1. Spirit Fanfics >
  2. Pokémon Restructure: Unova Arc >
  3. Reencontrando um Velho Rival

História Pokémon Restructure: Unova Arc - Capítulo 111


Escrita por:


Notas do Autor


Começando sua viagem em direção às Ruínas Brancas para ver o Professor Juniper, Ash e seus amigos pegam um navio da cidade de Nuvema, e estão prestes a fazer sua primeira parada em Aspertia.

Capítulo 111 - Reencontrando um Velho Rival


Fanfic / Fanfiction Pokémon Restructure: Unova Arc - Capítulo 111 - Reencontrando um Velho Rival

A viagem dura praticamente o dia inteiro, fazendo paradas em dois portos, incluindo Castelia, e o navio inclusive passa pelos destroços de um laboratório, o qual Cilan pesquisou e descobriu que se chamava apenas “Laboratório P-2”. Enquanto estavam no navio, eles também encontram um campo de treino no convés, e Ash e Serena passam o dia treinando com seus Pokémon.

 

Depois da batalha de Opelucid, além de Pikachu, Braixen e Sylveon, o casal estava carregando Unfezant, Servine, Boldore, Palpitoad, Pignite, Swanna, Cubchoo, Zoroark e Mienfoo, começando a prepara-los para a Liga Unova em fevereiro. Na manhã seguinte após sua partida de Nuvema, eles chegam em Aspertia.


— Chegamos!/Piiikaa! – Ash e Pikachu se espreguiçam ao saírem do navio.


— Navio é legal, mas terra firme é bem melhor. – diz Iris.


— Meu coração vibra de emoção quando eu venho a um lugar que nunca estive antes. – diz Cilan.


— Quantas lembranças... – Serena olhava de forma melancólica para o mar.


— É mesmo, foi aqui onde sua jornada em Unova começou. – sorri Ash.


— Sim... em julho, eu cheguei nessa cidade, de hidroavião. – Serena fala – Foi aqui onde também conheci Bianca, Hugh e Rosa.


— É mesmo, lembro que Hugh e Rosa contaram que são de Aspertia. – lembra Cilan.


— Será que podemos encontra-los por aqui? – indaga Iris.


— Seria legal. – Ash fala, olhando para a cidade além do porto, sentindo as auras que circulavam, mas nenhuma específica, tirando uma mais perto do centro, no que ele deduz se tratar de Cheren. Quando ele olha para Serena, percebe que a noiva segurava três de suas Pokébolas.


— Braixen, Sylveon, Zoroark, saiam agora! – ela lança as Pokébolas para o ar, revelando suas Pokémon.


— Braaai!/Veoooon!/Aaaark!


— Ei, meninas, estamos de novo na cidade de Aspertia. – Serena sorri – Lembram de quando chegamos aqui? Toda nossa viagem, em quase meio ano, começou daqui.


— Braaaai. – Braixen inala para sentir o ar que vinha do oceano, assim como Sylveon e Zoroark, que chegara a estas terras como Zorua, e tem chegado longe em seu próprio desenvolvimento.


— E onde fica o Ginásio Aspertia? – Ash pergunta.


— É só seguirmos o mapa. – diz Cilan, com seu palmtop na mão – Também tem um Clube de Batalha por aqui.


— Foi onde eu me registrei para os Clubes de Batalha de Unova. – Serena fala.


— Embora, na verdade, eu mal posso esperar pra ver o ginásio. – diz Ash.


— Eu vi o Cheren uma única vez, quando ele veio desafiar o Ginásio de Striaton na época em que ele participou da Liga Unova. – revela Cilan.


— O Ginásio de Aspertia é também a escola preparatória deste lado de Unova. – informa Serena.


— Bom, vamos pra lá agora. – Ash se anima.


______________________________

 

Eles andam pela cidade por algum tempo, pois Serena queria também mostrar os locais que viu até chegar no ginásio. Eles param por alguns minutos numa lanchonete para tomarem um refresco, até que chegam na escola que era o Ginásio Aspertia.


— Tchan-tchan! Aqui estamos! – Serena sorri.


— Realmente, tem aquele clima fresco de escola primária. – diz Cilan.


