História Pokemon Black 2 e White 2 - Novelização - Capítulo 34


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, e sejam bem-vindos a mais um capítulo da fanfic ^^
Talvez esteja um pouco curto, mas vamos lá :D

Capítulo 34 - De Volta para Casa


Fanfic / Fanfiction Pokemon Black 2 e White 2 - Novelização - Capítulo 34 - De Volta para Casa

Com um namoro oficializado, Nate e Rosa seguiram voando com seus Pokemons, e logo alcançaram Reshiram com Hilbert e Hilda. O Lugar que eles estavam, a Rota 6, ficava muito próximo de Aspertia, e chegaram voando lá rapidinho. Em torno das 4 Horas da tarde. A Cidade estava deserta, com o medo do Kyurem Preto e de Ghetsis, e decidiram pousar no Centro Pokemon, assim cuidariam dos pokemons feridos e anunciariam a derrota do Ex-Sábio

"Muito bem, Hilbert. Se prepare" - Disse Hilda - "As pessoas ainda não sabem que você retornou, e muito menos que o Ghetsis foi derrotado"

"Tudo bem, relaxe" - Disse Hilbert - "Eu vou fazer o anuncio"

"Bem, vamos lá" - Disse Nate antes de olhar para Rosa - "É melhor tomar cuidado com esse uniforme"

"Enquanto a Equipe Plasma não acabar, eu não irei larga-lo" - Disse Rosa em resposta

"Reshiram, por favor, pode se transformar de volta" - Disse Hilbert para o Dragão

"Gyaaaogh!"

Reshiram começou a emitir um clarão intenso e cegante enquanto se encolhia e se contorcia. O Clarão cessou, e ele estava no formato de Pingente de Pedra da Luz. Hilbert pegou, colocou no pescoço, e junto de Hilda, Nate e Rosa entraram no Centro Pokemon

Todos olharam com medo achando que fosse o Ghetsis, inclusive a mãe do Nate e a mãe da Rosa, que estava abrigada lá com Pokemons da Creche. Mas logo ficaram surpresos

"Eu vim anunciar! Derrotamos o Ghetsis! Unova está salva mais uma vez!" - Disse Hilbert com um sorriso de canto para todos

Um burburinho começou, e logo todos começaram a comemorar e fazer um alvoroço. As mães de Nate e Rosa foram as primeiras a irem até eles

"Nate, querido! Que bom que está bem!" - Disse a Enfermeira Joy o abraçando - "Por favor, me diga que você não se envolveu com a Equipe Plasma"

"Err..." - Disse Nate com a mão na nuca, sorrindo nervoso

"Rosa Whitley!" - Disse a Mãe de Rosa muito séria - "Explique-se sobre esse uniforme. Eu disse para não se envolver com a Neo Equipe Plasma!"

"Err, eu estava perto. E não pude deixar de representar" - Disse Rosa com um sorriso nervoso

"Bem...tudo bem" - Disse sua mãe a abraçando - "O que importa, é que está bem"

Enquanto Nate e Rosa conversavam com suas mães, as pessoas no Centro Pokemon começaram a sair animados e felizes, sem antes agradecer ao Hilbert, e chama-lo de Herói, assim como Hilda

"Está tudo bem de volta" - Disse Hilda com um sorriso - "Agora, podemos visitar a sua mãe, não é?"

"É" - Disse Hilbert se virando para a saída, segurando a mão de Hilda, mas virando a cabeça para Nate e Rosa - "Vocês virão conosco?"

"Não" - Disse Nate - "Quero conversar com a minha mãe, e falar um negócio para a Senhora Whitley"

"Um assunto importante" - Disse Rosa com um sorrisinho

"Hum, tá então" - Disse Hilbert antes de se dirigir a Hilda - "Vamos lá então"

Os dois saíram de cena do Centro Pokemon, e seguiram para a casa de sua Tia

....................

Algum Tempo Depois...

Hilbert e Hilda chegaram na casa do Nate, sendo confrontados algumas vezes por jornalistas de plantão que queriam perguntas no caminho. Eles respondiam a medida do possível, sempre tentando chegar na casa

Hilbert abriu a porta, e entrou com Hilda, e juntos, se dirigiram a sala. O Audino de Hellen surgiu ali pronto para atacar, mas recuou ao ver que era o Hilbert, ficando surpreso e sem palavras. O Herói desceu ao nível dele e fez carinho em sua cabeça

"Olá, Audino" - Disse sorrindo - "Você cuidou da minha mãe, não é?"

