1. Spirit Fanfics >
  2. Pokemon Jornadas - Circuito em Sinnoh >
  3. Um Laço Reatado

História Pokemon Jornadas - Circuito em Sinnoh - Capítulo 58


Escrita por: e allissonassis


Notas do Autor


Olá, e sejam bem-vindos a mais um capítulo da fanfic ^^
Tive que dividir o original de 8378 palavras contando com notas iniciais e finais em dois capítulos. A Explicação do Greninja ficou grande demais. Seria a explicação do Greninja, mais o desafio de Izzy contra Volkner em Sunnyshore. Então aí vai dois em um dia pra vocês.
Ditto isso, bora lá :D

Capítulo 58 - Um Laço Reatado


Fanfic / Fanfiction Pokemon Jornadas - Circuito em Sinnoh - Capítulo 58 - Um Laço Reatado

Partindo da Cidade de Daybreak, Ash, Goh e Izzy chegaram a Rota 222, e iniciaram um longo trajeto até o Litoral Sudeste de Sinnoh aonde a Cidade de Sunnyshore, o local das oitavas insígnias de Ginásio de Ash e Izzy, assim como a possível última medalha de Goh, ficava.

Pelo caminho, Goh voltou a sua habitual rotina de capturar novos pokemon para sua Pokedex: Um Electabuzz e uma Flaffy foram os capturados do dia, com ele quase capturando um Luxray que forçou Cinderace a retornar a sua pokebola por utilizar o Rugido, antes de fugir e encerrar a batalha.

Ash tentava muito achar uma batalha pelo Circuito, já pelo núcleo Leste de Sinnoh, mas não obtinha sucesso em achar alguma. Pensava que era devido ao fato de todos provavelmente estarem em casa descansando dos ataques da Newage.

Ao final da tarde, parando para acampar a beira de um riacho que cortava uma floresta, Izzy foi o primeiro a tomar a iniciativa:

“Aqui diz que apesar de muitos Salões de Concursos terem sido destruídos, o Salão de Hearthome está intacto, e portanto, o Grande Festival ainda ocorrerá, diferente de alguns Concursos. Então, foco no Grande Festival!”

E sumiu para trabalhar em combinações. Goh decidiu que iria preparar o jantar, e após a barraca estar armada, Ash decidiu que estava na hora das explicações da parte de Greninja, e liberou todas as pokebolas de uma vez:

“Podem sair!”

“Graaaauuuurgh!”

“Geeeengaaar!”

“Graaaaurgh!”

“Faaarfetch’d!”

“Greeninja”

“Pii-ka-chu!”

Pikachu juntou-se ao grupo. Gengar e Farfetch’d olharam para o Greninja, que olhava para os dois igualmente. Lucario ele já conhecia da batalha contra Giratina, e com o Dragonite, ele seguiu voando até Daybreak.

“Bem, pessoal, hora das devidas apresentações” – Ash indicou o Greninja – “Gengar, Farfetch’d, não deu tempo de apresentar, mas esse é o Greninja. Eu já disse dele para vocês” – Ash indicou Farfetch’d e Gengar para o Greninja – “Greninja, esses são Gengar e Farfetch’d. Os outros integrantes da equipe dessa temporada, junto do Lucario e do Dragonite, desconsiderando o Pikachu e sua posição fixa. A sexta vaga é da rotação, e é a que você está hoje”

“Greeniinja”

“Faarfetch’d”

“Geeengaaar!”

Greninja cumprimentou igualmente os dois, sendo observado por Pikachu e Lucario. Foi pego de surpresa quando o Dragonite o pegou por trás, e lhe deu um forte abraço:

“Graaauurgh!” – Grunhiu o Pokemon, alegremente

“Greeeeniiiin!”

