1. Spirit Fanfics >
  2. Pokemon Emerald - Novelização - Episódio Delta >
  3. Um Meteoro e a Reunião

História Pokemon Emerald - Novelização - Episódio Delta - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, e sejam bem-vindos a mais nova mini-fanfic^^
Essa é uma continuação de Pokemon Emerald. Aparentemente, o que eu escrevi na época não bate com o Delta Episode. A solução que eu achei, foi dar um jeitinho e improvisar para fazer sentido. Um último aviso ao pessoal que caiu de paraquedas aqui. Vão ler as fanfics anteriores a essa, por que tem spoiler já no primeiro parágrafo, e é bom saber o contexto do mundo Pokemon antes disso aqui. Minhas histórias são todas de uma única linha do tempo
Espero que não esteja ruim. Ditto isso, vamos lá :D

Capítulo 1 - Um Meteoro e a Reunião


8 anos se passaram desde o Cataclismo Climático causado pelo despertar de Groundon e Kyogre pelas Equipes Magma e Aqua. 8 anos haviam se passado desde que Brendan Maple se tornou o Campeão da Liga de Ever Grande, e May Birch havia se tornado a Mestra Coordenadora da Região

Nesse meio tempo, muita coisa ocorreu no mundo. Problemas em Kanto, Johto, Sinnoh, Unova e Kalos; descobertas novas sobre os pokemons, etc. Mesmo com esses problemas causados pelas outras Equipes Vilãs, Hoenn viveu próspera, e pacifica por todo esse tempo, e nada parecia ameaçar ela por hora

Por Hora....

..............

Centro Espacial de Mossdeep, Ilha de Mossdeep, Região de Hoenn...

Os cientistas que um dia foram intimidados pela Equipe Magma estavam trabalhando normalmente em uma noite. Ou conversavam, ou monitoravam as estrelas, ou tomavam um café, ou jogavam algum jogo escondido nos super computadores

Um dos cientistas fechou seu jogo, e voltou a monitorar o espaço quando o Professor Cozmo, o chefe, entrou na sala. Seu monitoramento, no entanto, se tornou em uma descoberta que o deixou em pânico

"Professor Cozmo! Professor Cozmo!" - Chamou o cientista - "Nós temos um problemão!"

"Huh?" - Disse o Professor, indo até o cientista

O Professor Cozmo era um sujeito de 50 anos com cabelos marrons volumosos na parte de cima, e com um nariz pontudo. Ele usava uns óculos de armação redonda e fina, um jaleco de cientista branco, calças sociais da cor marrom-claro, e sapatos sociais da cor preta

"O que foi?"

"O Meteoro XYZ-04102024 mudou a sua trajetória e está em rota de colisão com a terra!" - Disse o cientista assustado

A Fala assustada do cientista foi o suficiente para fazer todo mundo ali pararem o que estavam fazendo. O Professor Cozmo viu os dados no computador

"O QUÊ?! Atualizem os dados!" - Gritou o Professor para a sala - "Atualizem os cálculos de curso, e confirmem a nova trajetória!"

"Alvo na mira!" - Disse uma cientista realizando os cálculos no computador - "Confirmando a esperada nova rota do meteoro...."

A cientista aguardou os resultados sob o olhar de todo mundo, até conseguir

"De acordo com os meus números, ele deve colidir em algum lugar no Sudoeste de Sootopolis, em uma Ilhazinha na Rota 131!"

Um burburinho começou ali, entre os cientistas

"Não é possível!" - Disse outro cientista - "Eu chequei esse meteoro a pouco tempo, e ele estava em na trajetória normal de quando foi descoberto!"

"E não existe nenhuma atividade ao redor do meteoro que tenha sido forte o suficiente para mudar a sua trajetória!" - Disse outra cientista

Logo começaram a debater o que poderia ser. O Professor Cozmo pensou de olhos fechados, até ter uma dedução

"Mudar a trajetória no meio do curso....é quase como se estivesse vivo...."

