1. Spirit Fanfics >
  2. Pokémon- Our Own Way >
  3. Capítulo Único

História Pokémon- Our Own Way - Capítulo 1


Escrita por: e IanV12


Notas do Autor


Olá, como vão? Para quem não sabe, eu sou a nova conta da antiga serenatta, hoje estou repostando o one shot que eu e o @IanV12 fizempos em comemoração aos 4 anos do amourshipp day, espero que gostem!

Capítulo 1 - Capítulo Único


- AERIAL ACE!! - Eu ordenava

Um Pokémon Antropomórfico então, corria rapidamente com sua Coluna abaixada, com seus pés e mãos brilhando...

O Pokémon ficava de frente a outro, que acerta um Soco em sua cara, e em seguida, um chute em sua forte barriga, o outro Pokémon vai para trás, mas sem muitos arranhões, seu grande porte físico o auxiliava nesse quesito...

- FLAMETHROWER!! - Ordena o Treinador do Pokémon

O Pokémon então, atira um Grande Feixe de Chamas, como um Dragão, que era sua aparência...

- DOUBLE TEAM!! - Ordeno

Meu Pokémon então, cria vários Clones de si mesmo, vários Pokémon que pareciam Sapos em um modo Furtivo, um Ninja...

As Chamas consegue eliminar boa parte dos Clones, mas alguns sobravam...

- WATER SHURIKEN!! - Ordeno

O Pokémon, então, cria uma Shuriken de Água, e começa a correr contra deu Adversário, ele se revela então, como um Greninja...

- DRAGON CLAW!! - Comanda o Treinador

O Pokémon então, cria uma Aura Verde em volta de suas Garras, e com suas Asas, vai em direção à Greninja, o mesmo se revela, como um Charizard...

Os Pokémon colidiam seus Ataques freneticamente, até o Treinador Rival falar...

- Key Stone, responda ao meu Coração, além da Evolução, Mega Evolução!!

Essa a Frase de um dos meus Maiores Rivais, Alain, na qual eu estava tendo uma Revanche valendo o Título de Campeão de Kalos...

Charizard então, une laços com seu Treinador, o fazendoele ser coberto por uma Aura, ele tem aumenta de Tamanho, cria mais chamas, e ganha mais detalhes por seu Corpo...

A Aura some, e se revela um Mega Charizard X...

- ZAAAAAAAAAARD - Grunhe

- Beleza Greninja, Forte, mais Forte!! - Dizia fazendo movimentos de soco no ar, que Greninja imitava...

Greninja, então, corre em Direção à Charizard, e no meio do Percurso, é envolvido por Águas que rodavam ele com um WHIRLPOOL...

Ele então, dá um Grande Salto, e as Águas se concentram em suas costas, formando uma Grande Shuriken D'água...

Greninja então, a arremessa contra Charizard, e uma Explosão acontece...

- Piiika Pika? - Ouvia de um lugar que parecia distante...

Eu então, volto a olhar para a Cabine de um Pokétaxi, e vejo Pikachu me encarando...

- Ah, não era nada, só lembrei-me da minha Revanche contra o Alain há algumas Semanas, a gente teve o que merecia.

Dizia recordando do Troféu da Lumiose Conference, que estava na minha Casa, em Kanto...

A neve estava densa quanto mais avançamos, os pokétaxi que usávamos balançavam como nunca, Pikachu havia decidido se proteger do frio dentro de meu casaco, não o julgo até mesmo coberto eu estava prestes a morrer congelado.

Ao virar a cabeça, pude ver o outro pokétaxi onde Koharu e Goh acomodavam-se abraçados. Pareciam dizer palavras apaixonadas por um para o outro julgando pelos olhares que trocavam.

Eu estava feliz por finalmente aqueles meus dois amigos terem criado coragem de se confessarem e estarem assim hoje, até um pouco de inveja, talvez, acho que eu poderia estar sendo um pouco egoísta, visto que já tive minha chance de me apaixonar, mas fui lerdo demais para perceber apenas quando ela estava indo embora.

Serena...- acabei murmurando ao me lembrar daquele dia.

*FLASHBACK ON*

- LINHAS AÉREAS LATIAS; VOO 71 COM DESTINO A HOENN. ESTÁ PRESTES A DECOLAR. PASSAGEIROS QUE AINDA NÃO EMBARCARAM; POR FAVOR, APRESSEM-SE.- anunciou uma voz feminina para todos no aeroporto.

