1. Spirit Fanfics >
  2. Pokémon Big Bang >
  3. Que nojo!

História Pokémon Big Bang - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Sejam bem vindos! Para quem quiser ver a representação da Opening, segue o link: https://youtu.be/vvW-3b29EHU
A Opening segue a fase 1 da história, que vai do capítulo 1 ao 18.

Capítulo 10 - Que nojo!


Cruzando a grande ponte Skyarrow, que liga a floresta Pinwheel à grande cidade de Castelia, Pedro e Mary avistam diversos navios indo na direção do cais da cidade. Está anoitecendo, e a ponte é enorme, provavelmente levarão ao menos meia hora para chegar na cidade com o ritmo dos passos que estão dando. 

Mary: Pedro, ouvi falar que nessa cidade tem um cruzeiro muito chique. Quero que me leve nele. 

  Pedro olhou, intrigado com a ordem da menina.

Pedro: Está louca? Não tenho dinheiro para isso...

Mary: Awn... Mas eu vim até Unova para aproveitar tudo!

Pedro: Não. Você veio para Unova à trabalho, para entregar pesquisas de Mega Evolução para a professora.

Mary: Que seja...

  Mary fez uma cara emburrada enquanto disse isso. Logo em seguida apontou para o mar e falou:

Mary: Seguindo por aqui dá para chegar em Hoenn! Dessa direção que eu vim.

Pedro: Então aproveita e volta nadando para l- Ai!

  Antes de terminar a frase o menino sentiu uma dor em seu crânio, devido ao cascudo que a mocinha lhe aplicou. Depois de cruzarem a ponte, finalmente colocaram os pés na grande cidade de Castelia.

Mary: Ah! É tão linda!

Pedro: Deve levar uns 3 dias para explorar tudo, no mínimo...

Mary: Devemos levar, não?

Pedro: Quem está dizendo é você... Só quero derrotar o próximo oponente.

Senhor 1: Ei, vocês são visitantes da cidade?

Mary: Sim senhor, somos!

Senhor 1: Tomem cuidado! Coisas estranhas andam acontecendo aqui! Cuidado com seus narizes!

  Após dizer isso, o senhor se colocou à correr na direção da saída da cidade.

Mary: Que boas vindas mais...

Pedro: ... Bizarra...

  Perto da saída da cidade, Mary observava uma bela fonte no meio da praça Castel enquanto Pedro buscava um lugar para passarem à noite. Pedro encontrou um hotel com preço em conta, o único problema era um sujeito que ficava no salão de recepção mostrando para todos uma foto de um Zorua e contando histórias sobre esse Pokémon. Ele estava obcecado em ver um ao vivo, mas Pedro achou melhor não mostrar ao sujeito, não sabia que reação ele teria.

Mary: Que quarto lindo! E onde você vai ficar, Pedro?

Pedro: Aqui.

  Mary saltou da cama, logo perguntando:

Mary: Este não é meu quarto?

Pedro: É sim.

  Mary deu um grito de repente:

Mary: Ahhh! Eu não sabia que você era pervertido assim!

Pedro: Tudo nessa cidade é caro, não vou gastar dinheiro com dois quartos.

Mary: Tudo bem... Então, você vai dormir no chão?

Pedro: Eu não! Você vira pra lá e eu pra cá, afinal, quem está pagando sou eu. Se não gostar da ideia o chão está à sua disposição. Boa noite.

  Pedro disse isso enquanto se deitava e se cobria com o lençol. Mary também se deitou, fazendo biquinho:

Mary: Bem delicado você... Tanto faz, só mantenha sua mão longe...

  No fim, Pedro foi jogado para fora da cama e acabou dormindo no chão mesmo. Mary se levantou no meio da noite, estava com sede. Mary se dirigiu até uma geladeira que ficava no corredor do terceiro andar, o mesmo andar de seu quarto, para beber água. Neste hotel, durante o período noturno, os empregados não atendem, então os clientes devem se dirigir à geladeira de seus respectivos andares para tomarem algo. Mary estava sonolenta, abriu a porta da geladeira e encaminhou a mão na direção de uma garrafa, mas um cheiro forte e fedorento invadiu suas narinas, quase a fazendo chorar. 

Mary: Mas o que é isso!?

  Mary cobria o nariz com as duas mãos, quando avistou que havia uma gosma roxa por fora da garrafa de plástico, não somente nela, mas na geladeira toda.

Mary: O que...?