"Audi!" - Disse o Pokemon concordando, animado

"Audino, quem é que est..." - Dizia Hellen surgindo de um cômodo, se surpreendendo - "Oh meu...H-Hilbert"

"Olá, mamãe...eu voltei" - Disse Hilbert com sorriso leve

Hellen não pode conter as lagrimas, e abraçou o filho, emocionada. Hilbert a abraçou de volta

"Hilbert...o que houve?" - Disse Fungando - "Eu fiquei tão preocupada...eu sofri muito...eu pensei que iria lhe perder, como seu pai"

"Me desculpe, mãe" - Disse o Treinador - "Eu fui atacado...Ghetsis armou sua vingança, e me sequestrou...ele queria me matar assim que conquistasse o mundo"

"Aonde ele está?" - Disse Hellen ficando muito irritada - "Eu vou mata-lo! Ninguém tenta assassinar o meu filho não!"

"Tudo bem, mãe" - Disse Hilbert tentando acalma-la - "N cuidou dele. Ghetsis enlouqueceu quando o derrotamos. Ele está fora de si, e nunca mais irá causar problemas"

"Eu espero" - Disse Hellen, até notar a Hilda - "Você conseguiu! Hilda, eu agradeço tanto, mas tanto que você nem imagina. Você pode pedir o que quiser. Eu irei dar um jeito de lhe recompensar por isso"

"Ah, Senhora Black, foi apenas a minha missão" - Disse Hilda sorrindo, antes de segurar as mãos de Hilbert - "Você poderia me recompensar, me permitindo pegar seu filho para mim, não é?"

"Então, mamãe" - Disse Hilbert com um sorrisinho - "Nós iriamos anunciar o nosso relacionamento, há dois anos. Mas, você sabe o que houve"

"Hum...." - Disse Hellen analisando o ocorrido - "Depois veremos isso. Eu amo o meu filho tanto quanto você, Hilda. Quero passar um tempo com ele"

Ficaram ali então, apreciando o momento entre familia, que lhes foi tirado por dois anos

..........................

No Dia Seguinte....

No Final da Tarde, Nate e Rosa, estavam no mirante de Aspertia aonde Nate ganhou o presente de Bianca.

Estavam de mãos dadas, em um encontro, e com roupas novas: Nate usava uma camiseta listrada com as cores branca e cinza claro com a gola da cor preta, uma jaqueta de mangas curtas aberta com as barras das mangas da cor verde, calça jeans e sapatos pretos, além de uma bandagem verde no pulso direito.

Rosa usava uma camiseta polo branca com mangas vermelhas, uma saia xadrez da cor vermelha com duas faixas azuis e bolsos da cor branca, que ia da barriga até a altura dos joelhos, sapatilhas também vermelhas com uma fita presa em cada fivela, uma pulseira também vermelha e com uma fita presa e lenços azuis que prendiam as "Rodas" de seu cabelo. Seus pokemons brincavam na área

"Então, Nate" - Disse Rosa sorrindo para ele - "Nós salvamos Unova, e tivemos o nosso encontro. Mas o que faremos a partir de agora?"

"Tem a liga, o nosso filme" - Disse Nate pensativo - "Sinceramente, eu só queria um Pokemon como um parceiro. Desafiava ginásios para ficar forte, e poder acompanhar o poder da Equipe Plasma. Quero ser bom em batalhas, mas não um Campeão"

"Eu entendo" - Disse Rosa - "Eu também, de certa maneira. Só tenho vontade de derrotar o Hilbert. Mas ele não é mais o Campeão, então não tenho necessidade de derrotar toda a Liga"

"Então chegamos a um dilema" - Disse Nate - "Você quer disputar a Liga? Se você for, eu vou"

"Vamos tentar, só para as Insígnias não terem ido em vão, e ver no que dá" - Disse Rosa com um sorriso de canto - "Eu só quero tentar uma vez"

"Então fazemos isso" - Disse Nate - "Se o filme estourar, vamos virar atores, que talvez seja melhor"

"É" - Disse Rosa concordando - "Eu também acho" - Rosa se aproximou de Nate - "Meu amorzinho..."