“Hehehehehehhehehehe” – Ash sorriu – “Esqueci de dizer, mas o Dragonite gosta muito de dar abraços”

Dragonite soltou o Greninja, e ele recuou para trás. Em sua primeira impressão, viu Dragonite como o Goodra versão 2.0, e o Farfetch’d Galariano familiarmente parecido com Hawlucha. Talvez por sua altura, o tipo Lutador, e a postura de fanfarrão. Gengar em sua visão parecia ser um Pokemon com quem deveria tomar cuidado em sua primeira-impressão, pois ele o encarava com seu sorriso característico de que estava prestes a fazer uma travessura. E por fim, se identificou um pouco com Lucario, pelo mesmo adotar uma postura séria de braços cruzados ao lado Ash, agindo da mesma maneira que ele agia em Kalos quando viajava com Ash:

Os Líderes da Equipe. Um título que Pikachu se recusava a assumir mesmo sendo da posição fixa, e sendo o mais experiente de todos os Pokemons do Ash, e que, era assumido pelo Pokemon mais evoluído e mais forte da Temporada. O fato de Pikachu se recusar a evoluir, o prendia em uma mentalidade semi-infantil, sem se importar muito em passar uma boa imagem de força e liderança para os Pokemon do time, normalmente características apresentadas por pokemons no estágio final da linha evolutiva das suas espécies. Claro que Pikachu não era tão imaturo e ingênuo quanto um Pichu, ou uma certa maioria de outros Pokemon em seu estágio evolutivo inicial.

Ash decidiu ficar de frente para o Greninja:

“Olha, acho que agora que finalmente paramos, eu tenho umas perguntas.....” – Ash se tocou de algo – ‘Mas como é que a gente vai conversar? Eu não entendo vocês e sua fala”

“Pede pro Izzy usar as habilidades psíquicas da Gerda” – Goh sugeriu, a distância, focado na comida

“Graaaurgh!” – Lucario interviu – “Graaugh-Graaurgh!”

“O que foi Lucario?” – Ash questionou

“Graaurgh!”

Lucario indicou o chão para os dois. Greninja sentou-se de pernas cruzadas.

“Quer que a gente se sente?”

“Graaaurgh!” – Concordou o Pokemon

“Tá bom”

Ash sentou-se ao lado do Greninja, igualmente de pernas cruzadas. Sendo observados por Pikachu, Dragonite, Gengar e Farfetch’d, Lucario envolveu suas patas com a aura, e levou as duas nas cabeças de Ash e Greninja. Fechou os olhos e se concentrou.

Ash sentiu-se sendo arrastado para uma dimensão totalmente diferente parecido com um subconsciente. Uma Sala totalmente escura aonde Greninja também estava lá. Ambos sentados de pernas cruzadas um do lado do outro. Então, a voz que ecoava na mente de Ash sempre que Lucario se comunicava pela aura, falou alto, ecoando por todo aquele lugar:

Com a minha aura, eu posso fazer uma conexão mental entre dois seres vivos. Vocês irão poder se comunicar. Estão compartilhando um mesmo subconsciente enquanto eu estiver encostando em vocês aqui fora com a minha aura, e usando meus poderes”

“Certo”

Ash disse, entendendo que Greninja disse a mesma coisa, sem ser no dialeto dos Pokemon. Ele olhou para o lado e decidiu perguntar:

“Uh......Greninja...fale alguma coisa”

“Alguma coisa”

“Engraçado. Bem, eu lhe entendo de verdade”

“Posso sentir pela nossa ligação que ao mesmo tempo que está feliz e eufórico pelo meu retorno, ainda se sente em dúvidas. Eu irei responder suas perguntas, contanto que responda algumas minhas”

“Uh....claro, claro” – Ash disse sério – “Greninja, o que você quer saber?”

“Por que de Pallet, você se mudou para Vermillion. E por que de Vermillion você foi para Sinnoh?”

“Bem, eu tenho 18 anos Greninja. Os humanos com 18 anos precisam se tornar independentes financeiramente de seus lares....”

 Enquanto Ash explicava, o lugar aonde eles estavam se transformava nas imagens das memórias de Ash, aonde Greninja pode ter o ponto de vista do Ash de seus relatos.

