com os olhos brilhando, logo abraçando a mãe, e rapidamente se juntando com as irmãs recém evoluídas.

 

- Fable… - suspirou Clefable, com um sorriso entristecido.

 

- - -

 

Retornando ao CP, Kai estava com Müller em frente a porta que dava para o corredor onde estava Aaron e seus pokémon, que observavam atentamente a porta da sala de cirurgia, e não demorou para que as duas garotas, retornassem ao local e explicasse ao companheiro e o cientista, sobre tudo o que aconteceu na caverna.

 

A noite passou devagar para o grupo de treinadores, que não conseguiram pregar veemente os olhos, Aaron passou toda a noite, em frente a sala onde Squirtle repousava serenamente, enquanto as garotas, assim como Kai, haviam alugado um quarto para dormirem tranquilos, mesmo que a cada hora, algum deles acordava para observar o estado do Ketchum, Müller havia decidido passar a noite dentro do Monte Lua, para auxiliar alguns engenheiros contratados pelo prefeito da cidade de Pewter, na missão de remover as luzes, adicionadas a montanha, pela equipe Skull, que teve todos os recrutas encontrados pela caverna, presos pela Oficial Jenny da cidade.

Assim que amanheceu, o aviso luminoso da sala de repouso se apagou, alarmando a Aaron, que Squirtle havia enfim acordado, e com a permissão da enfermeira Joy, ele adentrou a sala para conversar um pouco com Squirtle, enquanto Sandshrew, Butterfree e Pidgey que haviam trocado turnos para ficarem acordados com o treinador, foram levados por Chansey para uma sala de repouso única para pokémon, para que tivessem tempo para dormir um pouco.

 

- Bom dia, Squirtle… - Falou Aaron, sentando na poltrona ao lado de Squirtle, que o encarou temerosamente. - Desculpe, não quero incomodá-lo nem assustá-lo… Quero ser seu amigo, e saber se está bem, desculpe por tudo o que aqueles embustes da equipe Skull fizeram a você…

 

- Squirt… - Balbuciou Squirtle, se aproximando de Aaron, vendo que no olhar do jovem, não haviam mentiras. - Squirtle, Squirtle…

 

- Squirtle… - Balbuciou Aaron, ao sentir um mínimo abraço do Pokémon Tartaruga em seu pescoço, ao mesmo que logo sentiu uma umidade em suas roupas, percebendo logo que Squirtle estava a chorar, todavia, silenciosamente. - O que houve? Por que está chorando?

 

- Squirtle… - Sussurrou Squirtle, como se agradecesse o jovem por tudo o que nesse breve período de tempo, fez por ele, mesmo sabendo que ele não poderia dar nada em troca.

 

- De… nada? - Respondeu Aaron, retribuindo um abraço na pequena tartaruguinha. Mesmo sem saber que do lado de fora, eram observados por Hina, Mirai e uma Joy que tinham olhos emocionados com a cena, e um Kai sorridente.

 

- - -

 

Devido à madrugada exaustiva, Aaron acabou por dormir no sofá da sala onde Squirtle estava “hospedado” no local, com a própria tartaruga em seu colo, cochilando com o mesmo.

Assim que o Ketchum acordou, decidiu apresentar Squirtle aos seus amigos, enquanto os mesmos haviam decidido ficar para ajudar na remoção das últimas luzes da montanha, deixando apenas Aaron, e seus pokémon, com Squirtle pelo resto da tarde, para que descansassem adequadamente, tendo tido um consenso de que partiriam novamente, apenas no dia seguinte, após o café da manhã.

 

- - -

 

Tendo passado outro dia, como o prometido, o grupo após o café da manhã, já se localizavam prontos em frente ao CP, enquanto Joy se despedia dos mesmos na porta, segurando Squirtle em seus braços.

 

- Espero que cuide bem do Squirtle enfermeira, eu tenho certeza de que ele será um grande pokémon… - Falou Aaron, acariciando a cabeça da pequena tartaruga.