— Você disse que o Cheren também é um professor aqui, certo? – Ash pergunta, e Serena acena com a cabeça.


— Ora, quem temos aqui? – os quatro ouvem uma voz e olham para frente, e Serena reconhece o homem: era o inspetor da escola, e também o juiz do ginásio – A desafiante de Kalos está de volta.


— Olá, é muito bom estar aqui de novo. – sorri Serena.


— E você deve ser Ash Ketchum. – ele olha para o moreno ao lado de Serena – Cheren já falou a seu respeito. Bem-vindo ao Ginásio de Aspertia.


— É bom estar aqui./Pikaa. – respondem Ash e Pikachu.


_____________________________

 

O grupo é guiado pelos corredores da escola, onde alguns alunos os observavam, impressionados também com o Pikachu nas costas de Ash. O inspetor também ia explicando para Ash e os demais sobre como funcionava aquela escola.


— Esta é uma escola dedicada exclusivamente à formação de aspirantes a Treinadores Pokémon. – o inspetor ia dizendo – Nós ensinamos aos alunos tudo o que eles precisam saber. Eles serão Treinadores bem preparados quando saírem. Estar preparado é a nossa prioridade número um. É o que fazemos.


— Isso é inspirador. – Ash sorri.


— E não é só isso. Mesmo depois que os alunos se formam, a escola continua a orientá-los. – Serena fala – Foi uma das coisas que aprendi quando cheguei aqui. E essa orientação aos Treinadores formados também é outra função do ginásio.


— Que conceito fascinante. – sorri Cilan – É perfeito. Como eu também sou Líder de Ginásio, me senti assim quando construí o meu ginásio.


— Pelas roupas, você é um dos três Líderes de Ginásio de Striaton, correto? – pergunta o inspetor – Já que ele também tem a função de restaurante.


— Isso mesmo. – confirma Cilan – E você está certo. Tornar-se Treinador não é o fim de uma estrada de longo percurso. Um Treinador deve continuar a batalhar duro, batalhar e batalhar. Embora às vezes, você possa se sentir sozinho e perdido, mas nada é mais gratificante do que ajudar de verdade um Treinador no momento em que ele mais precisa.


— Exatamente, e o Cheren pensa da mesma forma. – diz o inspetor – Ah, e falando nele...

 

Todos olham para frente, e veem algumas crianças passando no corredor, junto ao jovem de cabelos Chanel pretos e roupas de professor, passando algumas lições básicas para as crianças.


— Cheren, tem convidados. – diz o inspetor.


— Eu já vou. – confirma Cheren – Crianças, anotem aonde paramos e continuamos daqui em outra ocasião.


— Tá bom, muito obrigado! – três das crianças agradecem e saem, indo para sua sala, enquanto Cheren anda até o grupo.


— Esse com certeza é um rosto nostálgico. – diz Cheren, estendendo a mão para Ash.


— Já faz muito tempo, Cheren. – Ash aceita o cumprimento.


— A Prof.ª Juniper me ligou dizendo que vocês estavam vindo para cá. – Cheren fala – Serena, Cilan, também é gratificante revê-los.


— Como vai, Cheren? – Serena sorri.


— Igualmente. É um prazer revê-lo, dessa vez como Líderes de Ginásio iguais. – Cilan também cumprimenta o moreno.


— E essa é nossa amiga Iris, da Vila dos Dragões. – Ash apresenta a morena.


— Muito prazer. – Iris sorri – E este é o meu parceiro, Axew.


— Axeeew.


— Trip tinha me falado que você tinha se tornado Líder de Ginásio um pouco depois de participar da Liga de Unova. – Ash fala.


— De fato. – confirma Cheren – Após participar da Liga Unova, fui convidado pela Liga Pokémon a ser Líder de Ginásio aqui em Aspertia, e eu aceitei. Imagino que Serena deve ter lhe falado de sua batalha aqui.


— Isso mesmo. Quando eu contei, o Ash disse que um dia viria para cá para encontra-lo. – confirma Serena.


— Eu já tenho minhas oito insígnias, mas mesmo assim, eu gostaria de batalhar contra você novamente. – Ash diz.


