História Pokémon Restructure: Unova Arc - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Alain, Anthea, Ash Ketchum, Bianca, Braixen, Burgundy, Cameron, Charizard, Cheren, Cilan, Concordia, Cynthia, Dawn Hikari, Delia Ketchum, Georgia, Giovanni, Grace (mãe de Serena), Hugh, Iris, James, Jessie, Leaf (Green), Lillie, Looker, May, Meowth, Mewtwo, Natural Harmonia Gropius "N", Professor Carvalho, Professora Juniper, Ritchie, Rosa, Serena, Stephan, Sylveon, Trip, Virgil
Tags Amourshipping, Ash, Cilan, Equipe Plasma, Equipe Rocket, Iris, Liga, Pikachu, Pokémon, Rivais, Romance, Serena, Sylveon
Visualizações 184
Palavras 4.317
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Luta, Romance e Novela, Saga, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Depois de terem conhecido os irmãos vindos de Alola, a doce Lillie e o feroz Gladion, Ash e seus amigos seguem com sua viagem para Castelia, em um trecho de floresta que antecedia a maior floresta do país, a Floresta Pinwheel.

Capítulo 20 - Um Rival Fervoroso


No dia seguinte ao encontro com Lillie e Gladion, ainda seguindo caminho pela floresta, o quarteto estava parado em outra clareira. Enquanto Cilan preparava o almoço com a ajuda de Serena, Ash e Iris estavam em outra sessão de treinamento com Scraggy e Axew, que estavam demonstrando uma forte rivalidade a cada momento.


— Certo Axew, use o Scratch! – comanda Iris, e Axew avança para arranhar Scraggy.


Feint Attack agora! – rebate Ash. Scraggy desvia de Axew com uma finta e o atinge na cabeça com um golpe inesperado – Encerre com Headbutt!


— Scraaaaggy! – o cabeçudo acerta Axew com sua técnica principal, jogando-o pra trás, onde ele fica deitado, sem forças.


— Axew! – exclama Iris, correndo até ele – Ai, droga, perdemos de novo!


— Iris, você deveria ensinar outros movimentos ao Axew. – Ash sugere.


— O problema é que se ele não dominar a Dragon Rage, não estará preparado para outros movimentos tipo Dragão que são mais fortes... – suspira a morena.


— Continue praticando, Iris. – recomenda Serena, terminando de fazer a cobertura de seus doces – Basta continuar treinando sem parar, que você vai encontrar a resposta.


— Espero que tenha razão... – suspira Iris.


— Serena, por que não me deixa cuidar disso? – oferece Cilan – Acho que treinar com o Ash também lhe ajudará a encontrar o sabor que busca em seu estilo geral.


— É, pode ser mesmo. – concorda Serena – Aliás, Ashy, o que acha de um breve passeio?


— Eu acho ótimo. – concorda o rapaz.


— Ei, cuidado pra não se perderem. – Iris fala.


— Não se preocupe, Iris. – Ash fala – Sabemos bem como achar vocês, lembra?


— Ser um Guardião de Aura é mesmo conveniente... – diz a morena.


— Mesmo que o uso da aura seja comprovado historicamente, não são muitos os registros científicos em comparação com os Espers... – Cilan murmura para si mesmo. Mesmo acreditando na manipulação de aura, o esverdeado era muito preso a dogmas da ciência.


— Bom, nós voltamos logo. – Serena fala – Cilan, você pegou minha receita, né?


— Tenha a certeza de que sua sobremesa vai ficar do jeito que a especificou. – garante Cilan. Serena sorri antes de se afastar com Ash.


— Dois pombinhos... – Iris suspira.


— Eles têm o direito de aproveitar o tempo juntos, não? – Cilan sorri.


— E considerando a forma como eles acordam cedo e fazem todo aquele treino doido de manhã... eu sinceramente queria ter o vigor que eles têm. – confessa a morena.


______________________________

 

O casal estava caminhando tranquilamente pela floresta, observando a beleza da natureza. Serena havia tirado Sylveon da Pokébola para que ela também aproveitasse o ar puro junto com Pikachu.


— Há quanto tempo não aproveitamos juntos o prazer de uma floresta grande? – pergunta Serena.


