História Pokémon: Soldiers of Glory - Capítulo 10


Escrita por:

Visualizações 2
Palavras 4.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


A batalha em Argules chega em seu momento mais crucial. Luke quase morre sufocado nas vinhas de Khor e coube a Cody ajuda-lo, será que Fear e Mei acharam os dois amigos antes do pior?!

Capítulo 10 - Adeus Argules


Fanfic / Fanfiction Pokémon: Soldiers of Glory - Capítulo 10 - Adeus Argules

O Ivysaur deixou a expressão de ódio por Cody ter pego Luke de volta e com um rosto falso falou com um sorriso malicioso:


KHOR: Meu nome é Khor sou um dos soldados das forças Hellstalkers, e vou pedir que me devolva esse Totodile antes que eu transforme você e suas assas azuis em pedra, fui bem claro?


Cody não hesitou e mandou um Fire Blast no Ivysaur que se esquivou com um grande salto, Khor então respirou fundo e olhou para traz vendo o chão derretendo por causa do Fire Blast e depois virou-se mostrando sua verdadeira face que agora parec muito zangada só que em seu momento de distração perdeu o Charmeleon de vista, Cody tinha colocado Luke do lado da porta onde Saren observava tudo sem ser visto nem por ele e tão pouco pelo Ivysaur.


O Charmander então meche sua capa azul transformando-a em um par de assas azuis, Cody então ativa seu movimento Thunderpunch e voa com tudo para cima do Hellstalker que ao finalmente ver o Charmeleon vindo em sua direção ativou o se movimento Curse, um movimento que fez com que a defesa corporal de Khor aumentasse fazendo ele aguentar o Thunderpunch de Cody. O Ivysaur aproveitou o Curse que também aumentou seu poder de ataque e com o Charmeleon perto dele a oportunidade era perfeita para um golpe direto e assim Khor usou o Double-Edge, contudo graças a capa de Cody ele pode desviar facilmente voando para o alto Khor desconfiava que seu golpe poderia não funcionar e havia preparado seu movimento Vine Whip que segurou as pernas de Cody e com sua força aumentada o Ivysaur joga violentamente o Charmeleon no chão.


Cody estava se levantando do seu choque no chão e foi quando Khor usou o Skull Bash na barriga macia do Charmeleon o fazendo cuspir sangue pela boca e lançando seu corpo contra a parede de uma casa em chamas, Saren então de mansinho enquanto o Ivysaur estava distraído atacando Cody pega Luke e o arrasta cuidadosamente de volta a casa abandonada. O Charmeleon via o Ivysaur chegar cada vez mais perto só que com seu corpo totalmente dolorido ele mal conseguia se levantar, Cody pensava o quão podia ser inútil e mesmo como Soldier nem conseguia proteger o Pokémon mais importante para ele, nesse momento ele tenta ver onde havia deixado Luke e ao perceber que o Pokémon não estava lá sua chama começou a queimar com muito mais intensidade e ele deu um rugido de puro ódio.


Khor vendo a situação recua um pouco por estar assustado com a reação do Charmeleon, Cody então dá um salto e acerta com toda força o Thunderpunch na cabeça do Ivysaur que fica paralisado, o Charmeleon com os olhos vermelhos de ódio e sua força aumentada pela sua habilidade Blaze começa a usar repetidamente o Fira Blast no Ivysaur que já estava caído e agora sendo carbonizado pelo Pokémon de fogo que pensava com toda a raiva:


CODY: Por quê Arceus?! Por quê todos os que amo tem que sofrer na mão desses Hellstalkers miseráveis, primeiro meu pai e.... e ...e agora Luke…eu vou queimar todos…. EU QUEIMAREI A TODOS, VÃO PARA O INFERNO SEUS PUTOS!!