— Nunca pensei que chegaria finalmente o dia em que você batalharia comigo depois da Liga Hoenn. – Cheren sorri – Fico feliz em aceitar seu desafio. O que acha de fazermos em forma de exibição, com apenas um Pokémon?


— Claro, será ótimo. – concorda Ash.


— Então, está acertado. A batalha será depois da aula. – sorri o zelador – Enquanto isso, Cheren, por que não mostra a escola para eles, que ainda não a viram?


— Sim, essa é uma excelente ideia. – concorda Cheren – É só me seguirem.


______________________________

 

Andando junto com Cheren, o grupo conhece a biblioteca da escola e vai andando pelas salas e corredores. Como Serena conhecera o lugar antes, reforçava algumas explicações de Cheren, inclusive comentando sobre as aulas de campo especiais que eles fazem fora da escola, na qual ajudou em uma delas e capturou sua Mienfoo.

 

Enquanto andavam por um corredor, Axew encontra uma porta entreaberta, e resolve xeretar como toda criança curiosa, o que Pikachu percebe e tenta deter o dragãozinho.


— Pikapika? – Pikachu vê Axew mexendo nos botões e reguladores de volume do computador.


— Axewewewewewew. – sorri Axew, brincando sem se dar conta do que fazia, enquanto Pikachu tentava tirá-lo dali, mas nisso Axew derruba Pikachu e acaba acionando o microfone sem querer.


— PIKAPIKAAA!! – o grito de Pikachu reverbera em todos os alto-falantes da escola, assustando todos os alunos, funcionários e também Pokémon. A porta então é aberta abruptamente.


— O que está acontecendo?! – pergunta Ash, quando todos veem Pikachu e Axew caídos sobre a mesa de teclas do computador da sala.


— O que estão fazendo aqui? – pergunta Iris.


_______________________________


— Ai, que vergonha, me desculpe. – Ash pede.


— Por favor, nos perdoe. – Iris também fala.


— Agora, peçam desculpas vocês dois! – exige Ash.


— Pikapikachu./Axewew...


— Eu sei que estão arrependidos, estão desculpados. – Cheren fala – Mas não façam isso de novo, entenderam?


— Pika./Axew. – respondem os dois.


— Eu vou querer ouvir palavra por palavra do que aconteceu. – Ash fala para Pikachu e também para Axew, que treme um pouco – E sem esconder nada.


— Eeeew... – Axew treme mais, e Iris percebe logo que a culpa maior deve ter sido de seu Pokémon e suspira internamente... Ash não deixaria passar se aquilo causasse danos.


— Bom, o que acham de irmos para a próxima sala? – oferece Cheren, quando todos ouvem mais sons exaltados no corredor.


— O que foi isso? – pergunta Serena.


— Cinocinocinocinocinooo! – eles saem da sala onde estavam, vendo os vários Pokémon chinchilas correndo assustados pelos corredores.


— Parece um estouro de Minccinos. – diz Cilan.


— Aqueles Minccinos são criados e vivem aqui na escola. – diz Cheren – Eles dão aos nossos alunos ampla oportunidade para interagir com Pokémon de vários tipos. Aqueles Minccinos vivem na Casa Pokémon da escola, mas como eles teriam saído de lá? – ele indaga, enquanto Ash sente duas auras em uma sala que transbordavam com culpa – Espera! Será que os outros saíram também?

 

Cheren começa a correr sem dizer mais nada, no que Ash e os demais seguem o rapaz. Ao chegarem na Casa Pokémon, Cheren logo estranha a porta escancarada, e arregala os olhos ao ver o interior.


— Eu sabia!


— Todos os Pokémon... – Serena também arregala os olhos.


— Por que eles fugiriam? – pergunta Iris.


— Eles eram acostumados a ficarem perto dos alunos, por isso são mansos. Por isso, eu sei que nunca machucariam ninguém. – diz Cheren – É com o bem-estar dos Pokémon que eu estou mais preocupado. Eu tenho que encontra-los, e bem depressa.


— Acho que aquele grito do Pikachu no microfone deve ter assustado todos os Pokémon. – supõe Ash – Aquele computador é do sistema de alto-falantes da escola, certo?