 

- Acho que não é isso que o Squirtle deseja Aaron… - Falou Joy, surpreendendo o grupo.

 

- Como assim?/Sand? - Indagaram Mirai e Sandshrew.

 

- Acredito que Squirtle só confia em você para torná-lo um grande pokémon… Por isso, eu que peço, Aaron, cuide bem do Squirtle por mim, tudo bem? - Respondeu a Enfermeira.

 

- É isso mesmo que você quer… Squirtle? - Indagou Aaron.

 

- Squirtle, Squirtle! - Assentiu Squirtle, pulando rapidamente nos braços do Ketchum, abraçando-o.

 

- Parece que você tem um novo pokémon, Aaron… - Riu Hina, emocionada com a cena.

 

- Acho que não… - Respondeu Aaron. - Para isso, Squirtle deveria ter uma pokébola, mas eu não vou capturá-lo…

 

- Quê? - Surpreendeu-se Kai.

 

- Acho que Squirtle ainda não está pronto para ser um pokémon de treinador, ele precisa de mais amor e cuidados… Somente irei capturá-lo, quando ele decidir isso… - Respondeu Aaron, surpreendendo a todos, que riram de canto de boca, com as falas do moreno.

 

- Tenho certeza, agora mais do que nunca, que Squirtle está em boas mãos… - Riu Joy.

 

- Acho que então, agora podemos ir… - Falou Mirai, se virando. - Obrigada por tudo Enfermeira Joy!

 

O grupo, logo se despediu da enfermeira finalmente e partiu em direção a entrada do Monte Lua, onde Mirai os liderava dessa vez, contudo antes mesmo de conseguir adentrar ao local, fora derrubada por uma figura já conhecida pelo grupo.

 

- Müller! - Exclamaram Hina e Aaron.

 

- Mestre? - Indagou Kai, ao ver que Forrest acompanhava o cientista.

 

- Olá pessoal! - Falou Müller, se erguendo de modo extravagante, enquanto Forrest ajudava Mirai a também se levantar. - Eram vocês mesmo que procurávamos…

 

- Mas por quê? - Perguntou Hina curiosa.

 

- Digamos, que uma certa Clefable, decidiu mandar lembranças indiretamente… - Respondeu Forrest, surpreendendo Hina e Mirai principalmente. - Enquanto retirávamos as luzes, encontramos um grupo de Clefable e seis Clefairy, onde a Clefable nos entregou isso…

 

Forrest logo estendeu para o grupo uma grande caixa, diretamente para Hina, que ao abrir surpreendeu-se com uma pokémon fada já conhecida.

 

- Clefairy! - Exclamou a rosada, sendo abraçada pela pokémon. - Mas o que está fazendo aqui?

 

- Fairy! - Respondeu Clefairy, em um balbuciar, o que surpreendentemente, fora entendido por Aaron.

 

- Ela disse que não quer ficar na caverna, ela confia em você e quer acompanhá-la em sua jornada… - Falou Aaron.

 

- E como você sabe disso? - Perguntou Mirai.

 

- Sei lá… eu apenas entendi… - Respondeu Aaron, ainda acariciando o Squirtle em seus braços, o que enciumava ligeiramente Sandshrew.

 

- Isso é verdade, Clefairy? - Perguntou a Waterflower, recebendo um aceno positivo da fada. - Muito bem, então vamos lá…

 

- Espere! - Exclamou Aaron, chamando a atenção para si novamente. - Ganhei um presente de minha mãe esses dias, ela falou que meu pai estava em Johto por agora, e falou para eu compartilhar isso com meus amigos… - O Jovem Ketchum logo colocou Squirtle e Sandshrew no chão, e retirou uma caixa retangular da mochila, onde haviam sete tipos diferentes de pokébolas, sendo cinco de cada.

 

- As pokébolas artesanais da Maizie… - Falou Forrest – Bola Lua, Bola Veloz, Bola Isca, Bola Pesada, Bola Amor e Bola Nível, são as pokébolas criadas pela artesã Maizie de Azalea em Johto, são excelentes tipos de pokébola, e cada uma possui uma função diferente…

 

- E quais seriam? - Indagou Kai, curioso, já agarrando seu bloco de notas.