No meio do debate intenso dos cientistas, um dos cientistas ao lado do Professor Cozmo entrou em pânico

"A GENTE VAI MORRER! A GENTE VAI MORRER!" - Gritou desesperadamente - "Professor, o que vamos fazer? O QUE VAMOS FAZER?!"

"ACALME-SE, HOMEM!" - Gritou o Professor Cozmo sério, dando um fim ao debate - "Todo mundo! Não a motivo para pânico"

"S-S-S-Sim senhor...." - Disse o cientista que tinha entrado em pânico

O Professor voltou a pensar

"É uma situação muito complicada.....chegamos a esse ponto...." - Após isso se dirigiu a um dos cientistas que cuidava da comunicação - "É uma situação emergencial de nível vermelho. Avisem o Brendan imediatamente!"

"Sim Senhor!"

..........................

Enquanto isso, no Pilar do Céu.....

No topo do Pilar do Céu, no ninho do Rayquaza que estava ausente, uma garota estava lá, sentada e olhando as estrelas que começavam a surgir na noite. Além dela, tinha uma Whysmur a acompanhando e um Salamence que dormia

Essa menina aparentava estar com 18 anos. Possuía pele parda, olhos castanhos, e cabelos curtos da cor preta. Usava uma roupa composta por uma regata preta justa com duas meia-luas da cor vermelha na altura dos seios, um mini short da cor verde-oliva amarrado por um cordão vermelho, protetores de perna da cor branca, e sandálias da cor cinza. Usava como acessórios, uma capa branca rasgada de forma que ficasse parecida com um Salamence mega evoluído, ombreiras com placas de metal parecidas com folhas, das cores cinzas, e uma caneleira que corria em espiral ao redor da perna direita da cor azul e com uma Pedra Chave presa na ponta

Ela estava com dificuldades para respirar, devido a altitude em que estava

"Ufa....minha querida Aster..." - Disse ela fazendo carinho na pokemon - "Você é tão bonitinha e adorável...."

"Whys!" - Disse a Pokemon, gostando do agrado

"Ufa...." - Disse respirando profundamente - "Já faz um tempo desde que o Campeão conquistou a confiança dele....mas....isso não será um problema.....em questão de semanas....não, dias....o plano será posto em prática.....o meteoro mudou o rumo....é a oportunidade"

"Whysmuuur!"

A Garota olhou para o céu, e fechou os olhos, antes de olhar para a pokemon

"Eu juro....que vou proteger....o mundo.....Aster"

........................

Momentos Antes, na Rota 101....

Em uma casa próxima da Cidade de Littleroot, uma mãe brincava com sua bebê

"Nhaaaaaa!" - Disse a bebê se divertindo, e abrindo a boca em alegria, exibindo as suas banguelas

"Coisinha linda da mamãe, hihihih" - Disse a mãe, com a bebê no colo e esfregando o nariz levemente no rosto da bebê

"nhaaaaaa!" - Riu alegremente a bebê mais uma vez

"May! Courtney!" - Gritou uma voz surgindo da porta principal enquanto diversos sons de pokebolas se abrindo puderam ser ouvidos - "Cheguei!"

"Swaaampeeert!"

"Gaardevooir!"

"Aggroogh!"

"Caameruuupt!"

"Altaaariiaaa!"

"Absoool!"

"Papai chegou!" - Disse a May para a bebê de nome Courtney - "E os outros também!"

May ajeitou a sua filha no colo, e a levou para a sala de estar. No caminho, passou pelos seus Pokemons que faziam algo: A Blaziken, o Metagross, a Breloom, a Azumarill, o Zangoose, e a Flygon. Quando chegaram ao destino, encontraram um Swampert, uma Gardevoir, uma Aggron, uma Camerupt, um Altaria e um Absol indo para diferentes direções da casa, e um rapaz de sua idade tirando um gorro branco da cabeça e jogando a mochila em um canto

"Oi Brendan!" - Disse May sorridente - "Como foi hoje?"

"Eu fui bem" - Disse Brendan indo até ela, e a recebendo com um beijo antes de se abaixar ao nível da filha - "Oi, oi, oi, oi, oi!"