Cody fazia Khor se aproximar da morte cada vez mais, até que para sorte do Ivysaur o Charmeleon foi atingido pelo movimento Leech Seed no qual conforme a sementes iam brotando amarraram as garras e a boca de Cody o deixando sem movimentação, foi então que ele ouviu uma voz feminina:


MEI: JÁ CHEGA DISSO!!


A Servine chega bem perto se revelando para o Charmeleon que se lembra dela na escola da guilda e que para seu desgosto era uma Pokémon fêmea na qual Luke gostava, Mei segura de leve Khor só que apenas o toque já foi o suficiente para queimar sua mão, Fear então pede para que ela se afaste e quando ela obedeceu ao pedido do Zoroark o mesmo colocou uma das cartas de seu baralho especial em cima do Hellstalker que brilhou intensamente e teve seu corpo totalmente recuperado. Notando as braçadeiras branca e preta características de um membro do exército Hellstalker, Fear agindo rápido usou outra de suas cartas para fazer com que o Ivysaur custasse a acordar.


Cody parecia muito agitado e se sacudia muito deixando Mei incomodada, o Zoroark olhou para ele e disse para a Servine liberta-lo. Mei já tinha visto o Pokémon noturno trabalhar tendo fé de que ele sabia o que fazia e sem hesitar ela liberta o Charmeleon da prisão de vinhas, Fear então sorri andando em direção de Cody que havia se sentado no chão e respirava fundo de cabeça baixa:


FEAR: Saudações, você é um Soldier, não é?


O Charmeleon bem rápido agarrou o pescoço do Zoroark com suas garras e levantou sua cabeça mostrando seus olhos de ódio para Fear que nem por um segundo tirou o sorriso de seu rosto enquanto Mei estava apreensiva vendo a cena, Cody então pergunta com uma voz raivosa:


CODY: Por que você ajudou esse monstro? São meus inimigos?


Fear então aparece na costa do Charmeleon e fala em seu ouvido revelando que o que Cody segurava era apenas um boneco de Substitute:


FEAR: Havia quinze formas de te matar enquanto você estava preso, dezesseis quando segurou meu pescoço, duzentas agora.... Se fossemos inimigos, você nem estaria fazendo essa pergunta.... Então acho bom você se acalmar.


Cody ainda tenta dar um Thunderpunch em Fear que segura seu braço e torce arrancando um gemido de dor do Charmeleon no qual não viu outra opção tendo de se acalmar e submeter-se a Fear, quando finalmente Cody não representava mais sua raiva o Zoroark tira ele do aperto fazendo a Servine finalmente respirar aliviada. Nesse momento Mei fala com um tom bem doce e calmo:


MEI: Olha, Cody não somos seus inimigos. Só queremos salvar Luke, descobrimos que ele é o alvo principal dos Hellstalkers.


O Charmeleon olhou fundo nos olhos da Servine e do Zoroark e por mais que ele quisesse o momento não era para atacar já que o Totodile poderia estar em graves riscos. Cody então se levanta do chão, e com seu novo ponto de visão pode ver Saren observando tudo da casa onde ele havia deixado Luke, o Charmeleon bateu sua pata no rosto e respirou fundo percebendo o erro que havia cometido e muito aliviado por estar enganado.


Cody vai em direção da casa fazendo Mei virar curiosa e notando também a presença de Saren o que fez a Servine sorrir aliviada por saber que o Totodile devia estar com o irmão, e Fear percebendo a expressão dos jovens Pokémon comunica para Flush que Luke parecia estar em segurança. Cody foi o primeiro a entrar na casa e foi recebido com o movimento Hidden Power do Larvitar, o Charmeleon desviou rápido e perguntou a Saren com um olhar sério:


CODY: Saren o que pensa que está fazendo? Pare com essa graça!