 

- Se não me engano, a bola lua serve para capturar pokémon mais misteriosos ou aqueles que evoluem especificamente com a pedra da lua, como Clefairy e Skitty por exemplo… - Explicou Müller – A bola rápida serve para capturar pokémon mais velozes e ardilosos como Ponyta e Patrat!

 

- A Bola Isca é uma pokébola específica para pokémon aquáticos, e a sua taxa de captura aumenta quando ele foi pescado... - Continuou Forrest. - A Bola pesada, como o próprio nome já diz, serve para capturar pokémon mais pesados como Snorlax…

 

- A Bola Amor serve para capturar pokémon de gênero diferentes do seu, por exemplo, você utiliza um Macho, e encontra uma fêmea, a taxa de captura da mesma será mais alta! - Explicou o cientista, novamente. - Já a bola nível serve para capturar pokémon que sejam de nível mais baixos que o seu, quanto mais baixo, maior a taxa de captura…

 

- E por fim, a bola amizade quando utilizada, automaticamente aumenta a taxa de amizade entre pokémon e treinador, mesmo com o pouco tempo de convivência entre os mesmos… - Finalizou Forrest – E mesmo assim, existem outros tipo de pokébola, mais tecnológicas, como as que são fabricadas em Hoenn e em Kalos!

 

- Eu sabia que existiam diferentes tipos de pokémon, mas não de pokébolas… isso é fabuloso! Mas então… - Falou Hina.

 

- Uma para cada um! - Exclamou Aaron sorridente, entregando uma esfera de cada tipo para cada um de seus três amigos, ficando com duas de cada para si. - Ganhei antes de vir para Kanto, e acho que a bola lua é uma boa para a Clefairy…

 

- Então certo, Bola Lua vai! - Exclamou Hina, lançando a bola com desenho de lua em Clefairy, que rapidamente foi sugada pela mesma, que mexeu-se apenas uma vez, mostrando que de fato a fada queria ser capturada, apitando e liberando rapidamente algumas fagulhas, confirmando a captura. - Eu capturei uma Clefairy!

 

- Meus parabéns… - Falaram todos presentes.

 

- Mas agora, sim… Clefable de fato deixou um presente para todos vocês… - Falou Müller, entregando uma caixa menor para todos, que não demorou para abrirem, revelando as pequenas pedras que carregavam as Cleffa(Agora Clefairy) anteriormente – São pedras da Lua!

 

- Incrível, temos nossas próprias Pedras da Lua! - Animou-se Mirai.

 

- Agora tenho que deixá-los partir, acredito que pegarão a estrada para Cerulean, não se esqueçam de mandar lembranças para o Tsunami por mim… - Falou Forrest, se afastando com Müller, de volta para Pewter.

 

- Isso quer dizer que… - Aaron iria falar, mas Hina o parou.

 

- Sim, o meu irmão é o novo líder de ginásio… - Suspirou a Waterflower, que sabia que em breve, teria que aturar o mais velho.


Notas Finais


Tudo foi resolvido, onde Kasa, Arley e Meowth foram mandado pelos ares por Hina e Mirai, as heroínas do dia, enquanto os embustes recrutas, foram todos enjaulados.
Aaron conseguiu com toda a sua compaixão, conquistar a confiança de Squirtle, que decidiu se unir ao treinador, mesmo que ainda sendo considerado um pokémon selvagem, enquanto Hina ganhou o dia tendo capturado Clefairy. Agora sim, nossos jovens podem prosseguir para Cerulean, onde o segundo concurso das meninas, e a segunda insígnia de Aaron estão os esperando.



Pokémon dos Personagens:
https://docs.google.com/document/d/16hjNu9NdJJXHzm5BELN1o2TOWlZYbcLJ8Ozd9ao_lhY/edit?usp=sharing


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...