"NHAAAAA!" - Riu alegremente mais uma vez a bebêzinha, gostando do agrado do pai

O Visual do Brendan havia mudado: Agora, ele usava sua marca registrada, o gorro branco que ocultava os cabelos presos, preso em uma tira de cor preta, e era também aonde a sua Pedra Chave estava presa. Usava uma camiseta justa vermelha com algumas partes da cor preta, calções cinzas e sapatos brancos com sola e detalhes da cor verde. Problemas de vista surgiram, e ele acabou precisando usar óculos. No seu caso, as lentes dos óculos eram hexagonais, mas compridas, e possuíam hastes de cor preta

Brendan e May viveram juntos e felizes pelos 8 anos desde que se conheceram. Namoraram, casaram, construíram uma casa, e tiveram uma filha, que nasceu quando ambos tinham 24 anos. Decidiram colocar o nome de Courtney, em homenagem a uma amiga, inocente e que foi usada pela Equipe Magma, e que acabou tendo um final trágico. Ela tinha olhos e cabelos da cor preta, iguais aos de Brendan, mas feições iguais as da May

Viviam juntos e felizes. Brendan como o Campeão, e May como a Mestre Coordenadora da Região. Eram os protetores da região. No entanto, no presente momento, era apenas o Brendan, pois May estava de licença para cuidar da filha de 3 meses

"May, adivinha" - Disse Brendan sorridente

"O que?"

"Eu consegui ingressos para nós três" - Disse Brendan tirando dois ingressos do bolso - "Para nós podermos assistir a Chuva de Meteoros Litleonídeos!"

"Sério? Que legal!" - Disse May animada - "Eu sempre quis ver!"

"É, eu tive a sorte de conseguir os ingressos" - Disse Brendan com orgulho - "Eles não são fáceis de achar"

"Aonde os arranjou? Você não obrigou ninguém a dar, não é?" - Disse May antes de apontar o dedo para Brendan - "Brendan Maple, eu não tolerarei intimidações de sua parte para outras pessoas!"

"Relaxa, meu amor, relaxa, hehehehe" -Riu Brendan antes de voltar a expressão normal - "Eu ganhei do meu pai"

"Do seu pai?"

"É' - Disse Brendan - "Na verdade, ele também ganhou de alguém, e era para ele ir com a mãe. Mas ele estava ocupado demais com o Ginásio para ir"

"Você deveria dar uma folga para ele" - Disse May - "Ele parece querer só ficar no Ginásio"

"Ah May, eu já tentei um monte de vezes. Mas o pai é teimoso, e ele insiste em ficar no Ginásio" - Disse Brendan - "Eu não sei como a mãe aguenta"

"Bem...acho melhor deixar eles se resolverem" - Disse May entregando a bebê para Brendan - "Cuide da sua filha, ou não vamos jantar"

"Tá bom" - Disse Brendan a pegando no colo e começando a brincar com ela - "Princesinha do papai, hihihihi"

Meia hora se passou enquanto Brendan cuidava de sua filha. Hora ou outra, os seus pokemons, ou da May, vinham brincar com ela, e ela adorava. Brendan parou de brincar com ela quando seu Pokenav tocou

"Alô? Sim...sou eu....ora, diga o que é! ............O Quê?!"

O grito foi o suficiente para chamar a atenção de May

"O que foi?!" - Disse ela surgindo da cozinha

Brendan ficou em silêncio, ouvindo, até tomar a decisão

"Escute. Uma ameaça desse nível pode afetar todo o mundo. Convoque os Campeões. Temos uma cúpula a realizar para discutir isso.....aonde? Ora, em um país qualquer, sem Liga, neutro.....e tranquilizem a população, tudo bem? Tchau"

Brendan desligou o Pokenav e suspirou

"O que houve, Brendan?" - Perguntou May

"É um problema. Um problema muito grande" - Disse Brendan voltando a brincar com a filha

"Que problema? Se quiser falar, eu estou aqui" - Disse May se aproximando, e sentando-se no chão ao lado dele - "Existe alguma coisa te aborrecendo?"