“....eu precisei ir para Vermillion. O Professor Cerejeira me deu um ótimo emprego, que eu acho que combina muito comigo. Eu preciso fazer pesquisas de campo para seu Instituto, viajando para todas as partes do mundo quando necessário. Para isso, eu passei a viver na base de operações do Instituto Cerejeira em Vermillion, aonde deveria ficar de prontidão. Foi lá que conheci Goh, a Chloe e um monte de gente!”

“Entendo. E Sinnoh?”

“Devido ao nosso trabalho gerar frutos excepcionais, o Professor Cerejeira nos deu férias. Até aí, eu já passei a disputar o Mundial de Treinadores, e soube que a Liga de Sinnoh estaria organizando um Circuito para todos aqueles que achavam que estavam no nível dos Líderes de Ginásio em sua força total. Considerando o nosso desempenho muito bom em Kalos, e a minha vitória em Alola, eu decidi que estava pronto para tal competição. Aproveitei as férias para vir aqui, e quando elas acabaram, o Professor Cerejeira me fez ir com Goh realizar uma série de buscas na região para o Instituto”

“Entendi....foi por isso que eu não te achei”

“Como foi em Kalos depois......depois que a gente se despediu?” – Ash perguntou – “Com o Geleca e o Z2”

As memórias de Greninja foram quem apareceram para Ash naquela sala escura. Como se Ash estivesse realizando o fenômeno Ash-Greninja, e vendo pelos olhos de Greninja. O Pokemon começou a explicar:

“Eu executei o fenômeno da Ligação por um exaustivo ano inteiro, Ash. Percorrendo de Snowbelle no extremo leste, até Ambrette no extremo oeste. De Vaniville no Extremo sul, até Shalour no extremo norte, quase no Canal da Mancha próximo de Galar. Destruindo as raízes do Zygarde que assolavam a região”

“Deve ter sido muito trabalhoso”

“E foi. Movimentando-se pelas sombras, solitário, como um verdadeiro ninja, para evitar de ser detectado por outros pokemon e humanos”

“Sinto muito por tudo isso”

“Era o meu dever. Eu executei bem nos primeiros dias. Mas quando Geleca e Z2 me disseram que eu não poderia nem ao menos me comunicar com outros de minha espécie estando executando o fenômeno da Ligação, eu me senti frustrado, magoado e muito irritado. Eu executava minha tarefa com ódio, e muitas vezes confrontava Geleca e Z2, sob o quanto aquilo era injusto. Eu ficava imaginando que tipo de aventuras você, Pikachu e os outros estavam passando naquele momento, e tinha muita vontade de estar junto como nos velhos tempos, ao invés de ficar destruindo raízes idiotas”

“Eu fui para Alola”

“Eu soube disso mais tarde” – Greninja continuou explicando – “Eu briguei muitas vezes com Geleca e Z2, tomado pela raiva de estar preso em uma região, longe de meus amigos. O lado sombrio de minha tipagem começou a se manifestar em mim. Meu ataque Corte adquiriu aspectos de tal tipo, se tornando um Talho Noturno. O ponto máximo de minha raiva, foi durante o ano novo, quando Geleca e Z2 me proibiram de ver o show de luzes no céu que vocês humanos gostam de fazer”

“Fogos de Artificio?”

“Esse mesmo. Lembro-me de quando nós vimos isso lá em Kalos em nossa aventura e na vez anterior quando eu era um Froakie” – Greninja olhou para Ash – “Serena queria segurar suas mãos. Eu vi. Deve fazer parte do ritual de acasalamento da espécie de vocês”

“Greninja!” – Ash protestou, corando intensamente da cor vermelha

“Desculpe!” – Greninja se recompôs – “Foi a única vez que Geleca e Z2 precisaram se transformar em Zygarde na forma 50% para me corrigir. Eu os ataquei. Mas a minha fúria e me fez perder o controle de mim mesmo, e eu apanhei feio”

“Eu senti umas pancadas em mim naquele ano novo” – Ash disse – “Fiquei preocupado no início. Pensava que algo de ruim aconteceu com você. Mas depois nunca mais ocorreu”

“Eu cai pra um único golpe. Geleca e Z2 me forçaram a aprender uma lição, e abriram meus olhos. Prometeram que assim que eu acabasse com tal missão, eu estaria dispensado para sempre. Só deveria ter força de vontade, e controle sobre mim mesmo”

“Você conseguiu?”