O Larvitar estava chorando muito e mirava com dificuldade o movimento Hidden Power graças a sua visão embaçada por causa das lagrimas, e tentava dizer com dificuldade: 


SAREN: NÃO VAI *SNIF* TIRAR MEU IRMÃO DE MIM *SNIF*, ELE É TUDO QUE EU TENHO *SNIF*, EU PRECISO DELE, EU NÃO *SNIF* QUERO FICAR SEM ELE *HICCUP*!!


Cody então abaixou a cabeça e disse com uma voz triste:


CODY: Eu sei Saren, mas no momento Luke está sendo caçado pelos Hellstalkers e Argules já foi dominada, não é mais seguro ele ficar aqui.... Olhe o estado dele... Você não quer o melhor para o seu irmão?


O Larvitar então olha para traz e vê o Totodile ainda desmaiado no chão e Saren só conseguia se lembrar de Luke sendo enforcado pelo Ivysaur e ele parado na porta observando tudo sem poder fazer nada, o Larvitar então sentou no chão e começou a chorar ainda mais com tristeza. Nessa hora Mei chega perto dele e faz carinho em sua cabeça dizendo com uma voz doce:


MEI: Tudo bem Saren, Luke também te ama muito. Tenho certeza que a separação de vocês para ele se tornar um Soldier não será permanente, e além do mais isso vai ser muito bom para nós todos.


O Larvitar então abraçou a Servine sem conter suas lagrimas de tristeza por perder algo tão importante para ele, o Charmeleon olhava aquilo com muito pesar pois agora o Pokémon não podia deixar de sentir como se estivesse destruindo uma família e isso o machucou muito. Enquanto os jovens conversavam Fear o Zoroark tratava de Luke usando seu baralho especial, quando finalizou seu tratamento ele fechou bem os olhos e se transformou em um Totodile deixando os três Pokémon de surpresos:


FEAR: Eu irei distrair os Hellstalkers, enquanto isso Mei Cody e Saren levem Luke para a base do farol, Nero e Flush já estão cientes que vocês estão a caminho.


Mei então tira o lenço de Luke e amarra em Fear para completar seu disfarce, Cody então abre a porta e se desculpa com o Zoroark por ter tentado ataca-lo e Fear só sorriu enquanto saia e fechava a porta da casa. Dez minutos depois os três Pokémon ouviram muitos gritos, e Saren olhando escondido pela janela pode ver Fear correndo enquanto uma grande horda de Hellstalkers perseguia o Zoroark, após se afastarem o suficiente Mei sai da casa segurando a pata de Saren enquanto Cody carregava Luke em seus braços encoberto pela sua capa especial.


Enquanto Mei o puxava Saren pode ver vários Pokémon que habitavam a cidade em sua maioria apenas cadáveres e estatuas, o Larvitar estava muito assustado e apreensivo pois sabia que seu irmão iria mergulhar naquela realidade assustadora, Cody percebendo os sentimentos do Larvitar tentou consola-lo falando de uma maneira doce:


CODY: Saren não precisa se preocupar, Luke vai ajudar a todos nós, com certeza com o poder dele não teremos mais situações como essa, eu já vi o que ele pode fazer no Castelo abandonado e sei que você também viu. Pense que isso é para o bem de todos...


Saren então começa a pensar no que Cody disse e mesmo sabendo que era o certo deixar seu irmão ir ele não queria ficar sozinho. Longe de lá Taire continuava sua procura pelo Charmeleon voando sob seu graveto pela cidade que estava cada vez mais arruinada, de repente a Braixen começa a sentir uma leve dor de cabeça e começa a ouvir vozes em sua cabeça:


FLUSH: Desculpe a intromissão nos seus am.... Pensamentos, mas eu tenho algo que vai lhe interessar e muito, me encontre no farol nos arredores de Argules e tudo será explicado.


Taire pensou de imediato que poderia ser uma grande armadilha, contudo sua procura não estava dando em absolutamente nada e deveria deixar a cidade com urgência, com isso em mente a Braixen mudou sua rota para o Farol de Argules pronta para seja lá o que a aguardava nele.