— Nem lembro. – Ash responde – Afinal, na Floresta de Eterna, foi uma aventura louca atrás de outra.


— O que me faz imaginar... por onde será que a Cheryl anda caçando tesouros? – indaga a kalosiana.


— Vai se saber. – Ash dá de ombros – Parece que em breve, vamos estar entrando na Floresta Pinwheel, né?


— Leu isso no mapa? – pergunta Serena.


— Sim. – confirma Ash – Também vai ser bom se confirmarmos se o Cilan sabe algo específico sobre ela.


— A Iris deve saber algo também, já que aparentemente, o ambiente natural é o habitat dela. – supõe Serena.


— Depois vemos isso. – Ash se recosta a uma árvore e traz Serena pra junto de si – Com tanto treino todas as manhãs, quase nem temos aproveitado o tempo pra nós direito, não é?


— É mesmo. – Serena sorri sugestivamente antes de capturar os lábios do noivo com os seus. Pikachu e Sylveon estavam muito entretidos em si mesmos pra notar, mas então Ash repara algo e interrompe o beijo, assim como o casal de Pokémon para de se acarinhar – O que houve?


— Uma aura humana aqui perto. – Ash nota, olhando pra esquerda – Acho que no meio de uma captura de Pokémon.


— Acha mesmo? – Serena pergunta, interessada.


— Eu fico curioso pra ver que Pokémon tem aqui nessa parte da floresta. – Ash fala.


— Eu também. – diz Serena – Eu gostaria de pegar mais algum.


— Então, o que estamos esperando? – o rapaz sorri, e logo o casal e seus Pokémon seguem na direção que Ash indicava. Quando chegam, a kalosiana arregala os olhos ao ver alguém conhecido batalhando com um Pokémon formiga marrom – Ele está batalhando com um Croagunk...


— É o Hugh. – Serena fala, atraindo a atenção do noivo – Lembra que eu te falei sobre os dois Treinadores novatos que conheci? Aquele é o Hugh, da cidade de Aspertia.


— E ele está usando um Dewott. – percebe Ash.


— Guuuunk! – o sapo lutador acerta um golpe de surpresa em Dewott, fazendo com que este se afastasse.


— Vamos lá, Dewott, acerte-o com Water Pulse! – comanda Hugh.


— Deeeewott! – a lontra atira a esfera de água concentrada, que envolve Croagunk e causa grandes danos. A água explode, jogando Croagunk no chão, totalmente grogue.


— Croooaaa...


— E agora... você é meu! – Hugh joga sua Pokébola, acertando Croagunk e sugando-o. Não demora para que ela comece a balançar e por fim, o botão se apaga, completando a captura – Excelente!

 

O garoto vai até a Pokébola, pegando-a e sorrindo com sua nova aquisição. A Pokébola então diminui de tamanho, o que faz Hugh puxar a Pokédex do bolso e selecionar alguns comandos, no que logo sua Pokébola fica ativa de novo.


— Fez um ótimo trabalho, Dewott. – diz Hugh.


— De, wott. – sorri Dewott, mas então ele repara que não estavam sozinhos – De?


— Hn? – Hugh olha para trás, vendo o casal e seus Pokémon, reconhecendo a kalosiana – Uau, é você, Serena?


— Há quanto tempo, hein, Hugh? – Serena acena em cumprimento.


— Desde Aspertia. – sorri o garoto – Como você tem passado? As batalhas têm sido boas?


— Estive mais treinando do que batalhando ultimamente. – responde a kalosiana.


— Dá pra entender, mas eu acho que um bom treinamento é uma boa batalha. – diz o garoto, que então olha para Sylveon e Pikachu – Um Pikachu de verdade? Eles são muito raros em Unova... não existem colônias conhecidas deles por estas bandas. É seu?


— Não, é dele. – Serena aponta para o noivo, que tentava não parecer incomodado ao ser ignorado.


— Puxa, mal aí, cara. – Hugh sorri em desculpas – Quando eu fico empolgado com um Pokémon, eu mal contenho minha animação.


— Eu entendo como é o sentimento. – Ash responde, fazendo sinal de que estava tudo bem – A Sere me falou sobre você. Eu sou o Ash, da cidade de Pallet.


