História Pokémon: Mundo alternativo - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Delia Ketchum, Gary Carvalho, Giovanni, Grace (mãe de Serena), James, Jessie, Meowth, Personagens Originais, Pikachu, Professor Carvalho, Serena
Tags Amourshipping, Ash, Serena
Visualizações 101
Palavras 1.661
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pessoal, como amanhã é feriado aqui no meu estado, decidir postar o capítulo hoje.

Preparados? Então segue o bonde e sai de baixo!

Capítulo 3 - Novos Pokemons! O reencontro e medo de insetos!


POV ASH ON

            ALGUMAS HORAS DEPOIS:

Eu e Pikachu estávamos escondidos atrás de uma árvore e tinham acabado de avistar um Pokémon. Aponto a pokedex em sua direção:

- Caterpie, o Pokémon lagarta, Caterpie tem um apetite voraz. Pode devorar folhas maiores que o corpo diante de seus olhos. De sua antena, este Pokémon libera um odor terrivelmente forte.

 

- Pronto amigão?

- Pikacha. – Confirma Pikachu.

- Use choque do trovão.

Pikachu ataca Caterpie deixando inconsciente. Aproveito e jogo a pokebola:

- Pokebola vai.                       

Caterpie é sugado para dentro da pokebola e depois de três balançadas, é feita minha primeira captura. Vou até a pokebola e libero o mesmo e dou a ele uma fruta para recuperar suas forças.

- Olá Caterpie, meu nome é Ash e esse é o Pikachu. Espero que possamos ser amigos. – Digo a ele sorrindo.

- Pikacha. – Confirma o próprio.

Caterpie olha para nos confuso e depois sorrir.

- Pieeee. – Fala animado.

- KYAAAAAAAAAA! – Escutamos um grito vindo de dentro da floresta.

- O que é isso?

- Pikachu.

- Vamos pessoal. – Começamos a correr até encontramos muitos pokemons insetos e, uma garota e um Pikachu? Aponto a pokedex para os pokemons:

- Weedle, o Pokémon inseto peludo, Weedle tem um senso de olfato extremamente agudo. É capaz de distinguir seus tipos favoritos de folhas daqueles que não gosta apenas de cheirar com sua grande probóscide vermelha (nariz).

 

- Pikachu, choque do trovão.

 

Pikachu ataca as Weedles nocauteando- as. Vou até a garota e pego sua mão, puxando- a para longe.

- Vem rápido. – Falo enquanto corria com ela. Depois de alguns minutos correndo, paramos e acabo encarrando a mesma, no qual era muito familiar.

 

- Espera, essa garota é a ....- Digo em meus pensamentos.

 

ASH POV OFF

 

- Serena? O que você faz aqui. – Pergunta o garoto surpreso.

 

- Ash, é você? – Pergunta quase chorando. – Ash, finalmente te achei. – Diz Serena abraçando o mesmo, deixando Ash vermelho de vergonha.

 

- Como assim?- Pergunta confuso.

 

Serena empurra Ash zangada.

 

- Idiota, você foi embora e nem me disse nada! Eu corri que nem uma doida atrás de você! Achei que a gente ia nessa jornada juntos que nem você falou. – Diz a garota com um certo rubor na bochechas e lagrimando. Ash limpa as lagrimas da mesma e olha em seus olhos:

 

- Desculpa, eu sei que eu prometi isso pra você, mas achei melhor vim sozinho.

 

- Você é um completo idiota.- Diz Serena abraçando- o de novo. – Não sai mais de perto de mim, ta bom? – Ela volta a chora.

 

- Nunca, mas como você me achou?

 

- Eu fui no centro pokemon de Viridian e perguntei pra enfermeira Joy e ela disse que você tinha saído de manhã pra cá. E eu fui atrás

 

- Entendi- Diz Ash enquanto abraça a garota, até que a mesma ver o Caterpie e entra em pânico.

 

- KYAAAAAAAAAA! QUE BIXO É ESSE. – Diz Serena enquanto se abraça mais em Ash, esfregando seus seios no mesmo deixando- o nervoso.

 

- O QUE VOCÊ TEM CONTRA ELE!?