Ficaram ali trocando carinhos e beijinhos por um tempo, até pararem quando um Pokemon pousou em frente a eles com duas figuras conhecidas, que saltaram dele imediatamente

"Rei N?" - Disse Nate surpreso - "Oi. Podemos ajudar em algo?"

"Olá, Nate e Rosa" - Disse com um sorrisinho de sempre - "Eu os procurei em sua casa, com o Hilbert e a Hilda, mas me disseram que estavam em um encontro, e vim de atrás de vocês"

"Zoraaaargh!" - Grunhiu o Pokemon, acenando e indo até seus companheiros de time

"Bem, aqui estamos" - Disse Rosa

"Ver vocês dois me faz querer voltar para Kalos, e revê-la.... Mas não é hora para isso" - Disse N para si mesmo antes de se dirigir a dupla - "Rosa, Nate, eu gostaria de pedir um favor para vocês"

"Se estiver em nosso alcance, poderemos ajudar" - Disse Nate sério - "Mas, me diga uma coisa antes...O que houve com o Ghetsis?"

"O Ghetsis?" - Disse N suspirando, ficando sério - "É complicado falar...ainda mais que eu sou seu filho"

"Se é complicado para você, não precisa falar" - Disse Rosa

"Não. Eu direi. Afinal, vocês ajudaram a derrota-lo ontem" - Disse N se recompondo - "O Meu pai enlouqueceu, como vocês viram. Estava fora de si. Agia com hostilidade até mesmo perto da Tríade das Sombras, da Anthea e da Concordia. Eu, e meus irmãos, decidimos tomar uma medida drástica..., mas que seria o melhor para ele, e que seria o seu desejo"

"O que houve?" - Perguntou Nate

N olhou para cima, observou o céu por um tempo e começou a falar

"Os meus irmãos, a Tríade das Sombras, eles afirmaram para mim que o nosso pai preferia morrer a se entregar ou ser preso de novo" - Disse com uma voz meio triste - "Então..."

"Vocês fizeram isso..." - Disse Rosa um pouco surpresa

"Não...Nós não matamos o nosso pai" - Disse N olhando fixamente para os dois - "Nós deixamos uma capsula de Cianeto em seu quarto. E decidimos que ele deveria fazer a escolha, e fomos dormir"

"E então?" - Perguntou Nate

"Nós acordamos, e vimos o resultado. Ele ingeriu a capsula, e se foi" - N suspirou - "Nós o velamos, se despedimos, e o enterramos em um lugar desconhecido. Ninguém jamais saberá onde ele está"

Nate e Rosa ficaram em silêncio, surpresos. Uma rajada de vento bateu, e os cabelos de N voaram para o lado. Ele falou quando a rajada de vento cessou

"A Tríade das Sombras se entregou para os oficiais. Zinzolin desintegrou a Neo Equipe Plasma, e se entregou também quando soube do destino de nosso pai.... A maioria dos membros se entregou, e outros fugiram, como o Colress"

"Bem....eu não sei o que dizer sobre isso" - Disse Nate - "Você parece estar bem abalado"

"É..." - Disse N - "O meu pai queria dominar o mundo..., mas em nossa infância, ele nos tratou muito bem...isso fez eu ter um carinho por ele. Um carinho que se perdeu quando eu soube da verdade"

"N, vai ficar tudo bem" - Disse Nate sorrindo - "Você irá passar por cima. Só precisa acreditar em si mesmo"

"É!" - Disse Rosa - "Você disse que tem alguém que quer rever em Kalos. Talvez essa pessoa possa ser o porto seguro para se esquecer dos problemas!"

"É...eu acho que é isso" - Disse N antes de suspirar e se recompor - "Mas, voltando ao assunto original. Rosa, você disse que só possui 5 pokemons em seu time, não é?"

"É" - Disse Rosa - "Por que?"

"Bem" - Disse N pegando uma pokebola de seus bolsos e entregando para ela - "Quando eu era o Rei da Equipe Plasma, seu professor Cheren, confiscou as pokebolas de um membro da Equipe Plasma que tratava muito mal seus pokemons, e pediu para que eu desse amor e carinho para eles. Eu fiz isso, e acho que ele está pronto para ter uma Treinadora de volta. No caso, uma que o trate com respeito, como um amigo ao invés de uma ferramenta"

"Sério?" - Disse Rosa surpresa

"Sim" - Disse N - "Mas precisa prometer que irá cuidar muito bem dele. E perdoa-lo se perder. Você vai?"