— Ash? – Hugh arregala os olhos – Esse é o Ash de quem você e o Cheren falaram em Aspertia, Serena? – ele olha para a loira, que confirma.


— Cheren falou? – Ash ergue uma sobrancelha.


— Falou, quando eu fui pegar meu primeiro Pokémon com a enviada da Prof.ª Juniper. – responde Hugh – Ele disse o quanto a batalha contra você foi a melhor que ele teve na Liga Hoenn.


— Eu devo dizer que gostei bastante de batalhar com ele naquela época. – Ash fala – Seria legal batalhar com ele de novo em algum dia pra ver o quão mais forte ele ficou.


— Ficamos surpresos de ver um Croagunk. – Serena muda de assunto – Não sabia que por aqui existissem Pokémon não-nativos de Unova.


— Sabendo onde procurar, você consegue encontrar uns bons locais. – Hugh fala – São difíceis de achar, mas valem a pena. Ter achado esse Croagunk também foi algo de sorte.


— Então, dá pra encontrar Pokémon que não são propriamente de Unova, legal. – Ash sorri.


— Vocês também estão procurando Pokémon por aqui? – pergunta Hugh.


— Na verdade, estamos viajando com dois amigos. – responde Serena – E em um grupo, quase não temos tempo pra nós.


— Decidimos dar uma volta pra espairecer, e depois, vamos seguir em frente pro Ginásio de Castelia. – diz Ash.


— Vocês vão gostar da cidade. É bem grande. – Hugh fala.


— Já esteve na cidade de Castelia? – pergunta Ash.


— Estive lá, mas não cheguei a batalhar no ginásio. – responde Hugh – O líder não estava.


— Não estava? – Ash arregala os olhos – Puxa, que azar...


— Quem sabe quando chegarmos lá, ele já tenha voltado? – Serena tranquiliza o namorado.


— Ei, Ash, o que você acha de uma batalha? – Hugh o desafia – Desde que o próprio Líder de Ginásio de Aspertia te elogiou, e ainda mais você tendo vencido uma liga, sempre pensei em ver como eu me sairia contra alguém tão forte.


— Por mim, não tem problema nenhum./Pikapika! – respondem Ash e Pikachu, que voltara para o ombro de Ash.


— Mas, amor, tá quase na hora do al... – Serena não termina de dizer porque dois estômagos roncam audivelmente: os de Ash e Hugh.


— É, você tá certa. – suspira Ash.


— O que acha de vir almoçar com a gente, Hugh? – sugere Serena, atraindo o olhar do garoto – A comida do Cilan é maravilhosa.


— Está mesmo tudo bem se eu for?


— É claro. – Ash responde – Daí, a gente pode batalhar depois.


— Beleza! Valeu mesmo, parceiro./Dewooott. – respondem Hugh e seu Dewott.


_______________________________

 

O trio vai caminhando em direção ao local onde Iris e Cilan estavam, com Hugh fazendo algumas perguntas a Ash sobre os lugares por onde já viajou e as batalhas que já tinha travado.


— Então, nas Ilhas Laranja tem esse tipo de desafio? – pergunta Hugh.


— Sim. Dois dos ginásios não fazem batalhas tradicionais, mas testam bem o vínculo entre Treinador e Pokémon, e o quanto a confiança um no outro é correspondida. – Ash responde – A liga do arquipélago foi a primeira que eu ganhei.


— Parece legal...


— E quantas insígnias você tem até agora? – pergunta Serena.


— Tenho duas. – Hugh mostra seu estojo – Eu ganhei a Insígnia Básica do Cheren, e também ganhei no Ginásio de Virbank.


— A cidade de Virbank também fica a oeste? – pergunta Ash.


— É a mais próxima da cidade Floccesy. – responde Hugh – Floccesy é pequena, mas lá é a cidade onde nasceu o Campeão de Unova, Alder.


— O Campeão, hein?/Piiika... – Ash e Pikachu estavam ficando animados, até que eles ouvem barulhos em um dos arbustos e param.


— O que é? – pergunta Serena.