Mei, Saren, Cody e Luke estavam quase no farol quando foram surpreendidos por um Mega Pidgeot, o Larvitar olhando diz assustado:


SAREN: Outro daqueles Pokémon com aura negra!!


Mei então diz nervosa rangendo os dentes:


MEI: Ele está com as braçadeiras branca e preta nas patas, sem sombra de dúvida é um Hellstalker. Não tenho forças para detê-lo, meus movimentos não vão ter efeito...


Cody também estava com raiva por não poder fazer nada para ajudar, sua capa estava encobrindo Luke e sem ela o Charmeleon não poderia voar, o Mega Pidgeot então desceu em direção aos Pokémon usando seu movimento Brave Bird com uma velocidade incrível. Só dando tempo para Mei abraçar o Larvitar com toda a sua força enquanto o Charmeleon havia virado de costa para o Mega Pokémon abraçando o Totodile protegido em sua capa, a Servine e o Charmeleon gritaram alto como se estivessem dizendo para o Pidgeot fazer logo o que tinha que fazer e os dois iriam defender seus amigos com seus corpos por não serem capaz de defende-los com sua própria força.


O Pidgeot agora em sua forma normal caiu queimado do lado dos dois Pokémon que olharam surpresos para o Pokémon voador caído, e então ouviram uma voz muito animada:


NERO: Vocês estavam com medo dessa coisa enfeitada? Ela nem aguentou um dos meus Thunderbolt, hahaha.


Saren então falou muito feliz:


SAREN: NERO, EU NEM ACREDITO O QUÃO ESTOU FELIZ EM VER VOCÊ DE NOVO!!
Nero estava em cima dos destroços de uma das construções da cidade que veio a baixo, o Jolteon dá um grande salto dando um rodopiou e caindo de pé na frente dos Pokémon e com um grande sorriso no rosto Nero diz muito animado:


NERO: Vamos logo, a Soldier Taire está na minha base e July a delegada Pokémon arrumou um meio de se escapar da cidade!


LUKE: Escapar... da cidade?


O Totodile acordava singelamente e aos poucos mostrava seu rosto de dentro da capa do Charmeleon que o apertou forte por estar feliz em ver que ele estava bem, Luke então falou com um pouco de falta de ar:


LUKE: Cody você está *huff huff me apertando muito, assim não respiro *cof cof...


CODY: AW! Desculpa, é que... por um segundo... achei que tinha perdido você...


O Charmeleon então coloca o Totodile no chão e o mesmo dá um abraço em Cody que é pego de surpresa pela ação do Pokémon ficando muito vermelho, Luke então diz com um sorriso no rosto:


LUKE: Cody, muito obrigado! Quando estava quase sem ar nas mãos daquele Hellstalkers, lembro que só pude respirar aliviado ao ver que você me tinha em seus braços.... Desculpe se não fui de muita ajuda para você, eu acabei desmaiando...


O Charmeleon parecia um vulcão quase em erupção de tão vermelho que estava, Mei por outro lado parecia roxa de raiva por ver o Totodile abraçado com ele, Nero parecia curioso com a situação e iria perguntar para Saren o que estava acontecendo só que viu a expressão do Larvitar olhando para os três Pokémon como se ele tivesse ganho um grande prêmio, o sorriso de Saren era tão estranho que o Jolteon resolveu ficar na dele para não se meter naquele momento constrangedor.


Levou alguns minutos para os cinco Pokémon chegarem em segurança guiados por Nero até o grande farol de Argules, lá Cody encontrou Taire que foi correndo até ele e o Totodile:


TAIRE: Cody ainda bem, eu estava preocupada com você... OW... então esse é nosso novo companheiro, prazer em conhece-lo, eu sou Taire a Braixen!