"Não, May, não é isso" - Disse Brendan - "Lembra, a 7 anos?"

"Nós enfrentamos a Equipe Aqua e Magma"

"Algo daquele nível está para ocorrer"

"O que? Sério?" - Disse May surpresa antes de suspirar - "Ah não.....O que houve?"

"Existe um Meteoro em Rota de Colisão com a Terra" - Disse Brendan sério - "O Professor Cozmo, do Centro Especial e sua equipe descobriram tudo"

"Ah merda....que problema" - Disse May - "O que vamos fazer?"

"Por hora, eu irei me reunir com os Campeões amanhã" - Disse Brendan - "Um Meteoro em colisão com a Terra pode ameaçar a terra inteira. É assunto a nível global a ser discutido com os Líderes das principais Ligas do mundo"

"Entendo..." - Disse May - "Justo quando estávamos bem...com a Courtney, nossa casinha..."

"Eu sei, é frustrante" - Disse Brendan, antes de abraçar a sua esposa - "Mas vai dar certo...Nós conseguimos superar o Cataclismo Climático, e nós vamos superar isso também.....eu farei de tudo para proteger a nossa familia"

.............................

No Dia Seguinte....

Em torno das seis horas da manhã, Brendan, seu Altaria, e May estavam do lado de fora de sua casa. Ele estava pronto para partir

"Vocês chegarão lá a tempo?" - Perguntou May

"Sim" - Disse Brendan - "O pessoal da Liga irá me teletransportar com um Kadabra para o local da reunião"

"Entendo" - Disse May antes de bocejar - "Brendan, tome cuidado, tudo bem?"

"Eu terei" - Disse Brendan, antes de sorrir - "Não se preocupe. Daremos um jeito nisso. Apenas cuide da Courtney, tudo bem?"

"Ela é o meu bem precioso" - Disse May - "Jamais deixaria alguém fazer algo com ela. E se alguém fizesse, eu perseguiria até as mais profundezas do inferno para fazê-lo pagar pelo o que fez"

"Sabe, eu já ouvi falar de instinto materno, mas o seu parece ser bem forte" - Disse Brendan sorrindo

"É claro" - Disse May sorrindo, até notar alguém vindo - "Ei, cuidado!"

"Ãn? .....ai!" - Disse a pessoa se chocando com o Altaria

"Alta! Altaaariia!" - Protestou o Pokemon, brigando com a pessoa

"Ei, Altaria, pegue leve" - Disse Brendan saltando do pokemon e indo até a pessoa - "Você está bem?"

Brendan e May ajudaram a pessoa a se levantar. Era a menina que estava no Pilar do Céu. Assim que ela se levantou começou a dizer algo

"Ai, aonde eu estava com a cabeça" - Disse a menina antes de olhar para os dois e dar um salto para trás - "Uou, que coincidência! Eu estava pensando em vocês agorinha mesmo!"

"Hehe, olá" - Disse Brendan sorrindo - "Precisa tomar cuidado"

"Olá, bom dia" - Disse May - "Me desculpe perguntar, mas, o que faz a essa hora do dia acordada?"

"Eu estava dando uma voltinha.... mas aonde estão os meus modos? Eu deveria me apresentar" - Disse a menina antes de sorrir - "Oi! Meu nome é Zinnia. E vocês são Brendan e May! Eu sei tudo sobre vocês! Na verdade, meio que vocês são a minha inspiração do dia a dia"

"É" - Disse Brendan sorrindo - "Somos nós. Olá Zinnia. É um prazer conhece-la"

"Igualmente" - Disse May sorrindo - "Você está bem com a trombada?"

"Sim, sim. Acontece. Foi um acidente" - Disse Zinnia antes de levar a mão para fazer carinho no Altaria, até notar um colar nele com uma Altarianita - "Uaaaauuuu! Ele pode mega evoluir?!"

"Sim" - Disse Brendan - "Na verdade, quase todo mundo de minha Equipe pode. Menos o Swampert"

"Eu vi todo mundo em seu time batalhando, mas nunca vi o Swampert e o Altaria Mega Evoluindo" - Disse Zinnia animada - "Você é o Campeão da Mega Evolução!" - Então ela olhou para May - "May, eu vi um Concurso seu outro dia. A Blaziken mega evoluída estava simplesmente linda!"