“Sim. Depois de mais meio ano, eu finalmente eliminei o último pedaço de raiz e o destruí em uma Caverna próxima da Cidade de Ambrette. Ao confrontar Geleca e Z2 sobre minha liberdade, eles finalmente me dispensaram, e me liberaram para ir embora, com uma única condição”

“O que foi?”

“Geleca queria que eu o levasse até Lumiose. Para que pudesse acompanhar de perto o crescimento de Bonnie de perto”

“Ah....” – Ash sorriu – “Que gentil da parte dele”

“Eu concordei. Finalmente desfiz o Fenômeno da Ligação, e nos despedimos de Z2. Mas então, surgiu-me a dúvida: Como os humanos faziam para ir de Kalos até Kanto?”

“Eu fui de avião embora. Eu, Pikachu, Talonflame, Noivern e Hawlucha. Goodra ficou em Kalos”

“Eu o visitei, na minha longa jornada. As escondidas. Disse que apesar de estar em Kalos, estava de prontidão para uma vaga na sua rotação”

“Pretendo levar ele no oitavo Ginásio” – Ash fez sinal de silêncio e disse baixinho – “Mas shiiiu! É segredo”

“Hehehehheheh....” – Greninja deu uma risadinha e voltou a falar – “No Centro Pokemon de Ambrette, eu o vi na TV, sabia?”

“Viu?”

“Sim. Nessa Região de Alola. Em uma batalha contra um humano sem camiseta e de jaleco”

“É o Professor Nogueira. Foi o meu mentor lá em Alola. Mas isso é conversa para outra hora. Eu estava na Conferência Manalo, após vencê-la, em uma batalha de exibição contra ele”

“Vê-lo em ação me fez me animar para as batalhas novamente. Eu disse ao Geleca que não importaria como, iria dar um jeito de chegar por conta em Kanto, com vocês, e esperar por lá. Eu sabia sobre os aeroportos e dos aviões ou algo do tipo. Mas como um Pokemon, eles nunca me deixariam embarcar...”

Ash começou a rir, fazendo Greninja olhar perplexo com uma cara feia:

“Que foi?”

“Nada.....” – Ash se recompôs – “Ai-Ai....só imaginei você de chapéu e sobretudo, pedindo uma passagem para Kanto, fingindo ser um humano” – Ash então olhou para o seu pokemon – “Existia sim uma alternativa para chegar as quatro regiões sem ser um avião. Mas é muito longe. É por isso que usamos aviões. São mais rápidos”

“Geleca me disse sobre isso. Que se eu percorresse vários países, atravessando por todo o caminho da Europa até a Ásia, chegaria nas ilhas das quatro regiões”

“Como foi a travessia?”

“Foi longa, difícil, cansativa....correndo dia e noite em minha maior velocidade. Saltei de árvore em árvore, percorri campos, escalei montanhas, e andei por cima de águas durante seis longos meses. Meu instinto de sobrevivência, somado aos treinos que tivemos juntos, no entanto, me ajudaram a enfrentar Pokemons Territoriais pelo caminho. Algumas vezes eu precisei reivindicar como minha uma árvore de Frutos, ou uma Lagoa, para poder me alimentar e tomar água. Bem como cavernas e árvores aonde eu pudesse descansar e dormir”

“Entendi”

“Após atravessar inúmeras regiões, de ambos os continentes, enfrentando o perigo, atravessando as mais diversas paisagens, finalmente cheguei à faixa de mar que me separava de Johto. Minha empolgação era enorme. Mal dormi de tanta alegria. Estando descansado, e alimentado, segui mesmo com o tempo ruim, e atravessei o mar tempestuoso, andando pelas águas e escalando ondas até o litoral de Johto, chegando finalmente na Cidade de Azalea. Então, bastei descansar mais um pouco em novas terras, vendo pessoas novas e costumes novos, e percorri a minha última etapa, percorrendo Johto, atravessando a divisa com Kanto, e chegando em Pallet após exaustivos 6 meses de viagem”

“Pela quantidade de tempo que levou, deve ter chegado em outubro, quase no finzinho. E em Outubro, eu já estava no Instituto Cerejeira. Como foi lá?”