- Então, eu já vou.- Serena se virou para nós ao pararmos perto da escada rolante.- Ash, Clemont e Bonnie, eu aprendi muito com todos vocês. Não dá nem para contar.- ela falou ao começar a se despedir da gente.

- Pika Pika!- Pikachu falou agradecido perto de meus pés.

- Ligue de vez em quanto, certo?- pediu Clemont.

- Serena, espere que a gente ainda vai se rever!- prometeu Bonnie, Serena acenou com a cabeça positivamente.

- Ash, que bom que você viajou mesmo comigo. - ela se referiu somente a mim dessa vez.- Você é minha inspiração.

Abri a boca meio surpreso por essa declaração.

- Da próxima vez que a gente se ver, eu serei uma mulher bem mais atraente.- Serena falou piscando um olho.

- Ta!- declarei sorrindo ao me recuperar de antes.

- Então...- ela falou antes de ir em direção da escada rolante e a descer.

Por algum motivo, decidir segui-la, mas parei ao chegar no começo da escada.

- Ash, posso fazer mais uma coisa?- ela disse e em seguida subiu em minha direção, me deixando confuso sobre o que ela poderia fazer.

Desse modo, Serena veio subindo, subindo ficando próxima demais de mim e nossos rostos perto um do outro.

Até o momento em que nossas bocas se encontraram em um selinho rápido e serem separados pela escada rolante seguindo seu fluxo.

Eu estava atordoado, o que havia acabado de acontecer?

- Obrigada!- Serena agradeceu após se afastar mais um pouco.

Respirei fundo e dei um sorriso, mesmo sem entender direito o que tinha acabado de acontecer na época, ela ainda era uma das pessoas mais maravilhosas que eu já teria conhecido.

- Tchau, Serena!- gritei e acenei para ela junto de Pikachu, Clemont, Bonnie e Dedenne até a perdemos de vista.

Alguns momentos depois, fomos para a parte de fora do aeroporto vê o avião dela decolar.

- Serena!- Bonnie gritou para o veículo até ele desaparecer pelas nuvens.

- Foi embora!- anunciou Clemont.

- Serena é forte, não precisamos nos preocupar. Ela vai ficar muito mais forte em Hoenn.- falei confiante.

- É sim!- disse Clemont mantendo a confiança.

*FLASHBACK OFF*

- Antigo Ash, oh muleke imbecil do caralho!- me lamentei para mim mesmo trazendo a atenção do Pikachu.

- Pikapi?- gruniu confuso.

- Não é nada, amigão.- fiz carinho em sua cabeça enquanto falava.- Olha, parece que estamos chegando!- exclamei apontando para a nossa frente.

Os pokétaxi começaram a aterrissar e eu pude ver um pouco do local. Era tudo coberto de neve, grandes árvores com seus galhos cobertos e uma ventania forte que fazia os pokémon do local se esconderam para se protegerem do frio, esse era o Crown Tundra.

Ao chegarmos no chão, eu fui o primeiro a sair e tive uma visão de dois de meus grandes amigos, Clemont e sua irmã mais nova Bonnie junto de seu pequeno Dedenne, e ao lado, um Quilladin. Assim como eu, Pikachu ficou feliz por reencontrá-los e desceu do meu ombro para cumprimentar seus amigos Pokémon, eu por outro lado fui surpreendido por um abraço de Bonnie.

Eu o retribui e fui em direção de Clemont para cumprimentá-lo com uma batida de mão.

- Ash, quanto tempo.- Clemont disse ainda segurando minha mão.

- Nem parece que já fazem quatro anos.- falei soltando minha mão e me abaixando.- Oi Dedenne, uou parece que você evoluiu, parabéns Quilladin!- cumprimentei os pokémon que brincavam com Pikachu.

Eles me responderam dizendo seus próprios nomes felizes.

- E agora eu sou uma treinadora!- Bonnie exclamou alto voltando minha atenção para ela.

- Mas, e então, qual foi seu inicial?- perguntei empolgado para ela, porém antes de deixá-la responder, lembrei do casal que me acompanhava.- Ah, claro, vocês ainda não se conhecem, Clemont e Bonnie, esses são meus amigos de Kanto, Koharu e Goh. Koharu e Goh, esses seus meus amigos de Kalos, Clemont e sua irmã Bonnie.- falei apontando respectivamente para todos.