"Hehehehe, obrigada" - Disse May sorrindo

Zinnia então deu um passo para trás, e olhou a casa com a mão na cintura. Brendan e May deram uma boa olhada na menina, e notaram a joelheira com a Pedra Chave

"Zinnia, você sabe Mega Evoluir?" - Perguntou Brendan

"É claro!" - Disse Zinnia

"Estranho....nunca vi você em uma Conferência. É uma Treinadora?"

"Hum....sim.... digamos que eu seja uma" - Disse Zinnia - "Mas não uma que se envolve com a sua Liga. Mudando de assunto, que lugarzinho mais adorável o de vocês!"

Brendan e May se entreolharam enquanto Zinnia sorria para a casa

"Eu a-mei Littleroot. Todo mundo aqui é tão amável, e...." - Zinnia notou que Brendan estava com Altaria mais uma vez - "Talvez ele esteja indo cuidar do Meteoro" - Voltou a fachada - "Ops, acho que empolguei, haha. Hum...Brendan, May, me desculpe por incomoda-los"

"Não, tudo bem" - Disse May sorrindo - "Como dizíamos em nossa época, não é toda hora que se tromba com um Campeão ou uma Estrela dos Concursos na rua"

"Verdade, verdade" - Disse Zinnia sorrindo - "Eu só queria dizer que amei conversar com vocês, e eu gostaria de conversar mais com vocês. Mas o Senhor Brendan deve ser muito ocupado. A Senhora May também deve cuidar da nenênzinho, não é?"

"Ela está dormindo, com os outros" - Disse May sem jeito - "Ei...não me chame de senhora, hehe"

"É" - Disse Brendan - "É complicado aceitar que estamos envelhecendo"

"ME-DES-CUL-PA" - Disse Zinnia começando a andar pedindo perdão - "Eu deveria parar de falar tanto, hahahaha. Bem, eu não irei atrapalha-los e eu espero nos encontrarmos de novo" - Após isso ela deu um sorrisinho bobo e acenou - "Tchauzinho"

Zinnia então saiu correndo para uma direção. Brendan então olhou para May

"O que achou?" - Perguntou a Coordenadora

"Foi um encontro bem aleatório" - Disse Brendan - "E ela parecia empolgada e infantil demais para alguém que parece ser grandinha"

"Acontece. Deixe-a. É a empolgação" - Disse May sorrindo - "O que importa, é que fomos gentis"

"Verdade" - Disse Brendan subindo no Altaria - "Então eu devo ir, May"

"Tá bom, Brendan" - Disse May se aproximando

Eles trocaram um beijo de despedida, e o Altaria começou a voar

"Tchau Brendan! Tchau Altaria!" - Gritou May acenando - "Tomem cuidado!'

Brendan acenou, enquanto Altaria olhava para baixo. May observou os dois partirem com o sol nascendo

...................

Mais Tarde, na Reunião dos Campeões....

Em algum lugar do mundo, os Campeões das principais Ligas estavam reunidos. Os representantes da Liga Índigo, de Kanto e Johto, eram Red, de 23 anos, e Ethan Gold, de 21 anos. A Representante da Liga Lírio do Vale, de Sinnoh, era Dawn Berlitz, também de 21 anos. Os Representantes da Liga de Vertress, de Unova eram Nate e Hilbert Black, com 19 e 22 anos, respectivamente, e o representante da Liga de Lumiose, de Kalos, era Calem Xavier, de 19 anos. Cada um falava fluentemente a língua falada em reuniões internacionais, mas com os sotaques de suas regiões 

"Eu não vou tolerar isso!" - Gritou Dawn batendo na mesa - "É assim que o Universo me retribui?! Eu entro em uma dimensão bizarra para impedir que um Demônio nos matasse, e o Universo decide retribuir tacando uma pedra em nossa casa?!"