“Fui recebido com hostilidades e como um invasor pelos nossos companheiros. Mas bastou a intervenção de Talonflame, Noivern e Hawlucha para que as coisas se acalmassem, e eles me reconhecessem como o Greninja das histórias que eles contaram. Cuidaram de mim, e me deram cuidado e comida. Me mantiveram escondido do Professor Carvalho, visto o meu desejo de chegar de surpresa em sua casa”

“Como você soube que estava em Vermillion?”

“Talonflame, Hawlucha e Noivern me disseram. Eu fiquei frustrado. Então, naquela estádia por um tempo em Pallet, eu descobri relatos sobre você dos companheiros de time”

“Oh.......” – Ash olhou para baixo, assustado e com medo – “O que.....o que você soube de mim?”

“Não era o Ash que eu conheci. Na verdade, era o Ash que eu pensei que já tinha ido embora em Snowbelle”

Ash ficou em silêncio. Greninja continuou:

“A Equipe de Kanto, original, e a Equipe de Unova relataram sobre você para mim. Sobre a sua raiva e falta de alto-controle com as derrotas. A Equipe de Kanto disse que eu deveria ignorar, por que você era um humano filhote em estágio final, e não entendia as coisas”

“Em Johto e nas Ilhas Laranja eu melhorei minhas atitudes....e não é humano filhote. É criança”

“Isso. Enfim, eu aceitei como uma desculpa. Mas a Equipe de Unova afirmou que os sua perda de controle de emoção e de gritos com seus amigos eram constantes, a ponto de cair em insultos baixos devido a sua péssima atuação. Como eu presenciei em Kalos, quando você gritou com a pobre coitada da Serena”

Ash abaixou a orelha, em silêncio, sentindo-se culpado. Greninja continuou falando:

“Soube pela Equipe de Sinnoh que foi a derrota para um Treinador chamado Tobias. Uma derrota feia demais que o abalou muito, confirmado pela Equipe de Unova” – Greninja olhou para o Treinador – ‘Por que não nos disse sobre essa fase?”

“Olha Greninja....eu realmente achei frustrante aquela temporada. Eu passei por derrotas feias. Mas elas estavam no passado, e eu queria deixar o passado para trás. Cheguei em Kalos determinado a fazer bonito, e não cometer os mesmos erros. Minha determinação era muito alta. E de alguma maneira, a partir da minha primeira batalha naquele chão, contra o Clement, eu sentia que aquele ano seria diferente, mesmo se perdesse aqui ou ali. E foi diferente! Pela primeira vez, eu me sentia no eixo. Que estava tendo um progresso. Sucesso em minhas investidas. E talvez.....” – Ash pensou um pouco – “Ter a Serena que só estava me seguindo, sem questionar o que eu fazia, e o Clement cegamente querendo ser como eu, ajudou a inflar o meu ego e achar que estava tudo indo bem, e eu não estava fazendo nada de errado, e que eu deveria esquecer o passado sombrio e viver aquele presente”

“Isso explica muitas coisas. O resto eu já conheço: A nossa própria ligação que você pensou ser o às final estava falhando muitas vezes contra Alan e até mesmo Sawyer, e você surtou com a Serena. Eu fiquei muito chateado por suas ações, mas nunca desisti. Esperava do fundo de meu coração que você mudaria a partir daquele dia”

“Eu não quis comentar. Mas sabia que estava agindo da maneira que agia no passado que eu queria deixar no passado. Então revi meus modos......por dois anos” – Ash olhou para o lado, e olhou para baixo – “Só para você saber, cenas como aquela que você me viu com a Serena, eram constantes com a Iris em Unova. Bem como a Misty em Kanto”

“Acho que está na hora da gente pular uma parte da história. O que você já sabe. Minha missão em Kalos, e a minha longa travessia de continentes para me juntar a vocês”

“O que você fez, ao saber do meu verdadeiro eu. O eu que escondi de vocês?”