— Deve ser algum Pokémon, certo? – Hugh responde com outra pergunta. Eles observam por mais alguns instantes, até que um Pokémon verde e bulboso aparece, parecendo procurar um pedaço de chão que fosse úmido o bastante.


— Petipeti...


— Olha só, é um Petilil. – diz Hugh. Ash e Serena então puxam suas Pokédexes.


Petilil: o Pokémon bulbo. Como preferem solo úmido e rico em nutrientes, as áreas em que uma Petilil vive são conhecidas por serem boas para o cultivo de plantas.


— Uau, um tipo Grama. – Ash sorri.


— E parece tão bonitinha... – Serena sorri – Certo, eu me decidi.


— Vai tentar pegá-la? – pergunta Ash.


— Eu queria mesmo um novo Pokémon, então essa é a hora perfeita. – sorri a kalosiana, pegando uma Pokébola – Mienfoo, dance!


— Foo! – a lutadora aparece, e Petilil percebe que estava sendo alvejada, no que ela libera um pó azulado de suas folhas.


— Está usando o Sleep Powder!/Pikachu! – avisam Ash e Pikachu.


— Mienfoo, evasiva! – com uma cambalhota, Mienfoo escapa da nuvem de pó sonífero – Use Meditate!


— Mieeeen... – Mienfoo toma uma posição de luta enquanto libera uma cálida aura lilás de seu corpo. Petilil então lança duas vinhas de energia verde.


Detect! – Mienfoo abre sues olhos, que brilham por um instante, e ela desvia o ataque de Petilil enquanto avançava – Use Double Slap!


— Mieeen... foofoofoo! – a lutadora vai distribuindo tapas em Petilil.


— Use Force Palm agora! – Mienfoo se aproxima rapidamente de Petilil e bate sua palma no rosto dela, liberando sua energia que afeta a Pokémon bulbosa. Petilil se levanta e então dispara várias folhas brilhantes, obrigando Mienfoo a se proteger.


— Essa Magical Leaf pareceu bem forte. – comenta Hugh.


— Prossiga, Mienfoo! Use Jump Kick!/Fooo! – Mienfoo avança com uma cambalhota, e então acerta Petilil com sua voadora, jogando-a em uma árvore, de onde ela escorrega grogue pro chão.


— Petiiii...


— Agora vamos, Pokébola! – Serena atira a Pokébola, acertando Petilil e sugando-a pra bola. Logo, a Pokébola começa a balançar, sob os olhos esperançosos de Serena e Mienfoo. Após a terceira balançada, o botão vermelho se apaga, lacrando a Pokébola.


— Conseguiu!/Pikachuuu! – sorriem Ash, Hugh e Pikachu. Serena vai até a Pokébola e a pega carinhosamente.


— Tchan-tchan! Nós acabamos de pegar... uma Petilil! – comemora Serena.


— Foooo! – secundou Mienfoo.


— Parabéns, Sere, foi uma grande captura. – elogia Ash.


— Combina com você. – Hugh sorri – Quando você evoluir a Petilil então, vai ver porque combina tanto.


— Agora, deixa eu ver... – Serena examina a Pokébola com sua Pokédex.


Todas as Petilil são fêmeas. A habilidade desta Petilil é Own Tempo, e seus movimentos atuais são Sleep Powder, Mega Drain, Magical Leaf e Stun Spore.


— Incrível, ela é linda e tem movimentos bons. – sorri Serena – Acho que ela usar um estilo igual ao da Bellossom.


— Seria o mais apropriado pra ela mesmo. – concorda Ash – Aliás, Sere, eu nem te perguntei dos seus outros Pokémon.


— A maioria, eu mandei pro Prof.º Carvalho. – responde Serena – Eles se desenvolvem melhor treinando com seus Pokémon. Mas alguns ficaram com a mamãe em casa.


— Quais?


— Miltank, Xatu, Omastar e Wormadam fazem companhia pra minha mãe. – diz a kalosiana – Xatu quis ficar pra ajudar a vigiar, Miltank ajuda a manter o suprimento de leite em casa... já Omastar e Wormadam adoram a minha mãe.


— Omastar é meio carente mesmo. – Ash fala, quando eles ouvem mais um roncar de estômago, olhando pra trás e vendo que era Hugh.