- Prazer!- repetiram juntos.

- Espera, você é bonita, já sei!- Bonnie dizia olhando para Koharu.- Por favor, você poderia cuidar do meu irmão?- falava ajoelhada.

- Bonnie!- gritou Clemont envergonhado puxando a irmã mais nova para longe.

- Hehe.- ri também envergonhado enquanto Goh e Koharu me olhavam confusos.

- Para de me puxar, Clemont, eu só estou atrás de alguém para você, o tempo passa rápido, viu?- a garota loira reclamava.

- Bonnie, meio que eles namoram...- falei baixinho me aproximando dela.

- Ótimo, casais poliamor tão aí pra isso!- ela concluiu aumentando mais a vergonha de todos.

- Parece que certas coisas nunca mudam hehe!- falei descontraído

Após eu explicar o grande mal entendido ao casal, nos rimos juntos e fomos em direção a uma vila onde ficaríamos hospedados.

- Esperar, você realmente SUBIU em LUGIA?- Bonnie perguntou extremamente empolgada para Ash após ouvir algumas de suas histórias desde a última vez que se viram no caminho para a vila.

- Isso.- afirmei coçando minha bochecha.

- E isso não é tudo, Lugia ainda falou com ele.- Goh concluiu aumentando ainda mais o brilho nos olhos de Bonnie.

- Uau!

- Parece que você não mudou nada mesmo, não é Ash?- Clemont entrou na conversa me deixando novamente sem jeito.

- Talvez.- respondi risonho.

Enquanto andávamos, conversamos sobre mais alguns assuntos, incluindo como Koharu e Goh se conheceram.

- E foi isso.- Goh concluiu a história.

- Interessante.- Bonnie falou concentrada e olhou para mim.- Ei Ash, não foi também em um acampamento que você e a Serena se conheceram?

- A-ah sim, f-foi sim.- espera, por que eu gaguejei?

- Vai que é coisa do destino, pessoas que se conheceram em acampamentos quando pequenos ficarem juntos.- ela concluiu me deixando mais nervoso, e para piorar, ela percebeu.- Uhu, falei algo errado? Ah desculpa, é que depois do aeroporto...

- Bonnie!- repreendeu Clemont, acho que eu deveria estar mais vermelho que um tamato Berry.

Como resposta, ela riu, e para minha sorte Goh e Koharu apenas nos olharam confusos, Pikachu, Dedenne e Quilladin, que brincavam esse tempo, não deviam ter escutado.

O caminho se seguiu com o assunto morrendo ali, Goh começou a conversar com Clemont sobre tipos elétricos e Koharu parecia admirar os pokémon selvagens que passavam por nós.

Eu fazia o mesmo, havia muitos pokémon que eu nunca vi, me mantia concentrado neles.

- E aí, por que você ficou tão nervoso quando falei da Serena?- Bonnie me tirou da concentração quando já estávamos mais afastados dos outros.

- Só fui pego de surpresa.- menti.

- Uhum, tudo bem, só lembra que hoje é o aniversário da Serena, vê se não perde tempo!- ela me aconselhou e se afastou.

O que ela queria dizer com não perde tempo?

Antes que eu tivesse chance de pensar na resposta, nos chegamos a Freezington.

Era uma vila pequena, tinha poucas casas e consequentemente poucos habitantes, pareciam viver a base de agricultura a julgar pela grande quantidade de plantio, todas com alguma coisa plantada, apesar da neve.

- Finalmente chegamos!- anunciou Clemont.

- É, parece legal.- eu disse analisando tudo a minha volta.

- Com certeza, principalmente porque aqui há relatos de pokémon que parecem com as aves lendárias de Kanto, mas diferentes.- falou Goh com olhos brilhantes.

- Deixa eu adivinhar, você vai querer pegá-los, né?- supôs Koharu.

- Lá vamos nós de novo.- coloquei a mão no rosto.

- Que tal ao invés de ficar parados, a gente não continua andando?- perguntou Bonnie muito a frente da gente.

- É uma boa.- concordei.

- Falando nas aves lendárias, você lembra quando lutou contra Zapdos na nossa jornada, Ash?- Clemont me perguntou.