“Eu duvidei de que tinha feito a escolha certa em escolher ficar ao seu lado....mas não queria ir embora. Primeiro, que apesar de todos esses problemas, você nunca tratou mal nenhum dos pokemon. Eu estava no meio. Se tinha alguém que você culpava as derrotas, ou era a si, ou terceiros, mas nunca seus companheiros de time. Era uma qualidade sua que valia muito a pena ficar com você. Segundo motivo, a longa viagem”

“Como você soube que eu estava em Vermillion? E depois em Kalos?”

“Talonflame, Hawlucha e Noivern me disseram que eu não poderia fazer uma surpresa para você, por você estar morando em Vermillion. No mesmo dia, eu precisei me esconder. O Professor Carvalho havia ido até nós, feito um anuncio de que você iria para Sinnoh em breve, e que nós deveríamos ficar de prontidão para as rotações”

“Entendi...puxa....”

“Então, pouco a pouco, as rotações começaram. Eu optei por não ir para Sinnoh por hora. Sabia que se nos encontrássemos, iria querer batalhar. Mas eu estava fora de forma, e provavelmente daria muito errado”

“Eu também estava fora de forma. Mas resolvi isso”

“Eu vi” – Greninja disse – “Quando soubemos que você iria deixar alguns Pokemons em especifico para o futuro, Infernape, Sceptile e Krookodile me convidaram para entrar em forma secretamente, e esperar com eles em segredo até eu achar que estava pronto para partir”

“Eu detesto dizer isso. Tento ser igual com todos os meus pokemon. Mas...” – Ash suspirou – “É inegável. Você, Pikachu, Lucario, Infernape, Krookodile e Sceptile são os meus pokemons mais poderosos. Com os melhores desempenho. Os três estavam garantidos para as rodadas finais do Circuito. Agora você também”

“Os Ases finais....entendi” – Greninja concordou – “Por dois meses, eu treinei secretamente com os três. Mais o Charizard, o Primeape e o Heracross quando foram pulados da Rotação. Tudo em segredo, pelo meu desejo de fazer uma surpresa”

“Então você partiu, não é?” – Ash disse – “Na virada do ano. Eu sei, por que a primeira vez que eu me senti observado, foi no dia 31. Era como se estivéssemos prontos para executar o Fenômeno da Ligação”

“Duvidas surgiram a minha mente. Eu estava em forma novamente. Mas será que seria digno de dar a minha força, sabendo que você provavelmente estaria diferente?”

“Eu surtei de novo” – Ash disse sério – “Eu não vou mentir, Greninja. Apesar de você já ter percebido. Mas eu estava tão cego pela ideia de estar indo bem no circuito, que achava que era o único tão alto. Mas me esqueci que muitos de meus antigos rivais igualmente estavam tendo tanto sucesso quanto eu, e que eu não era o único. E por isso não aceitei minhas derrotas, ao ponto de explodir em Canalave, e precisar me isolar na Ilha de Ferro”

“Eu observei de longe. Você se tornando um único com Riolu em seu treinamento, entrando em forma novamente com ele sendo seu parceiro, e aceitando gradativamente que tinha uma forte concorrência para superar no Circuito, servindo como combustível para queimar sua determinação.........as distrações e as surras que levava daquela outra humana, assim como o tapa que recebeu de Serena”

“A Bia.....” – Ash suspirou – “Ai.....que ilusão eu vivi....” – E dirigiu-se ao Greninja novamente – “Por que ficou me espionando? Ao invés de me confrontar pessoalmente sobre minhas atitudes?”