 

- ESQUECEU QUE EU NÃO GOSTO DE INSETOS!

 

- Caramba, eu esqueci. MAS ISSO NÃO SIGNIFICA QUE VOCÊ DEVE ENTRA EM PÂNICO! E, você pode se soltar de mim. – Diz o garoto enquanto Serena percebe que estava fazendo.

 

- Ai, d-desculpa eu não tinha percebido. – Serena fica vermelha.

 

- Tudo bem. – Ash olha para baixo. – Essa Pikachu não é aquela do laboratório amigão?

 

- Pikacha. – Confirma Pikachu.

 

- O professor me deu ela como meu Pokémon.

 

- Ei Serena.- A mesma encarra Ash. – Quer passa a noite com a gente? – O rosto da garota começa a queimar e Ash percebe. – N-não desse jeito, quer disse, v-você entendeu. – Diz o garoto nervoso.

 

- T-tudo bem, eu entendi. – Fala Serena também nervosa.

 

A NOITE:

 

Ash e Serena estavam em uma clareira com seus pokemons e conversavam sobre coisas aleatórias enquanto se preparavam para dormir. Enquanto isso, os dois Pikachu e Caterpie estavam em cima de uma árvore, conversando sobre seus sonhos. Caterpie havia falado aos dois de que seu sonho era um dia evoluir para Butterfree e poder voa, mas pra isso precisava ficar mais forte junto de seu treinador e amigo. Depois de conversarem por horas, os três acabam adormecendo, junto de seus treinadores.

 

NO OUTRO DIA:

 

Era de manhã e os jovens treinadores conversavam sobre o que iriam fazer e quais os seus sonhos.

 

- Então, você vai participar da liga Pokémon? – Pergunta Serena.

 

- Isso, e você quer se torna uma performe?

 

- Sim, eu sempre quis me torna uma. Acho mesmo que eu só vim atrás de você?

 

- Que nada, no fundo eu sabia sua outra intenção.

 

Após horas de caminhada, o treinador avista muitos Pidgeys em uma clareira e aponta seu pokedex nos pokemons:

 

- Pidgey, o Pokémon pássaro minúsculo, Pidgey tem um senso de direção extremamente aguçado. É capaz de retornar infalivelmente ao seu ninho, por mais distante que possa ser removido de seu ambiente familiar.

 

- Vamos capturar um amigão, pronto?

 

- Pikapika. – Confirma Pikachu.

 

- Aquele Pikachu, choque do trovão.

 

Pikachu ataca um dos Pidgeys deixando fraco e fazendo os outros fugirem pelo susto. Pidgey se levanda e usa o ataque rápido.

 

- Ataque rápido também.

 

Os dois disputan e empatam. Pidgey aproveita para usar um ataque de areia (SAND ATTACK).

 

- Use agilidade.

 

Pikachu devia do ataque, aparecendo na frente do adversário.

 

- Choque do trovão.

 

O rato elétrico disfere um ataque a queima roupa, nocauteando Pidgey.

 

- Pokebola vai!

 

Pidgey é sugado para dentro do item, e depois de três balançadas é dado o sinal da captura. Ash vai até a pokebola e a pega em sua mão liberando o seu novo pokemon.

 

- Bem vido Pidgey, meu nome é Ash e espero sermos amigos. – Fala Ash sorrindo.

 

- Pikapi.

 

- Bem vindo Pidgey.- Diz Serena.

 

- Pidgeooo. – Diz o pokemon contente com seu novo treinador, mas a alegria dura pouco quando Ash ver uns certos vilões se aproximarem.

 

- Miau, olhem o pirralho.

 

- Parece que o nosso encontro foi mais rápido do que pensamos. – Revela Jessie.

 

- Hora da nossa revanche, preparem- se pra batalhar! – Exclama James

 

- Quem são eles? – Pergunta Serena.

 

- Eles são a equipe Rocket, um grupo de bandidos que roubam pokemons para seus planos malignos. – Explica Ash.

 

- O que a gente faz então?

 

- Eu resolvo isso, fica atrás de mim, tá?

 

Serena cora e acena com a cabeça.

 

- Mais olha só, se mostrando cavalheiro para a pirralha.

 

- Não pense que vamos poupar sua namorada.