"Sim!" - Disse Rosa determinada e pegando a pokebola - "Ele será o meu sexto amigo, e irá receber o amor e carinho que nunca recebeu!"

"Fico feliz por isso" - Disse N com o sorrisinho de sempre

"Bem, Rosa" - Disse Nate animado - "Libere-o. Vamos ver qual espécie é!"

"Certo!" - Disse Rosa apertando o botão da pokebola - "Saia!"

"Hydreeeeiigooooooghh!" - Rugiu o Pokemon, pousando em frente ao N, aguardando alguma ordem, e olhando ao redor

"Hydreigon. Sei que um dia, você sabe quem lhe maltratou muito. Mas agora, eu quero que você viva com uma Treinadora. Uma Treinadora que trata seus companheiros com amor e carinho. Você não precisa ter medo. Viverão bem, juntos"

O Hydreigon deu uma boa olhada em Rosa, e depois para N. Decidiu confiar em N, e seguiu para perto dela

"E no final, você saiu com um Pseudo-Lendário" - Disse Nate sorrindo - "Acho que o meu primo estará com problemas na sua batalha"

"Com certeza" - Disse Rosa se dirigindo ao Hydreigon sorrindo - "Hydreigon, seja bem-vindo ao time. Nós vamos viver muito bem juntos. Eu, você e os outros!"

Após isso, os Pokemons de Rosa, assim como os de Nate, seguiram até a dupla, assim como o Zoroark, que decidiu ficar ao lado de Nate

"Olá, Zoroark!" - Disse Nate fazendo carinho nele - "Como vai?"

"Zoraaa!"

"Sobre isso, tenho mais um pedido a fazer, Nate" - Disse N - "Eu e o Zoroark conversamos. Ele me disse que ficou muito triste nos dois últimos anos com o Sábio Rood e as minhas irmãs. Mas que essa tristeza foi embora quando encontrou você. Ele disse que enquanto estavam juntos, ele reaprendeu a batalhar, e derrotou muitos oponentes de forma sensacional sobre os seus comandos"

"E então?" - Disse Nate

"O Zoroark quer estar ao seu lado, por que ele gosta de batalhar" - Disse N sorrindo - "Ele se sente vivo batalhando e vencendo. Eu pensei que se ele viesse comigo para Kalos, iria ficar muito entediado com o meu estilo de vida, e não iria gostar. Então, ele decidiu que irá ficar com você, de agora em diante"

"É sério?!" - Disse Nate sorrindo para o Pokemon - "Que bom! Zoroark, nós vamos ficar fortes. Todos nós juntos!"

"Isso é bom!" - Disse Rosa - "Tá aí um motivo para disputar a Liga"

"É!" - Disse Nate antes de se dirigir aos seus outros pokemons - "Pessoal vocês querem ser fortes? Tão fortes quanto o Hilbert e a Iris?"

"Saaamu!"

"Stowf!'

"Unfe!"

"Lilli!"

"Chand!"

Disseram todos concordando, e determinados

"Então está decidido!" - Disse Nate fechando os punhos em determinação - "Nós vamos virar os Campeões da Liga Vertress!"

"Nate, sua determinação me fez ter o mesmo desejo" - Disse Rosa com um sorriso de canto - "Pessoal, nós vamos chutar o traseiro do Nate, e da Liga, e viraremos os Campeões!"

"Embo!"

"Liee!"

"Goth!"

"Swaan!"

"Acce!"

"Hydre!"

Disseram os Pokemons da Rosa, em determinação

"Eu gosto da determinação de vocês" - Disse N - "Mas as batalhas pokemons não são nada mais nada menos do que um meio pelo qual os pokemons se machucam...Foi assim que eu as vi por um bom tempo, e foi por isso que eu as odiei, e as evitava o máximo. Mas não era algo tão simples"

"O que houve?" - Perguntou Rosa

"As Batalhas decidem os vencedores e os perdedores. É a verdade. Foi assim que eu sai como o perdedor em minha investida para separar o mundo para humanos e pokemons" - Disse N refletindo - "Elas ainda podem fazer muito mais do que isso. Em uma batalha, seus pokemons, vocês, seus adversários, e os pokemons deles, podem ver as coisas maravilhosas que os outros possuem para contribuir"

"Uma maneira de ver o mundo de outra forma?" - Perguntou Nate

"Isso!" - Disse N sorrindo - "Aceitar diferentes ideias, diferentes formas de ser, pode mudar o mundo como uma reação química. E essas batalhas podem ser o catalizador das reações: um pequeno componente que pode levar a grandes mudanças, e grandes resultados!"