— Isso mesmo. – confirma Cheren.


— Nesse caso, temos a confirmação do que os assustou. – diz Cilan.


— A pergunta agora é quem abriu a Casa Pokémon? – indaga Cheren.


— Por ora, vamos nos separar e procurar os Pokémon perdidos. – sugere Ash.


— Concordo. Se eles saírem da área da escola, vai ser mais difícil procurar. – diz Cilan.


— Então vamos. Não há tempo a perder. – incentiva Serena, no que todos acenam em afirmativo e vão se dividindo pra procurar os Pokémon.


____________________________

 

O grupo começa a olhar em volta da academia, com Ash encontrando o grupo de Sunfloras no canteiro de flores, Cilan topa com os Duckletts na piscina, e Serena e Iris encontram os Minccinos na cozinha. Depois de algum tempo, eles conseguem levar os Pokémon desgarrados de volta para a Casa Pokémon, com Cheren fazendo a contagem de cada um deles.


— Estão todos? – pergunta Ash.


— Não todos. – responde Cheren – O Shinx sumiu.


— Tinha um Shinx também? – espanta-se Serena.


— Ele pode estar dentro da escola, não acham? – pergunta Iris.


— É uma boa hipótese. Devemos verificar. – sugere Cilan. Todos concordam e vão correndo de volta para dentro da escola, quando ao passarem por uma sala, Ash sente uma aura Pokémon assustada, perto de duas auras humanas.


— Cheren, aqui. – Ash chama o jovem professor, e o grupo inteiro olha pelo vão da porta: dois garotos pareciam cercar Shinx.


— Isso é mal. – diz Cheren – Aquele Shinx está aqui há pouco tempo, por isso não se adaptou ainda. Geralmente, é amistoso, mas... pode perder o controle. Não queremos assustá-lo.


— Shiiiinx... – balbucia Shinx, olhando para os dois meninos que lhe sorriam.


— Aí, não precisa ter medo. – diz um dos meninos.


— Vem aqui, Shinx. Não vamos te machucar. – o outro fala, mas Shinx estava assustado demais.


— Shiiiiiiinx! – o Pokémon faísca libera uma poderosa Discharge.


— Cuidado! – Cheren entra abruptamente na sala, fazendo os garotos se abaixarem para tirá-los do perigo.


— Rápido, Pikachu, Thunderbolt!/Piiikaachuuuuuuuu! – o rato amarelo dispara seu relâmpago, colidindo com o ataque de Shinx e anulando-o. Shinx para de disparar, olhando assustado para Cheren, que se levanta de cima das crianças.


— Por favor, Shinx, você tem que parar. – pede Cheren.


— Shiiinx, shiiiinx... – murmura Shinx. Cheren se aproxima devagar do pequeno lince, pegando-o nos braços, e ainda atormentado pelo medo, Shinx descarrega sua eletricidade sobre Cheren, mas este não o solta e suporta.


— Cheren! – exclama Ash.


— Fique calmo... eu prometo que vai tudo terminar bem. – Cheren olha para Shinx – Ninguém vai te machucar, ouviu? Eu prometo. Vamos voltar pros seus amigos e para a Casa Pokémon.


— Shiiiinx, shiiiinx... – murmura Shinx, olhando para Cheren e parando de atacar, relaxando nos braços do jovem professor.


— Pronto. Assim é melhor. – diz Cheren, enquanto Ash e os demais soltam suspiros de alívio.


— Até que enfim... – diz Serena.


— Vocês dois estão bem? – pergunta Cilan, se aproximando dos dois meninos.


— Todos aí estão bem? – pergunta Cheren.


— Sim... – respondem os dois meninos, com cara de choro.


— Por que tentariam uma coisa dessas? Vocês não são Treinadores Pokémon ainda. – pergunta o professor, no que os dois meninos se sentem mais culpados – Por que tentariam pegá-los quando pode ser perigoso?