“Eu queria ter certeza de que aprenderia de uma vez por todas a não explodir facilmente por causa de derrotas. E quando eu decidisse que estava pronto, sendo um humano bom, aquele que eu achei que vi que era em Kalos mesmo com derrotas feias, eu iria aparecer”

“Demorou...por que mesmo depois da Ilha de Ferro, você continuou me observando, sem me confrontar pessoalmente”

“Me expus mais, na intenção de dar dicas. E assim que você sofresse uma derrota, e eu tivesse certeza de que não iria surtar, eu apareceria”

“Eu não perdi mais depois da Ilha de Ferro..........o que nos leva a Newage”

“Seguindo-o até Veilstone, descobri sobre essa conspiração dessa Organização, e o caos sendo pregado em toda a Sinnoh. Igualmente o segui até o Monte Coronet, e decidi esperar na base. Mas então, após algumas horas, eu senti uma intensa aura sinistra surgindo do nada. Como o que Lucario sentiu. Eu sabia que você e seus amigos estavam em perigo, e não poderia ficar parado. Eu joguei fora todo o meu plano de aparecer em uma derrota, e decidi que iria me relevar, ajudando-os na luta contra tal aura sinistra, que ficava cada vez mais e mais intensa à medida que eu escalava o monte”

“Você viu os Unowns e os Guardiões do Lago?”

“Subiram ao meu lado, por conta própria. Eu era o metido no meio. Quando finalmente cheguei no Pilar da Lança, vi Giratina prestes a atacar vocês. E então, e imediatamente saquei meu Talho Noturno, e dei o meu melhor salto para interceptar o ataque”

“E o resto, é história” – Ash sorriu, antes de manter um sorriso de canto para Greninja – “Obrigado. Você nos salvou”

“Não iria deixa-lo na mão. Nunca”

Ash então olhou para baixo, e uma última pergunta veio a sua mente:

“Greninja. Acha que eu me tornei digno?”

Greninja olhou para o Treinador, e concordou com um sorrisinho de canto:

“Se não fosse digno, o deixaria para ser comido pelo Giratina”

“Oh....” – Ash riu – “Ai ai.....quem diria que você seria tão irônico”

.....................................

Lucario havia encerrado a sua ligação através da aura entre os dois, que abriram os olhos e se levantaram. Lucario se afastou, enquanto Pikachu, Dragonite, Farfetch’d e Gengar se aproximaram:

“Piiika-Piikachu?”

“Pikachu, agora as coisas foram resolvidas com a gente” – Ash disse para o Pokemon, antes de olhar para os outros Pokemon – “Sim, o Greninja veio para ficar! Em breve, eu contarei como foi”

“Piikaachu!”

Pikachu comemorou animado, indo até seu ex-companheiro. Gengar, Dragonite, Farfetch’d e Lucario se entreolharam, e trocaram sorrisinhos dos tipo maldoso, de canto, e gentil, e deram novamente as boas-vindas ao regresso. Ash estendeu as mãos para o pokemon:

“É ótimo tê-lo novamente. Seja bem-vindo”

“Greeniinja!”

Os dois selaram um cumprimento. Curiosamente, o por do sol no bosque fazia a cena parecer quase idêntica ao cumprimento que tiveram em sua despedia anterior. Com a única exceção do Greninja não estar na forma Ash-Greninja. Ao quebrarem o cumprimento, Ash disse animado:

“Mas beleza! Vamos entrar em forma! Temos um oitavo ginásio para enfrentarmos! E vamos vencer com estilo!”


Notas Finais


Então é isso pessoal, mais um capítulo ^^
Espero que o relato não esteja tosco. Mas ao meu ver, isso aqui é logicamente aceitável como uma explicação de como o Greninja foi parar no Japão
O próximo de capítulo, que sai daqui alguns minutos, é a chegada em Sunnyshore, bem como a busca pelo Magmarizer e o Electrizer
Obrigado pela leitura, cuidado com o vírus, e até breve :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...