— Mal aí... ver essa batalha deve ter aberto o meu apetite. – diz Hugh, meio constrangido, o que faz o casal rir.


_____________________________

 

Quando o casal volta, Iris não demora a dar uma de suas reclamações preocupadas, mas logo ela e Cilan notam que eles não estavam sozinhos. Ash e Serena apresentam Hugh a seus amigos, dizendo que o convidaram a almoçar com eles. Não demora para que os cinco adolescentes estivessem reunidos na mesa, desfrutando da refeição.


— Cara, isso tá incrível. – sorri Hugh – Você é mesmo um bom chef, Cilan.


— Obrigado, mas eu tenho muita coisa a aprender, e sempre surgem novas receitas a experimentar. – diz Cilan.


— Então, Hugh, você começou sua jornada há um mês, né? – Iris pergunta.


— Isso aí. Desde então, eu tenho treinado bastante e capturado bons Pokémon pra compor minha equipe. – Hugh fala.


— Aliás, é verdade que no oeste, dá pra achar alguns Pokémon que não são normalmente vistos em Unova? – pergunta Iris.


— Não só no oeste. – responde Hugh – Na região toda, dependendo dos lugares e condições.


— E a Rosa? – Serena pergunta, lembrando da garota de cabelos castanhos.


— A Rosa tá legal. – responde Hugh – Também tá treinando bastante, visando o Ginásio de Castelia. Ela disse que ter uma insígnia da capital é algo que vale a pena.


— Eu vi as informações básicas no guia. – Ash fala – O Ginásio Castelia é especializado em tipos Inseto, não é?


— Acertou, parceiro. – Hugh responde, ainda comendo – E o líder de lá não é moleza.


— Isso me deixa mais interessado./Pikapikaaa. – dizem Ash e Pikachu.


— Já posso pensar bem nos Pokémon pra usar. – diz Serena.


— Agora, que tal apreciarmos a sobremesa, hein? – sugere Cilan.

 

Todos aprovam amplamente, terminando seus pratos e logo passando para a deliciosa torta. No chão, Pikachu e Axew, bem como a nova Petilil de Serena, comiam de forma tranquila e animada. A Pokémon bulbo tinha sido apresentada anteriormente a Iris e Cilan, tendo sido tratada ainda na floresta por Ash com uma Poção.

 

Algum tempo depois de terminada a sobremesa, onde Hugh agradecera bastante Cilan, o rapaz de cabelos preto-azulados estava prosicionado para batalhar, assim como Ash também estava sorrindo com a possibilidade do desafio.


— Esse Hugh parece bem confiante de si mesmo, não é? – comenta Iris.


— Eu tive a mesma impressão quando o conheci. – responde Serena.


— Eu posso perceber a colisão entre dois estilos apaixonados, que desfrutam da batalha com um sabor de apreciação, temperado por um toque de fervor. – avalia Cilan.


— Hugh, que tal uma batalha dois contra dois? – sugere Ash – Acaba quando os dois Pokémon de um dos lados estiver fora de combate.


— Claro. – confirma Hugh, pegando sua Pokébola.


— Certo, o meu primeiro vai ser... – Ash já ia pegar uma Pokébola, mas outra se abre.


— Oshawoooott!


— Oshawott, de novo não! – reclama Ash.


— Por que o Oshawott continua fazendo isso...? – Serena estava de cara.


— Osha, osha, oshawoooott. – responde Oshawott.


— Você tem certeza que quer batalhar, Oshawott? – Ash pergunta, e a lontra bate no próprio peito pra confirmar, se posicionando.


— Então, eu vou com este aqui! – Hugh joga sua Pokébola, revelando seu parceiro.


— Dewoooott. – sorri a lontra maior, fazendo um frio percorrer a espinha de Oshawott.


— Oshawott vai ter desvantagem contra sua evolução, não é? – Iris fala.


— Não será uma batalha fácil para o Ash, com certeza. – concorda Cilan.


— Oshaaaa... – a lontra menor já estava dando passos pra trás, querendo colocar Pikachu na briga.


— Dew, dewott. – Dewott provoca, e Oshawott para de andar.