Calem e Nate, os mais novos Campeões, estavam um pouco surpresos com a atitude da Campeã de Sinnoh

"Brendan, me dê um foguete" - Disse a Campeã séria - "Eu vou ir pessoalmente naquele meteoro e destrui-lo!"

"Dawn, se acalme" - Disse Ethan - "Não é assim que as coisas funcionam"

"Grunf" - Grunhiu a Guardiã da Aura, sentando-se em sua mesa

"Obrigado Ethan" - Disse Brendan antes de se dirigir ao Nate e ao Calem - "Antes de iniciarmos, eu quero parabenizar os Campeões Nate e Calem por terem conquistado o título. Eu ainda não tive tempo de comunica-los pessoalmente"

"Obrigado" - Disseram os dois em uníssono

"Bem, como eu sou o mais velho aqui, e o mais antigo no cargo, eu irei assumir a Liderança dos Esforços para parar o Meteoro" - Disse Brendan - "Mas estarei aberto a ouvir opiniões e sugestões"

"Eu não sei por que estou aqui" - Disse Red ao lado de Ethan - "Eu não sou o Campeão!" - Red então olhou para Hilbert - "Hilbert, você também não é"

"Mas é necessário" - Disse Hilbert

"Vocês são os Campeões formais" - Disse Nate - "Tão importantes quanto nós"

"Gente, o meteoro!" - Chamou Dawn - "Não importa se é Campeão, ou não. Nós somos autoridades em nossas regiões!"

"A Dawn está certa" - Disse Calem - "Devemos focar no Meteoro"

"Qual é o primeiro passo a se tomar?" - Perguntou Ethan - "Eu voto para uma união de todas as grandes corporações cientificas do mundo para bolarmos um jeito de destruir o meteoro"

"Muito bom, Ethan" - Disse Brendan - "Eu contatei a minha esposa, digo, a May, e ela já está auxiliando a Devon Corp com um projeto inicial para determos o meteoro"

"Poderíamos usar parte do conhecimento obtido pelas pesquisas do Lysandre" - Disse Calem - "Infelizmente, ele morreu"

"E a arma que ele ia usar?" - Perguntou Nate - "Não é só simplesmente apontar aquela coisa para o espaço, e destrui-la?"

"Ela foi destruída" - Disse Calem - "Depois que ela foi disparada, caiu nela mesma. Fora de cogitação"

"Muito bem então. Como Ethan propôs, o primeiro passo a se tomar, é a união da ciência de todo o mundo" - Disse Brendan - "Todos de acordo?"

"Sim!" - Disseram Red, Dawn, Hilbert, Nate e Calem em uníssono

"O poder da ciência é incrível" - Comentou Red - "Tenho certeza que ela irá trazer uma boa solução para esse problema"

"Beleza, temos uma solução a curto prazo" - Disse Dawn - "E se não der certo?"

"Como assim?" - Disse Hilbert

"Não desprezo a Ciência. Mas as vezes, o que se é planejado para ocorrer, pode acabar dando errado e trazendo consequências terríveis" - Disse Dawn - "Como quando Cyrus resolver controlar Dialga e Palkia, e como consequência, abriu uma brecha para Giratina o sequestrar"

"Dawn, você deveria parar de ser pessimista" - Disse Red

"Não é ser pessimista" - Disse Dawn - "Só estou cogitando uma possibilidade"

"A Dawn tem razão" - Disse Nate - "E se o poder da Ciência falhar? O que faremos?"

"Bom ponto" - Disse Brendan

"Se o Reshiram conseguisse, eu poderia interceptar o meteoro na entrada da atmosfera" - Sugeriu Hilbert - "Mas eu não sei se ele aguenta voar até aquela altitude"

"Isso não vai dar certo" - Disse Ethan - "Respirar na altura do Monte Prata já é difícil. Imagina no topo do céu"

"E além disso, nem sabemos qual é o tamanho daquela coisa" - Disse Calem - "Eu já vi que existem Meteoros de até 10 quilómetros de diâmetro"

"Hum, é mesmo" - Disse Hilbert - "Mas eu tenho certeza que o ataque de meu Pokemon pode causar algum estrago"