— Sabe... fomos nós que deixamos os Pokémon saírem. – diz o menino mais rechonchudinho. Os dois explicam como tinham entrado na Casa Pokémon, estavam conversando sobre batalha e tinham escolhido dois dos Pokémon do local pra fazerem uma batalha entre si, quando houve o grito ensurdecedor pelos alto-falantes e os Pokémon se assustaram, correndo pra fora da estufa – É minha culpa porque eu não fechei a porta... me desculpa, eu me sinto péssimo.


— Me desculpa também. – diz o outro menino.


— E o que assustou todo mundo? – Serena olha com certa censura para Ash e Iris. Os dois mais Pikachu abaixam a cabeça, e Axew capta um olhar ressentido do rato amarelo na direção dele.


— Está tudo bem. – diz Cheren – Escutem: um dia desses, vocês dois crescerão e se tornarão Treinadores Pokémon. E eu prometo que eu farei o possível para ajuda-los a se tornarem os melhores Treinadores.


— Ah, obrigado! – os dois garotos correm para Cheren, abraçando-o e chorando, ainda pedindo desculpas, enquanto Ash e os demais sorriem.


_______________________________

 

Algum tempo depois, o grupo estava no campo de batalha do Ginásio Aspertia, o que trazia boas lembranças para Serena. As crianças que eram alunas de Cheren também estavam ali para ver.


— A Batalha de Exibição Especial do Ginásio de Aspertia, entre Cheren, o Líder de Ginásio e o desafiante Ash, da cidade de Pallet, irá começar! – anuncia o juiz – Cada Treinador poderá usar um Pokémon, e a batalha termina quando um deles estiver fora de combate.


— Aqui estamos nós, frente a frente de novo. – Ash sorri.


— Com certeza. – concorda Cheren – Acredito que sabe qual a especialização do meu ginásio, não é?


— Tipo Normal, como em Nacrene. – lembra Ash.


— Mas dessa vez, não vou usar um dos meus Pokémon tipo Normal. – Cheren fala, pegando sua Pokébola – Chamarei aquele que esteve comigo desde o começo de minha vida como Treinador.


— Agora isso vai ser interessante. – diz Serena, lembrando de quando ela e Ash enfrentaram o tal Pokémon.


— Agora, vamos, Samurott! – Cheren chama sua lontra samurai.


— Samurooooott!


— Há quanto tempo, Samurott. – Ash sorri – Pikachu, eu escolho você!


— Pika! – o rato amarelo entra no campo, sorrindo largamente – Pikapika!


— Eu me lembro do Samurott dele. – diz Cilan – Ele o usou pra me derrotar quando disputou no meu ginásio.


— Que coisa... ele começou a vida de Treinador com um tipo Água, e agora é líder de um ginásio tipo Normal. – diz Iris.


— Mas a coisa é que ele não esqueceu suas raízes. – diz Serena.


— Pode começar, Ash. – diz Cheren.


— Muito bem! Pikachu, Thunderbolt!/Pikaaachuuuuuu!


— Evasiva, e use o Work Up! – instrui Cheren. Samurott consegue evitar o relâmpago de Pikachu de alguma forma, e então uma aura alaranjada se ergue de seu corpo.


— Roooott...


— Isso vai aumentar os poderes de Ataque e Ataque Especial do Samurott. – diz Cilan.


— Agora Samurott, use o Smart Strike! – comanda Cheren. Samurott avança, com seu chifre brilhando em prata.


— Não há como dar evasiva nesse! Intercepte com Iron Tail! – comanda Ash.


— Chuuuuuupikaaa! – Pikachu metaliza sua cauda e revida com seu próprio golpe, colidindo a ambos, mas depois de alguns instantes, ambos são arrastados pra trás, com Pikachu sendo o mais atingido – Pikaaa!


Electro Ball, rápido! – aponta Ash. Pikachu se recupera no ar e cria rapidamente a bola elétrica, arremessando-a na cara de Samurott e causando um belo dano.


— Samurott, use Razor Shell!/Samuuu! – o Pokémon formidável puxa suas conchas-espadas, logo formando lâminas de água sobre elas e avançando contra Pikachu.


Agility em evasiva! – Pikachu vê Samurott se aproximando e logo aumenta sua velocidade, esquivando ao máximo dos cortes de espada da lontra.


— Os dois estão se movendo muito rápido!/Axewew. – dizem Iris e Axew.