— Oshaaaa...? – Oshawott para de andar, e Dewott ia falando mais algumas palavras, que Ash conseguia entender perfeitamente: basicamente, Oshawott estava sendo chamado de covarde, por aparecer sem ser chamado pra então fugir quando a coisa complica. A lontra menor fica bem ofendida, e se posiciona com vigor – Oshaa!


— Esse é o espírito que quero ver de você, Oshawott. – aprova Ash – Use Fury Cutter!


— Oshaaaaa! – Oshawott pega sua quera-concha e avança formando uma lâmina vermelha.


— Dewott, contra-ataque com Cut! – a lontra azul pega suas duas quera-conchas nas pernas, formando duas lâminas e enfrentando o ataque de Oshawott, desviando o ataque do menor com uma das lâminas e acertando-o com a segunda.


— Oshawott, use Water Gun!/Oshawooooott!


— Evasiva, e prossiga com Focus Energy! – Dewott desvia facilmente do jato de água, e reúne poder ao redor de seu corpo – Agora use Cut!


— Deeeewoooott! – Dewott avança rapidamente, acertando Oshawott com dois cortes precisos.


— Oshawott, revide com Razor Shell! – Oshawott se recupera e forma a lâmina azul de sua quera-concha, conseguindo acertar Dewott com um corte limpo – Isso! Agora use o Aqua Jet!


— Oshaaaaaa! – a lontra menor se envolve em água, fechando os olhos e avançando, mas logo sua direção muda desgovernadamente.


— Outra vez não! – exclama Iris.


— Oshawott, abra os olhos, vamos! – brada Ash.


— Caramba, isso pode ser perigoso... – Hugh arregala os olhos – Dewott, contenha o Oshawott com Razor Shell!


— Deeeeeewooott! – a lontra maior salta na direção do Oshawott desgovernado com suas duas lâminas, acertando-o e cancelando seu ataque. Oshawott cai, com sua quera-concha caída do lado, mas antes que ele a alcançasse, Dewott pisa em seu estomago, olhando desdenhosamente pra ele.


— Oshawott, cuidado! – exclama Serena. Ash já ia dizer alguma coisa, mas Dewott começa a falar com a lontra menor, e Ash entende claramente as palavras.


“Um Oshawott que tem medo da água nunca vai controlar seu próprio ataque... tentando correr da batalha logo no começo, saindo pra luta sem esperar seu Treinador chama-lo... você é uma vergonha, hein”? – diz a lontra maior, fazendo Oshawott olhar furiosamente pra ele, como se não quisesse aceitar a verdade que lhe era jogada na cara.


“Isso não! Eu...”


“Sabe por que você está envergonhando a si mesmo agora e também o seu Treinador? Porque você é fraco. Por que é tão fraco”? – Dewott se aproxima de Oshawott e fala em seu ouvido – “Te falta coragem. Te falta disciplina”.


“NÃO”! – Oshawott fica com o olhar amedrontado, e então dispara uma Water Gun à queima-roupa, jogando Dewott pra trás, mas a lontra azul dá uma cambalhota e pousa de pé. Oshawott pega sua quera-concha e forma a Razor Shell, correndo contra Dewott.


— Oshawott, pare! – brada Ash.


— Dewott, termine com Water Pulse!/Deeeewoott! – Dewott dispara a esfera de água, que atinge Oshawott e o envolve, impondo-lhe um grande castigo. A esfera de água explode, e Oshawott cai no chão, desmaiado.


— Ah, Oshawott... – Ash dá um tapa na própria testa.


— É, o primeiro round é meu! – Hugh ergue o punho.


— Oshawott, volte. – Ash recolhe a lontra – Você foi bem, mas precisa mesmo começar a rever a forma como age. – ele pega outra Pokébola – Agora, Pidove, eu escolho você!


— Pidoooovee! – a pombinha aparece no campo.


— Pidove? – Iris arregala os olhos – Achei que ele fosse usar Snivy ou Pikachu.


— Poderia ser o caso, mas acho que o Ash pretende temperar essa disputa com mais velocidade. – supõe Cilan.


— Tá legal, Dewott, vamos começar com Water Pulse, vai! – aponta Hugh. Dewott então dispara sua esfera de água.