"Se eu tivesse uma amizade com Rayquaza, tão forte como a que o Herói da Verdade possui com o Reshiram, talvez eu poderia pedir para ele parar o meteoro" - Disse Brendan - "Mas eu não o vejo desde que Groundon e Kyogre foram despertados"

"Eu tenho uma sugestão" - Disse Nate - "Nossos Pokemons, na teoria, são os mais poderosos do mundo. E se o meteoro for tão grande assim, poderemos esperar ele em algum lugar perto do ponto de colisão e nós mesmos destruiremos o meteoro"

"Eu poderia tentar destruir eu mesma" - Disse Dawn reunindo uma aura na palma da mão do tamanho de uma bola de tênis - "Mas a minha aura não é capaz"

"Dawn, nossos Pokemons terão que destruir o Pokemon" - Disse Hilbert - "Não acredito que uma Esfera de Aura humana possa destruir o meteoro"

"É mesmo..." - Disse Dawn - "Meu Empoleon partiu ao meio uma pedra de cinco metros de diâmetro quando enfrentei a Bertha. Se nossos pokemons se unirem, eles podem destruir aquele meteoro, não importa o tamanho"

"Então, como a Dawn apontou, se o poder da ciência falhar, nossos pokemons terão que se unir para destruir o meteoro" - Disse Brendan - "Todos de acordo?"

"Sim!" - Disseram Red, Ethan, Hilbert, Nate e Calem em uníssono

"Muito bem" - Disse Brendan - "Outro ponto que eu quero levantar. O Professor Cozmo apontou que a trajetória do meteoro se alterou sozinha. Nada interferiu. Alguém possui uma sugestão de possível causa?"

"Nós não somos cientistas" - Disse Calem - "Mas descobrimos coisas com a Pokedex"

"Nós não" - Disse Ethan - "Eu não ganhei uma Pokedex. Em Johto foi a Lyra. Em Sinnoh foi o Lucas, não é Dawn?"

"Não me lembre daquele cara!" - Disse Dawn não muito feliz

"Dawn!" - Interviu Brendan

"Clefairy, Cleffa, Solrock, Lunatone...." - Disse Nate pensativo - "Todos eles vieram do espaço, mas não em meteoros"

"Se o meteoro mudou de rota por conta própria, ele só pode estar vivo, ou tem alguma coisa nele" - Sugeriu Red antes de olhar para Dawn - "Dawn, você possui a Habilidade de detectar auras. Até mesmo auras de outras dimensões. Você consegue descobrir se existe algo no meteoro?"

"Minhas habilidades com a aura são boas" - Disse Dawn - 'Mas não tenho certeza quanto a sua proposta, Red. É o espaço, e é muito longe. A única solução seria se eu me isolasse, e me concentrasse por horas"

"Dawn, nós pedimos esse favor a você" - Disse Hilbert - "Você é a única que pode descobrir o que tem naquele meteoro, antes de ele ser destruído. Precisa fazer isso, pela Terra"

"Eu farei" - Disse Dawn - "Mas eu quero um Pokemon que possa me teleportar, para o caso de o plano B tiver que ser utilizado. Quero destruir aquele meteoro com a minha equipe"

"Providenciaremos isso" - Disse Nate

"Muito bem, esses são os únicos pontos que eu gostaria de abordar" - Disse Brendan se levantando - "Alguém gostaria de dizer mais alguma coisa?"

Todos se entreolharam, até que Hilbert se levantou

"Eu quero fazer um apelo" - Disse o Herói da Verdade - "Nós temos que destruir o meteoro! Nós temos famílias, amigos, filhos...entes queridos que nós amamos. Não podemos deixar o meteoro acabar com tudo isso!"

"É!" - Disseram todos em uníssono

"Escutem, eu estou determinado. Hilda, a mulher de minha vida, está para dar à luz o nosso filho!" - Disse Hilbert - "E eu não deixarei que o meteoro acabe com esse momento!"