Luke então se afastou um pouco da Braixen e se apresentou com uma voz apreensiva, Taire não estranhou a atitude do Pokémon afinal era muito duro para qualquer um se tornar Soldier ainda mais em meio àquela zona de guerra. Saren então segurou firme o braço do Totodile e disse muito nervoso:


SAREN: Vocês não vão tirar meu irmão de mim, por favor... EU NÃO QUERO FICAR SEM ELE!!


O Totodile então com sua força saiu do aperto do Larvitar que olhou para ele muito angustiado quando cada vez mais ele se aproximava da Braixen e com um olhar determinado Luke disse com confiança:


LUKE: Eu sei que nessas circunstancias tenho que apenas aceitar meu futuro como Soldier e lutar a seu lado, será minha forma de retribuir por Cody ter me salvado e salvado meu irmão...


Saren então se ajoelhou no chão e começou a chorar olhando para a terra que era molhada por suas lagrimas, o Larvitar se viu sozinho em meio daquele desastre e estava com coração partido como se as palavras que seu irmão tinha dito a ele mais cedo no mesmo dia não tivessem valido nada, Nero chegava perto para consolar o pequeno Pokémon quando:


LUKE: MAS NÃO FAREI ISSO SEM QUE MEU IRMÃO ESTEJA COMIGO.... Quero que Saren vá junto comigo, do contrário eu não serei de forma alguma um Soldier! 


O Totodile então estica a mão para o irmão que ainda nada entendia sobre o que havia acontecido, Luke então disse acariciando a cabeça do Larvitar:


LUKE: Eu disse que não te deixaria, e não vou deixar...


A braixen então ficou ali pensando enquanto olhava para os irmãos e então respirou fundo e foi ver a cidade em chamas com seus braços cruzados com uma expressão triste, o Charmeleon encostou a garra em seu ombro e perguntou sobre Lance e Rex. Taire sorriu e disse tudo que havia acontecido e que eles deviam fugir da cidade, a Braixen com suas duas patas bateu em suas bochechas duas vezes e foi até Luke e Saren com um sorriso no rosto:


TAIRE: Quem sou eu para separar vocês dois, recrutamento nunca foi minha especialidade... Luke, Saren pode vir com você.... Vamos ser Soldiers juntos certo?


Os irmãos então se abraçaram forte muito alegres com a decisão da Soldier, e parecia que tudo estava em seu lugar e que tudo ficaria bem. No alto da torre do Farol, July conversava com um Braviary que era seu policial de longa data no qual ela confiava muito, e deu uma ordem muito importante a ele que parecia relutante em aceitar.


Sem saber o conteúdo da conversa Luke sentiu falta de um pertence seu de longa data, seu pequeno lenço não estava mais ali com ele e era um presente dado por seu pai, Saren achou aquilo muito bobo afinal ele estava se preocupando com uma bobagem no meio de uma grande crise. Mexendo em sua mochila o Larvitar tira um cachecol vermelho que ele havia ganho de Lúcios, e então coloca ele entre o queixo e os braços de Luke pois não sabia onde ou se Totodile tinham pescoço e disse com um tom de deboche:


SAREN: Pronto seu choram tem um troço de pano vermelho do papai, agora vai parar com essa palhaçada? 


Luke então ajeitou o cachecol fez uma pose ridícula e perguntou:

 
LUKE: E aí o que você achou? 


Saren fez um cara de chateado e disse com deboche deixando o Totodile sem graça e fazendo Nero rir muito:


SAREN: Você está parecendo um Greninja gay...


NERO: HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!! 


O Braviary então pousou no chão com violência e o estrondo deixou ambos os irmãos surpresos, o Pokémon voador então grunhiu e falou com uma voz autoritária:


ROCKY: Meu nome é Rocky, de acordo com a delegada Dragonite o jeito mais seguro de fugir de Argules é através do céu, irei transportar os três Soldiers para um lugar seguro... TUDO PRONTO! 