— Evasiva e use Air Cutter! – Pidove faz uma manobra, desviando da esfera de água e atacando com suas lâminas de ar, acertando Dewott, que sente bem a força.


— Use Cut agora! – comanda Hugh.


— Pidove, use Detect! – o olhar de Pidove fica mais afiado, e ela vai evitando todas as tentativas de Dewott, mostrando boa agilidade. No último corte, Pidove vai para o alto, fazendo Dewott errar feio – Agora, mostre seu novo Aerial Ace!


— Pidoooooveee! – Pidove faz o mergulho, enquanto focaliza os pontos fracos de Dewott com precisão, avançando velozmente e acertando-o nas costas, e depois voltando e acertando-o no queixo.


— Dewott! – preocupa-se Hugh, vendo que o prejuízo de Dewott tinha sido grande – Use Razor Shell!


— Deeeeeew... – a lontra azul avança de novo, com suas duas lâminas preparadas.


— Agora Pidove, use Gust!/Pidoooooove! – a pombinha sopra suas rajadas de vento, atingindo Dewott e jogando-o pra fora do campo.


— Dewott! – espanta-se Hugh, vendo a lontra desmaiada.


— Certo, agora está um a um! – anima-se Serena.


— A Pidove foi incrivelmente bem. – sorri Iris.


— Eu disse, o tempero certo. – diz Cilan.


— Dewott, volte. – Hugh olha pra Pokébola – Você foi bem como sempre, parceiro. Ei, Ash! Confesso que fiquei preocupado no começo por causa do Oshawott, mas seu Pidove mostrou que suas habilidades como Treinador são mesmo reais.


— Obrigado. – Ash fala – Tendo começado sua jornada agora, você é bastante habilidoso.


— Agora, veja isso! – ele pega sua próxima Pokébola – Vai, Tynamo!


— Tynamoooo. – um filhote de enguia aparece flutuando no campo.


— Que Pokémon é esse? – Ash puxa sua Pokédex, e Serena também puxa a sua.


Tynamo: o Pokémon enguia elétrica. Esses Pokémon movem-se em grupos. Possuem um órgão gerador de eletricidade, permitindo que descarreguem eletricidade se estiverem em perigo.


— Um Pokémon tipo Elétrico... – Ash percebe – Cuidado, Pidove!


— Pidooove! – acena a pombinha.


— Vai, Tynamo, use Tackle agora! – comanda Hugh, e Tynamo avança para o ataque direto.


Detect, Pidove! – o filhote de enguia avança contra a pombinha, que novamente usa seu movimento de previsão pra evitar o ataque.


— Continue pressionando!/Pidove, siga com evasiva e passe para Gust na primeira abertura! – os dois Treinadores emitem suas instruções. Tynamo seguia perseguindo Pidove, impressionando por sua habilidade Levitate, que o permitia lutar contra Pidove no ar, mas a pombinha segue desviando, e logo encontra sua abertura.


— Pidooooove! – ela lança seu ataque de vento, atingindo Tynamo e empurrando-o para trás.


— Agora, Quick Attack! – comanda Ash. Pidove avança muito rápido, acertando Tynamo e jogando-o pra trás.


— Pidove está indo muito bem. – diz Serena.


— Eu sinto uma receita de muita energia, trazendo um aroma adocicado para o desempenho de Pidove. – sorri Cilan.


— Tynamo, use Thunder Wave agora!/Tyyyy! – a enguia emite ondas elétricas de seu corpo, envolvendo Pidove e afetando seus movimentos, fazendo-a dar uma leve vacilada.


— Essa não, agora a Pidove está paralisada!/Pika! – preocupam-se Ash e Pikachu.


— É nossa chance, Tynamo! Use Spark agora! – sorri Hugh. Tynamo avança diretamente, envolvido em eletricidade, atingindo Pidove e causando grandes danos.


— Pidove, use Air Cutter, rápido! – a pombinha se recupera e lança suas lâminas de ar, acertando Tynamo e afastando-o.


— Bela maneira de ganhar distância, Ash. – sorri Hugh – Mas paralisado, Pidove não poderá se mover como gosta, e com Tynamo sendo um tipo Elétrico, acho que a batalha é minha.