"Você aprendeu alguma coisa batalhando com o Hilbert?" - Perguntou Rosa

"Muitas coisas" - Disse N - "Ele e o Zekrom me contaram isso, e viajando pelo mundo, percebi que essa era a fórmula para mudar o mundo. Eu quero que vocês pensem por si mesmos o que isso significa"

N então se dirigiu ao Zoroark, e o abraçou

"Zoroark, obrigado por tudo que fez por mim" - Disse N - "Nós aprendemos muito sobre o mundo. E eu quero que você seja feliz daqui em diante, ao lado do Nate, seus amigos, a Rosa, e os amigos dela também"

"Zoraa" - Disse o Pokemon abraçando seu antigo parceiro de volta, até eles quebrarem o abraço

N então subiu no Zekrom, e lhe dirigiu umas palavras. Após isso, ele emitiu eletricidade de sua turbina cauda, e começou a levantar voo

"Nate, Rosa, eu digo algo sobre a Liga!" - Disse N sorridente - "Vocês e seus pokemons, irão ir muito bem na Liga, e irão reconhecer seus próprios ideais, assim como suas próprias verdades! É isso que eu vejo em vocês!"

"Rei N!" - Chamou Rosa - "Para onde você vai?"

"Eu irei destruir o gelo de Kyurem sozinho. Deixarei o Hilbert descansar, e passar um tempo com seus pokemons, sua mãe e a Hilda. Ele merece" - Disse N - "E então, voltarei para Kalos"

"Você irá voltar?" - Perguntou Nate

"Apenas para andar na Roda Gigante de Nimbasa com a minha amada" - Disse N sorrindo e acenando - "Adeus. Foi bom conhece-los!"

Com isso, Zekrom começou a voar para uma direção, e seguiu voando para uma direção, enquanto Nate e Rosa, assim como seus Pokemons acenavam. Com isso, sentaram-se de volta no banco, e os Pokemons se espalharam. O Time de Rosa puxou Hydreigon para se enturmar, o que o deixava sem jeito

"Bem, esse é o final da Saga do Herói do Ideal" - Disse Nate refletindo - "Assim como provavelmente do Herói da Verdade"

"Não...acho que não" - Disse Rosa - "Se algo ameaçar Unova e o mundo, eles estarão lá. Hilbert na Luz, e N nas sombras. É assim que foi nesses dois anos, e será para sempre"

"O que nos resta, é treinar" - Disse Nate determinado - "Assim, chegaremos ao nível deles, para que possamos ter uma importância grande para Unova e o mundo!"

"É!" - Disse Rosa - "Contanto que façamos isso juntos..."

"Sim, nós estaremos juntos" - Disse Nate sorrindo - "Juntos até o fim!"

Após isso, a dupla voltou a ter o seu momento agradável como casal, animados para seguirem em frente na vida, sejam como Treinadores, Atores, ou simples cidadãos de Unova, com os seus Pokemons, é claro


Notas Finais


Então é isso, mais um capítulo ^^
Eu nunca especifiquei que o Nate queria ser um Campeão ao longo da História, então meio que a História dele acabou. O que vem daqui para a frente é extra
Quanto as roupas novas deles, são as que eles usam nos filmes da Pokestar. Quanto ao Hydreigon, eu não planejava tirar do Ghetsis para dar a Rosa em BW. Originalmente, ela acharia um Deino no Laboratório do Colress, na Rota 18 e iria levar com ela. Acabei mudando de última hora, reaproveitando o fato dos pokemons do Ghetsis estarem com N depois que o Sábio perdeu em BW
E quanto ao Ghetsis, ele iria originalmente morrer por uma descarga elétrica de Zekrom. Mas se fosse assim, iria ficar um clima muito pesado para o Nate e a Rosa se beijarem, e descartei. Como saída, achei melhor ele cometer suicídio mesmo
Esses são os meus aviso. Obrigado pela leitura, e até breve :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...