— Desconsiderando seu tamanho e peso, o Samurott é um espadachim habilidoso. – diz Cilan.


— O Pikachu não pode dar um passo em falso. – Serena torce, enquanto os alunos da escola torciam ainda mais para Cheren e Samurott.


— Pikachu, se afaste e use Thunderbolt!/Bloqueie com Smart Strike!


— Chuuuuuuuu!! – Pikachu dispara seu relâmpago, mas ele é detido pelo chifre brilhante de Samurott, que estava avançando e ao mesmo tempo usando seu chifre como um para-raios.


— Cuidado, Pikachu! – exclama Ash. Pikachu salta, mas Samurott o atinge da mesma forma.


— Agora, Samurott, Aqua Jet! – aponta Cheren, e Samurott logo é rodeado por água.


Volt Tackle, vai! – rebate Ash.


— Samuuuuuuu...!/Pikapikapikapikapikapika...! – os dois Pokémon avançam com seus respectivos movimentos diretos, se chocando no meio da arena e tentando se empurrar. Dessa vez, a eletricidade de Pikachu sobrepuja a água de Samurott e lhe causa um prejuízo imenso quando o poder explode. Ambos voam pra trás, com Pikachu se restabelecendo em pé e sofrendo o ricochete de seu ataque, enquanto Samurott cai deitado no campo.


— Samuuuu...


— Samurott está fora de combate, Pikachu é o vencedor! – aponta o juiz – A vitória vai para o desafiante, Ash!


— Belo trabalho, Pikachu!/Pi-Pikachu! – Ash e Pikachu comemoram.


— Isso! – anima-se Serena.


— Isso que foi colisão, hein? – impressiona-se Iris.


— O Samurott já tinha levado um bom dano de ataques Elétricos. – sorri Cilan – No final, a eletricidade condensada pelo Volt Tackle trouxe um tempero ainda mais explosivo que não foi bem digerido por Samurott.


— Samurott, retorne. – Cheren recolhe a lontra samurai – Batalhou esplendidamente. – ele se vira para Ash e Pikachu em seguida – Ash, você e Pikachu realmente são um excelente time. Estão ainda mais fortes do que da última vez.


— Você também está mais forte, Cheren. Se tornou um grande Líder de Ginásio. – elogia Ash – Eu agradeço por ter batalhado comigo.


— Pikapikachu. – secundou Pikachu.


— O seu desempenho foi excelente. – avalia Cilan – Uma receita refinada com toques de astúcia que fez com que Samurott lutasse no seu melhor. E tenho certeza que seus alunos gostaram muito.

 

Cheren olha para as crianças, que tinham olhos ainda mais admirados para seu professor, além de olharem para Ash também, impressionados com as habilidades dele. Alguns já falavam sobre desafiar Cheren quando se tornassem Treinadores.


— É como se a cada vez que eu batalhasse, os alunos se tornam cada vez mais motivados. – diz Cheren – É uma das razões pelas quais eu sou Líder de Ginásio. Para inspirar ainda mais essas crianças no caminho correto do Treinador Pokémon.


— O que também é uma outra forma de aprendizado que vale muito a pena. – elogia Serena.


— Mas mais uma vez, pude confirmar sua força, Ash. – Cheren estende a mão – Desejo a você e a Serena muito boa sorte na Liga Unova.


— Obrigado. Daremos nosso melhor. – Ash e Cheren apertam as mãos.


____________________________

 

Ao entardecer, o grupo despede-se de Cheren e seus alunos, deixando o Ginásio de Aspertia para prosseguirem em sua jornada, tendo decidido passar a noite no Centro Pokémon antes de continuarem em direção ao noroeste de Sinnoh, em direção às Ruínas Brancas.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Chegando em Aspertia, o grupo vai para o ginásio, onde Ash reencontra Cheren, e depois de resolverem um problema acidental na academia, os dois fazem uma batalha de exibição na frente dos alunos, colocando seus melhores Pokémon frente a frente, com o palletiano levando a melhor. Agora, saindo de Aspertia, que tipo de aventuras aguardam Ash e os demais? Fiquem ligados.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...