Saren então segurou o braço de Luke muito preocupado e o Totodile então iria dizer sobre o acordo dele com Taire, quando repentinamente e gentilmente Cody segurou sua boca e dando um sorriso agradável o Charmeleon faz sua capa azul se tornar duas assas e voou bem alto atravessando a cidade. A Braixen depois de conversar com Flush July e Rocky fez sinal para o Larvitar e o Totodile que conversavam com o Jolteon e a Servine subirem finalmente no Braviary e seguirem viagem.


Taire ficou mais próxima da cabeça do Pokémon atrás dela estava Saren e logo depois Luke que o segurava, e com todos a bordo Rocky começa a bater suas assas e a voar deixando para traz Mei e Nero acenando para eles, o Totodile a princípio estava triste por deixá-los, contudo o Jolteon mais cedo havia convencido ele que iria cuidar da cidade até um dia poder ver Luke de novo e assim lutar a seu lado, a Servine disse que iria ajudar Nero com o que fosse preciso e que esperaria ver o Totodile de volta mais forte e revigorado.


Rocky estava sobrevoando Argules que havia sido tomada pelas chamas quando sem aviso uma vinha azul pegou a garra do Braviary o fazendo parar violentamente no ar e se sacudir, Luke nessa hora vacilou pela surpresa largando Saren e o fazendo cair de Rocky. Para a sorte do Larvitar o Totodile havia segurado sua pata muito rápido, mas não aguentava o peso de seu irmão e Taire tentava acalmar o Braviary.
Em terra um Tangrowth Hellstalker puxava cada vez mais Rocky, e estava contente por ter pego o Pokémon voador quando por traz dele apareceu Rex em sua mega forma com sua katana de aura, o Mega Lucario correu e iria atingir o Tangrowth se não fosse atingido pelo Focus Blast de um Machoke Hellstalker que protegia o Pokémon de grama, Rex que foi jogado em alguns destroços, e assim que se levanta sorrindo limpa a sujeira de seu corpo e diz maliciosamente:


REX: Agora ficou muito mais interessante, vocês querem lutar...ha …ha …ha ... EU VOU DESTRUIR VOCÊS!!!


O Mega Lucario então correu com sua katana em punho e do outro lado o Machoke correu para cima dele com seu movimento Dynamic Punch, e assim ambos começaram a travar uma feroz batalha em terra. No ar Luke tentava cada vez mais puxar Saren sem sucesso, o Larvitar olhou nos olhos do irmão e notou que ele não iria aguentar e possivelmente iria cair com ele foi então quando Saren olhou para a cidade em ruinas devoradas pelas chamas e acabou lembrando de algo que Cody havia dito mais cedo:


CODY: Saren não precisa se preocupar Luke vai ajudar a todos nós, com certeza com o poder dele não teremos mais situações como essa; eu já vi o que ele pode fazer no Castelo abandonado e sei que você também viu. Pense que isso é para o bem de todos...


SAREN: O bem de todos......? 


Rex que já havia espancado sem dó o Machoke que ficou atirado totalmente irreconhecível no chão de tanto que o Mega Lucario bateu e cortou ele, Rex estava cada vez mais perto do Tangrowth que tinha ficado branco de medo ao testemunhar a força e a malicia do Mega Lucario e não sabia se largava e corria ou se tentava a sorte lutando com o Pokémon. O Hellstalker decidiu então confrontar o Soldier e com a ponta de suas vinhas começou a atirar múltiplas vinhas sombrias na tentativa de petrificar Rex, porém para o azar do Tangrowth a aura do Mega Lucario era tão espessa que as vinhas nem conseguiam toca-lo, Rex deu um de seus sorrisos sádicos e foi se aproximando lentamente do Tangrowth que lançava cada vez mais vinhas negras já chorando desesperado com medo do Mega Lucario o pegasse coisa que era inevitável.


Luke não aguentava mais e cada vez mais sua queda era uma realidade, e foi nesse momento que Saren sorriu olhando para seu irmão:


SAREN: Luke, acho que é aqui que nos despedimos...