— Eu não desisto até que a batalha esteja terminada, e meus Pokémon também não. – declara Ash – Pidove, eu acredito em você, mostre do que é capaz!


— Pidooooove! – brada Pidove, que logo é envolvida pelo brilho branco-azulado.


— Oh!/Poderia ser...!/Pidove está evoluindo! – Serena, Iris e Cilan falam em surpresa, enquanto Ash olha impressionado para o corpo de sua pomba crescendo, ficando mais vistosa e mais forte. Depois de segundos, a evolução termina.


— Trrraaaan!


— Tranquill!/Pikachuuu! – Ash e Pikachu sorriem – Agora Tranquill, use Gust!


— Traaaaan... quill! – a pomba ia agitar suas asas, mas sente seus músculos enrijecerem.


— Ainda está paralisada! – preocupa-se Serena.


— Vai Tynamo, use Spark!/Tynaaaa! – a enguia avança em sua investida elétrica, atingindo Tranquill de frente e causando um bom dano.


— Tranquill, você consegue! – incentiva Ash – Use Aerial Ace agora!


— Trrrran! – a pomba consegue se mover e voa para o alto, fazendo sua acrobacia. No meio disso, seus olhos focalizam Tynamo e se estreitam como uma fenda, como se fixassem o alvo – TRRRAAANQUILL!! – arrulha a pomba, movendo-se em velocidade e atingindo Tynamo dolorosamente. Uma, duas, três vezes, a enguia sofre dano crítico do Aerial Ace.


— Tynamo! – exclama Hugh, mas Tynamo vai a nocaute, caindo no chão.


— Tynamo está fora de combate, o que significa que o Ash vence. – sorri Cilan, apontando para o palletiano.


— Boa! Você conseguiu, Ashy! – comemora Serena.


— Tranquill! – Ash sorri para a pomba, que pousa frente a ele – Você foi incrível, Tranquill, muito obrigado.


— Pikapika! – secundou Pikachu, e Tranquill sorri de volta, com um olhar sereno. Hugh traz Tynamo para a Pokébola, agradecendo-o.


— Foi uma batalha das boas, Tynamo. Obrigado. – ele guarda a Pokébola e se aproxima de Ash – Ei, Ash, foi uma batalha incrível, parceiro.


— Eu quem digo isso, Hugh. – sorri Ash, aceitando o aperto de mão – E eu sei que você vai ficar bem forte.


— É o que eu pretendo, pra chegar a Liga Unova. – responde Hugh, enquanto Serena e os demais se aproximam.


— Você soube exibir bem as habilidades dos seus Pokémon, de uma maneira que ressaltou a força atual deles com uma receita de coragem. – avalia Cilan – Você e seus Pokémon tem um ótimo relacionamento.


— Valeu, parceiro. Isso vale bastante vindo de um Sommeliére. – Hugh acena displicentemente – Eu vou continuar treinando, e um dia vamos batalhar de novo, Ash.


— Você já está indo? – Serena pergunta.


— Muita coisa pra praticar e melhorar. – Hugh ajeita sua mochila nas costas – E Serena, da próxima vez que nos encontrarmos, eu vou querer uma batalha com você.


— Pode deixar. – concorda a kalosiana.


— Boa sorte pra você, Hugh./Pikapikachu. – dizem Ash e Pikachu.


— Pra vocês também. Vou voltar mais forte, parceiro, você verá. – garante Hugh.


_______________________________

 

Minutos depois, Hugh estava se despedindo do grupo com um aceno simples, seguindo seu caminho pela floresta para encontrar mais Pokémon e seguir treinando, enquanto o grupo de Ash, já tendo arrumado suas coisas, resolve também continuar seguindo seu rumo para o oeste, visando a cidade de Castelia.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Uma paradinha na floresta fez com que nossos amigos conhecessem um dos novatos de Aspertia que Serena já conhecia: Hugh, que teve uma boa batalha contra Ash, com uma grande vitória do palletiano, mesmo com as dificuldades. Com a aquisição da nova Petilil de Serena, e a evolução de Pidove para Tranquill, a jornada continua.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...