  Uma sombra surgiu na parede e começou à se erguer por cima da sombra de Mary, possuía um formato monstruoso, e ela notou que havia algo atrás dela. Ela se virou e...

Mary: AHHHHH!!

Pedro: O-o que!?

  Pedro se levantou rápido, nem se dando conta que estava no chão. Saiu do quarto e correu na direção do grito, quando avistou Mary sentada no chão, rodeada por uma trilha de gosma roxa que seguia por outro corredor.

Pedro: O que é isso?

Mary: Tinha um monstro aqui! Correu para lá!

  Mary disse apontando para o caminho que a trilha de gosma seguia, claramente assustada.

Pedro: Monstro? Isso não existe. Mas vou conferir assim mesmo...

  Pedro seguiu o corredor até chegar em um banheiro, onde a trilha parava. Não havia sinais de ter fugido pela janela, e como a trilha seguia até o banheiro era improvável que tenha saído pela porta.

Pedro: Seja lá o que for, desapareceu...

  Pedro acalmou Mary e os dois voltaram a dormir. No dia seguinte, ao saírem do hotel por motivos de manutenção interna, notaram que boa parte da cidade estava suja com essa gosma, e que várias pessoas estavam se aglomerando na praça Castel. Pedro e Mary correram para lá, esbarrando nas pessoas que andavam na direção contrária. Quando pararam, viram um sujeito vestido de forma estranha, parecia usar um saco de lixo como capa. Esse homem estava falando algo:

Homem sujo: Castelia será a primeira! A primeira cidade a adotar o meu método de design! A arte através do lixo, kakakaka!

Mary: O que ele está dizendo...?

Homem sujo: Há coisa melhor que esse cheiro? Pois bem, eu, o Homem Esgoto, trará a verdadeira beleza para esta cidade!

Mulher bonita: Acha mesmo que isso é belo? Meu mentor certamente discordaria.

  Uma moça muito bonita surgiu por entre os cidadãos.

Homem Esgoto: Seu mentor era um fracassado! Tanto como líder quanto como  artista!

Mulher bonita: Pois bem, não deixarei que polue a minha cidade! Shroomish, ao ataque com Tackle!

Homem Esgoto: Swalot, engula essa coisinha!

Mary: Ele! Este bicho se parece com o monstro de ontem!

Pedro: Isso explica a gosma roxa... Ah, entendi! Ele fugiu pelos esgotos!

Mulher bonita: Meu Shroomish não aguentará sozinho, e meu Pokémon mais forte não está em condições de lutar agora... Se são treinadores, poderiam me dar uma ajuda, por favor?

Pedro: Claro, batalha é comigo mesmo! Vai Zorua!

Mary: Cutiefly, vai!

Zorumaníaco: É UM ZORUA!!!

Pedro: Meu Deus... Enfim, Zorua, use Extrasensory!

Mary: Cutiefly, Dazzling Geam!

  Swalot ficou extremamente enfraquecido com o Extrasensory, e quase foi derrotado pelo Dazzling Geam.

Homem Esgoto: Droga, vocês me pagam!

  Ao dizer isso, o homem fez um sinal com a mão e seu Swalot soltou muita fumaça pela boca, que quando se dissipou eles não estavam mais ali.

Mulher bonita: Ele fugiu, mas pelo menos o detemos. Muito obrigada, me chamo Sollana, sou a líder do ginásio de Castelia.

Pedro: Vim desafiar você!

Mary: Este é o Pedro, e eu sou Mary.

Sollana: Me perdoe Pedro, mas meu ginásio precisa de uma grande limpeza antes. Por que não passeiam pela cidade antes? Amanhã haverá um grande torneio no cais de Castelia, deveriam dar uma olhada. Quando estiver tudo pronto eu lhe aviso, ok?

  Decepcionado, o menino consentiu com a cabeça. A moça se retirou e os dois decidiram passear pela cidade. Esse tal Homem Esgoto, será que aparecerá novamente? Enquanto isso, eles ficaram curiosos com esse tal torneio do cais...

Zorumaníaco: CADÊ MEU ZORUA!?


Notas Finais


Mais uma vez, agradeço a atenção de quem puder e espero que gostem do rumo da história. Se quiserem deixar seus comentários, adorarei ler!
No próximo capítulo, parece que a batalha de ginásio terá que esperar um pouco mais... Enquanto isso, um tal torneio chama a atenção de nossos protagonistas.
Link da representação da Ending: https://youtu.be/N-6uwx4KR4M


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...