 

- Ela não é minha namorada. Mas e vocês, não vão me atacar.

 

- Claro que sim, prepare- se para Ekans.

- E para o Koffing

 

Os dois são liberados e se colocam em posição de ataque.

 

- Pidgey, Pikachu, prontos? – Os dois acenam que sim com a cabeça.

 

- Pikachu e Pidgey, ataque rápido.

 

Os dois pokemons partem pra cima dos adversários e acertam seus ataques.

 

- Ekans, mordida.

 

- Pidgey, ataque de asa (WING ATTACK).

 

Os pokemons disputam e empatam.

 

- Koffing, aproveite a brecha e use investida.

 

O Pokémon gás ataca Pidgey e deixa- o atordoado.

 

- Ekans, use embrulho.

 

- Pikachu, proteja- o com multiplicar.

 

Pikachu fica na frente de Pidgey e utiliza seu ataque, protegendo seu companheiro.

 

- Pidgey, rajada de vento (GUST) e Pikachu, choque do trovão.

 

- Evasiva.

 

Os adversários desviam dos ataques.

 

- Ekans, use olhar penetrante.

 

- Koffing, gás venenoso.

 

Os ataques dos Rockets deixa Pikachu envenenado e Pidgey fica paralisado.

 

- Não pessoal.

 

- HAHAHA! É o seu fim.

 

- Acabo pirralho.

 

- Miau, é isso ai.

 

Ash range os dentes e pega a pokebola de Caterpie.

 

- Pessoal, não se preocupem. Eu vou vencer. – Os pokemons recuam e Serena pega- os.

 

- Serena, cuide deles por mim. – A garota acena positivamente com a cabeça. – Caterpie, eu escolho você!

 

Ash libera Caterpie e os Rockets caem na gargalhada.

 

- HAHAHAHA.

 

- Do que vocês estão rindo!? – Pergunta Ash irritado.

 

- Do Pokémon que você jogou pra lutar.

 

- É uma completa piada.

 

- Vamos acabar com eles.

 

- Ash, não liga pra o que eles dizem, todos nós acreditamos em você. Não desista até o final.

 

Ash para e se lembra do que dizia para a garota. O mesmo sorri de canto.

 

- Certo então. Vamos lá Caterpie!

 

- Pieee!

 

- Caterpie, use estilingada (STRING SHOT) e arremesse- os.

 

Caterpie dispara um jato grudento ( até já sei o que estão pensando seu pervertidos) e prede os dois pokemons dos Rockets, arremessando logo em seguida e deixando os mesmos inconscientes.

 

- ELE DERROTOU TODOS ELES COM UM ATAQUE!? – Gritam os três vilões.

- Eu venci, o que vocês faram agora?

 

- Você vai ver da próxima vez. Vamos fazer a equipe Rocket decolar na velocidade da luz. – Diz os três voando com suas mochilas foguete, indo embora.

 

Serena e os outros pokemons vão até Ash.

 

- Você conseguiu Ash, você é incrível.

 

- Que nada. A vitória foi do Caterpie. – Ash vai até seu pokemon. – Você é incrível Caterpie.

 

- Pieee! – Caterpie sorri e começa a brilhar e a mudar de forma, até que para de se transforma mostrando evolução. – Metapod.

 

- Ele evoluiu. – Diz Ash sorrindo enquanto aponta a pokedex para seu Pokémon.

 

- Metapod, o Pokémon casulo, A concha que cobre o corpo deste Pokémon é tão dura quanto uma laje de ferro. O metapod não se move muito. Ele fica parado porque está preparando suas entranhas suaves para a evolução dentro da casca dura.

 

- Parabéns para vocês dois. – Diz Serena sorrindo. Metapod se aproxima da garota e ela se desespera.

 

- KYAAAAAAA! SAI DE PERTO DE MIM! – Diz a garota se escondendo atrás da árvore, deixando Ash e os pokemons com uma gota na cabeça.

 

Depois do ocorrido, os nossos heróis continuam sua viajem, rumo a próxima cidade. Quais tipos de desafios eles encontraram na floresta de Viridian? Descubram no próximo capítulo.


Notas Finais


Até outro dia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...