- Bem, claro, foi nessa luta que o Noibat evoluiu para Noivern, aquela luta foi foda! Não foi, amigão?- me recordei junto do Pikachu que permanecia perto.

- Você já lutou contra Zapdos?- Koharu disse impressionada.

- Como assim você já lutou contra Zapdos antes daquela vez? Ganhou? Dava para ter me ajudado a capturar naquela vez.- Goh falou indignado.

- Porra Goh, você queria pegar ele só com pokébola normal, como caralhos você queria que eu te ajudasse?- rebati.

- Vem, gente.- Bonnie atraiu nossa atenção.- Chegamos!- ela anunciou em frente a uma cabana.

- Vocês finalmente chegaram!- falou uma voz masculina misteriosa atrás de nós, o que assustou a todos, menos Bonnie.

- Olá, Peony!- Bonnie falou para a voz, ela pertencia a um homem de estatura alta, com pele morena, boné marrom e roupa inteiramente laranja.

- Já que estão aqui, vão entrando, tem chá gelado, não quero que esquentem a cabeça.- o homem falou nos empurrando para dentro da cabana junto dos pokémon.

Lá dentro, estava ninguém menos que Grace, a mãe de Serena.

- Grace, os pivetes chegaram, algum sinal de vida da Serena?- Peony disse ao entrarmos.

- Até agora nada, Peony.- Grace respondeu ao homem e depois se voltou para mim e o casal Goharu.- Olá Ash, você está ótimo, e eles devem ser Goh e Koharu, certo?

- Obrigada, Grace, a senhora também, e sim, eles mesmos!

- Prazer!- falaram juntos.

- Para onde Serena foi?- Bonnie perguntou olhando os mais velhos.

- Ela foi EM BUSCA SO SAGRADO AÇÚCAR DAS NEVES DO CROWN TUNDRA!- Peony respondeu de forma eu diria inusitada.

- Ah, certo, ela vai demorar?

- Já deve está perto de chegar, Bonnie.- Grace respondeu.

- Hey, pivetes, ouvi vocês falando sobre as aves.- Peony chamou nossa atenção.- Já tem anos que eu ouço falar das 3 Pidgeys Lendárias, sempre pensei que elas só eram de Galar, mas acho que cantei antes da vitória haha. Falando em Lendários, teve uma vez que eu estava pescando em uma neblina, e no outro lado do rio, tinha um Pokémon que parecia um Raboot... Às vezes eu penso que era um Calyrex,  mas posso estar tundramente enganado haha. Isso fez eu querer pescar cada vez mais, e pesco até hoje, quem sabe não o vejo de nov...- ele nos contou até ser interrompido por-

- Cheguei!

Na porta entrava Serena, ela estava linda como sempre, até demais do que eu me lembre, e devia não ter percebido nossa presença no começo, já que...

- Ah, oi mãe, oi Peony, oi Clemont e Bonnie, oi, vocês devem ser Koharu e Goh, prazer! Oi Ash, pera ASH?- ela gritou ao me ver, bem, eu faria o mesmo, já que nossa última interação pessoalmente foi no aeroporto...

- Err oi.- acenei para ela.

- Finalmente juntos, esperei tanto por esse reencontro.- Bonnie falou emocionada fazendo eu e Serena corarmos.

- Que bom te ver, Ash, já faz tempo!- Serena ignorou Bonnie e agiu normalmente.

- S-sim, né...- falei gaguejando de novo, cara, eu odeio essa merda.

- Pikachu, eu estava morrendo de saudades!- ela se virou para Pikachu e o agarrou quando ele pulou em seus braços, admito que queria ser ele... pera, eu não pensei isso.

- Pika!- o meu companheiro de anos repetiu seu próprio nome feliz.

- Pelo jeito o Ash continua cuidando muito tempo bem de você, certo?- Serena fazia carinho no pelo dele.

- Pikaaaaa...- Pikachu falou tirando risadas fofas delas.

- Já que você chegou, Serena, está na hora dos parabéns, não acha querida?- Grace perguntou a ela.

Serena concordou e assim começou a organização para o momento. A aniversariante começou a puxar papo com Goh e Koharu, eles pareciam se dar bem, Clemont junto de Peony ajudavam Grace, os Pokémon, agora adicionado ao recém evoluído Pangoro, Delphox e Sylveon de Serena; Quilladin, Bunnelby e Luxray de Clemont; Greninja, Talonflame, Hawlucha e Noivern que eu havia trago comigo junto de Pikachu para matar a saudade; e Dedenne, Geleca e os pokémon de Bonnie um Tyrantrum e Carbink, brincavam lá fora.