Hilbert então olhou para Ethan e Red

"Red, Ethan, eu tenho certeza que vocês não gostariam de ver o árduo esforço da Lyra com a caridade e da Green com as pesquisas irem por água abaixo, não é?"

"Não!" - Disseram em uníssono

"Isso por que vocês não querem que a amizade acabe pelo meteoro!" - Hilbert então se dirigiu ao Brendan - "Brendan, nós temos famílias. Somos pais. Maridos. Nosso maior desejo é que tudo isso acabe de uma vez para que você possa ver a May e a Courtney, assim como eu possa ver a Hilda e o nascimento do Drake em paz, não é?"

"É!" - Disse Brendan

"Não deixaremos esse meteoro destruir as famílias da Terra!" - Hilbert então se dirigiu a Dawn - "Dawn, ninguém aqui é idiota. Todos sabemos que você triste e solitária quando não está em público. Mas seu porto seguro, é o seus pais, e seus pokemons. Você não quer que a união dos dois acabe, não é?"

"Não!" - Disse Dawn, com os punhos fechados, e liberando aura em determinação

"Não deixaremos o meteoro destruir os filhos e filhas amados da terra!" - Hilbert então se dirigiu ao Nate e ao Calem - "Nate, Calem, os mais novos, vocês acabaram de descobrir o amor. Vocês gostariam que todo o futuro que possuem pela frente com a Rosa, ou a Serena, fossem arruinados?"

"Não!" - Disseram Calem e Nate em uníssono

"Até por que se eu falhar, a Rosa vai me infernizar para sempre na vida após a morte" - Disse Nate suspirando - "E iria dizer que eu era uma vergonha...."

"Todos nós temos motivos para não deixar esse Meteoro arruinar as nossas vidas. Não por que somos Campeões, mas por que somos amigos, pais, filhos e namorados!" - Disse Hilbert levando um punho ao alto com um sorriso determinado - "Então, eu quero deixar algo claro: Fracassar, não é uma opção!"

"É!" - Disseram todos em uníssono, mais uma vez

"Bom, muito bom, Hilbert. Vamos nos animar" - Disse Brendan - "Iremos destruir o meteoro, seja por meio da ciência, ou com a ajuda de nossas equipes! E devemos iniciar os preparativos agora. Retornem para suas Ligas, e façam os preparativos. Compartilharemos as informações assim que as conseguirmos"

"Hilbert, eu irei contatar N" - Disse Nate - "A ajuda de dois Dragões será estratégica"

"Certo" - Disse Hilbert - "Eu vou rever a Hilda, antes de tudo isso começar"

"Eu irei se preparar para minha meditação" - Disse Dawn se levantando - "Caras, boa sorte. Vocês não me verão por um tempo, mas pedirei que alguém represente a Lírio do Vale por mim"

"Red, temos que encontrar o Senhor Silph, da Silph Co" - Disse Ethan - "Eles possuem muita tecnologia. Além disso, eu irei solicitar ajuda divina também em um templo para termos apoio espiritual nessa luta"

"Eu não sou religioso, mas vamos lá" - Disse Red

Com isso, os representantes da Liga Índigo, Lírio do Vale e Vertress saíram. Calem foi o último e falou com Brendan

"Eu irei se apoderar das pesquisas do Lysandre. Trarei resultados" - Disse com um sorriso de canto - "Até mais"

Brendan observou todos os Campeões utilizarem seus métodos de teletransporte para retornarem as suas regiões, satisfeito por conseguir fazer todos eles se unirem em uma causa


Notas Finais


Então é isso pessoal, o início ^^
Diferentemente do que os jogos, e esse capítulo propõe, a May não vai ficar em casa cuidando da Courtney enquanto os outros salvam o mundo. Ela terá mais participação aqui. Brendan usa óculos como no mangá
Um ponto que ficou aberto nas fanfics de Unova, era a suspeita do Nate em relação ao Hilbert e a Hilda, se eles seriam pais. Então, sim. Eles terão um filho de nome Drake em homenagem ao Dragão que os uniu (Pensei em colocar Natural, em homenagem ao N, mas achei melhor não)
Obrigado pela leitura, e até breve :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...