LUKE: An?! 


O Totodile começou a chorar, sem poder acreditar no que o Larvitar falava:


SAREN: Luke eu não tenho escolha, se você me segurar cairemos aqui juntos... e sei que você pode ajudar muito mais que eu....


LUKE: NÃO FALE BESTEIRA!! COMO *SNIF* EU VOU FICAR SEM VOCÊ.... COMO VOU VIVER SEM VOCÊ!!


Luke disse com muito pesar enquanto a pata de seu irmão escorregava mais e mais, Saren sacudiu sua cabeça e disse:


SAREN: Você nunca precisou de mim para nada, sempre foi você sozinho e eu a seu lado. Eu só ficarei ausente por um tempo, mas eu vou voltar ou você vai voltar, isso não é um adeus.... Ok?

 
O Totodile então segurou a pata de seu irmão com sua outra mão e tentou puxar de novo:


LUKE: EU NÃO QUERO *SNIF* FICAR SEM VOCÊ SAREN!!


Saren então começa a chorar, mas sem tirar o sorriso de seu rosto e ao fechar os olhos o Larvitar fala singelamente:


SAREN: Até mais tarde Luke *snif*, estou torcendo e esperando por você e sei que vai *snif* dar tudo certo.... Eu te *snif* amo muito.... Seja forte por nós dois.... 


O Larvitar então usa seu Hidden Power nas mãos do Totodile o obrigando a solta-lo, Saren cai em queda livre do Braviary, Luke tenta pular atrás dele sem sucesso pois Taire havia agarrado seu cachecol o impedindo de se jogar, Rex então usa sem piedade sua katana de aura a enfiando no buraco dos olhos do Tangrowth o fazendo urrar de dor e consequentemente a tirar sua vinha azul da garra de Rocky. O Braviary desde que foi pego forçava sua saída batendo fortemente suas assas, e quando foi liberado voou muito rápido e alto deixando somente a trilha de lagrimas de Luke que gritava desesperadamente o nome do irmão.


Saren sumiu entre a fumaça da cidade e na queda ele já havia entregue sua vida a Arceus e estava com os olhos bem fechados esperando o pior, porém ele sentiu algo o agarrando antes de cair sobre as chamas e o levando dentre elas para algum lugar. Ele então abriu os olhos com curiosidade e disse alegre com a surpresa:


SAREN: Luke é você? …

 
O calor era intenso e o Larvitar perdia lentamente sua consciência, podendo antes notar que Luke estava usando seu lenço vermelho dado a ele por Lúcios, e com um sorriso de alivio misturado com lagrimas de tristeza Saren disse enquanto fechava seus olhos e desmaiava:


SAREN: Obrigado por me salvar e boa noite.......  Senhor Fear...........

 


Notas Finais


3 CURIOSIDADES SOBRE TAIRE A BRAIXEN:

1- Ela e sua família eram donos de um circo onde ela era a estrela principal e sempre fazia suas acrobacias de fogo, seu apelido lá era a estrela flamejante.

2- Desde cedo Taire podia sentir a aura dos outros pokémon através do calor corporal deles, dessa forma ela conseguia diferenciar um pokémon normal de um hellstalker. Ela sempre guardou esse talento em segredo até que uma gangue de hellstalkers atacou seu circo, ela conseguiu proteger a todos com o seu poder, mas quase foi morta pelo líder da gangue só sendo salva por Rex que conseguiu derrotar a gangue toda sem dificuldades e percebendo o poder da Braixen a recrutou para os soldiers.

3- Mesmo nos Soldiers Taire continua participando de espetáculos nas cidades onde sua equipe se aloja sendo uma atriz bem famosa, como soldier seu julgamento nem sempre é valorizado por ela ser muito emotiva e geralmente pensar mais nos outros que nela mesma.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...