Enquanto eu os observava, Bonnie chegou perto de mim.

- Então, vamo tomar coragem?

- Não sei do que você ta falando, Bonnie.

- Fala sério, Ash, esse é o momento perfeito, depois de 4 anos, você diz que gosta dela também, ela vai se surpreender, ta ligada?- me sugeriu.

- Da onde você tirou que eu gosto dela?

- Amigo, todo mundo já percebeu, menos você e ela.

- Como você sabe que ela não percebeu?

- Ah, simples, eu perguntei, mas ela ficou "Você ta vendo muito filme, Bonnie, a vida não é essa".- ela falou imitando Serena.

- Espera, VOCÊ PERGUNTOU?- pronto, acho que me fudi nessa.

- Sim, qual o problema?- ela perguntou inocentemente, só que de inocente não tem nada.

Antes que eu pudesse citar todos os problemas, Grace nos chamou para o momento esperado.

Serena realmente cumpriu sua promessa de estar mais atraente, porque com certeza ela estava, e como estava... Nós reunimos ao redor de uma mesa e começamos a cantar.

Meus olhos não saiam de lugar se não fosse para olhar Serena, era algo que eu não conseguia compreender, quando me dei conta, a música estava acabando, a aniversariante parecia emocionada, é incrível como ela fica perfeita em qualquer ângulo. E então os parabéns chegaram a sua reta final, Serena se preparava para soprar as velas, até que Bonnie começou...

- COM QUEM SERÁ, COM QUEM SERÁ, COM QUEM SERÁ QUE SERENA VAI CASAR, VAI DEPENDER, VAI DEPENDER, VAI DEPENDER SE...- a menor entre nós cantava a música alegremente só, todos mantiam os olhares nela concentrados.- SE O ASH VAI QUERER!- concluiu ainda animada e atraindo todos para mim, puta que pariu Bonnie, você me paga.

Algum tempo depois dessa cena, todos decidiram ignorar o que aconteceu e começaram a interagir entre si enquanto comiam bolo, eu tentei ao máximo ignorar tudo, mas não dava, eu vi meu rosto na hora, mas deveria estar muito vermelho. E ainda havia o fato de Bonnie ter literalmente perguntado a Serena se ela percebeu que eu gostava dela, e a resposta também não foram uma das melhores, será que ela havia parado de gostar de mim? Bem, não a julgando, depois de todo esse tempo, quem esperaria?

Agora eu estava do lado de fora da cabana interagindo com meus pokémon.

- Ash?- Serena apareceu na porta me chamando.

- O-oi Serena.- após minha resposta, ela se aproximou enquanto meus pokémon se afastaram.

- Então... mal tivemos tempo para conversar, vi que tive sua revanche contra o Alain.

- Sim, o Alain é um dos caras mais fortes que já conheci, digo com certeza que algumas de minhas melhores batalhas foram com ele. E você... realizou seu sonho de ser rainha de Kalos, certo?

- E não fiz isso sozinha, meus pokémon foram que conquistaram tudo, pelo jeito até como Rainha eu continuo mais recebendo do que dando.- deu uma risada leve sem jeito.

- Para de falar isso, você ajuda bastante as pessoas, você estava com seus pokémon para realizar tudo, e tenho certeza que será a melhor Rainha de Kalos que já existiu!- falei olhando para frente, mas percebi que ela tinha seu olhar sobre mim.

- Obrigada Ash, eu não tenho palavras para te agradecer.

- Deixa disso, eu prometi que nunca te deveria para baixo, lembra?- virei meu rosto para ela.

Assim nossos olhos se encontraram.

- Sobre o aeroporto...- ela abaixou a cabeça.

- Ei,- peguei em seu queixo para poder voltar a olhar aqueles lindos olhos azuis.- Eu nunca tive a chance de responder aquele beijo, acho que não deveria tirar conclusões que eu não gostei, porque foi muito pelo contrário... Acho que gostaria de repetir.

Foi a última coisa que falei antes de aproximar nossas cabeças e nossos lábios se tocarem.

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...